Sei sulla pagina 1di 3

1- Com relação as características do sistema imunológico, correlacione a coluna de

cima com a de baixo:


a) alta capacidade para distinguir agentes invasores de seus próprios componentes.
b) capacidade para reconhecimento de padrões moleculares que caracterizam grupos de
patógenos.
c) detecta diferenças sutis entre um patógeno e outro.
d) apresenta resposta efetora: eliminação ou neutralização do invasor.
e) formação de memória imunológica.

( B ) Resposta imune inata.


( A ) Previne a formação de doenças autoimunes.
( D ) Ação direta de anticorpos.
( C/E ) Resposta imune adaptativa.

2- Descreva a função de cada um dos órgãos linfoides e os classifique entre


primários ou secundários.
Medula e timo – órgãos linfoides primários  células T e B são produzidas na
medula; células B são testadas na medula e células T são testadas no timo.
Linfonodos, baço, tonsilas, tecidos associados às mucosas – órgãos linfoides
secundários  onde ficam células T e B na forma inativa e madura.

3- Qual das características abaixo não pertence a imunidade adaptativa:


a) Reconhecimento de padrões moleculares associados a patógenos.
b) Tempo de resposta longo.
c) Tem a capacidade de gerar memória imunológica.
d) Seu principal alvo são os antígenos.
e) Constituída por células e elevada diversidade.

4- Faça um desenho esquemático da estrutura completa de um anticorpo, indicando


suas partes e funções.
5- Marque o quadro abaixo com a respectiva função/característica do anticorpo:

Ig IgM Ig Ig
G A E
Liberação de mediadores alérgicos e inflamatórios X
Presente em altas concentrações na resposta imune primária X
Capaz de cruzar a barreira placentária X
Presente em altas concentrações na resposta imune X
secundária
Bloqueia a entrada de microrganismos nas mucosas X
Apresenta formato pentamérico X

6- Comente a frase: “nem todo antígeno é um imunógeno”.


Antígeno é todo elemento estranho ao hospedeiro que desencadeia uma resposta
imune. Imunógeno é um antígeno, na medida em que provoca uma resposta imune,
com a ressalva de que se trata da produção de anticorpos para prevenir
determinada patologia.
Vacinas – Nem todo antígeno é um imunógeno, pois a entrada de patógenos que
causam danos ao hospedeiro desencadeia uma resposta imune no sentido de sua
destruição (objetivo) e não apenas na produção de anticorpos.

7- Complete o quadro indicando quatro citocinas discutidas em sala de aula.

Citocin Célula que produz Função biológica


a
IL-6 Macrófago Hipotálamo – febre
Fígado – estimula ptn C reativa
IL-12 Macrófago Aumenta a citotoxicidade da NK
CXCL-8 Macrófago Quimiocina – criar ambiente quimicamente
atrativo em torno do sítio de infecção
TNF- α Macrófago Aumentar permeabilidade vascular
IL-1 Aumentar expressão de moléculas de adesão

8- Quais são as principais funções do sistema complemento?


Estimular resposta inflamatória, opsorizar e criar MAC (complexo de ataque à
membrana – de patógeno).

9- Qual o papel das células NK e porque elas necessitam da presença dos


macrófagos na resposta.
As células NK da imunidade inata são responsáveis por “combater” vírus e
tumores. Elas dependem dos macrófagos na resposta (estimuladas pela secreção
de INF-gama), pois são eles que fagocitarão o patógeno (que apresenta a fosfatidil
serina na membrana), ao mesmo tempo em que secretam IL-12, citocina que
aumenta a citotoxicidade da célula NK.
10- Considerando o desenho abaixo, descreva:

a) Resumidamente o processo
b) Citocinas envolvidas
c) Importância deste processo para a resposta imune.

a) Com o aumento da permeabilidade vascular e da expressão de moléculas de


adesão, os neutrófilos, por meio de rolamento, acabam passando pelo vaso
(extravasamento/diapedese) e entrando no tecido onde está o sítio da
infecção. São atraídos por ambiente quimicamente ativo, “caindo em cima”
do patógeno.

b) As citocinas são secretadas pelo macrófago: TNF-α e IL-1 aumentam a


permeabilidade do vaso e expressão de moléculas de adesão; CXCL-8 criam
ambiente quimicamente atrativo em torno do sítio de adesão.

c) É parte fundamental da resposta imune inata, pois é quando ocorre o


recrutamento de mais células para combater patógenos extra-celulares.