Sei sulla pagina 1di 40

| 

  
  
  
   
O  
 
 

 
 

   
  
     
 
  


4  4    

_  
_ | 
_ 4      
   
_ !"      
 #$ %&% &'(&
#%
_    
)     
_
      
_ *
_ |  
| 

 

ïïï  



  ï
$  $+ , - 


    
   

! 
" 
 
 
$ $+ , - 
 #$
 %& 

   %' (
 % &)  
   
* +

m m


   m 


(   

,  -'./  
$ $+ , - 

' &

   '   0
' %1  

    
 0  

m mm
 
 m
m
 

 
2 ï

,  -'./  
$ $+ ,|- 
: % 3
: %4   +
: % &
 
!  : %   
: 56
  :  
: 3 0

 
   
.&//0
* #  
 
7


` m
 m
  m 



,  -'./ 
$ $+ , - 

w !+  


w 3
 
"  w 3   
 

 
    3     0 
/0
*


 :

,  -*
89.
1  
  $  2

   3     


1      
1    &  &
3   &4 &
      ï

      3
 ! 4 
 3  
       !
  ï
 1  
 $ 


 5

 *  $   
  5

6    $    5

 ' " 
'
Beneficiários
Comunidade
Governo

Organização
Empresas Social
Outras
Organizações

Parceiros
Voluntários
Projetos sociais:
tendências e desafios
 Ë3   5

       3   ! 7


 &      5

     5

 |8    ! ï


Perfil do Gestor ± Capacidades
 Compreensão dos contextos políticos, sociais
e institucionais;
 Comunicação e negociação;
 Definir, delegar e cobrar responsabilidades;
 Agilidade de avaliação;
 Motivar pessoas, administrar conflitos e
frustrações e capacidade de gerenciamento;
 Valorizar e promover a visibilidade do projeto
e seus resultados.
  4  
m undações e ONGs;

m inanciadores;

m Agências de Cooperação;

m Bancos;

Neste nível o projeto se relaciona com a captação


de recursos financeiros e a articulação global de
políticas. É importante perceber as condições de
possíveis financiadores e as relações políticas
decorrentes destes possíveis apoios.
R  
 
vmportante haver um equilíbrio entre captação
de recursos financeiros e articulação de
parcerias em torno do projeto. Desta forma, as
articulações em torno de políticas públicas tem
sua importância relacionada com a construção
de projetos em comum, o que implica nas
definições em torno da missão de cada
organização.
| 
 

4  
| 
 
-
È   
-
' '  &  3 5
' $  &   5
' '     "   

) &
  9:$ 5
' $  ,   ; 5
' '   1 3 ; 5
' '     ï
Estrutura do Projeto
_ î +   5
_ < 3  5
_  !  5
_  |  3 5
_   ! 
_    4    5
_ !5
_   5
_  5
_  8 3  ï
Š =  ;   2
|  
  >|8  

% |  7


š Š 3 
š   3 
%   
' %   5
' 5
' |8  " 5
'
  5
'
  5
'   3  5
' $    ;  ï
%    3 7

 

 |   
 $    - 
  !   
<& 
%  1 3 
_
1  +   
_
  1  ;  4
_
  1   4
_ |   1     
_ |   
•ustificativa
Por que o projeto deve ser implementado?
 Demonstrar relação do projeto com
problemas sociais relevantes:
importância;
 Destacar os benefícios que trará à
população;
 Reforçar a missão da vnstituição;
 Destacar o papel estratégico do projeto.
 
ðO que se quer transformar a partir do
projeto)

 Geral ð•ustificativa)
 Específicos ðMetas)
O acordo em torno dos
objetivos e divisão de
atribuições é essencial para a
coesão do grupo que está
viabilizando o projeto, pois o
projeto será cobrado por seus
resultados e realização dos
objetivos específicos.
'   !  7%   = 
?34 @5
' !74   
       
 3 5
'    7'=  
    ï
   ;  + 
     ï
'  8 7
  &  &3  
ïïï
Metodologia
Como este projeto será executado?
 ormas de pesquisa
 Público Alvo
 Parcerias
 vnstrumentos de ação
 Materiais de trabalho
   4    

' $3=1 


  !    
  1    
1   ï
 
,
      
 ï
, %  
 ï
m %  8  ï
m %    ! A
 ï
Avaliação e Monitoramento
Objetivo Geral m vmpactos a longo prazo
Objetivos Específicos m Resultados concretos a curto
prazo

Monitoramento
 Objetivos
 Ações e resultados
 Metodologia
 Equipes e parcerias
 Recursos
Orçamento
 Deve ser objetivo em relação aos gastos;
 vndicar contrapartidas;
 ontes de contribuição local são
importantes;
 Quando possível, indicar possibilidades de
sustentação própria;
 Citar outros apoios recebidos e outras
fontes em negociação.
 
_    !  
_$
_#;! &  ï
_  ;   
_  B 
_     ! 4
_    
_      
Anexos
São materiais de apoio ao projeto
 older da vnstituição
 Cartas de apoio
 Mapas, otos, Tabelas, Gráficos...
 Dados estatísticos
 Breve currículo dos responsáveis
 Documentação legal
Desenvolvimento dos Projetos
Etapa 1 ± vdéia
Etapa 2 ± Elaboração
Etapa 3 ± Realização
Etapa 4 ± Conclusão
Etapa 5 ± Avaliação dos Resultados
Um bom projeto se retroalimenta,
prevendo continuidade
v 
 Projeto é planejamento e planejamento
é atividade coletiva;
 É preciso uma boa relação
custo/beneficio;
 inanciador não é banco e sim
PARCEvRO;
 Não estamos vendendo projetos, mas
conquistando parceiros;
 Conquistar parceiros é ter SUCESSO.
O  
   
  
  


O  
  
    
  
         
        
       
         
     
' | |   ï
'   
m m
     
 m   
(m
  

 m  m 
 m   m