Sei sulla pagina 1di 31

| || 

|
 |    
 
|    | 
|


Drª Regina Helena Lasneaux Novaes


Núcleo de Atenção ao Idoso ƛ UnATI/UERJ
Assessoria de Saúde do Idoso ƛ SES/RJ


ã `ulnerabilidade
ã Alto risco de eventos adversos:
ƛ Dependência
ƛ Institucionalização
ƛ Quedas, lesões, doenças agudas
ƛ Hospitalização
ƛ Lenta recuperação de doenças
ƛ Mortalidade

 
ã Sarcopenia
ã r Dassa Duscular esquelética; ` Dax; força e
tolerância aos exercícios; terDoregulação; gasto
energético; resistência a insulina
ã Desregulação neuro-
neuro-endócrina
ã r IL-
IL-; IgG; IgA; resposta Ditogênica; células de
DeDória; IL-
IL-6; IL-
IL-1B
ã Disfunção iDunológica
ã r GH; estrogênio; testosterona; tonus siDpático;
desregulação do cortisol

(Linda P Fried et JereD Walston. Frailt and Failure to Thrive. In: Principles of Geriatric
Medicine and Gerontolog, 1999)
!   "  "

ã Reflete alterações fisiológicas da idade que


não são específicas de doenças
ã Sinais e sintoDas constitucionais:
ƛ fraqueza, fadiga, perda do apetite, desnutrição,
desidratação e perda de peso
ã SíndroDes geriátricas:
ƛ anorDalidade de equilíbrio e Darcha, con-
con-
dicionaDento físico precário, confusão, in-
in-
continência, depressão
#
|     
ã Desnutrição
ã Desequilíbrio, Queda e Fraturas
ã IDobilidade
ã Deterioração cognitiva
ã Constipação e Diarréia
ã Incontinência Fecal e Urinária
ã Depressão e Ansiedade
ã Distúrbios do sono
ã IsolaDento Social
ã Úlceras de pressão
ã Iatrogenia / PolifarDácia
ã Déficit sensorial : visão e audição
ã ProbleDas de coDunicação e Deglutição
ã Disfunção sexual
è  $  
!%&
ã Muito idosos
ã Incapacidades
ã SíndroDes geriátricas
ã papel das co-
co-Dorbidades
ƛ IsoladaDente não pareceD representar o
grupo de Daior risco
ƛ Não define gravidade de doença
%'( )*
ƛ "  +"  !,
ã w ou Dais anos; anorDalidades de equilíbrio e
Darcha; caDinha pouco coDo exercício; uso de
sedativos; depressão; força reduzida eD oDbros e/ou
joelhos; incapacidade eD extreDidades inferiores;
perda iDportante da visão.
ƛ ,  !%'(
ã saudável ou vigoroso:  ou - características
ã estado transicional: 3 características
ã Indivíduos frágeis: 4 ou + características
(Speechley e Tinetti, 1991)

ã - . /  0 12 0  /, 3 0
 ,+4 5"  4
67%'(    6-84  / 
 '  /7 7   )/
  +4 '( 7   
/7    94

ã - 3 /  0 12 0  0  


)/  6-84
 /7 7    6-80
    :/4 -  !% $
;   + < ! ( 0  : 
790   74 
/7 7 :'(   
,4
+'(  
!'(
ã Trata-se da busca sisteDatizada do grau de
Trata-
coDproDetiDento do indivíduo na execução
de certas tarefas que perDiteD a
continuidade da vida.
ã Tais tarefas têD graus diferentes de
coDplexidade, envolvendo tanto aspectos
básicos de atividades do cotidiano, quanto
aspectos de relacionaDento social.
+'( ! 
:)+ 
ã ProDover a saúde
ã Prevenir a doença
ã Preservar a independência
ã Prevenir a fragilidade
+'( ,

ã Mudança no paradigDa do cuidado


ã A observação clínica habitual e a
avaliação funcional
ã A qualidade de vida coDo parâDetro
do cuidado
+'( , 7 =  >
:'  6*

ã Conceitos: se desenvolveD há 6 anos


ã Década de 3
ƛ Inglaterra: Dr. Marjorie Warren
ã Década de 7
ƛ EUA: as Unidades de Avaliação Geriátrica
ã Década de w
ƛ Brasil: as equipes Dultidisciplinares
+'( , 7
 '(
ã CoDbina eleDentos:
ƛ da história e exaDe físico tradicionais;
ƛ da avaliação social;
ƛ da avaliação funcional e Détodos de trataDento
derivados da Dedicina de reabilitação; e
ƛ dos Détodos psicoDétricos das ciências sociais.

(Rubenstein, 1995)
+'( , 7
 '(
ã Mudança no paradigDa do cuidado
ã A observação clínica habitual e a
avaliação funcional
ã A qualidade de vida coDo parâDetro
do cuidado
ã A Unidade de Cuidado coDo estrutura
da avaliação funcional
+'( , 7
|:)+
ã Melhorar a acurácia do diagnóstico
ã tiDizar o trataDento Dédico
ã Melhorar o resultado das intervenções
ã Melhorar função e qualidade de vida
ã tiDizar a locação
ã Reduzir o uso desnecessário de serviços
+'( , 7

ã Detecção de doenças e disfunções
ã Avaliação da extensão das DesDas
ã Seleção de terapêuticas e outras
intervenções
ã Avaliação da necessidade de recursos
coDunitários
ã Avaliação dos efeitos de intervenções
è    
+'( , 7&
ã Diante de pacientes
ƛ fragilizados
ƛ dependentes, ou
ƛ potencialDente fragilizados
ã Dentro de uDa Unidade de Avaliação
ƛ preferencialDente Dultidisciplinar
è    
+'( , 7&
  +'(
ã ADbiente Hospitalar
ƛ Unidade de Cuidados Intensivos
ƛ Unidade de Cuidados Coronários
ƛ Unidade de Reabilitação
ƛ ADbulatórios
ã ADbiente não Hospitalar
ƛ ADbulatórios
ƛ Consultórios
+'( , 7
   ,+
ã Atividades de `ida ã Continência
Diária ã Nutrição
ã Mobilidade ã Depressão
ã Função Cognitiva ã Abuso de Álcool
ã `isão ã Avaliação de
ã Audição Necessidades
   +'(
+'( "  7 

ƛ Avaliação Social
ƛ Queixas
ƛ HDA
ƛ HPP
ƛ HFis
ƛ HFaD
ƛ Revisão de SisteDas
ƛ ExaDe Físico coDpleto
ƛ Fundo de lho/ toscopia
   +'(
+   ,
ã InstruDentos
ƛ A`Ds básicas - Katz
ã `estir-se; aliDentar-
`estir- aliDentar-se; transferir-
transferir-se do leito
para a cadeira; banhar-
banhar-se; higienizar-
higienizar-se; ser
continente
ƛ A`Ds instruDentais - Lawton
ã fazer coDpras; cuidar da casa; controlar as
despesas; usar o telefone; preparar os
aliDentos; usar Deios de transporte público
   +'(
:
ã Aspectos de análise
ƛ Marcha
ƛ Equilíbrio
ƛ Dbro
ƛ Mãos
:
/  ; ": ?  

ã Marcha ã Equilíbrio
ƛ História de quedas ƛ Manobra de
ƛ Medo de quedas RoDberg Dodificada
ƛ Transferência ƛ Get Up and Go
ƛ Get Up and Go ƛ Teste de alcance
ƛ Tinette ƛ Tinette
:
| :  ( ?  
ã Dbro ã Mãos
ƛ Dor ƛ Apertar dedos do
ƛ Atividade dolorosa exaDinador
ƛ Teste: Dãos/nuca ƛ Pinçar papel
ƛ Teste: Dãos/cintura ƛ Pegar colher
ƛ Escrever uDa frase
   +'(
 '( +
ã InstruDentos
ƛ Mini-exaDe do estado Dental
Mini-
ƛ Desenhar uD relógio
ƛ A`Ds
ƛ Testes psicoDétricos forDais
   +'(
(
ã InstruDentos
ƛ Ler uD título e uDa sentença de jornal
ƛ Testar a visão coD cartão de Jaeger ou
de Snellen
   +'(
'(
ã InstruDentos
ƛ uvir o roçar dos dedos do exaDinador
ƛ uvir o tic-
tic-tac do relógio
ƛ uvir a voz sussurrada
   +'(
9 
'(
ã Continência
ƛ Perguntar sobre a presença de
incontinência urinária e fecal
ã Nutrição
ƛ Perguntar sobre perda de peso e do
apetite
ƛ Pesar e Dedir
ƛ Calcular Índice de Massa Corporal
   +'(
7(
ã InstruDentos
ƛ Perguntar sobre sinais e sintoDas de
depressão (DSMMD-
(DSMMD-I`)
ƛ Usar escalas de depressão
ã Escala de Depressão Geriátrica de Yesavage
ã Beck Depression Inventor
   +'(
:   
ã InstruDentos
ƛ A`Ds
ƛ Entrevista
ƛ Testes
ã CAGE
ƛ Cut down/A
down/Annoed/
nnoed/G
Guilt/
uilt/E
Ee
e--opener
ã MAST
ƛ Michigan AlcoholisD Screening Test
   +'(
+'( 

ã Entrevistar faDília e cuidadores
ã Avaliar capacidade e carga de trabalho
do cuidador
ƛ Entrevista de Zarit
ƛ Índice de Estresse do Cuidador