Sei sulla pagina 1di 40

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES

AULA 4 – ARQUITETURAS DE APLICAÇÃO E


TOPOLOGIAS DE REDE

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 1


REDES DE COMPUTADORES

OBJETIVOS DESTA AULA:

• Aprender sobre arquitetura de aplicação;


• Estudar as topologias de rede;
• Analisar as vantagens e desvantagens de redes ponto a
ponto, híbridas, cliente/servidor;
• Relacionar os diversos tipos de topologia de rede e
arquitetura de aplicação.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 2


REDES DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE APLICAÇÃO

• “Arquitetura onde o processamento da informação é


dividido em módulos ou processos distintos. Um processo
é responsável pela manutenção da informação (Servidor),
enquanto que outro é responsável pela obtenção dos
dados (Cliente)”.
– BATTISTI, 2001

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 3


REDES DE COMPUTADORES

CLIENTE-SERVIDOR

• Sistema inovador surgido na década de 90 e muito


utilizado no meio corporativo, é baseado em três
componentes principais:
– gerenciamento de banco de dados, que tem a função de
 servidores;
– redes, que funcionam como o meio de transporte de dados
e, finalmente,
– os softwares para acesso aos dados: Clientes

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 4


REDES DE COMPUTADORES

CLIENTE-SERVIDOR

• “É uma abordagem da computação que separa os


processos em plataformas independentes que interagem,
permitindo que os recursos sejam compartilhados
enquanto se obtém o máximo de benefício de cada
dispositivo diferente, ou seja, Cliente/Servidor é um
modelo lógico”.
– VASKEVITCH, 1995.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 5


REDES DE COMPUTADORES

EXEMPLO CLIENTE-SERVIDOR

Clientes: Conteúdo

Windows

Linux Servidor
browser
browser
http
Android

MAC

Outros

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 6


REDES DE COMPUTADORES

ARQUITETURAS PONTO A PONTO E


CLIENTE-SERVIDOR

• A comunicação entre as aplicações e o Sistema


Operacional baseia-se, normalmente, em interações
solicitação/resposta, onde a aplicação solicita um serviço
(abertura de um planilha, impressão etc.) através de uma
chamada ao sistema operacional  este, em resposta à
chamada, executa o serviço solicitado e responde,
informando o status da operação (sucesso ou falha) e
transferindo os dados resultados da execução para a
aplicação.  

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 7


REDES DE COMPUTADORES

ARQUITETURAS PONTO A PONTO E


CLIENTE-SERVIDOR

• No modo Cliente-Servidor, a entidade que solicita o


 serviço é chamado cliente e a que presta o serviço é o
servidor.
• A interação cliente-servidor constitui-se no modo básico
de interação dos sistemas operacionais de redes.
• Também existem casos onde a estações disponibilizam a
outras estações o acesso a seus recursos através da rede
através de um modulo servidor.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 8


REDES DE COMPUTADORES

ARQUITETURAS PONTO A PONTO E


CLIENTE-SERVIDOR

• A aplicação solicita um serviço através de uma chamada


ao sistema operacional  este, em resposta à chamada,
executa o serviço solicitado e responde, informando o
status da operação (sucesso ou falha) e transferindo os
dados resultados da execução para a aplicação

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 9


REDES DE COMPUTADORES

CLIENTE-SERVIDOR

• A entidade que solicita o  serviço é chamado cliente e a


que presta o serviço é o servidor. A interação cliente-
servidor constitui-se no modo básico de interação dos
sistemas operacionais de redes.
• Também existem casos onde a estações disponibilizam a
outras estações o acesso a seus recursos através da rede
através de um módulo servidor

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 10


REDES DE COMPUTADORES

CLIENTE-SERVIDOR Armazenamento de
• Máquina “Stand Alone” Dados

Controle de Acesso
aos Dados

Lógica do Programa

Interface
Homem x Máquina

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 11


REDES DE COMPUTADORES

CLIENTE-SERVIDOR
Armazenamento de
• Servidor de Arquivos Dados
Servidor
Cliente
Controle de Acesso
aos Dados

Lógica do Programa

Interface
Homem x Máquina

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 12


REDES DE COMPUTADORES

CLIENTE-SERVIDOR Armazenamento de
Dados
• Servidor de Banco de Dados
Controle de Acesso
aos Dados
Servidor
Cliente

Lógica do Programa

Interface
Homem x Máquina

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 13


REDES DE COMPUTADORES

CLIENTE-SERVIDOR Armazenamento de
Dados
• Servidor de WEB
Controle de Acesso
aos Dados

Lógica do Programa

Servidor
Cliente
Interface
Homem x Máquina

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 14


REDES DE COMPUTADORES

PONTO A PONTO (PEER TO PEER)

• Todas as estações possuem no sistema operacional de


redes os dois módulos:
– SORC (Sistema Operacional de rede – Cliente) e
– SORS (Sistema Operacional de Redes Servidor)

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 15


REDES DE COMPUTADORES

EXEMPLOS DE SERVIÇOS

• Servidor de Arquivos
• Servidor de Banco de Dados
• Servidor de Impressão
• Servidor de Gerenciamento

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 16


REDES DE COMPUTADORES

EXEMPLOS DE SERVIÇOS - SERVIDOR DE ARQUIVOS

• Função de oferecer aos módulos clientes os serviços de


armazenamento, de compartilhamentos de discos,
controle de acesso a informações.
• Deve ser criado, obedecendo regras de autorização para
aceitar pedidos de transações das estações clientes e
atendê-los utilizando seus dispositivos de armazenamento
de massa.
• A utilização pelo usuário é em substituição ou em adição
ao sistema de arquivos existente na própria estação local.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 17


REDES DE COMPUTADORES

EXEMPLOS DE SERVIÇOS
SERVIDOR DE BANCO DE DADOS
• Também conhecido como sistema de gerenciamento de banco
de dados (SGBD), usa um servidor de arquivo para armazenar
dados, num padrão onde é lido por uma aplicação específica.
 
• Utilizando-se de uma linguagem codificada chamada
Structured Query Language (SQL), o usuário consegue enviar
uma informação e o servidor entendendo o pedido, executa a
consulta, processa a informação e retorna com o resultado.
• Essa rotina é feita localmente no servidor e de banco de
dados e a resposta é enviada para o modulo cliente.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 18


REDES DE COMPUTADORES

EXEMPLOS DE SERVIÇOS
SERVIDOR DE IMPRESSÃO

• O servidor de impressão tem como função gerenciar e


oferecer serviços de impressão a seus módulos clientes,
podendo possuir umas ou mais impressoras acopladas;
este pode priorizar trabalhos gerenciando a fila de
impressão, dando prioridade a trabalhos mais urgentes.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 19


REDES DE COMPUTADORES

EXEMPLOS DE SERVIÇOS
SERVIDOR DE GERENCIAMENTO

• Com a função de monitorar o tráfego de dados, verificar o


estado e o desempenho de uma estação da rede, ou
monitorar o meio de transmissão e de outros sinais.
• O servidor de gerenciamento é necessário para a detecção
de erros, diagnoses e para resoluções de problemas, tais
como falhas no meio, diminuição do desempenho etc.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 20


REDES DE COMPUTADORES

TOPOLOGIA

• Topologia esta relacionada com a disposição dos


equipamentos dentro de um ambiente.
• Na prática, essa arquitetura define onde está a
informação e de que forma se pode chegar a ela.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 21


REDES DE COMPUTADORES

A TOPOLOGIA PODE SER


ANALISADA SOB DOIS ASPECTOS

• Topologia Física - estrutura definida por sua topologia


física e de acordo com a forma que os enlaces físicos
estão organizados.
• Topologia Lógica - estrutura definida por sua topologia
lógica e de acordo com o comportamento dos
equipamentos conectados.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 22


REDES DE COMPUTADORES

TOPOLOGIAS FÍSICAS

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 23


REDES DE COMPUTADORES

SISTEMA BÁSICO DE COMUNICAÇÃO

• A mensagem
• O elemento Transmissor - Tx
• O elemento Receptor - Rx
• O Meio de transmissão
• O protocolo de comunicação, 3 tipos básicos de
comunicação:
– ponto a ponto,
– cliente servidor e
– ponto multiponto, ou somente multiponto.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 24


REDES DE COMPUTADORES

ARQUITETURA PONTO A PONTO

• É quanto a comunicação é estabelecida utilizando apenas


dois pontos interligados (receptor e transmissor).
• Para esse tipo de arquitetura, não existe um
compartilhamento do meio com os outros vários usuários.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 25


REDES DE COMPUTADORES

ARQUITETURA CLIENTE-SERVIDOR

• Neste modelo lógico cada dispositivo é especializado em:


– Proporcionar acesso a informações ou
– Obter informações
• Para esse tipo de arquitetura, não existe um
compartilhamento do meio com os outros vários usuários.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 26


REDES DE COMPUTADORES

PONTO-MULTIPONTO

• É o caso de um ponto central enviar e receber


informações de vários pontos da rede, utilizando um
mesmo meio que pode derivar ao longo do cominho.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 27


REDES DE COMPUTADORES

ENDEREÇAMENTO DE DADOS

• Unicast
• Multicast
• Broadcast

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 28


REDES DE COMPUTADORES

ENDEREÇAMENTO DE DADOS
Modelo TCP/IP Encapsulamento
Camadas
Mensagem
Aplicação

Mensagem
Transporte E
Cabeçalho de transporte Segmento

Cabeçalho
Mensagem
Rede Cabeçalho de transporte
de
rede
Pacote

Cabeçalho Cabeçalho
Mensagem
Física Cabeçalho de transporte
de de Quadro
rede enlace

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 29


REDES DE COMPUTADORES

ENDEREÇAMENTO DE DADOS

• No encapsulamento que ocorre no modelo OSI e TCP/IP


cada camada atribui seu próprio cabeçalho e nele inclui
endereços de origem e destino, usando:
– Transporte – Endereços de portas (TCP ou UDP)
– Rede – Endereços IP (endereço lógico)
– Enlace – Endereço MAC (endereço físico)

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 30


REDES DE COMPUTADORES

ENDEREÇAMENTO DE DADOS

• Os Endereços de destino dos pacotes e quadros podem


ser:
– Unicast
– Multicast ou
– Broadcast

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 31


REDES DE COMPUTADORES

UNICAST

• É uma forma de envio de informações direcionadas para


somente um único destino

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 32


REDES DE COMPUTADORES

MULTICAST

• É a forma de envio de informações para múltiplos


destinos. Ele é direcionado para um grupo específico
destinos possíveis.
• As estações podem dinamicamente entrar e sair do Grupo
Multicast.
• Como exemplos temos a video-conferência e a Web-TV

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 33


REDES DE COMPUTADORES

BROADCAST

• Forma de envio de informações onde a mensagem é


enviada para todos os destinos possíveis da rede.

• No endereçamento IP o último endereço de uma subrede


define que o destino é para todos os demais componentes
daquela subrede (endereço de broadcast da rede)

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 34


REDES DE COMPUTADORES

DOMÍNIO DE COLISÃO

• Numa rede multiponto, onde não há comutação, todos os


dispositivos compartilham o mesmo canal para transmitir.
• Uma vez transmitidos os dados são recebidos por todos os
dispositivos.
• Neste tipo de rede existe a possibilidade de dois ou mais
dispositivos transmitirem dados simultaneamente, neste
caso todos os dados em trânsito ficam imprestáveis e há
necessidade de retransmissão.
• A este evento chamamos colisão e o segmento onde pode
ocorrer chama-se Domínio de colisão

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 35


REDES DE COMPUTADORES

DOMÍNIO DE BROADCAST

• Numa rede local, onde temos enlaces multiponto,


trafegam quadros que contém endereços de destino.
• Um dos princípios de redes multiponto é a impossibilidade
de transmissões simultâneas
• Num segmento de rede até onde chegam os quadros com
endereço de destino broadcast chamamos de domínio de
Broadcast.  
• Quanto maior o domínio de broadcast mais lenta fica a
rede.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 36


REDES DE COMPUTADORES

SISTEMAS OPERACIONAIS DE REDE

• Os equipamentos, que antes funcionavam isoladamente,


possuíam somente um Sistema Operacional Local (SOL),
com o objetivo de controle especifico do hardware local.
• Com a evolução das redes de computadores, os
equipamentos tiveram que se adaptar e passaram a ter
funções especificas para o processamento em redes.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 37


REDES DE COMPUTADORES

SISTEMAS OPERACIONAIS DE REDE

• Surgiram os Sistemas Operacionais de Redes (SOR), como


uma extensão dos antigos Sistemas Operacionais Locais
(SOL), com o objetivo de tornar transparentes o uso dos
recursos compartilhados da rede.

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 38


REDES DE COMPUTADORES

TOPOLOGIA LÓGICA E TOPOLOGIA FÍSICA

• Para a topologia lógica, existem 2 métodos de transmissão


de dados :
– Em Barramento
– Em Anel

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 39


REDES DE COMPUTADORES

RESUMO DA AULA 4

Nesta Aula você:


• Aprendeu sobre arquitetura de aplicação;
• Conheceu novas topologias de rede;
• Analisou as vantagens e desvantagens de redes ponto a
ponto, híbridas, cliente/servidor;
• Relacionou os diversos tipos de topologia de rede e
arquitetura de aplicação

Aula 4 – Topologias e Arquiteturas- 40