Sei sulla pagina 1di 43

Serviços Multimídia em

Redes: VoIP
VoIP (Voz sobre IP)

 Voice over IP (VoIP)

Conceito: “Telefonia/Voz sobre a pilha de


protocolos TCP/IP, com possibilidade de integração
com a rede pública de telefonia”.
 VoIP não é um protocolo.
É uma coleção de protocolos e padrões que
permitem a codificação, transporte e roteamento
(sinalização) da chamadas de áudio sobre uma rede
TCP/IP.
 Telefonia IP é um subconjunto de VoIP.

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 2


VoIP (Voz sobre IP)

 Redes baseadas em Circuitos


Tipos de Tráfego
Voz PBX Desperdício de banda
Utilização

Outros

50–60%
LAN

Vídeo
Enlace WAN

Fatias de tempo (TDM)


Time Division Multiplexing, ou Multiplexação por Divisão de Tempo

• Desperdício de Banda
• Não há congestionamento
Serviços Multimídia em Redes – VoIP 3
VoIP (Voz sobre IP)

 Redes de Pacotes

Tipos de Tráfego

Voz PBX
Utilização
F
Vários
I
90–95% L
LAN A

Células/Pacotes/Quadros
Vídeo

Pacotes Individuais

• Alta eficiência na utilização da Banda


• Gerência de Congestionamento
Serviços Multimídia em Redes – VoIP 4
VoIP (Voz sobre IP)

Momento atual para o mercado de serviços VoIP


 Problema
Dados Voz

Voz Dados Economia


Disponibilidade de Consolidação da Rede
Tráfego de Voz Largura Banda Custos de Utilização
excede ao de dados mais barata

Avanços em QoS Padrões e


protocolos abertos
DSP DSP
SIP
H.323
IP Precedence, RSVP MGCP Avanços em Digital
802.1p,DiffServ IAX Signal Processors
(DSP)
Serviços Multimídia em Redes – VoIP 5
VoIP (Voz sobre IP)
Custo por ponto de um sistema telefônico proprietário (PBX)
vs.
Custo por porta de switch padrão Ethernet

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 6


VoIP (Voz sobre IP)

Vantagens x Desvantagens do VoIP

Vantagens:

•Convergência;
•Possibilidade de novos serviços e aplicações;
•Diminuição de custos das ligações (DDD/DDI);
•Melhor aproveitamento da infra-estrutura de rede
existente.

Desvantagens:

•Custo dos equipamentos;


•Requisitos para garantir a qualidade da telefonia
convencional (QoS);
•Problemas para garantir a localização das chamadas (911
nos EUA).

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 7


VoIP (Voz sobre IP)

Componentes:
• Protocolos, recomendações e padrões
– SIP, H.323, MGCP, IAX
– RTP/RTCP, SDP
– ENUM
• Codecs (codificadores/decodificadores)
• Arquiteturas
• Equipamentos

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 8


VoIP (Voz sobre IP)

PROTOCOLO USADO – UDP (Protocolo camada 4).


• PORQUE NÃO USAR O TCP. (Protocolo de camada 4)
• A ->B SYN -- Meu número de seqüência é X.
A <- B ACK --Seu número de seqüência é X.
A <- B SYN -- Meu número de seqüência é Y.
A ->B ACK -- Seu número de seqüência é Y.

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 9


VoIP (Voz sobre IP)

Esquema simplificado da
distribuição dos protocolos e
recomendações VoIP Dados

Sinalização

Sinalização

Transporte
dos Dados
(Voz)

Transporte Transporte
da da
Sinalização Sinalização
/ /
Mídia Mídia

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 10


VoIP (Voz sobre IP)

Codecs (codificadores/decodificadores):

• Tem a função de gerar bits a partir de amostras de


voz
• Podem fazer a compressão da voz, diminuindo a
largura de banda necessária para a transmissão
• Inserem perdas na qualidade do sinal da voz
• Existem codecs comerciais e gratuitos
• Possuem papel importante na tecnologia de VoIP

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 11


VoIP (Voz sobre IP)

Processo de Digitalização, Codificação e


Empacotamento de amostras de voz

Aplicação
Transporte
•Digitalização •Inserção dos
Rede
cabeçalhos
•Codificação Enlace
•Overhead muito Física
•Compactação
alto

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 12


VoIP (Voz sobre IP)

Tipos de Codecs

•Baseado em forma de onda (WaveForm codecs)


•Amostragem e digitalização
•Baseado em voz humana (Vocoders)
•Transmite parâmetros de variação de uma voz padrão

Características G.711 G.729A G.723.1


Kbps 64 8 5.3-6.3
Quadro (ms) 10 10 30
Atraso algor. - 15 37.5
(ms)
Qualidade Ótima Boa Boa
Tabela com características de alguns codecs

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 13


VoIP (Voz sobre IP)

Características dos Codecs

• Recuperação de perdas
• Nível de perdas de pacotes deve ficar abaixo dos 5% para não
haver prejuízo na qualidade da conversação
• Quanto maior a compressão e número de amostras por pacote,
menor a tolerância a perdas
• Consumo de banda diretamente relacionado a compressão dos
codecs
• Detecção de atividade de voz (VAD – Voice Activity Detection)

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 14


VoIP (Voz sobre IP)

Cálculo da Banda Consumida


• Assumindo uma rede Ethernet e uso do codec G.711 (PCM)
• As amostras são coletadas a cada 20ms (50 pacotes por
segundo)
• Cada pacote contêm 160 bytes de áudio
• Largura de banda do codec: 64Kbits
•Cabeçalhos dos protocolos: RTP, UDP, IP e Ethernet (12 bytes +
8 bytes + 20 bytes + 38 bytes) = 78 bytes (overhead) por pacote
OVERHEAD é estourar a capacidade, podendo piorar o desempenho da voz.

Aplicação Áudio 160 bytes


Transporte RTP/UDP 12+8 bytes
Banda Real: 95,2 kbits
Rede IP 20 bytes
Enlace Ethernet 38 bytes
Física Física Física

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 15


Componentes

Protocolos e padrões:

ITU-T – H.323 (International Telecommunication Union Telecommunication Standardization Sector,)


(Sector da Normalização das Telecomunicações da União Internacional de Telecomunicações)

É uma recomendação abrangente que determina os


padrões a serem utilizados para:

•sinalização;
•estabelecimento de sessões;
•controle de chamadas;
•gerenciamento de largura de banda;
•controle de admissão;
•codecs para transferência de áudio e vídeo, e;
•protocolos de transferência de dados.

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 16


Componentes

ITU-T – H.323
Distribuição das recomendações e protocolos do H.323

G.7xx H.26x Gatekeeper

H.235
H.225. 0 / T.120 (Opcional p/ RTCP H.225.0/RAS
Q931
H.245 Criptografia)

RTP

TCP UDP
IP

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 17


Implementações do H.323

Bibliotecas:
OpenH323 – http://www.openh323.org

Gatekeeper:
GnuGK – http://www.gnugk.org

Terminais:
Openphone – http://www.openh323.org

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 18


Componentes

IETF - SIP (Session Initiation Protocol)


Internet Engineering Task Force
•Protocolo com funções de sinalização
Mensagens Textuais
•Parecidas com o protocolo HTTP
•Parte de um conjunto de vários protocolos
•SDP (Session Description Protocol) – Descrição de
sessão
•SIP – Início de sessão
•Adotado amplamente pela indústria

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 19


Componentes

IETF - SIP (Session Initiation Protocol)

Agentes:
•Clientes – originam as chamadas
•Telefones SIP, softphones (e.g messenger)
•Servidores – atendem ou direcionam a chamada
•URA incorporada - (Unidade de Resposta Audível)
•Proxy (funciona também como cliente)
•Redirect
•User-agent
•Registrar

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 20


Componentes

IETF - SIP (Session Initiation Protocol)


Funções dos servidores: Telefone
Ponto a ponto (sem servidor): SIP
Messenger,
Cliente User Agent ...
User Agent Cliente

Servidor Proxy:
Client/ User Agent Proxy Client/ User Agent

Servidor de Redirecionamento:

1 Redirect
Client/ User Agent 2 Client/ User Agent

Servidor de Registro: Localização


dinâmica
Client/ User Agent Registrar

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 21


Componentes

IETF - SIP (Session Initiation Protocol)


Lógica de uma chamada:

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 22


Componentes

Equipamentos:

•Softphones (Telefones em Software)


•Telefones IP
•Adaptadores analógicos (ATA)
•Gateways
•PABX IP (Private Automatic Branch Exchange,
COMUTAÇÃO PRIVADA AUTOMÁTICA)
A comutação de pacotes é um paradigma de comunicação
de dados em que pacotes (unidade de transferência de
informação) são individualmente encaminhados entre nós da
rede através de ligações de dados tipicamente partilhadas
por outros nós.
Serviços Multimídia em Redes – VoIP 23
Componentes

•Software de telefonia que permite a


utilização de todas as funções de um
Softphones telefone convencional, através da
utilização de placa de som e
microfone/fone de ouvido (headsets)

•Ideal para uso em laptops, uma vez


que basta estar conectado à Internet
para ser possível originar e receber
chamadas IP, independente do local
onde esteja.

•Softphones mais
simples são gratuitos

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 24


Componentes

ATA - Analog Telephone Adapter


(Adaptador de Telefone Analógico)
• Conecta-se um telefone convencional e
passa a ser um terminal VoIP
• Funciona como um gateway de uma porta
• Basta conectar um telefone convencional e
um cabo de rede para poder realizar
ligações
• Custo relativamente baixo (~R$ 200,00)

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 25


Componentes

Telefones IP • Equipamento conectado


diretamente a um acesso de
rede, estando sempre em
operação e dispensando o uso
do computador para originar e
receber chamadas.
• Funciona como uma linha
telefônica convencional.
• Alimentação pela rede (Power
over Ethernet)
• Custo alto (~R$ 700,00)

• Telefones USB são apenas uma


interface, não um telefone IP!
Serviços Multimídia em Redes – VoIP 26
Componentes

Gateways
• Tem a função de converter a mídia e a
sinalização entre VoIP e a telefonia
convencional.
• Pode fazer a conversão entre protocolos de
sinalização (H.323, SIP) e entre tipos de
codecs
• Possuem capacidade de interface de
telefonia digital - E1.
• Interfaces FXS e FXO (para uso com
telefones e linhas convencionais)
• Alguns modens podem funcionar como
gateways de uma porta FXO (Chipset
MD3200)

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 27


Componentes

PBX IP •É uma central telefônica digital


conectada a rede local ou Internet, com
todas as funcionalidades de um PABX.

•Os ramais são telefones IP, ATA ou


softphones e não estão limitados ao
ambiente da empresa, podendo estar
instalados na rede da empresa ou num
ponto remoto conectado a Internet.

• PBXs em software: Asterisk, SER,


GnuGK (gratuitos)

•Cisco CallManager

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 28


Componentes

Cenários mais comuns de serviços VoIP:

•RPTC  VoIP  RPTC

Telefonia Telefonia
Rede TCP/IP V Convencional
Convencional V

Gateway Gateway
Fone
Fone
•VoIP  RPTC
Telefonia
Rede TCP/IP V Convencional

Gateway
Fone IP Fone

•VoIP  VoIP
Rede TCP/IP Rede TCP/IP
Roteador

Fone IP Fone IP
RPTC – Rede Pública de Telefonia Comutada
Serviços Multimídia em Redes – VoIP 29
Componentes

Cenário típico de uma rede corporativa com serviços VoIP

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 30


QoS (Quality of Service)

Fatores de QoS

•Atraso - ideal 150ms, aceitável até 350ms


•Jitter - variação do atraso, limite de 75ms
•Taxa de perdas - abaixo dos 5% (depende do
codec)

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 31


QoS (Quality of Service)

Inserção de atrasos, jitter e perdas na transmissão


de pacotes VoIP
Perdas Jitter

Origem Conversor Rede Conversor Destino


A/D D/A
Digital

sinal amostras voz voz Amostras sinal


analógico digitais comprimida comprimida digitais analógico
descomprimidas

aplicação/terminal rede aplicação/terminal

Atraso de captura, Atraso de transmissão Atraso de descompressão, conversão


digitalização e compressão analógica
e reprodução

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 32


QoS (Quality of Service)

Como garantir os níveis de QoS:

• Nível 2 e 3 do modelo OSI (padrões IEEE 802.1p/q,


VLANs, IP Precedende, DiffServ)
• Políticas de filas (roteadores e switches)
• Reserva de banda

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 33


QoS (Quality of Service)

Como medir a Qualidade da voz:

MOS (Mean Opinion Score) :


•Método Subjetivo
•Valor de referência
•Escala de 1 a 5
•Valor 5 melhor qualidade

Modelo E
•Recomendação ITU-T G.107
•Método objetivo (comportamento da rede)
•Considera tipo de codec, atrasos e perda de
pacotes
•Métrica “Fator R”, com escala de 0 a 100
•Função de conversão para valores MOS

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 34


Aplicações e Serviços

 Skype;
 Gizmo Project;
 TeamSpeak;

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 35


Aplicações e Serviços

http://www.skype.com

 Skype:
Com quase 210 milhões de downloads
do cliente, o Skype é o serviço de VoIP
mais utilizado atualmente;

Clientes disponíveis para Windows,


Linux, Mac OS X e Pocket PC;

Baseado em protocolos P2P (Peer to


Peer);

Possui integração com a rede de


telefonia pública, através dos serviços
SkypeOut e SkypeIn.

Para usar o serviço, o usuário deve


baixar o cliente e fazer o cadastro.

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 36


Aplicações e Serviços

http://www.skype.com

 Skype:
O usuário é encontrado por um endereço
alfanumérico, não possuindo relação com o
a numeração da rede pública de telefonia.

Os protocolos e os codecs usados pelo


Skype são proprietários e não são
divulgados.

As informações públicas a respeito dos


codecs reportam que o consumo de largura
de banda fica entre 24 e 64 kbits,
dependendo das condições da rede e
processamento.

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 37


Aplicações e Serviços

http://www.gizmoproject.com

 Gizmo Project:
O projeto Gizmo é baseado em padrões abertos (SIP);

Cliente disponível para Windows/Linux/MacOSX;

“ as chamadas telefônicas através da Internet devem ser


gratuitas tais como as páginas web, e-mail e mensagens
instantâneas”.

Cadastro e download do cliente (softphone)

Após o cadastro, o usuário receberá um número de


identificação no padrão 1-747-XXX-XXXX.

 Serviços adicionais CallOut e CallIn;

 Banda larga.

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 38


Aplicações e Serviços

o Gizmo Project:

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 39


Aplicações e Serviços

http://www.goteamspeak.com

 TeamSpeak:

 Aplicação gratuita para uso não-


comercial;
 Roda em Windows/Linux (servidor e
cliente);
 Interessante para testar a
tecnologia de VoIP;
 Existem vários servidores públicos;
 Vários codecs disponíveis, com
largura de banda chegando aos
4Kbits;
 Protocolo proprietário;
 Usado principalmente para jogos
on-line.
Serviços Multimídia em Redes – VoIP 40
VoIP-Asterisk

 Asterisk/Digium:

 O Asterisk é um PABX completo baseado em software,


com código-fonte aberto.
 Roda em Linux/FreeBSD, provendo
funcionalidades de centrais telefônicas de grande
porte, tais como:
 Serviço de Voicemail;
 Conferência;
 URA - Unidade de Resposta Audível;
 DAC - Distribuidor automático de chamadas.

 Utiliza protocolos abertos (SIP, H.323, MGCP);

 A empresa Digium, criadora do Asterisk, fornece placas


para integração de VoIP com telefonia convencional a
custo baixo.

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 41


Conclusão

 Voz sobre IP não irá substituir totalmente a telefonia


convencional a curto prazo
 A popularidade de serviços VoIP está diretamente
relacionada com o acesso em banda larga (ADSL,
Cable, Wireless)
 Celulares com acesso banda larga a Internet e
softphones inetgrados são o futuro próximo de
serviços VoIP
 Mercado e pesquisa em aberto para aplicações de
VoIP
 VoIP não possui custo zero!

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 42


Referências

Sites:
Laboratório de VoIP (UFRJ) - http://voip.ufrj.br
VoIP – Wiki – http://www.voip-info.org
Cisco – http://www.cisco.com
Asterik – http://www.asterisk.org
IP Telephony Cookbook –
http://www.terena.nl/library/IPTELEPHONYCOOKBOOK/
Livros:

Jared Smith; Jim


Theodore Van Meggelen; Leif
Wallingford,” Madsen; “Asterisk Colcher; Soares; Jonathan Davidson;
Switching to – The Future of Souza; Gomes; James Peters; Brian
VoIP”, Telephony”, Silva; “Voz sobre Gracely;”Voice over IP
O´Reilly, 2005. O´Reilly , 2005. IP”, Campus, Fundamentals”, Cisco
2005. Press, 2000.

Serviços Multimídia em Redes – VoIP 43