Sei sulla pagina 1di 10

CONTAS NACIONAIS

AULA DE ARREMATES, REVISÃO


E EXERCÍCIOS
Prof. Fernando Pozzobon
fernando.esag@gmail.com
EXERCÍCIOS PARA AJUDAR A SE PREPARAR
PARA A PROVA:

 Feijó(2007):
 Exercícios do capítulo 2 (página 46) números: 5,
6, 12 e 13.

 Paulani(2007):
 Exercícios do capítulo 2 (página 67) números: 1,
2.
QUESTÃO DE PROVA 2012.1
RESPONDER
 Em uma economia fechada e sem governo, registraram-se, em
determinado ano, as seguintes transações, expressas em
unidades monetárias
SETORES DE PRODUÇÃO
Agricultura Indústria Serviços

1Compra de Insumos 35 1Compra de Insumos 95 1Compra de Insumos 20


1.1Sementes 5 1.1Mat.primas agric. 30 1.1Produtos agric. 2
1.2 Fertilizantes 15 1.2Insumos Indust. 20 1.2Insumos Indust. 8
1.3Serviços 15 1.3Serviços 45 1.3Serviços 10
2Valor Agregado 95 2Valor Agregado 100 2Valor Agregado 150
2.1Salários 40 2.1Salários 60 2.1Salários 95
2.2Juros 10 2.2Juros 10 2.2Juros 10
2.3Aluguéis 15 2.3Aluguéis 10 2.3Aluguéis 5
2.4Lucros 30 2.4Lucros 20 2.4Lucros 40
Valor Bruto Produção 130 Valor Bruto Produção 195 Valor Bruto Produção 170

Calcule os seguintes agregados (Mostre os cálculos):


a) Valor Bruto da Produção da Economia = = 130 + 195 + 170 = 495
b) Valor das transações inter e intra-setoriais = = 35 + 95 + 20 = 150
c) Valor dos bens finais fornecidos por cada setor e pela economia como um todo
Setor primário: 130 – (5+30+2) = 93Setor secundário: 195 – (15+20+8) = 152Setor Terciário: 170 – (15+45+10)= 100
Total = 93 + 152 + 100 = 345
d) Valor agregado ou Produto Nacional Bruto = 495 – 150 = 345e) Renda bruta = 95 + 100 + 150 = 345
EXERCÍCIOS PARA ENTREGAR E PARA SE
PREPARAR PARA A PROVA:
 (ESAF/Especialista em Políticas Públicas e Gestão
Governamental/2003) - Considere os seguintes dados extraídos
da Conta de Produção do Sistema de Contas Econômicas
Integradas:
Produção: 1.323.410.847
Produto Interno Bruto: 778.886.727
Imposto de importação: 4.183.987
Demais impostos sobre produtos: 79.736.442
Com base nestas informações, é correto afirmar que o consumo
intermediário é de:
a) 628.444.549
b) 632.628.536
c) 600.000.000
d) 595.484.200
e) 550.000.003
EXERCÍCIOS PARA ENTREGAR E PARA SE
PREPARAR PARA A PROVA:
 (ESAF/Especialista em Políticas Públicas e Gestão
Governamental/2003) - Considere os seguintes dados extraídos
da Conta de Bens e Serviços do Sistema de Contas Econômicas
Integradas:
Produção: 1.323.410.847
Importação de bens e serviços: 69.310.584
Impostos sobre produtos: 83.920.429
Consumo intermediário: 628.444.549
Consumo final: 630.813.704
Variação de estoques: 12.903.180
Exportação de bens e serviços: 54.430.127
Com base nessas informações, é correto afirmar que a formação
bruta de capital fixo é igual a:
a) 150.050.300 b) 66.129.871 c) 233.970.729
d) 100.540.580 e) 200.000.000
 (ANPEC 1999) - Assinale se as afirmativas abaixo são
falsas ou verdadeiras. (Explique as falsas)

 Robinson Crusoé planta coqueiros e pesca. No ano passado


ele colheu 1000 cocos e pescou 500 peixes. Para ele um
peixe vale dois cocos. Robinson deu para Sexta-feira 200
cocos em troca da ajuda na colheita e 100 peixes para que
ele colhesse minhocas que seriam usadas de isca na
pescaria. Robinson estocou 100 dos seus cocos na sua
cabana para consumo futuro. Ele também usou 100 peixes
como fertilizantes para os seus coqueiros, o que é
necessário fazer para que os coqueiros produzam bem.
Sexta-feira consumiu todos os seus cocos e peixes.

(0) O PIB desta economia em termos de peixe é 1000.


(1) A renda de Robinson em termos de peixe é 700.
(2) Num sistema contábil ideal, o investimento da economia
em termos de peixe é 50.
(3) Consumo de Sexta-Feira em termos de peixe é 200.
 Imagine uma economia FECHADA mas COM
GOVERNO.
 Explique como o governo atua na economia, ou
seja, como é feita sua arrecadação e como a
arrecadação é alocada. Dê exemplos.
 Quando as contas do governo são equilibradas os
gastos são iguais as arrecadações. Caso isso não
ocorra o saldo do governo pode ser deficitário ou
superavitário. Explique o que ocorre em cada
em cada um dos casos em negrito.
 Apresente a Tabela da Versão Final da Conta do
Governo para esta economia.