Sei sulla pagina 1di 18

Aula 1 moral, caráter, dever, direitos humanos

Ética,

Nome do Professor
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

Conceitos de:

1 – Filosofia,

2 – Ética e moral,

3 – Valor e Caráter,

4 – Dever moral,

5 – Direitos Humanos.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

1 – Filosofia
Filosofia é uma das leituras que se pode fazer da realidade
ao lado:
. do senso comum,
. do pensamento mítico,
. da arte,
.da religião,
.da ciência.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

A importância da filosofia consiste na reflexão sobre os objetos


no âmbito do pensamento.

Filosofia é uma forma de pensar que, ao tomar a razão como


fundamento, analisa em que medida algo pode ser falso ou
verdadeiro (lógica), científico ou ideológico (epistemologia),
belo ou não (estética),
certo ou errado (ética) etc.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

2 – Conceitos de ética e moral:


. A palavra ética vem do termo grego ethos que pode ser:
ηθόϛ – morada do ser, do homem; contrário à natureza;
εθόϛ – costumes, o consagrado pela repetição:
. relativo à moral,
. tratado sobre moral;
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

“A ética toma como ponto de partida a diversidade de morais


no tempo, com seus respectivos valores, princípios e normas.
Como teoria, não se identifica com os princípios e normas de
nenhuma moral em particular e tampouco pode adotar uma
atitude indiferente diante delas. Juntamente com a explicação
de suas diferenças, deve investigar o princípio que permita
compreendê-las no seu movimento e desenvolvimento”
(Vázquez, Ética. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002,
p. 21-22).
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

. A ética como disciplina filosófica investiga:


. se um ato é justo ou não,
. se uma intenção é virtuosa ou não,
. o significado de virtude.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

. Dos filósofos gregos, Aristóteles (384-322a.C.), como


sistematizador da ética, pondera que ela tem por fim
investigar a “virtude” enquanto grande bem.
. Para ele, o homem virtuoso mergulha na integralidade do
desenvolvimento das suas faculdades, tendo a virtude como
justo meio, a reta razão como suporte da mediania.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

. Moral: Tem sua origem no termo latino mores, costumes ou


conjunto de tradições, e doutrina do bem;

No processo histórico o termo moral associou-se à ideia de


conjunto de valores, costumes e regras aceitas por um
determinado grupo social com caráter prescritivo, deixando de
lado a concepção de reflexão sobre o certo e o errado.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

3 – Valor e Caráter
Valor é um bem que desperta interesse ou estima.
A palavra valor vem do grego áksios - ἀξιόω -, que significa o
que é valioso, o que merece o seu preço, o que é bom.
Para Protágoras (490-410 a.C.), o homem é a medida de tudo
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

Caráter
Segundo o Dicionário Houaiss, o termo caráter vem do grego
“kharaktêr,eros”, sinal gravado, marca etc.
Caráter é o “conjunto de traços psicológicos e/ou morais que
caracterizam um indivíduo ou um grupo; feitio moral;
qualidade inerente a um indivíduo, desde o nascimento;
temperamento, índole; firmeza moral, coerência nos atos”
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

4 - Dever moral
Dever é uma ação segundo ordem racional ou normativa.
Essa noção teve origem com Zenáo (330-264 a.C.) e depois
com Immanuel Kant (1724-1804), para os quais é dever
qualquer ação ou comportamento do que se conforma à à
ordem racional do todo.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

Para Kant, uma ação só tem valor moral se for realizada não
conforme o dever, mas pelo puro dever.

Dever moral consiste, portanto, numa ação cuja validade


tem seu fundamento na razão, sem intenção de gratidão.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

Por fim, então:


Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

5 – Direitos Humanos: São direitos essenciais à vida digna


estabelecidos pela Declaração Universal dos Diretos
Humanos pela ONU em 1948:
Art. I - Todos os seres humanos nascem livres e iguais em
dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e
devem agir em relação uns aos outros com espírito de
fraternidade.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

Referências bibliográficas
ASHELEY, Patrícia Almeida. Ética e Responsabilidade
Social nos Negócios. São Paulo: Saraiva, 2005.
CORTINA, Adela. Construir Confiança. Ética da empresa na
sociedade da informação e das comunicações. São Paulo:
Loyola, 2007.
MELO NETO, Francisco de P. Gestão de Responsabilidade
Social Corporativa: o caso brasileiro. Rio de Janeiro:
Qualitymark, 2004.
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

Wellington Trotta
Possui Graduações em Direito (UGF) e Filosofia (UERJ-
IFCH), Mestrado em Ciência Política (UFRJ-IFCS), Doutorado
em Filosofia (UFRJ-IFCS) e Pós-Doutorado (UFRJ-IFCS).
Atualmente cursa o Doutorado em Direito pelo Programa de
Pós-Graduação em Direito da UNESA-RJ. Tem experiência na
área de Filosofia Prática: ética, política e direito. Professor da
UNESA, além de ser editor da Revista Transdisciplinar Logos
e Veritas - www.revistalogoseveritas.inf.br.

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4139
Ética, moral, caráter, dever, direitos humanos

Obrigado!