Sei sulla pagina 1di 45

Disciplina: Fisiologia Humana

Profa. Iris C M Oliveira


irischristus1@gmail.com
Órgãos efetores:
músculos esqueléticos

Órgão efetores:
órgãos viscerais, os vasos
sanguíneos e as glândulas
Sistema voluntário
(sob o controle consciente)

Sistema involuntário
(sob o controle não consciente)
Funcionamento dos órgãos estão sob o controle de
fibras autonômicas ou somáticas?
Na periferia, os neurônios Os neurônios somáticos controlam
somáticos inervam músculos o funcionamento dos músculos
esqueléticos; após um comando consciente : “
Quero andar”, “Quero nadar”,
“Quero chutar”
Os neurônios são classificados em neurônios
simpáticos ou parassimpáticos:

• De acordo com características da via nervosa


autonômica;
• De acordo com Efeito tecidual final.
Efeito do Parassimpático Efeito do Simpático
Efeitos do Sistema Nervoso Simpático diante do perigo

https://www.youtube.com/watch?v=LdzRa6oHtLA
Receptores do sistema nervoso autonômico –
situados nas vísceras, vasos, glândulas

Receptores colinérgicos: Receptores adrenérgicos :


Se ligam à Acetilcolina (ACh) Se ligam à noradrenalina (NA)

Muscarínico Nicotínico
M1,M2,M3,M4,M N Alfa1, alfa 2, beta 1, beta 2, beta 3.
5
Receptor Canal iônico Receptor acoplado à proteína G
acoplado à acoplado a um
proteína G receptor

Visceras, glândulas e Ganglios autonômicos Visceras, glândulas e vasos


vasos
Inervação Simpática e Parassimpática da bexiga

Medula Bexiga
Inervação Simpática e Parassimpática da bexiga

Relaxa a bexiga

Contrai a bexiga

Medula Bexiga
A Disposição Das Fibras Nervosas Somáticas
Via Nervosa Somático

Têm inervação
colinérgica
Corpo celular

Neurônio colinérgico

Receptor
Nicotínico de Ach

 Cada Via formada por um só neurônio (motoneurônio)


 Neurotransmissor liberado na placa motora é a Acetilcolina (ACh)
 Receptores Nicotínicos ficam situados na placa motora
A Disposição Das Fibras Nervosas Autonômicas
Via Nervosa Parassimpática

Têm inervação
Os corpos celulares dos
colinérgica
neurônios partem do tronco
cerebral ou da medula espinhal

órgãos viscerais,
os vasos sanguíneos
e as glândulas
Neurônio colinérgico Neurônio colinérgico
Gânglio
autonômico

Receptor
Muscarínico de
Ach

 Cada Via é formada por dois neurônios (pré-ganglionar e pós-gânglionar)


 Sinapse ocorre nos gânglios autonômicos (fora do SNC)
 Gânglios autonômicos: Acetilcolina (ACh) e receptor Nicotínico
No Órgão efetores: Acetilcolina (ACh) - receptor Muscarínico
Via Nervosa Simpática

Corpos celulares partem Têm inervação


da medula espinhal
adrenérgica

Neurônio colinérgico Neurônio adrenérgico

Receptor
Noradrenérgico

 Cada Via é formada por dois neurônios (pré-ganglionar e pós-gânglionar)


 Sinapse ocorre nos gânglios autonômicos (fora do SNC)
 Gânglios autonômicos: Acetilcolina (ACh) e receptor Nicotínico
No Órgão efetores: Noradrenalina (NE) - receptor adrenéRgico
Classificação dos neurônios pré e pós-
ganglionares
Sistema Nervoso Parassimpático

Os neurônios pré-ganglianares são colinérgicos!

 Os neurônios pós-ganglionares são colinérgicos!


Sistema Nervoso Simpático

Os neurônios pré-ganglianares são colinérgicos!

 Os neurônios pós-ganglionares são adrenérgicos !


ATENÇÃO!

TODOS OS NEURÔNIOS PRÉ-GANGLIANARES DO SISTEMA AUTONÔMICO (Simpático e Parassimpático) SÃO


COLINÉRGICOS!
Sistema Nervoso Parassimpático

órgãos viscerais,
os vasos sanguíneos
e as glândulas

Se originam no tronco
encefálico e medula
espinhal sacral

Sistema Nervoso Simpático

órgãos viscerais,
os vasos sanguíneos
e as glândulas

Se originam na medula
espinhal toracolombar
Origem dos neurônios pré-
ganglionares
parassimpáticos:
CRANIOSSACRAL

Origem dos neurônios pré-


ganglionares simpáticos:
TORACOLOMBAR
Os neurônios parassimpáticos
pré-ganglianares se originam
de núcleos dos nervos
cranianos III, VII, IX e X,

Os neurônios simpáticos pré-


ganglianares se originam de
núcleos dos segmentos
torácicos e lombares da
medula espinhal (T1-L3)

Os neurônios parassimpáticos
pré-ganglianares se originam
de núcleos dos segmentos
sacrais da medula espinhal
(S2-S4)
Disposição dos gânglios autonômicos
Controle autonômico da função da bexiga
Controle Simpático e Parassimpático sobre a
bexiga

https://www.youtube.com/watch?v=jrZh98sspqg
EXERCÍCIO EM SALA

?
QUADRO RESUMO

Perto da medula espinhal


EXERCÍCIO EM SALA
Inervação parassimpática da glândula

Células
cromafins
O que é Feocromocitoma?

Tumor das células cromafins (produtoras de epinefrina e norepinefina) da glândula


supra-renal .

O que Favoreceu o Diagnóstico da doença?

Glândula Supra-renal

↑Epinefrina ↑Narepinefrina
(E) (NE)

Tomografia
computadorizada
Correlação entre os níveis de NE e E e os sintomas

↑Narepinefrina (NE)

↑Epinefrina
(E)

Coração
disparado e ↑
PA

Mãos e pés frios


OBRIGADA!

Bons Estudos!
Controle Simpático e Parassimpático sobre a
bexiga

https://www.youtube.com/watch?v=jrZh98sspqg
órgãos viscerais,
os vasos sanguíneos
e as glândulas

órgãos viscerais,
os vasos sanguíneos
e as glândulas
Centros no hipotálamo e no tronco cerebral coordenam e regulam a função
autonômica no corpo, ou seja, esses centros recebem as necessidades periféricas e
respondem ativando ou inibindo as vias simpáticas e parassimpáticas.