Sei sulla pagina 1di 26

PARA COMEÇAR...

Classificação das palavras quanto à posição da


sílaba tônica

A) OXÍTONAS: são aquelas cuja sílaba tônica é


a última:
você café jiló alguém
ninguém ruim vatapá anzol
B) PAROXÍTONAS: são aquelas cuja sílaba
tônica é a penúltima:
gente planeta dólar pedra amável
hífen vírus tórax

C) PROPAROXÍTONAS: são aquelas cuja sílaba


tônica é a antepenúltima:
lágrima trânsito xícara úmido
mágico ótimo
Encontros Vocálicos

A) Hiato: é o encontro de duas vogais


pronunciadas em sílabas diferentes.
ra-i-nha ca-fe-í-na pa-ís a-í
ba-la-ús-tre fa-ís-ca sa-ú-de
B) Ditongo: é uma vogal e uma semivogal
juntas na mesma sílaba.
Prê-mio a-néis a-não i-dei-a
cha-péu pei-xe coi-sa

C) Tritongo: é o encontro vocálico formado por


semivogal + vogal + semivogal formado em
uma só sílaba.
U-ru-guai quais-quer
AS REGRAS BÁSICAS

I - Monossílabos tônicos

São acentuados os monossílabos tônicos


terminados em:
• a, as: pá vá gás más
• e, es: pé fé mês três
• o, os: só xô nós pôs
Obs.:
O monossílabo átono é pronunciado
fracamente. Não possui acento e não tem
sentido quando isolado na frase.
Veja: Meus amigos já compraram os convites,
mas eu não.
O monossílabo tônico, mesmo isolado, possui
significado. Possui acento ou não e é
pronunciado com mais intensidade.
Veja: Existem pessoas muito más.
O monossílabo possui sentido (ruins).
Observe a frase abaixo:

O sol já se pôs.

Esta frase é formada apenas por


monossílabos. Vamos conferir quais são tônicos
e quais são átonos:

• o – não há sentido, se isolado da frase.


Monossílabo átono
• sol – há sentido, se isolado da frase.
Monossílabo tônico (= estrela)
(não possui acento, pois termina em l)

• já – há sentido, se isolado da frase.


monossílabo tônico (= agora)
• se – não há sentido, se isolado da frase.
monossílabo átono
• pôs – há sentido, se isolado da frase.
monossílabo tônico (= desaparecer)
II) Oxítonas

São acentuadas as oxítonas terminadas em:


• a, as: Pará vatapá estás irás
• e, es: café Urupês jacarés
• o, os: jiló avô supôs
• Em, ens: alguém vintém armazéns
parabéns
III) Paroxítonas

São acentuadas as paroxítonas terminadas em:


• i, is: táxi beribéri lápis grátis
• us, um, uns: vírus bônus álbum álbuns
• ã, ãs, ão, ãos: ímã órfã ímãs bênção sótãos
• l, n, r, x, ps: incrível útil próton éter tórax
bíceps fórceps

• Ditongo oral seguido ou não de s:


água árduo pônei cáries
O que mudou com o acordo ortográfico:

I) Não se acentuam os grupos oo: voo, enjoo,


magoo

I) Não se acentuam os ditongos abertos nas


paroxítonas: i-dei-a, joi-a, as-sem-blei-a, he-
roi-co, a-poi-am

Obs.: O ditongo aberto será acentuado


em outros casos: tro-féu véu a-néis
céu co-ro-néis
IV) Proparoxítonas

São todas acentuadas.


A-tlân-ti-co lâm-pa-da Jú-pi-ter
lú-ci-do ó-ti-mo vís-se-mos
AS REGRAS ESPECIAIS
Além dessas regras que você acabou de estudar
e que se baseiam na posição da sílaba tônica e na
terminação, há outras que levam em conta
aspectos específicos da sonoridade das palavras.
Essas regras são aplicadas nos seguintes casos:

I) Hiato i e u sozinho na sílaba ou seguido de s


sa-í-da pro-í-bo sa-ú-va
a-í sa-ú-de
Obs.: se o i for seguido de nh, não haverá
acento: ra-i-nha mo-i-nho

O que mudou com o acordo ortográfico:

I) Não se acentua mais os hiatos 'i' e 'u' tônicos


em paroxítonas quando precedidos de ditongo:
fei-u-ra, bai-u-ca
I) Não se acentua o hiato oo: voo, enjoo,
magoo
I) Não se acentua mais o hiato ee:
veem, creem, deem, leem, releem
Ditongo aberto

Acentua-se os ditongos abertos de palavras


oxítonas e monossílabas.
Ex.: he-rói, cons-trói, dói, a-néis, pa-péis,
céu, cha-péu

O que mudou com o acordo ortográfico:

Não se acentua mais os ditongos abertos


nas paroxítonas:

Ex.: i-dei-a, as-sem-blei-a, a-poi-o


Verbos ter e vir

Acentuam-se os verbos ter e vir apenas


no plural.

3ª pessoa do 3ª pessoa do
singular plural
Ele tem Eles têm
Ele vem Eles vêm
IV) Acento diferencial

Não existe mais o acento diferencial em


palavras homógrafas abaixo:

Antes do Acordo Depois do Acordo


Pára/para para
Pêlo/pelo pelo
Exceções:

•pôr (verbo) mantém o acento circunflexo


para não ser confundido com a preposição
por
• pôde (o verbo no passado) continua com
acento para não ser confundido com pode
(verbo no presente).
V) Uso do Hífen

O uso do hífen seguirá as seguintes regras:

1ª REGRA: usa-se o hífen entre o prefixo e as palavras


iniciadas por H, exceto na palavra subumano.
Exemplos: super-humano, co-herdeiro, anti-higiênico,
mini-hotel, macro-história.
2ª REGRA: se o prefixo terminar em vogal diferente da
vogal com que se inicia o segundo elemento, não se
usa hífen.

Exemplo: anteontem (prefixo ante; palavra iniciada


com a vogal o).

EXCEÇÃO: Sempre ocorrerá aglutinação entre o


prefixo for CO e palavras iniciadas com a vogal O.
Exemplos: coobrigação, cooperar, coordenar.
3ª REGRA: quando o prefixo terminar em vogal e a
segunda palavra começar com R e S, não se usa hífen.
Nesse caso duplicam-se essas letras.

Exemplo: antirreligioso, minissaia.

4ª REGRA: o prefixo vice exige o uso do hífen.

Exemplo: vice-representante.
5ª REGRA: se a palavra começar com a mesma vogal
com a qual termina o prefixo, usa-se o hífen.

Exemplos: anti-imperialista, auto-observação.

6ª REGRA: se a palavra começar com a mesma


consoante com a qual termina o prefixo, usa-se
o hífen.

Exemplo: hiper-requintado.
7ª REGRA: se o prefixo for SUB e a palavra começar
com R, usa-se o hífen.
Exemplo: sub-região.

8ª REGRA: se os prefixos forem CIRCUM e PAN, usa-se


o hífen diante das palavras iniciadas com M, N e
VOGAL.
Exemplos: circum-navegação, pan-americano.

9ª REGRA: caso o prefixo termine com consoante e a


palavra inicie com vogal, não se usa hífen.
Exemplos: interestadual.
10ª REGRA: prefixos: ex, sem, além, aquém, recém,
pós, pré, pro – uso obrigatório do hífen

Exemplos: ex-diretor, sem-terra, além-mar, aquém-


mar, recém-casado, pré-história, pró-europeu.

11ª REGRA: nos sufixos de origem tupi-guarani AÇU,


GUAÇU, MIRIM é obrigatório o uso do hífen.
Exemplos: amoré-guaçu, capim-açu.

12ª REGRA: em palavras que, ocasionalmente, se


combinam, formando encadeamentos vocabulares,
deve-se usar o hífen.
Exemplo: ponte Rio-Niterói.
14ª REGRA: o hífen não será usado em palavras que
perderam a noção de composição.
Exemplo: madrepérola, mandachuva, pontapé.

15ª REGRA: se na partição de uma palavra, o hífen


coincidir com o final da linha, ele deve ser
repetido na linha seguinte.
Exemplo: O professor adorou a palestra feita pelo
Ministro da Cultura sobre o ex-
-presidente.