Sei sulla pagina 1di 24

2Pedro

PA N O R A M A D O N O V O T E S TA M E N TO
Introdução
Em sua segunda epístola, Pedro enfatiza o
conhecimento adquirido no Senhor, em
contraste com os ensinos dos falsos mestres da
época. A epístola ensina a viver em santidade,
sob a perspectiva da volta do Senhor Jesus
Cristo. Ao estudá-la, vamos perceber quanto é
importante preservar a doutrina de Cristo.
Informações Básicas
a) Grupo: Epístolas gerais
b) Autor: Pedro
c) Data: Entre 65-68 d.C.
d) Local: Possivelmente, em Roma
e) Alvo: Um grupo de cristãos desconhecido, mas específico
f) Versículo-chave: 2Pe 3.18
g) Expressão-chave: Conhecimento
Propósito
Pedro ficou alarmado que falsos mestres
estavam começando a infiltrar-se nas igrejas. Ele
fez um chamado aos cristãos para crescerem e
tornarem-se fortes em sua fé, a fim de
detectarem e combaterem a crescente
apostasia. Ele enfatizou fortemente a
autenticidade da Palavra de Deus e a certeza do
retorno do Senhor Jesus.
Propósito
Enquanto a primeira epístola foi escrita
para animar e fortalecer os cristãos sob a
perseguição e as provações, a segunda
tinha por objetivo preveni-los contra falsos
mestres e suas doutrinas corrompidas. A
primeira foi escrita, para consolar, a
segunda, para advertir.
Esboço
Fé Cristã Falsos Mestres Volta de Cristo
(2Pe 1) (2Pe 2) (2Pe 3)
Santidade Heresias Esperança
Defesa da fé e esperança na volta de Cristo
Principais Personagens
Pedro: um dos doze discípulos de Jesus;
escreveu sua segunda carta para advertir os
cristãos contra os falsos mestres infiltrados na
igreja (1.1-3.18).
Paulo: grande missionário e apóstolo cujos
escritos foram distorcidos por falsos mestres
infiltrados na igreja (3.15-16).
O Caráter de Deus
Deus é longânimo – 3.9,15
Deus cumpre suas promessas – 1.4;
3.3-4,13
Autoria
Houve muita discussão quanto à autoria de
2Pedro devido às diferenças de estilo e de
matéria entre as duas epístolas; mas é
natural quando lembramos que a segunda
epístola foi escrita com propósito diferente
e provavelmente por outro amanuense.
Autoria
Por outro lado, há muitas palavras e frases
comuns, não só entre as duas epístolas,
mas que aparecem também em Atos (nos
discursos de Pedro) e em Marcos. A própria
epístola diz ser de “Simão Pedro, servo e
apóstolo de Jesus Cristo”(2Pe 1.1). Assim,
podemos afirmar que Pedro é o autor das
duas epístolas (2Pe 3.1).
Destinatários
Em 2Pedro 3.1, lemos: “Amados, esta é,
agora, a segunda epístola que vos escrevo; em
ambas, procuro despertar com lembranças a
vossa mente esclarecida”. Se 1Pedro é
mencionada em 2Pedro, então os
destinatários da segunda epístola,
provavelmente, são os mesmos.
Conteúdo
A segunda epístola é motivada pela
necessidade que Pedro tinha de falar sobre
a verdade (2Pe 1.12-13). Ele estava certo de
que não viveria por muito tempo (2Pe 1.14)
e desejava que seus leitores lembrassem a
verdade após sua morte (2Pe 1.15),
especialmente em relação aos falsos
mestres.
O Caráter Cristão
Cultivo do caráter de Jesus Cristo no crente (2Pe 1)
Conhecimento de Cristo (1.1-14) Fundamentos da fé em Cristo (1.15-21)
1. Frutificando em conhecimento (1.1-4) 1. Experiência da transfiguração (1.15-18)
2. Edificando pelo conhecimento (1.5-11) 2. Infalibilidade da Bíblia (1.19-21)
Falsos Mestres
Pedro alerta contra os falsos mestres que
seriam reconhecidos por vida corrupta e pelo
abuso das doutrina da graça, tornando a
liberdade em libertinagem. Eles encontrariam
uma prova clara da verdade das Escrituras no
cumprimento das profecias e no testemunho
dos santos de Deus.
Presença dos Falsos Mestres
ANTIGO TESTAMENTO NOVO TESTAMENTO
“Assim como, no meio do povo, “assim também haverá entre vós
surgiram falsos profetas” (2.1) falsos mestres” (2.1)
Figuras dos Falsos Mestres
HISTÓRIAS METÁFORAS
1. Anjos rebeldes (2.4) 1. Nódoas – manchas (2.13)
2. Geração de Noé (2.5) 2. Fontes secas (2.17)
3. Sodoma e Gomorra (2.6) 3. Névoas impelidas (2.17)
4. Balaão (2.15)
Características dos Falsos Mestres
1. Cobiçosos (2.3) 6. Adúlteros (2.14)
2. Ímpios (2.9) 7. Gananciosos (2.14)
3. Insolentes (2.10) 8. Vaidosos (2.18)
4. Arrogantes (2.10,18) 9. Corruptos (2.19)
5. Irracionais (2.12)
Comportamento dos Falsos Mestres
1. Estarão dentro da igreja (2.1)
2. Introduzirão heresias destruidoras (2.1)
3. Terão muitos seguidores (2.2)
4. Difamarão o caminho da verdade (2.2)
5. Explorarão as pessoas com histórias inventadas (2.3)
6. São impulsionados pela carne (2.10)
7. Desprezam totalmente as autoridades (2.10)
Comportamento dos Falsos Mestres
8.Falam mal do que não conhecem (2.12)
9.Vivem em completa devassidão (2.13)
10.Convencem os instáveis na fé (2.14)
11.Extraviam-se na injustiça (2.15)
12.Provocam desejos libertinos e seduzem os fracos (2.18)
13.Fazem falsas promessas de liberdade (2.19)
Dia do Senhor
Pedro também enfatiza a mensagem do Dia do Senhor. Vários princípios são
estabelecidos em sua segunda epístola:
a. Os apóstolos são testemunhas da mensagem da volta de Cristo (1.16)
b. A promessa da volta de Cristo será questionada (3.3-4)
c. Deus trará o Seu juízo sobre o mundo e os ímpios (3.5-7)
d. A vinda do Senhor não demora, segundo a perspectiva de Deus (3.8)
e. Até a volta, o tempo é de arrependimento (3.9)
f. O Senhor voltará repentinamente (3.10)
g. A volta do Senhor culminará em destruição da terra (3.10,12)
h. Jesus exige que os crentes O aguardem em santidade (3.14-15,17-18)
Apóstolos Pedro e Paulo
Pedro aconselha os cristãos a que sejam
diligentes e santos (2Pe 3.14), apelando para os
ensinamentos do apóstolo Paulo (2Pe 3.15-16)
como confirmação de suas próprias ideias. A
passagem comprova não só a autoridade de
Paulo como apóstolo do Senhor, mas também
identifica uma mensagem única pregada por
todos os demais apóstolos.
Aceitação no Cânon
Nenhum outro documento do Novo Testamento
enfrentou uma luta mais demorada ou mais dura
para conquistar aceitação do que 2Pedro. O tema do
livro não era do tipo que o tornaria bastante popular,
e certamente houve dúvidas sobre se o livro havia de
fato sido escrito pelo apóstolo Pedro. Por essa razão a
igreja hesitou. Conquistou espaço e foi aceita de
modo geral apenas no século IV.
2Pedro na Prática
Certamente, como cristãos no século 21, estamos mais
próximos da volta do Senhor que os cristãos do primeiro
século, a quem esta epístola foi escrita. Através da televisão
e outros meios de comunicação de massa, cristãos maduros
estão conscientes de que muitos charlatões estão
desfilando como verdadeiros líderes cristãos, e que os
cristãos imaturos estão sendo "tomados" pelo seu
charlatanismo e falsa interpretação das Escrituras. Cabe a
todos os cristãos renascidos a serem tão fundamentados na
Palavra para sermos capazes de discernir a verdade do erro.
Conclusão
Pedro aconselhou os cristãos de sua época a que
fossem diligentes e santos (2Pe 3.14-18), apelando
para os ensinamentos de Paulo (2Pe 3.15-16) como
confirmação das suas ideias, e alertando que
aqueles ensinos tinham sido torcidos por homens
indoutos, com o fim de justificarem as mais nocivas
práticas. Pedro termina a epístola com uma
exortação para a perseverança na verdade e o
crescimento na graça e no conhecimento do Senhor
Jesus Cristo.