Sei sulla pagina 1di 7

ESTRADAS, PAVIMENTAÇÃO E

TRANSPORTES
ORGANIZAÇÃO DO SETOR
RODOVIÁRIO

Professor: Harlley Davidson Gomes


1.1 – A Organização do Setor Rodoviário

 Com a instituição do Decreto-Lei n° 8.463 (Lei Joppert),


de 27 dez. 1945 foi organizado o setor de transporte
rodoviário no Brasil, com suporte legal, institucional e
financeiro, no contexto de um Sistema Nacional de
Viação, tendo efetivo início logo após o encerramento da
Segunda Guerra Mundial;
 Através da Lei Joppert foi reorganizado o Departamento
Nacional de Estradas de Rodagem – DNER (1937),
dando-lhe a forma de Autarquia, com estrutura técnica e
administrativa adequada;
 Essa lei foi a base jurídica que fundamentou a
organização da administração pública do setor rodoviário
nos Estados e Territórios, no Distrito Federal e mesmo
nos Municípios do Brasil;
1.1 – A Organização do Setor Rodoviário

 A Lei Joppert criou o Fundo Rodoviário Nacional (FRN);


 Os recursos desse fundo, por força de lei, eram
investidos exclusivamente no desenvolvimento do setor
rodoviário;
 Esse modelo – de vinculação tributária – deu
sustentação à implementação de nosso sistema
rodoviário, que experimentou ampla expansão nas
décadas de 60 e 70;
 No entanto, já a partir de meados da década de 70, no
contexto de um processo de modificação da distribuição
dos recursos tributários, foram sendo gradualmente
transferidos para outros fundos os recursos alocados ao
FRN;
1.1 – A Organização do Setor Rodoviário

 A Constituição Federal de 1988, vedou expressamente a


vinculação de receitas de impostos a órgão, fundo ou
despesa (exceto para a educação), acabando de vez
com a idéia implantada anteriormente;
 Desde então, formas alternativas de financiamento do
setor têm sido buscadas, dentre as quais destacam-se:
 As gestões no sentido de reinstituir um Fundo Rodoviário
(apenas para conservação de rodovias);
 As modalidades de concessão de rodovias à iniciativa
privada (para viabializar a realização de investimentos
mediante a cobrança de pedágio dos usuários);
 As tentativas de instituição de imposto seletivo sobre
hidrocarbonetos, derivados de petróleo, combustíveis e
óleos lubrificantes, com vinculação de parcelas a
investimentos em infra-estrutura.
1.1 – A Organização do Setor Rodoviário

 Em 2001 foi criada a Contribuição de Intervenção no


Domínio Econômico (CIDE), incidente sobre importação
e comercialização de petróleo e seus derivados e álcool
etílico combustível, sendo esta arrecadação destinada ao
financiamento de programas de infraestrutura de
transportes.
1.1 – A Organização do Setor Rodoviário
1.1 – A Organização do Setor Rodoviário

 Reestruturação do sistema de transporte, a partir da lei


10.233 de 2001, com a criação dos órgãos:
 Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT):
regula e supervisiona as atividades de prestação de
serviços de transporte e de exploração da infraestrutura
rodoviária e ferroviária, mediante outorgas de
autorizações, concessões ou permissões;
 Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes
(DNIT): Basicamente opera a manutenção, restauração
ou reposição, adequação de capacidade e construção de
novas vias e terminais.