Sei sulla pagina 1di 19

MEIO AMBIENTE, POLÍTICAS E

LEGISLAÇÃO AMBIENTAL
Conceitos e Definições de Ecologia e
Meio Ambiente
Ecologia
Definição Tradicional

“Ecologia é a ciência que estuda as relações dos


seres vivos entre si e com o seu meio físico.
Este, por sua vez, deve ser entendido, no
contexto da definição, como o cenário natural em
que esses seres se desenvolvem. Por meio físico
entendem-se notadamente seus elementos
abióticos, como solo, relevo, recursos hídricos, ar
e clima” (MILARÉ, 2009, p. 94)
AR ATMOSFÉRICO SOLO

RECURSOS HIDRICOS RELEVO


Ecologia - conceitos

“o estudo de todo e qualquer aspecto de como


os organismos interagem entre si e/ou com
seu meio ambiente” (NEBEL, Bernardo J., p.
576).

“o estudo das inter-relações entre plantas e


animais e a interação entre organismos vivos
e seu meio ambiente físico” (TURK, Jonathan;
TURK, Amos, p. 693).
INTER RELAÇÃO

INTER RELAÇÃO - ECOLOGIA


Ecologia

“O termo ecologia foi cunhado em 1866 pelo


biólogo e médico alemão Ernest Heinrich [1834-
1917], em sua obra Morfologia geral dos seres
vivos, como proposta de uma nova disciplina
científica, a partir dos radicais gregos oikos [casa]
e logos [estudo]”. (MILARÉ, 2009, p. 94).
Max Weber
Max Weber
“O papel mais marcante de Weber no debate sobre a biologia e sociedade na virada do
século foi o de rejeitar as perspectivas evolucionistas na mudança social.
Seus argumentos reiteradamente refletiam uma imagem da sociedade como um
equilíbrio precário de forças, no qual nenhuma das forças em particular é, a priori,
predominante. A direção da mudança não era interna às estruturas sociais, mas sim
formada por constelações de fatores históricos mutantes, em última análise
enraizados em comportamento individual subjetivamente expressivo e em acidente
histórico ou em conjectura.
O papel mais marcante de Weber no debate sobre a biologia e sociedade na virada do
século foi o de rejeitar as perspectivas evolucionistas na mudança social.
Seus argumentos reiteradamente refletiam uma imagem da sociedade como um
equilíbrio precário de forças, no qual nenhuma das forças em particular é, a priori,
predominante. A direção da mudança não era imánente às estruturas sociais, mas
sim formada por constelações de fatores históricos mutantes, em última análise
enraizados em comportamento individual subjetivamente expressivo e em acidente
histórico ou em conjectura”.
Frederick H. BUTTEL - A SOCIOLOGIA E O MEIO AMBIENTE: UM CAMINHO TORTUOSO RUMO À ECOLOGIA
HUMANA. Publicado originalmente in International Social Science Journal Environmental Awareness 109 -
Brasil Blackwell - UNESCO -1986.

“O alemão Max weber (1864 – 1920), tem como preocupação central compreender o indivíduo e suas ações.
Por que as pessoas tomam determinadas situações? Quais são as razões para seus atos? Segundo esse
autor, a sociedade existe concretamente, mas não é algo externo e acima das pessoas, e sim o conjunto das
ações dos indivíduos relacionando-se reciprocamente. Assim, Weber, partindo do indivíduo e de suas
motivações, pretende compreender a sociedade como um todo.
O conceito básico para Weber é o de ação social, entendida como o ato de se comunicar, de se relacionar,
tendo alguma orientação quanto às ações dos outros. Para Weber, as normas, os costumes e as regras
sociais não são algo externo ao indivíduo, mas estão internalizados, e, com base no que traz dentro de si, o
indivíduo escolhe condutas e comportamentos, dependendo das situações que se lhe apresentam. “
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20131107145326AAuzw3z
Ecologia

“Na linguagem corrente, porém, além de


equivalente de natureza, paisagismo, modismo
com temática de plantas e animais, e sabe-se lá
mais o que, a palavra passou a denotar o
movimento ativista voltado para a proteção
ambiental, inclusive com conotações intelectuais
e artísticas, sociais e políticas” (MILARÉ, 2009, p.
94).
ECOLOGIA MODISMO
Ecologia – Definição atual
“Ecologia é a ciência que estuda as relações entre o
sistema social, o produtivo e o de valores que lhe
serve de legitimação, características da sociedade
industrial de massas, bem como o elenco de
consequências que este sistema gera para se manter,
usando o estoque de recursos naturais finitos, dele se
valendo para lograr seu objetivo econômico.

O campo de ação da ecologia, como ciência, é o


estudo das distorções geradas na natureza pela ação
social deste sistema; seu objetivo maior é identificar
as causas, no sentido de colaborar com as políticas
no encaminhamento das soluções possíveis à nossa
época” (Nelson ello e Souza, p. 98, apud MILARÉ, 2009,
p. 94)
Definição de
Meio Ambiente

Significado dos Vocábulos:

“Meio pode significar: aritmeticamente, a metade


de um inteiro; um dado contexto físico ou social;
um recurso ou insumo para alcançar ou produzir
algo.
Ambiente pode representar um espaço
geográfico ou social, físico ou psicológico, natural
ou artificial” (MILARÉ, 2009, pp. 112-113).
Definição de
Meio Ambiente
Terminologia técnica:

“meio ambiente é a combinação de todas as


coisas e fatores externos ao indivíduo ou
população de indivíduos em questão” (Bernardo
J. Nebel, 1990, p. 576, apud MILARÉ, 2009, p.
113).
“[...] é constituído por seres bióticos e abióticos
e suas relações e interações no meio físico”.
Definição de
Meio Ambiente
Conceito jurídico:

“Numa visão estrita, o meio ambiente nada mais é do que a expressão do


patrimônio natural e as relações com e entre os seres vivos. Tal noção […]
despreza tudo aquilo que não diga respeito aos recursos naturais”.

“Numa concepção ampla, que vai além dos limites estreitos fixados pela
Ecologia Tradicional, o meio ambiente abrange toda a natureza original
[natural] e artificial, assim como os bens culturais correlatos.

Temos aqui, então, um detalhamento do tema: de um lado, com o meio


ambiente natural, ou físico, constituído pelo solo, pela água, pelo ar, pela
energia, pela fauna e pela flora; e, do outro, com o meio ambiente artificial [ou
humano], formado pelas edificações, equipamentos e alterações produzidos
pelo homem, enfim, os assentamentos de natureza urbanística e demais
construções” (Helita Barreira Custódio, 2009, p. 31, apud, MILARÉ, 2009, p.
113).
Definição de
Meio Ambiente

Conceito Legal,
Política Nacional de Meio Ambiente (Lei 6938/81):

“o conjunto de condições, leis, influências e


interações de ordem física, química e
biológica, que permite, abriga e rege a vida em
todas as suas formas”
Definição de
Meio Ambiente
“A expressão 'meio ambiente' [milieu ambiant]
foi, ao que parece, utilizada pela primeira vez pelo
naturalista francês Geoffroy de Saint-Hilaire na
obra Études progressives d'un naturaliste, de
1835, tendo sido perfilhada por Augusto Comte
em seu Curso de filosofia positiva.
O meio ambiente pertence a uma daquelas
categorias cujo conteúdo é mais facilmente
intuído que definível, em virtude da riqueza e
complexidade que encerra” (MILARÉ, 2009, p.
112).
Fonte:http://hermes.ucs.br/carvi/cent/dcen/veschnei/Gest%E3o%20Ambiental/Gest
ao_Ambiental_Empresas/Empresa%20X%20Ambiente.ppt
Fonte:http://hermes.ucs.br/carvi/cent/dcen/veschnei/Gest%E3o%20Ambiental/Gest
ao_Ambiental_Empresas/Empresa%20X%20Ambiente.ppt