Sei sulla pagina 1di 12

CONTROLE MICROBIANO e

ANTIMICROBIANOS
Monitoria Microbiologia
2017/2
Alguns termos referentes ao assunto...
• Profilaxia: Evita a contaminação

• Prevenção: Medidas que evitam o


desenvolvimento da infecção

• Controle: Evitar que o número de


microrganismos aumente

• Combate: Destruição e eliminação dos


microrganismos
1- Quimioterápicos
X
2-Antimicrobianos
• 1- Termo referente à qualquer fármaco que
fornece benefício terapêutico clínico.

• 2- É um agente quimioterápico que age sobre


qualquer microrganismo.

• Antibióticos: São substâncias químicas


produzidas por organismos vivos capaz de
inibir o crescimento de bactérias patogênicas.
Mecanismo de ação dos
antimicrobianos
Morte • Microbicida ou
bacteriana Bactericida
imediata

Inibição da • Microbiostático ou
reprodução Bacteriostático
bacteriana
Antimicrobiano ideal...

• Deve ser eficiente a baixas concentrações


• Apresentar bom poder residual
• Ser disponível a baixo custo
• Ser específico para um microrganismo em
particular
• Não provocar a destruição de microrganismos
da microbiota normal
• Possuir toxicidade seletiva
Mecanismo de ação geral dos
antimicrobianos
• Varia de acordo com a classe terapêutica!!

Inibição da Inibição da Inibição da


síntese de síntese de Ác. síntese de
parede celular Nucleicos proteínas

Antimetabólicos: Inibição da
inibem atividade membrana
enzimática plasmática
Quando usar antimicrobianos?

• No tratamento de infecções já instaladas.

• Prevenção da instalação de infecções em


pacientes suscetíveis.
Classes de antimicrobianos...
• Os antimicrobianos são classificados de
acordo com sua composição química.

• B-lactâmicos (penicilinas, cefalosporinas)


• Aminoglicosídeos (estreptomicina)
• Tetraciclinas
• Quinolonas (ciprofloxacino, norfloxacino)
Quanto ao espectro de ação...
• É melhor começar uma terapia com um
antimicrobiano com amplo espectro??
Associação de antimicrobianos
• Para pacientes em estado crítico

• Para retardar o aparecimento de mutantes


resistentes

• Tratamento de infecções mistas

• Para obter sinergismo terapêutico


Uso indiscriminado de antimicrobianos

• Pode gerar múltiplas


resistências

• Pode promover alterações


da microbiota normal

• Mascaramento da infecção