Sei sulla pagina 1di 40

COLEÇÕES BOTÂNICAS

HERBÁRIO

PROF. CLÁUDIO COELHO DE PAULA


Herbário
É uma coleção biológica de espécimes vegetais secos e montados em papéis
com as devidas identificações.

Documentam a diversidade biológica vegetal, constituindo simultaneamente


um instrumento de trabalho indispensável à investigação científica nas áreas da
sistemática e da ecologia vegetal.

É com base em material herborizado que as plantas são identificadas ,


classificadas e novos taxa são descritos.

Permite a elaboração de floras regionais e nacionais, bem como a categorização


da conservação das espécies.
IMPORTÂNCIA DOS
HERBÁRIOS
•CONHECIMENTO DA DIVERSIDADE FLORÍSTICA (FLORA)
• DOCUMENTAM A ESPÉCIE NO TEMPO E ESPAÇO
• DESENVOLVIMENTO DE PESQUISAS EM DIVERSAS ÁREAS
• IDENTIFICAÇÃO PRECISA DAS ESPÉCIES
•INVENTÁRIOS FLORÍSTICOS
•AVALIAÇÃO DE IMPACTOS

••
A formação dos herbários iniciou-se no século XVI na Itália.

Herbário associado
à criação de um
Jardim Botânico
em Piza (Itália)

Luca Ghini
(1490-1556)
.

Linnaeu (1707-1778) - “pai da taxonomia”

- Species plantarum (1753), a partir da qual se passaram a


designar as plantas pelo binômio latino.

- Popularizou a prática de montar os exemplares vegetais secos


em simples folhas de papel.
HERBÁRIOS NO MUNDO

• Muséum National d’Histoire Naturelle, Paris (1635)


7.500.000

• New York Botanical Garden, New York (1891)


7.200.000

• Royal Botanic Garden, Kew (1841)


7.000.000
Maiores Herbários Brasileiros

-quase 5.400.000 registros

• Museu Nacional, Rio de Janeiro (1808)


500.000
• Jardim Botânico, Rio de Janeiro (1890)
420.000
• Instituto de Botânica, São Paulo (1917)
370.000
• Museu Botânico Municipal, Curitiba (1965)
250.000
• Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus (1954)
216.000
• EMBRAPA - Amazônia Oriental, Belém (1945)
170.000
• Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém (1895)
161.000
Herbários Brasileiros

125 herbários ativos

Total do acervo = 5.398.185 exemplares


HERBÁRIO

DEFINIÇÃO:

BLUSA (MATERIAL PRINCIPAL)

DUPLICATAS
EXSICATA
SAIA (CAPA)

ETIQUETA

UNICATA

CARPOTECA

XILOTECA
PESQUISAS DA FLORA

HERBÁRIOS
MATERIAL PARA COLETA
BOTÂNICA
HERBÁRIO
CARPOTECA
HERBÁRIO
XILOTECA
HERBÁRIO
XILOTECA
TIPOS
Taxon Collector Location Type Status Id

Pinus deflexa Torr. C. C. Parry s.n. United States of type 1250


1850 America.
California.
Mountains E of San
Diego.

Eschweilera S. A. Mori 2791 Panama. Colón. isotype 00682604


amplexifolia S. A. with J. Kallunki Santa Rita Ridge
Mori 26 Oct 1974 Road; at fork in
road.

Fissidens closteri C. F. Austin United States of possible syntype 324944


Austin 09 Sep 1865 America. New
Jersey. Nangle's
Brook.

Bactris martiana A. A. J. Henderson Peru. Madre de isotype 381137


J. Hend. 1630 Dios. Río
with F. Chávez Tambopata,
02 Nov 1991 Explorer's Inn at
junction with Río La
Torre.

Anoectangium J. D. Hooker 203 India. Sikkim. syntype 12589


clarum Mitt. s.d. Lachoong.

Tylopilus R. E. Halling 7685 Costa Rica. Isotype 815166


alkalixanthus 14 Jun 1996 Cartago. Estrella. ±5
Halling & Amtoft km E of km 31 of
Interamerican
Highway, near town
of Estrella.

Pourouma uvifera H. H. Rusby 1599 Bolivia. El Beni. holotype 284276


Rusby Oct 1921 Rurrenabaque.
Specimen Details:

Filed As Pinaceae
Pinus deflexa Torr. ( type )

All Determinations Pinus deflexa Torr.

Location United States of America. California. Mountains E of San Diego.

Collector C. C. Parry s.n., 1850

Description Phenology of specimen: Fruit.

Other NY Specimen ID: 1250

Distribution Map all specimens of this taxon


(if georeferenced specimens are available)

Feedback Send comments on this specimen record.

Additional Resources Link to Description of the U. S. and Mexican Boundary Survey


Link to original description
Link to original illustration