Sei sulla pagina 1di 12

Fernando Pessoa — Heterónimos

Costa Pinheiro, Fernando Pessoa-Heterónimo (1978).


3

«Desde criança tive a tendência para criar


em meu torno um mundo fictício,
de me cercar de amigos e conhecidos
que nunca existiram.»

Fernando Pessoa
4

«As obras heterónimas de


Fernando Pessoa são feitas por,
até agora, três nomes de gente —
Alberto Caeiro, Ricardo Reis,
Álvaro de Campos. Estas
individualidades devem ser
consideradas como distintas da
do autor delas. Forma cada uma
espécie de drama, e todas elas
juntas formam outro drama. […]
É um drama em gente, em vez de
em atos.»
Tábua bibliográfica, 1928.
5

Os heterónimos — biografia,
características físicas e estilo
Sistematização elaborada a partir dos textos
«Tábua bibliográfica» (1928) e «Carta a Adolfo Casais
Monteiro» (13 de janeiro de 1935).

Lajos Vajda, Duas faces (1934).


6

Alberto Caeiro — o «mestre»


Teve por discípulos Ricardo Reis, Álvaro de Campos e o próprio Fernando Pessoa «ele só».

Biografia
— Nasceu em 1889, em Lisboa.
— Os seus pais morreram cedo.
— Viveu quase toda a sua vida no campo.
— Quase não teve educação (apenas a instrução primária).
— Não teve profissão, vivendo de pequenos rendimentos.
— Vivia com uma tia velha, tia-avó.
— Morreu em 1915.

William Turner, O parque


em Petworth House (c. 1830).
7

Alberto Caeiro — o «mestre»

Características físicas Características do seu estilo


— De estatura média. — Apresenta uma poesia
— Muito frágil (embora não bucólica.
o aparentasse). — Escreve mal.
— Cara rapada. — A sua poesia surge associada
— Louro sem cor. à inspiração.
— Olhos azuis. — Excertos de poemas seus foram
publicados na revista Athena.
8

Ricardo Reis

Biografia
— Nasceu no Porto, em 1887.
— Foi educado num colégio de Jesuítas.
— É um latinista por educação alheia e um
semi-helenista por educação própria.
— É médico.
— Exilou-se voluntariamente no Brasil em
1919, por ser monárquico.

Henry Fuseli, O artista desesperado diante


da grandeza das ruínas antigas (1778-1779).
9

Ricardo Reis

Características físicas Características do seu estilo


— Um pouco mais baixo do — Surge após uma «deliberação abstrata que
que Alberto Caeiro. subitamente se concretiza numa ode».
— Mais forte do que Alberto — Preconiza um falso paganismo.
Caeiro. — Tem um lado intelectual e um lado pagão.
— Seco. — Escrevia melhor do que Pessoa ortónimo,
— Cara rapada. mas com um purismo que este considerava
— De um vago moreno exagerado.
mate. — O seu livro Odes foi publicado na revista
Athena 1.
10

Álvaro de Campos

Biografia
— Nasceu em Tavira, no dia 15 de outubro de 1890
(às 13h30).
— Teve uma educação vulgar de liceu.
— Primeiro, estudou engenharia mecânica; depois,
engenharia naval em Glasgow.
— Concluiu o curso de engenharia naval.
— Fez uma viagem ao Oriente numas férias, de
onde resultou o poema «Opiário».
— Aprendeu latim com um tio beirão, padre.
— Em 1935, estava em Lisboa, em inatividade. Revista Presença (1933).
11

Álvaro de Campos
Características físicas Características do seu estilo
— Alto (1,75 cm). — Quando sente um impulso para escrever e não
— Magro. sabe o quê.
— Um pouco tendente — Verso irregular.
a curvar-se. — Escrevia regularmente, mas com lapsos.
— Cara rapada. — Evidencia um lado emotivo, «sensacionista».
— Entre branco e moreno — Produziu compilações de índole «escandalosa
(«tipo vagamente de judeu e irritante».
português»). — Em seu nome, foram publicados os poemas
— Cabelo liso e normalmente «Odes triunfal» e «Ode marítima», na revista
apartado ao lado. Orpheu 1, «Ultimatum», na revista Portugal
— Monóculo. Futurista, e «Tabacaria», na Presença.
12

«Como escrevo em nome Alberto Caeiro Inspiração


desses três?... Caeiro por pura
e inesperada inspiração, sem Ricardo Reis Deliberação
saber ou sequer calcular que iria
escrever. Ricardo Reis, depois Álvaro de Campos Impulso
de uma deliberação abstrata,
que subitamente se concretiza
numa ode. Campos, quando
sinto um súbito impulso para
escrever e não sei o quê.»
Carta a Adolfo Casais Monteiro

Mosaico representando máscaras


de tragédia e comédia (século II d. C.).

Interessi correlati