Sei sulla pagina 1di 24

CONTEXTUALIZAÇÃO

 Filme : “Sup er Si ze Me ”;
 Estereótipos de beleza praticamente
inacessíveis;
 As “diet as lo uc as ” ;
 Pressões sociais;
 Maus hábitos alimentares;

09/16 /09
PROBLEMA

Que acontecerá se uma pessoa se restringir durante


30 dias a uma dieta restritiva, desequilibrada, e
hipocalórica?

09/16 /09
PROBLEMA (Cont.)

E se acompanhasse este regime com exercício


físico?

Teria isso consequências


inadmissivelmente perigosas?

Quais seriam concretamente as


Estaria a candidatar o sujeito a seq uelas deste tipo de
desenvolver alimentação?
pr ob lema s f isio lóg icos ,
psicológ icos e até sociais ?
09/16 /09
OBJECTIVOS

 Perceber de que forma as “diet as l oucas ” e os


ma us há bit os al ime nta res , alteram ou prejudicam
o indivíduo física e psicologicamente;

 Actuar ao nível da pr evenção dos maus hábitos


alimentares;

 Promoção da saúde;

 Apresentar solu ções para a resolução destes


problemas.

09/16 /09
POPULAÇÃO ALVO

 Adolescente do género feminino


de 19 anos.

09/16 /09
METODOLOGIA

 Aplicação Questionários
piloto

a uma amostra populacional de 40 pessoas


para saber se é ou não, importante abordar o
tema das “dietas louca s” e seus malefícios.

09/16 /09
METODOLOGIA (Cont.)

 Durante 30 dias adolescente do género feminino


que se apresente saudável

vai ser submetido a uma dieta, restritiva,


desequilibrada, e hipocalórica
“ die ta da s 900caloria s ”

Durante este tempo vão existir vários pon tos


de avali ação de modo a verificar se existem,
e quais,
as alt era ções fis iológi ca s e ps ic ológic as.

09/16 /09
METODOLOGIA (Cont.)

 Realização de PALESTRAS em
escolas secundárias com objectivo de …

PREVENÇÃO !!!

 Amostra : um sujeito

09/16 /09
09/16 /09
  1ª Semana 2ª Semana 3ª Semana 4ª Semana

Aplicação do
       
questionário
                                               

Análise dos
resultados
     
dos
questionários
                                                 

Avaliação 0    
                                                   

Dieta
                                                       

Avaliações
durante e        
após a dieta
                                               

Actividade de
 
prevenção
                                                     

Avaliações
     
globais
                                               

Apresentação
dos        
resultados
                                               

Sugestões
09/16 /09                                                        
  5ª Semana 6ª Semana 7ªSemana 8ª Semana

Aplicação do
             
questionário
                                         

Análise dos
resultados
             
dos
Questionários
                                         

Avaliação 0              
                                         

Dieta              
                                         

Avaliações
durante e              
após dieta
                                         

Actividade de
             
prevenção  
                                         

Conclusões
           
finais
                                           

Apresentação 
dos             
resultados
                                       

Sugestões            
09/16 /09                                            
ACTIVIDADES
 Elaboração do Questionário (permite verificar se o nosso estudo é válido e
útil);

 Aplicação do Questionário;

 Tratamento dos dados relativos ao questionário (permite perceber quais


as necessidades da população);

 Reunião que visará os esclarecimentos à cerca do projecto previsto com a


adolescente X e as várias equipas envolvidas;

 Avaliação 0:
- Avaliação prévia das condições físicas e psicológicas da
adolescente X, de modo a verificar se é ou não apta e adequada ao
projecto, tendo em conta vários parâmetros específicos.

09/16 /09
ACTIVIDADES (Cont.)
 A adolescente:

- dá inicio à dieta proposta


- segue o regime alimentar estipulado;
- não pode acrescentar qualquer outro tipo de alimentos
ou substâncias à sua dieta diária;
- a dieta vai ser mantida durante 30 dias consecutivos;
- durante os quais praticará exercício físico 3x/semana

A adolescente tem acompanhamento médico, que avalia


as possíveis alterações que a jovem poderá ou não
demonstrar ao longo da elaboração da dieta.

09/16 /09
ACTIVIDADES (Cont.)

 Act iv id ad e de preve nção


Actividade junto das escolas secundárias com o intuito de
alertar para as consequências de comportamentos de risco.

09/16 /09
ACTIVIDADES (Cont.)

No fim do projecto, são tiradas as conclusões


finais relativamente às alterações que possam
ter ocorrido a níveis físicos e psicológicos.

Por fim, com o estudo concluído são


apresentadas sugestões para o combate desta
problemática.

09/16 /09
RECURSOS
Ado les cen te X

Rec ur sos Equ ipa 1:


Huma nos - Ca rdi ologis ta
- Ga str en ter ologis ta
- Mé dic o de clín ic a ge ra l
- Psic ólogo
- Diet is ta.

Equ ipa 2:
- 4 pes soa s lig ada s ao projec to

09/16 /09
CONCLUSÃO
parâmetros antropométricos;
Após a realização da dieta
Avaliaram-se parâmetros gerais de saúde;

alterações físicas e psicológicas ocorrid


durante o processo;

Comparativamente com a Avaliação 0


verificou-se:

-Decréscimo do peso, da massa adiposa, do IMC;


-Carências nutricionais;
-Diminuição da glicose;
-Aparecimento de sinais de cansaço e fraqueza;
-Aumento dos níveis de irritabilidade;
-Sinais de Depressão e apatia;
-Sensação de mau estar;
-Falta de energia.
09/16 /09
CONCLUSÃO (Cont.)

No final do projecto a Ad ole scen te encontrava-se

debilitada a vários níveis quer


FÍ SICO quer PSIC OLÓGIC OS

09/16 /09
CONCLUSÃO (Cont.)
Hoje em dia as “DIETAS LOUCAS” são um problema que atinge principalmente
ADOLESCENTES do sexo Feminino, que procuram o desejado corpo PERFEITO.

Se por um lado, a obe si da de nos é apresentada como


a epidemia do séc. XXI a anor exi a tem pr ovoca do vá ria s ví ti mas mort ais .

É portanto necessário intervir ao níve l da preve nçã o


deste tipo de comportamento e desequilíbrios alimentares
09/16 /09
CONCLUSÃO (Cont.)
Este projecto apresenta algumas questões pertinentes
relativamente a questões éticas:

- O facto de submetermos uma pessoa a um regime


alimentar restritivo e hipocalórico, pondo em risco a sua
saúde;

É de realçar que o sujeito participante se voluntariou


tendo sido previamente informado de todos os possíveis
riscos provenientes desta actividade.
09/16 /09
SUGESTÕES
 Actuar ao nível da mudança de mentalidades relativamente
ao estereótipo de beleza;

 Tornar a propaganda utilizada pelos mass media mais


socialmente responsável;

 Apostar na divulgação de informação acerca das


consequências deste tipo de comportamentos de risco e
sensibilizar as pessoas para a importância de se ter uma
alimentação saudável;

 Decisão tomada no festival de Moda em Madrid que impôs


um IMC maior de 18. Isto é uma forma de começar a mudar
o conceito de beleza.
09/16 /09
BIBLIOGRAFIA

-Duque, C. (1997). Gestão de Projectos. Textos de Apoio. (pp.53-74).


Faro:UAlg-ESSaF.
-http://www.supersizeme.com
-http://www.campanhapelareal.beleza.com.br/
-Abrunhosa,M. & Leitão,M. (2004). Psicologia do Desenvolvimento.
Psicologia 12-Parte2. (pp27-30).

09/16 /09
TRABALHO ELABORADO POR:

Anabela Gaspar nº 30465


Nídia Rodrigues nº 30479
Maria Frazão nº 30477
Laura Holgado nº 30474

09/16 /09