Sei sulla pagina 1di 16

ABSOLUTISMO

Prof. Mauro de Alcântara


ESTADO NACIONAL
 Formou-se na transição da Idade
Média para a Idade Moderna.
 Se opunha a duas forças
características da Idade Média:
a) Ao poder local dos nobres feudais.
b) Ao poder universal da Igreja
Católica.
CARACTERÍSTICAS DO
ESTADO NACIONAL
 Demarcação de um território;
 Unificação das Leis, Justiça,
Impostos, Moedas e principalmente
Exército.
 Valorização de eventos históricos
nacionais.
REGIME ABSOLUTISTA
 Concentração do poder nas mãos do rei.
 Nobreza e Clero sob o poder do rei.

· “UM REI, UMA LEI, UMA FÉ”


TEÓRICOS DO ABSOLUTISMO
 JEAN BODIN (1530-1596)
* “Os seis livros da república”
* ORIGEM DO PODER DIVINO DOS REIS
 JACQUES BOSSUET (1627-1704)
* “A política segunda a sagrada
escritura”
* Direito Divino
* TODO GOVERNO É LEGÍTIMO
TEÓRICOS DO ABSOLUTISMO

 NICOLAU MAQUIAVEL (1469-1527)

- “O Príncipe”

- As razões do Estado deveriam ser superiores a


tudo, e no interesse do Estado, justificava-se a
utilização de artimanhas, ardis político e até o
emprego da força e da violência. “A força é justa,
quando necessária”.

- “OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS”


TEORICOS DO ABSOLUTISMO

 THOMAS HOBBES (1588-1679)


- “O Leviatã”
- A sociedade humana apresentava uma
tendência aos caos.
- Somente um poder centralizado no poder
do Rei pode controlar o instinto predador
do homem.

“O HOMEM É LOBO DO HOMEM”


Reis Absolutistas
 França: Luís XIV (1643-1715)
- Colbertismo
- Palácio de Versalhes
- Revogou o Edito de Nantes (fim da
liberdade religiosa)
- “L’Etat c’est moi” – “O Estado sou
Eu”
Assinale a opção que expressa corretamente uma
prática dos Estados Modernos Absolutos europeus
nos séculos XV - XVIII.
 a) Combate aos privilégios da nobreza.
 b) Centralização política e administrativa.
 c) Política econômica liberal.
 d) Fragmentação territorial.
 e) Abandono do tributarismo e do
fiscalismo.

RESPOSTA B
O maior representante do absolutismo
francês, autor da frase "O Estado sou eu",
foi:
 a) Henrique VIII.
 b) Felipe II.
 c) Carlos V.
 d) Luís XIV.
 e) Jaime I.

RESPOSTA D
Principalmente a partir do século XVI vários autores
passam adesenvolver teorias, justificando o poder real.
Um deles é Maquiavel: afirma que a obrigação suprema
do governante é manter o poder e a segurança do país
que governa. Para isso deve usar de todos os meios
disponíveis pois que "os fins justificam os meios."
Professou suas idéias na famosa obra:
 a) "Leviatã"
 b) "Do Direito da Paz e da Guerra"
 c) "República"
 d) "O Príncipe"
 e) "Política Segundo as Sagradas Escrituras”

RESPOSTA D
OLHA A CARA DE QUEM ERROU!
PARABÉNS
O Mercantilismo pode ser descrito como
"expressão econômica da aliança política realeza-
burguesia", tendo como características, exceto:
 a. metalismo.
 b. protecionismo alfandegário.
 c. balança comercial favorável.
 d. monopólio comercial.
 e. liberdade de comércio.

RESPOSTA E
O "bulhonismo" ou entesouramento,
caracterizava a prática mercantilista do início dos
tempos modernos. Tal prática pode ser entendida
como:
 a) a exclusividade econômica garantida pelas
metrópoles no comércio colonial.
 b) a disposição dos europeus em defender seus
interesses econômicos por meio de sucessivos
tratados.
 c) a intenção das nações ibéricas no sentido de
liderar uma unificação econômica européia.
 d) a preocupação dos portugueses e espanhóis
em garantir o desenvolvimento da economia de
suas colônias.
 e) a disposição de se procurar e acumular metais
RESPOSTA E
preciosos.
O expansionismo marítimo europeu, nos séculos XV-XVI,
gerou uma autêntica "Revolução Comercial", caracterizada
por, EXCETO:

 a) incorporação de áreas do continente


americano e africano às rotas tradicionais do
comércio.
 b) ascensão das potências mercantis
atlânticas, como Portugal e Espanha.
 c) afluxo de metais preciosos da América para
o Oriente, resultante do escambo de
mercadorias.
 d) deslocamento parcial do eixo econômico do
Mediterrâneo para o Atlântico.
 e) perda do monopólio do comércio de
RESPOSTA C por parte dos italianos.
especiarias