Sei sulla pagina 1di 16

E-Commerce

Renata Kelly da Silva


renatakelly@professor.sp.gov.
br
E-Commerce
• E-commerce, ou comércio eletrônico, é a
forma online de compra e venda. Ou seja,
pela Internet, você pode adquirir os mais
diversos produtos e serviços disponíveis na
grande rede por meio das lojas virtuais.
• É um processo de negociação online que
utiliza as facilidades e benefícios da Internet
para gerar rentabilidade.
E-Commerce
Como surgiu o E-commerce?

• A venda pela Internet e as lojas virtuais surgiram


em meados dos anos 90, pouco tempo depois
do surgimento da Web.
• O comércio eletrônico, no formato que
conhecemos hoje, surgiu no Brasil
aproximadamente em 1995.
E-Commerce

Classificação:

• Business-to-Business
(B2B)

• Business-to-Consumer
(B2C)
Business-to-Business (B2B)
• O B2B refere-se a toda venda que uma empresa
faz para outra através da Internet.

• Uma prática cada vez mais adotada nas relações


entre empresas é a integração dos sistemas de
informações das empresas da cadeia de valor,
permite a simplificação dos processos mercantis e
reduzidos os custos de produção e os leilões de
compra pela Internet.
Business-to-Consumer (B2C)

• B2C são todos os processos que permitem que um


consumidor final possa adquirir um produto ou
serviço através da Internet.

• Os shoppings on-line devem prover de todas as


informações necessárias para o consumidor
comprar um produto sem a interação física com os
representantes comerciais da empresa.
Loja Virtual
Procedimento para compra

• Você pesquisa, escolhe,


especifica características —
modelo, tamanho, cor,
periodicidade — e a forma de
pagamento. Depois, recebe,
dentro de um prazo
determinado, o produto ou
serviço diretamente em sua
casa.
Vantagens
• As lojas virtuais não necessitam de
espaço físico, diminuindo custos. Além
disso, estão abertas 24 horas por dia e
oferecem serviços personalizados de
acordo com o perfil do consumidor. Elas
também podem existir como serviço
complementar de uma rede de lojas ou
serviços já existentes ou somente na
Internet.
Usabilidade

• Para obter sucesso no comércio eletrônico não


basta que o site seja atraente, é preciso
disponibilizar os produtos adequadamente, pois
se o cliente não encontrar o que deseja ele não
comprará. Portanto, a agilidade encontrada pelos
usuários para navegar no site, localizar
informações, buscar ajuda e executar uma compra
são fatores que determinam o sucesso da loja
virtual.
Segurança

• Para tornar a negociação entre o


consumidor e a loja virtual segura, o site
deve ser desenvolvido com certificados
SSL que garantam a segurança, ou seja,
todas as informações confidenciais devem
ser criptografadas, com o máximo de
segurança possível
Formas de pagamento

• Geralmente os meios de
pagamentos de uma loja de
e-commerce são os
mesmos disponíveis para
as lojas físicas:
• Boleto Bancário
• Transferência eletrônica
• Financiamento
• Cartões de crédito
Faturamento

• Em 2008 as lojas virtuais


chegaram a faturar no Brasil cerca
de R$ 8,2 bilhões, 30% mais do
que o ano anterior. No primeiro
semestre de 2008 o faturamento
foi de 3,8 bilhões, 45% a mais que
o mesmo período de 2007.
Fatores que favorecem o
crescimento deste mercado:
• Facilidade de acesso à internet
• Preços de produtos mais acessíveis
• Pesquisa por produtos fácil e rápida
• Funcionamento 24 horas por dia
• Economia favorável
• Velocidade nas transações
• Menor custo que uma loja física
• Venda direta (sem distribuidor)
• Incentivos fiscais em alguns estados
• Menor risco de inadimplência
• Visibilidade da marca a nível mundial
• Serviços personalizados
Referências
• http://www.efagundes.com/artigos/O%20que%20e%20eCommerce.htm
• http://www.educacional.com.br/vidainteligente/clickdigital02/e-commerce.asp
• http://www.webroom.com.br/conteudo.aspx?cont=92&pai=66
• http://www.ciashop.com.br/dados_do_ecommerce.asp