Sei sulla pagina 1di 44

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

PROJETO DE

PRESSURIZAÇÃO DE ESCADA E

EXAUSTÃO MECÂNICA

NORMAS IT-13, ABNT-NB - E ASHRAE.

CLIENTE

INCOSUL INCORPORAÇÃO E CONSTRUÇÃO LTDA

Av. Paulista, 1.294 – 13º Andar

São Paulo - SP

OBRA

Edifício Residencial situado na Rua Orissanga.

PROJETO

P-2055

DATA

10/02/2006

Jarbas T. de Melo

NºCREA 5060118470

JMT PROJETOS V.E. AC. LTDA. JARBAS DE MELO DIRETOR

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

ÍNDICE

01. ESCOPO DA INSTALAÇÃO

02. OBJETIVO E NORMA APLICADA

03. DESCRIÇÃO GERAL DOS SISTEMAS E MEMÓRIA DE CÁLCULO

04. ESPECIFICAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS E COMPONENTES

05. LISTA DE MATERIAIS

06. CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO

07. LISTA DE DESENHOS e DETALHES TÍPICOS

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

01. ESCOPO DA INSTALAÇÃO

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

O presente memorial refere-se aos projetos das instalações de:

01.01. Exaustão Mecânica para atendimento dos lavabos internos do Pavimento Térreo

e Tipo do Edifício.

01.02. Ventilação Mecânica para fins de Pressurização constante da Escada do Edifício.

02. OBJETIVO E NORMA APLICADA

02.01. VENTILAÇÃO MECÂNICA PARA FINS DE PRESSURIZAÇÃO

O objetivo do sistema é o de procurar manter protegido ou livre de fumaça a escada de segurança do Edifício através de pressurização constante no período

de emergência, bem como criar um gradiente de pressão, e conseqüentemente

um fluxo de ar, tendo uma pressão mais alta nas saídas de emergência e uma pressão progressivamente decrescente nas áreas de fora da rota de fuga.

O sistema visa criar condições de fluxo de ar, por meio de ventilação

mecânica, que impeçam que a fumaça de um incêndio se propague além das portas das referidas escadas de acordo com a norma IT-13 e NBR-9077.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

02.02. EXAUSTÃO MECÂNICA

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

O sistema visa manter a necessária renovação de ar dos referidos lavabos,

dentro das faixas definidas pelas normas, proporcionando assim, condições

de higienização ambiental, bem como definir os mínimos requisitos técnicos

a serem observados no fornecimento e montagem de materiais e equipamentos necessários ao atendimento das instalações.

De acordo com as normas constantes da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas - NB 10) e ASHRAE (American Sciety of Heating Refrigeraing and Air Condicioning Engeneers), será considerada a taxa correspondente de 15 renovações por hora do volume do ambiente.

02.03. NORMAS TÉCNICAS APLICADAS.

Deverá vigorar a última edição das normas abaixo relacionadas:-

CORPO DE BOMBEIROS SÃO PAULO – IT-13/04

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas (P-NBR 6401).

ASHRAE - American Society of Heating, Refrigerating And Air Conditioning Engineers.

AMCA - Air Moving and Conditioning Association.

SMACNA - Sheet Metal and Air Conditioning Contractor National Association Inc.

ANSI - American National Standard Institute.

NEMA – National Eletrical Manufactures Association

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

03. DESCRIÇÃO GERAL DO SISTEMA

03.01. EXAUSTÃO MECÂNICA

03.01.01. Lavabos Internos dos Pavimentos Térreo e Tipo.

Cada sanitário conterá 1 (um) sistema de exaustão mecânica, constituído basicamente por um exaustor axial. Serão montados no interior do forro de gesso (ou similar), sendo diretamente acionado por um interruptor de comando, localizado junto ao interruptor de luz do banheiro.

O fluxo de ar, proveniente dos ambientes comuns, entrará no Lavabo por uma fresta convenientemente localizada na parte inferior da porta. O ar, após percorrer o referido, será aspirado pelo exaustor, sendo daí expulso para o exterior por meio de dutos Flexíveis em alumínio ou PVC e venezianas de alumínio localizadas na fachada do Edifício.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

03.02. VENTILAÇÃO MECÂNICA - PRESSURIZAÇÃO DA ESCADA

A circulação de ar para as escadas de cada Edifício será atendida por um

sistema de ventilação mecânica a ser instalado na casa de máquinas no nível

do Pavimento Térreo do Edifício.

A casa de máquina será composta por um conjunto de ventilação, contendo

ventilador centrífugo de dupla aspiração acoplado a motores elétricos, por

meio de polias e correias e bateria de filtros de ar.

Deverá ser previsto sistemas de detecção de fumaça e iluminação de emergência na casa de máquinas de pressurização, sala do grupo moto gerador automatizado, locais de acionamento alternativo dos sistemas de pressurização e em qualquer outro local que possua contato direto com a escada pressurizada.

O ar a ser aspirado pelo ventilador, após passar pela bateria de filtros, será

insuflado à escada por meio de rede de dutos metálicos em chapas galvanizadas, bitola nº18, complementado por grelhas de ventilação de dupla deflexão com registros de regulagem.

A pressurização entrará em operação tanto pelo sistema automático quanto

pelo sistema manual.

O sistema entrará em operação automaticamente, através dos detectores de

fumaça, colocando o ventilador em operação de regime de emergência com previsão de 50 Pascal de pressão na escada.

Para acionamento manual, o comando será feito tanto por botões situados na fachada do Quadro Elétrico localizado dentro da casa de máquinas, como por botões e sinalização à distância localizado na portaria ou guarita do Edifício.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

Para atendimento ás condições de manutenção e reversão periódicas dos motores, haverá chave comutadora de comando manual na fachada do próprio quadro elétrico.

O suprimento

pressurização da rota de fuga será conforme as normas vigentes.

de

energia

para

acionamento

dos

equipamentos

de

Todos os dutos metálicos, situados fora da casa de máquinas central, deverão estar externamente protegidos com material contra fogo, do tipo manta cerâmica ou lã de rocha basáltica.

É importante que as escadas, saguões, corredores que integram a saída de emergência, contenham o mínimo de materiais inflamáveis que poderiam dar origem a um incêndio.

Por outro lado, é necessário evitar pisos escorregadios nas proximidades das

portas que dão acesso à escada pressurizada devido à força que deve ser aplicada para abertura da porta, bem como criar mecanismos que requerem um mínimo de força na abertura das mesmas.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

03.03.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

MEMÓRIA

DE

CÁLCULO

(CÁLCULO

PARA

DETERMINAÇÃO DA VAZÃO DE AR NA ESCADA)

Quantidade de pavimentos com comunicação com a escada pressurizada = 13 Quantidade total de PCF-P90 de ingresso à escada pressurizada = 12 Quantidade de PCF-P90 de saída à escada pressurizada = 1 Quantidade de PCF-P90 abertas a serem consideradas no cálculo = 2 (conforme anexo B-IT-13 – sendo 1 de entrada de 1 de saída)

Áreas de escape de ar das portas PCF-P90 fechadas

Térreo – 1 porta

0,04m²

Pavto. Tipo – (10) portas

0,30m²

Casa de Máquinas

0,03m²

Barrilete

0,03m²

Área total

0,40m²

Área total de escape de ar das portas PCF-P90 abertas = 2 x 1,64 (conforme tabela 2 do anexo A) = 3,28m² Cálculo do fluxo de ar necessário para o sistema de pressurização da PCF- P90 fechadas (Q 1 ) Q 1 = 0,827 x A x (P) (N/1) Q1 = 0,827 x 0,40 x 50½ Q1 = 2,34m³/s Cálculo da área aberta considerando as PCF-P90 abertas mais as frestas das PCF-P90 consideradas fechadas (A2) A2 = 1,64 x 2 + 0,03 x 11 A2 = 3,61m² Cálculo da vazão de ar através da área total das PCF-P90 abertas e fechadas

(Q2)

Q2 = 3,61 x 1,0 m/s Q2 = 3,61 m 3 /s Conclusão: Q2 > Q1 Portanto QT = 3,61m³/s Acréscimo de 50% (25% para vazamento em rede mista e 25% para vazamento não-identificado) QT = 3,61 x 1,5 QT = 5,41 m³/s Vazão total de ar QT = 5,41m³/s x 3.600 = 19.494 m³/h

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

03.04.

CÁLCULO

DA

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

PERDA

DE

PRESSÃO

DA

REDE

DE

PRESSURIZAÇÃO DE ESCADAS

* TOMADA DE AR

VENEZIANA TAMANHO: 150x150cm VAZÃO DE AR: 19.494m³/h VELOCIDADE DE FACE: 2,41m/s PERDA DE PRESSÃO: 4,0 mm.c.a

* FILTRO DE AR (G0)

VAZÃO DE AR: 19.494m³/h VELOCIDADE DE FACE: 2,40m/s PERDA DE PRESSÃO: 8,0 mm.c.a

* ENTRADA DE AR NO VENTILADOR

VAZÃO DE AR: 19.494m³/h VELOCIDADE DE ENTRADA: 10,83m/s PERDA DE PRESSÃO: 4,0 mm.c.a

* DUTO DE DESCARGA

VAZÃO DE AR: 19.494m³/h VELOCIDADE: 11,38m/s

* DUTO DE RETO: (85x60cm)

VAZÃO DE AR: 19.494m³/h COMPRIMENTO: 0,61m PERDA DE PRESSÃO UNITÁRIA: 0,18mm.c.a PERDA TOTAL: 0,11mm.c.a

*CURVA 90º COM VEIOS: (85x56)

VAZÃO DE AR: 19.494m³/h VELOCIDADE: 11,38m/s PERDA TOTAL: 4,00mm.c.a

* DUTO DE RETO: (85x85cm)

VAZÃO DE AR: 19.494m³/h COMPRIMENTO: 1,00m PERDA DE PRESSÃO UNITÁRIA: 0,08mm.c.a PERDA TOTAL: 0,10mm.c.a

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

*TRANSFORMAÇÃO (85x30cm P/ 40x30cm)

VAZÃO DE AR: 1.000m³/h PERDA DE PRESSÃO: 0,01mm.c.a

*TRANSFORMAÇÃO (85x50cm P/ 250x30cm)

VAZÃO DE AR: 18.494m³/h PERDA DE PRESSÃO: 1,00mm.c.a

*CURVA 90º COM VEIOS: (250x30)

VAZÃO DE AR: 18.494m³/h VELOCIDADE: 6,9m/s PERDA TOTAL: 2,00mm.c.a

* DUTO DE RETO: (250x30cm)

VAZÃO DE AR: 18.494m³/h COMPRIMENTO: 33m PERDA DE PRESSÃO UNITÁRIA: 0,12mm.c.a PERDA TOTAL: 5 mm.c.a

*GRELHA DE INSUFLAÇÃO

VAZÃO DE AR: 1.849m³/h TAMANHO: 50 x 40 cm VELOCIDADE: 2,57m/s PERDA TOTAL: 2,0mm.ca

* PERDA DE PRESSÀO PARA ESCAPE DO AR: 5 mm.c.a

* PERDA TOTAL DO SISTEMA: 35,22mm.c.a

* FOLGA DE 10%: 38,74mmc. a

* CONCLUSÃO

VAZÃO DE AR: 19.494 m³/h

PRESSÃO: 38,74mm.c.a = 40mm.c.a

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

03.05. PROPOSTA DOS SISTEMAS DE SEGURANÇA - (CAPITULO 16)

 

16. ESCADA PRESSURIZADA -

 

Objetivo: Proporcionar o controle de fumaça através de pressurização das escadas de segurança protegidas, a fim e possibilitar o escoamento da população da edificação de forma segura.

16.1

Norma adotada: IT-CB-013/04

16.3 Tipo de pressurização:

 
 

1. Primeiro estágio: -

Pa

16.2

Número de pavimentos: 10

2. Segundo estágio: 50 Pa

 
 

3. Outro: - Pa

16.4

Há pressurização de vestíbulos; antecâmaras e/ou halls:

SIM.

NÃO

X

Especificar:

 

16.5 Qual o local da casa de máquinas dos motores-ventiladores: PAV. TÉRREO

 

16.6 Dimensões: cm

 

16.7

Tipo de duto de pressurização:

 

Duto de insuflação: (250x30) cm Dutos de captaç: - Veneziana de tomada de ar: 150x150cm

Alvenaria x concreto

 

metálico

 

Outros:

 

Grelhas de insuflação: 50x40cm Damper de sobre pressão: 100 x 90

 

16.8

Forma de distribuição: por pavimento

 
 

A cada dois pav

 
   

A cada três pav

 

16.9

Fonte de alimentação do sistema:

 

Gerador: localização: A cargo das instalações Autonomia:

 

Energia elétrica independente do prédio

16.10

Material resistente ao fogo usado para proteção dos dutos metálicos aparentes em local de risco:

 

Manta cerâmica ou similar

 

16.11

Vazão e pressão dos motores-ventiladores empregados (1º e 2º estágios):

 

Primeiro estágio: vazão: - Pressão: -

 

Segundo estágio: vazão: 19.494 m3/h Pressão: 400 Pa

 

16.12

Número de portas abertas consideradas no cálculo:

 

2 portas

3 portas

4 portas

Outros

1 porta

16.13 Local do acionador manual alternativo (tipo liga-desliga) dos motores:

 
 

Pavimento Térreo

16.14 Forma de acionamento do sistema de pressurização:

 

Manual com botoeiras tipo liga-desliga em todos os andares:

Através do sistema de alarme de incêndio manual de edificação:

 

Através do sistema de detecção automática de fumaça e ou calor:

Através do sistema de alarme das chaves de fluxo do sistema de Sprinkler:

Outros: Manual com botoeiras do tipo liga/desliga na recepção/guarita e casa de maquinas

Obs.:

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

04. ESPECIFICAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS E COMPONENTES

04.01.CONJUNTO

VENTILADOR/MOTOR

PRESSURIZAÇÃO

DAS

-

ESCADAS

Ventilador tipo centrífugo de dupla aspiração, rotor do tipo Limit Load, rolamentos blindados de lubrificação permanente, construção em aço devidamente tratado contra corrosão, balanceado estática e dinamicamente, funcionamento silencioso.

Deverá ser fornecido completo com base conjugadora (motor/ventilador) amortecedor vibrachoc, polias e correias, protetor de polias e correias, trilhos esticadores e acessórios necessários para fixação dos dutos de descarga.

Motor Elétrico trifásico, 220 Volts, 60 ciclos, com potência nominal adequada para acionamento do ventilador.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

VE-01

Vazão de ar: 19.494 m³/h - motor quatro pólos

Pressão Estática: 40 mm.c.a - motor 4 pólos

Motor Elétrico: 10cv/220 v/3/60 hz (para 4 pólos)

Velocidade de Descarga: até 15 m/s para 19.494m³/h.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

04.02. CONJUNTO VENTILADOR/EXAUSTOR

04.02.01 LAVABOS INTERNOS DO PAVIMENTO TÉRREO E TIPO

Exaustor tipo axial, fornecidos para instalação na parede, no forro, e janelas.

Motor elétrico monofásico, 127/220 volts, 60 ciclos, TFVE, com potência nominal adequada para acionamento do exaustor.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

EX-01

- Vazão de Ar: 70 3 /h;

- Pressão estática: 8 mm.c.a;

- Motor elétrico TFVE: 45W/110 v/220 v/3/60 hz + T

- Fabricantes: Westaflex Cata, Sicflux ou similar.

EX-02

- Vazão de Ar: 5 3 /h;

- Pressão estática: 8 mm.c.a;

- Motor elétrico TFVE: 45W/110 v/220 v/3/60 hz + T

- Fabricantes: Westaflex Cata, Sicflux ou similar.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

04.03. PAINEL ELÉTRICO PRESSURIZAÇÃO DAS ESCADAS

Contém todos os conectores, fusíveis, chaves de partida, botões liga-desliga, lâmpadas piloto, e demais dispositivos de proteção necessários.

O Painel será do tipo armário de aço, de bitola mínima nº. 14 e portas de acesso com fechadura do tipo Yale, proteção IP 55, fornecido completo com toda a enfiação interna, dispositivos de comando e sinalização.

Todo o conjunto deverá ser aterrado, bem como a instalação, com malha de cobre aterradas.

COMPONENTES

* Chave disjuntora ou seccionadora geral com fusíveis.

* Barramento de distribuição, em barras de cobre eletrolítico, inclusive neutro e terra.

* Chaves disjuntoras e seccionadoras com fusíveis.

* Conjunto completo de comando e sinalização localizada na fachada do PAINEL, bem como lâmpadas piloto indicando se o quadro está energizado e etiquetas indicadoras.

* Tensão de força e comando em 220 v/60 hz.

* Chave seletora e fusíveis para circuito de comando.

* Conjunto de partida estrela/triangulo para o motor.

* O quadro deverá possuir na face interna da porta um estojo contendo o projeto elétrico correspondente.

* Chave contatora auxiliar para operação de emergência.

* Conjunto de bornes terminais para força, comando e controle à. Distância.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

04.04.

BATERIAS

DE

FILTROS

DE

AR

-

PRESSURIZAÇÃO

DAS

ESCADAS.

 

Filtros planos com moldura de fixação independente, dimensões padrões, elemento filtrante classe G1 da ABNT. A armação da bateria será galvanizada ou com pintura à base de epóxi.

04.05.

DAMPER

DE

SOBRE

PRESSÃO

 

PARA

CONTROLE

DA

PRESSURIZAÇÃO NA ESCADA.

Damper que abre ou fecha com a sobre pressão, para ser montado em paredes, de alvenaria, para descarga de ar, com moldura em perfis de alumínio anodizado na cor natural, e lâminas em chapa de alumínio perfilado, igualmente anodizadas.

04.06. BOCAS DE AR

04.06.01. GRELHAS DE INSUFLAÇÃO

De construção robusta, em alumínio anodizado na cor adequada a decoração do ambiente, lâminas ajustáveis, dupla deflexão, com registros de regulagem.

04.06.02. VENEZIANAS

Em alumínio anodizado, para descarga de ar, na cor conforme a concordância com a fachada do prédio.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

04.07. REDE DE DUTOS

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

Em chapas de aço galvanizadas, completa com veias defletoras, chumbadores, braçadeiras, juntas, chavetas e demais acessórios necessários para a sua instalação.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:

- Deverão ser executadas nas bitolas recomendadas de acordo com as indicações do projeto.

- Os detalhes construtivos deverão ser de acordo com as recomendações da SMACNA.

- Todas as dobras onde a galvanização tenha sido danificada deverão ser pintadas com tinta anticorrosiva.

- Todas as curvas de 90° deverão ter veias defletoras.

- A ligação na descarga dos ventiladores deverá conter conexão flexível de lona ou plástica.

- Os dispositivos de fixação e sustentação serão de ferro chato ou cantoneira

galvanizada, com pintura anticorrosiva e os vergalhões rosqueados com proteção contra fogo.

- Todas as juntas e chavetas das peças deverão ser calafetadas com massa especial de modo a evitar o escape ou penetração de ar.

- Os dutos aparentes deverão receber pintura de fundo e acabamento na superfície externa

- Todas as derivações de ar deverão ser providas de reguladores de vazão.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

- Os dutos metálicos tanto na tomada de ar quanto na sua distribuição, que ficarem

posicionados de forma aparente, deverão possuir tratamento de revestimento contra fogo, que garanta resistência ao fogo por 2 (duas) horas, como alternativa estes dutos podem ser isolados com duas mantas de fibro cerâmicas sobrepostas (espessura de 38 mm cada), revestidas externamente com filme de alumínio previamente aderido, ref. Kaowool da Morganit, densidade de 128 Kg/m3 ou equivalente Cer-Wool da Premier, e com proteção mecânica em chapa galvanizada #26, pode ser usado outro tipo de material desde que atendam os seguintes critérios abaixo:

1) Integridade a passagem de chamas, fumaça e gases quentes.

2) Estabilidade ao colapso do duto, que evitaria o cumprimento normal de suas funções.

3) Isolamento térmico, para evitar que a elevação de temperatura na superfície interna do duto não alcance 140ºC (temperatura média) e 180ºC (temperatura máxima pontual). Acima da temperatura ambiente.

4) Incombustibilidade do revestimento

- Cuidados especiais deverão ser tomados no ancoramento dos dutos do sistema de

pressurização, quando for necessário o uso de revestimento resistente ao fogo para sua proteção, tendo em vista o aumento de peso causado por esses revestimentos.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

04.08. REDES ELÉTRICAS

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

A tensão de alimentação de todos os equipamentos será em 110/220 Volts, 60

hertz, cujas capacidades e números de fases encontram-se indicados nos desenhos.

As capacidades para atendimento de todos os pontos encontram-se indicados nos desenhos.

A fiação elétrica deverá ser feita a partir do ponto de força deixado junto ao

painel elétrico do sistema de ventilação, compreendendo todas as ligações de força e comando de controle dos sistemas.

O material a ser utilizado deverá ser inteiramente de acordo com as normas

ABNT. A fiação elétrica deverá ser em condutores de cobre, com encapamento

termoplástico, antichama.

Os circuitos de comando e controle deverão ser numerados para maior facilidade

de identificação.

Todos os eletrodutos e conexões deverão ser galvanizados.

As ligações finais entre os eletrodutos rígidos e os equipamentos deverão ser executadas com eletrodutos flexíveis.

Toda a rede elétrica, do sistema de Pressurização deverá ser instalada embutida de maneira a protegê-la do fogo caso haja incêndio em qualquer ponto do Edifício, e de acordo com NBR - 5410.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

04.09. SISTEMA DE SEGURANÇA

04.09.01. DETECTORES DE FUMAÇA

Deverão ser do tipo Iônico ou Óptico, convencional ou endereçável analógico, desde que totalmente compatíveis com a central de controle que os alimentará e monitorará.

Deverão ser alimentados em 24 VDC e instalados segundo recomendações das normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) NBR-9441.

Iônico de Fumaça - É capaz de detectar produtos de combustão antes mesmo da presença de fumaça visível. Devem incorporar alto nível de proteção contra interferências elétricas e transientes de linha, sendo também imune as correntes de ar. Raio máximo de ação segundo normas ABNT (NBR 9441) 81m².

Óptico de Fumaça - Opera pelo princípio de luz difusa. Uma fonte interna de luz infravermelha é ativada, com um feixe de luz tomado por um desvio da unidade receptora. A presença de fumaça dispersa o feixe de luz, fazendo com que ele seja refletido para dentro da fotocélula receptora. Um circuito de avaliação mede a quantidade de luz e a compara com uma referência. O detector é colocado em estado de alarme quando a quantidade de fumaça excede um nível pré- ajustado. Para garantir contra alarmes falsos várias leituras de pulsos são tomadas e comparadas antes do detector ser colocado em estado de alarme. Raio máximo de ação segundo normas ABNT (NBR 9441) 81m².

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

PRINCÍPIO DE OPERAÇÃO TENSÃO DE OPERAÇÃO TEMPERATURA DE OPERAÇÃO CORRENTE DE REPOUSO CORRENTE DE ALARME RAIO DE AÇÃO CONF.

IÔNICO DE FUMAÇA

15-30 VCC

0 A 70?C 40 MICROAMP. A 28 v 24 MICROAMP. A15 V 55mA a 28 VCC 25mA a 15 VCC

NORMA NBR 9441

81m²

Ligação das Bases

ÓPTICO DE FUMAÇA

15-30 VCC

10 A 90?C 65 MICROAMP. a 28V 48 MICROAMP. a 15V 54mA a 28 VCC 24mA a 15 VCC

81m²

Os equipamentos poderão ser das marcas: DAOU/PHOTAIN, YAMASTER, AGUILERA, CERBERUS, SIEMENS, VERIN.

DAOU/PHOTAIN, YAMASTER, AGUILERA, CERBERUS, SIEMENS, VERIN. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone /

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

04.09.02. CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO

04.09.02.01. GENERALIDADES

Deverá ser do tipo convencional (classe “B” ou classe “A”), ou endereçável analógica, desde que de acordo com as recomendações

das normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

NBR-9441, com capacidade para alimentar e monitorar o funcionamento de detectores automáticos, acionadores manuais de alarme (tipo quebre o vidro), sinalizadores visuais e audiovisuais, chaves de fluxo de sistemas de Sprinkler, caso necessário.

Deverão ter capacidade para realizar comandos para desligamento e acionamento de máquinas, sinalizadores, campainhas, válvulas, etc. Com características simples para fácil instalação e manutenção.

A central deverá ser montada de maneira compacta e bem distribuída,

construída dentro de um gabinete de aço cujo acabamento atenderá a todas as exigências de um equipamento industrial.

A pintura de acabamento do gabinete deverá ser do tipo eletrostática

hipótipo.

Deverá operar com a rede elétrica comercial (110 VCA ou 220 VCA)

e, com uma fonte auxiliar em 24 VDC, provenientes de acumuladores

(baterias), toda vez que ocorrer falha ou falta da rede elétrica.

A central

facilmente trocadas quando da necessidade de manutenção.

deve

ser

projetada

de

maneira

que

as

placas

sejam

O número de laços de detecção determinará o número de placas necessárias. Qualquer anormalidade que ocorrer nos laços, a central sinalizará, acústica e visualmente, através de um "BIP" e "Led’s" na central e ativará os comandos ligados externamente.

As anormalidades provenientes dos laços do tipo laço aberto, curto

circuito ativarão um "BIP" contínuo e acenderá o "Led" amarelo correspondente.

A central deverá supervisionar as baterias, fuga a terra,

funcionamento pela rede elétrica e/ou bateria e defeito de comando.

Quando da ocorrência destas anormalidades ativará um "BIP" contínuo e acenderá um "Led" correspondente.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

04.09.02.02. LOCAL

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

A central de detecção de incêndio deverá ser instalada em local isento de pó, umidade elevada, trepidações, gases corrosivos, campos eletromagnéticos intensos, etc. A margem de temperatura admissível para o local é de 10 a 40 graus ºC. A área frontal à central deverá estar livre e isenta de obstáculos.

A central deverá ser instalada fora da área protegida. O local deverá estar ocupado por pessoal responsável 24 horas por dia, e ser fácil acesso aos bombeiros e brigadas de incêndio. Ex: portarias, recepções, sala de bombeiros, etc., caso isto não seja possível, os sinais de fogo e defeitos gerais da central deverão ser retransmitidos a um local apropriado.

04.09.02.03. BATERIAS

As baterias deverão ser instaladas em local ventilado, pois, durante a carga das baterias é desprendido gás hidrogênio. Uma chama ou faísca próxima poderá provocar explosão. (exceto baterias seladas)

04.09.02.04. ATERRAMENTO

A central de detecção deverá ter aterramento próprio.

04.09.03. MANUTENÇÃO PREVENTIVA

O fornecedor dos equipamentos de detecção e alarme de incêndios deverá fornecer um manual de instruções com características das placas eletrônicas da Central, instruções para instalação, operação, e plano de manutenção periódica do sistema.

Os equipamentos poderão ser das marcas: DAOU/PHOTAIN, YAMASTER, AGUILERA, CERBERUS, SIEMENS, VERIN.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

05. LISTA DE MATERIAIS

INSERIDO NOS DESENHOS

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

06. CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO

06.01. ESCOPO DO FORNECIMENTO.

A instaladora deverá fornecer, transportar, instalar, efetuar as instalações necessárias, testar, regular e entregar em pleno funcionamento os sistemas, com todos os equipamentos, componentes e redes especificadas, bem como todos os complementos e acessórios necessários para a sua perfeita operação de acordo com a especificação e lista de materiais detalhados.

A instaladora deverá entregar as instalações completas para apreciação e aceite do

cliente devidamente limpa, lubrificada e testada.

A instaladora deverá responsabilizar-se pôr todas as despesas com leis sociais,

impostos federais, estaduais, municipais e seguro contra acidentes de seus funcionários dentro da obra.

Deverão ser observadas as devidas anotações nos projetos quanto ao fornecimento que é por conta da obra ou pôr conta da instaladora.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

06.02. PROPOSTAS

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

Os proponentes deverão se responsabilizar pelos resultados das instalações oferecidas, endossando a presente especificação com respectivos desenhos ou assinalando as alterações que julgarem necessárias.

Os proponentes deverão analisar os desenhos anexos e confirmar se as áreas previstas para os equipamentos e componentes oferecidos são suficientes.

Os proponentes deverão analisar as capacidades dos pontos de força indicados nos desenhos e verificar se os mesmos são suficientes, caso contrário, deverá fazer ressalva, indicando as capacidades efetivamente necessárias.

A proposta básica deverá ser conforme as especificações do presente memorial, as variantes, se ocorrerem, deverão ser oferecidas como alternativas, e com preços em separado.

Os proponentes deverão elaborar as propostas, conforme as condições especificadas relacionando na íntegra as quantidades e tipos dos equipamentos e componentes oferecidos.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

06.03. NORMAS TÉCNICAS

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

Deverá vigorar a última edição das normas abaixo relacionadas:-

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas (P-NBR 6401).

ASHRAE - American Society of Heating, Refrigerating And Air Conditioning Engineers.

AMCA - Air Moving and Conditioning Association.

SMACNA - Sheet Metal and Air Conditioning Contractor National Association Inc.

ANSI - American National Standard Institute.

ASTM - American Society for Testing and Materiais

NEMA - National Electrical Manufacturer Association.

CORPO DE BOMBEIROS SÁO PAULO – IT-13 do decreto Estadual.

Em caso de divergência entre as normas da ABNT e as outras acima indicadas, prevalecerão as da ABNT.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

06.04. PROJETO EXECUTIVO E DADOS TÉCNICOS DA INSTALAÇÃO

A instaladora deverá efetuar um levantamento minucioso das condições locais

atuais da obra, em confronto com o projeto básico e elaborar o projeto executivo detalhado, compreendendo sistema de distribuição de ar, casas de máquinas, esquemas elétricos de alimentação, comando e controle.

A instaladora deverá submeter à aprovação do cliente os desenhos finais de

execução contendo todas as informações necessárias (cotas, pesos, furações, bases, pontos de força, pontos de drenagens, bitolas, tipos, modelos e marcas dos componentes, etc.), bem como atender as exigências técnicas estabelecidas

nas especificações.

A instaladora deverá apresentar certificado de performance do fabricante, bem

como curvas de desempenho, dos equipamentos instalados.

A instaladora deverá dar ampla assistência aos trabalhos de terceiros e que

interferem com as instalações de seu fornecimento, objetivando o bom

andamento da obra e em concordância com os prazos estabelecidos.

Providenciar, quando solicitados, os documentos necessários à aprovação do departamento governamental da região.

Concluída a montagem e os testes finais de funcionamento, para efeito de entrega da instalação, a instaladora deverá entregar os seguintes documentos:

a) Um jogo de desenhos atualizados ("as built"). b) 3 jogos de manuais de instruções de operação e manutenção reunida em volume de capa dura, contendo todas as informações de operação, manutenção, lubrificação, ajustes listas de peças de reposição, curvas, catálogos, etc.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

Os manuais deverão conter basicamente as seguintes seções:

- descrição do sistema

- instruções de operação

- requisitos de manutenção e lubrificação de todos os equipamentos.

- controles e ajustes

- lista qualitativa e quantitativa de peças de reposição para um período de

operação Mínimo de 5 anos

- curvas de desempenho dos equipamentos

- catálogos do fabricante

c) Certificado de garantia da instalação fornecida pela própria instaladora e certificado de garantia dos equipamentos instalados. Caberá a instaladora a obrigação de treinar o pessoal designado pelo cliente para operar e tomar conta da instalação.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

06.05. INSPEÇÃO DOS COMPONENTES DA INSTALAÇÃO

Os equipamentos fabricados conforme desenhos executivos aprovados serão inspecionados na fábrica pelo cliente, que se reserva o direito de efetuar medições de constatação das características técnicas constantes dos certificados sem ônus adicionais.

Somente após a aprovação na inspeção, os equipamentos ou materiais serão liberados para serem despachados para a obra.

Eventualmente, a inspeção de equipamentos ou materiais poderá ser feita na obra, porém com o compromisso formal da instaladora de sanar, imediatamente, quaisquer eventuais falhas constatadas, inclusive com a obrigação da devolução à fábrica quando o reparo ou falha assim o exigir.

06.06. MATERIAIS E MÃO DE OBRA

Os materiais empregados deverão ser novos, sem defeitos ou imperfeições, assegurar uma duração de serviço, eficiente e não ter qualidade inferior àquela determinada nas especificações.

A eventual utilização pela instaladora de materiais similares em substituição aos

especificados, ficará sujeita a aprovação por escrito, do cliente que poderá exigir amostra para testes antes da liberação para uso.

A mão de obra deverá ser de elevado padrão de qualidade, devendo o serviço ser

executado por pessoal qualificado e sob a responsabilidade de engenheiro

credenciado.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

06.07. PINTURA

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

Todo o serviço de pintura referente aos serviços cobertos pelas especificações será de responsabilidade da instaladora, salvo indicação em contrário, compreendendo:

- todos os equipamentos

- todos os trechos de dutos montados aparentes inclusive braçadeiras e ferragem de suporte.

Os equipamentos e materiais que serão entregues com a pintura de fábrica serão revisados, devendo sofrer retoque de pintura nos pontos onde a pintura original tenha sofrido algum dano.

As cores serão indicadas pelo cliente e os serviços deverão ser executados obedecendo aos seguintes critérios.

PREPARAÇÃO DA SUPERFÍCIE

Deverá estar completamente seca, livre de qualquer tipo de sujeira, óleo, graxa, respingos de solda, focos de ferrugem, carepas de laminação, escória, etc.

TINTAS DE FUNDO E ACABAMENTO

Deverão ser do tipo compatíveis e fornecidas pelo mesmo fabricante.

Deverão ser dos tipos compatíveis e fornecidos pelo mesmo fabricante. As quantidades, demãos e espessuras são de exclusiva responsabilidade da instaladora; contudo, em quaisquer casos deverão ser aplicadas, no mínimo, três demãos. O acabamento deverá ser em tinta Epóxi ou similar.

Todos os equipamentos e componentes que chegarem à obra com pintura adequada de fábrica e no decorrer das montagens sofrerem danos, deverão ser refeitas com as mesmas precauções e padrões da pintura original.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

06 08. MONTAGEM E TESTES DA INSTALAÇÃO

Todos os equipamentos, componentes e materiais devem ser entregues na obra dentro dos prazos fixados no cronograma.

Providenciar os transportes dos equipamentos dentro e fora da obra, se necessário.

Todos os equipamentos e componentes, durante a sua montagem, deverão ser manuseados com a devida proteção e limpeza para garantir as condições especificadas.

A instaladora deverá proteger contra danos todos os materiais e equipamentos

durante a estocagem e montagem.

A montagem deve seguir um elevado padrão de qualidade sendo todo executado por pessoal especializado e sob a responsabilidade de técnico ou engenheiro credenciado.

Quaisquer diferenças de medidas encontradas durante a execução, para que seja possível a continuidade dos serviços, a instaladora deverá comunicar-se imediatamente com a fiscalização.

Após a conclusão da montagem, deverá ser feita uma limpeza geral na obra, inclusive o canteiro bem como proceder aos retoques adicionais que se fizerem necessários.

A instaladora deverá ter toda a instrumentação requerida para testes, com a

devida calibração, para que a instalação possa ser testada e balanceada

adequando-a as condições do projeto.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

Durante o período de testes e balanceamento, até a entrega da instalação, a manutenção será executada pela instaladora, sem ônus para o cliente.

os correspondentes pelo contrário.

Todos

testes

deverão

ser

do

pessoal

Deverão ser feitos, no mínimo:

feitos antes da ocupação das áreas

que autorizados em

cliente, a

menos

- Balanceamento de vazões de ar dos ventiladores, separadamente.

- Balanceamento de vazões de ar em cada grelha.

- Verificação da pressão estática dos ventiladores.

- Medições das amperagens de motores e a voltagem da rede de alimentação.

- Medição da amperagem dos motores.

- Mensuração dos espaços pressurizados do diferencial de pressão entre os espaços pressurizados e não pressurizados.

- Mensuração da velocidade de ar que sai de um conjunto de portas abertas que quando fechadas separam o espaço pressurizado dos outros recintos.

- Simulação de operação dos controles.

As medições serão efetuadas com a presença do engenheiro fiscal designado pelo cliente e os resultados serão apresentados tabulados em relatório, em papel formato A-4, para a apreciação e aprovação do engenheiro fiscal.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

06.09. NÍVEL DE RUÍDO

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

Todos os equipamentos deverão ter características tais que o nível de ruído resultante nos ambientes condicionados não ultrapasse o recomendado pela ABNT.

06.10. FISCALIZAÇÃO

A instaladora se submeterá à inspeção e aprovação pôr parte da fiscalização

designada pelo cliente obedecendo às normas e critérios estabelecidos.

O início da execução da obra se dará somente após a aprovação, pôr parte da

fiscalização, dos desenhos detalhados.

A aprovação, pôr parte da fiscalização, não eximirá a instaladora da sua

responsabilidade quanto aos resultados da instalação, conforme especificado.

Todos os serviços não aprovados pela fiscalização deverão ser refeitos pela instaladora a seu cargo, sem prejuízo do andamento da obra nos prazos estabelecidos.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

06.11. PROCESSO DE MANUTENÇÃO

Todos os equipamentos de pressurização e qualquer outro tipo de sistema de alarme de incêndio utilizado, bem como o mecanismo de comutação, os ventiladores, as disposições para o fornecimento de energia em emergências e o equipamento de ventilação acionado automaticamente, deverão ser submetidos a um processo regular de manutenção. Os cuidados com esses equipamentos deverão ser incluídos no programa de manutenção do Edifício. A operação de emergência de qualquer sistema deverá ser testada semanalmente a fim de garantir que cada um dos ventiladores esteja funcionando. O diferencial de pressão deverá ser verificado anualmente, sendo que deverá existir na instalação um equipamento permanente para esta finalidade.

Sempre que o processo de manutenção for posto em prática, a pessoa responsável pelo edifício deverá exigir uma confirmação assinada deste fato, juntamente com um relatório por escrito de quaisquer características insatisfatórias encontradas durante a manutenção.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

06.12. INFORMAÇÕES A SEREM FORNECIDAS

06.12.01. PARA AS AUTORIDADES COMPETENTES

As autoridades que aprovam o sistema deverá receber informações detalhadas sobre a instalação. Estas informações deverão concluir:

- Detalhes completos sobre a especificação do equipamento usado;

- Plantas completas mostrando a posição e as medidas de proteção do ventila-

dor e do equipamento elétrico de controle associado, bem como a localização das entradas de ar fresco;

- Detalhes construtivos do sistema de dutos e dos terminais de dutos utilizados no sistema de pressurização;

- Qualquer outra informação relevante sobre a construção, solicitada pela autoridade competente;

- Detalhes operacionais completos descrevendo em palavras e diagramas a

seqüência exata das ações que serão desenvolvidas pelo sistema de pressurização e pelo sistema de ventilação geral se houver um incêndio no edifício;

- Um programa completo de manutenção indicando a verificação necessária para cada item do equipamento, e a freqüência dessa verificação;

- Um resumo com o resultado dos testes realizados no sistema de pressurização, depois que estes tiverem sido concluídos.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

06.12.02. PARA O OCUPANTE / PROPRIETÁRIO DO EDIFÍCIO

O ocupante proprietário do edifício deverá receber uma descrição clara da finalidade e operação da instalação.

Esta descrição deverá incluir:

Uma descrição clara da finalidade da instalação;

Uma explicação concisa da operação da instalação, em palavras, complementada por diagramas, com uma indicação clara da seqüência de acontecimentos que se seguirão a um alarme de incêndio;

Uma descrição da função de cada item da instalação, com a indicação da localização de cada elemento no edifício;

Um esquema completo de manutenção indicando a verificação de manutenção necessária para cada item do equipamento, bem como a freqüência dessa verificação;

Uma lista de verificação das atividades necessárias de manutenção, juntamente com um livro de registro das manutenções realizadas e das falhas encontradas. Qualquer ação corretiva deverá também ser registrada nesse livro;

Um conjunto de plantas a serem guardadas no local;

Um aviso no sentido de que alterações na divisão dos andares, ou no revesti- mento do piso sob as portas poderão afetar a operação do sistema de pressurização;

Uma recomendação no sentido de informar aos ocupantes do edifício de que existe um sistema de pressurização e que, portanto, no caso de um incêndio, será mais difícil ou mais fácil abrir as portas e poderá haver ruído provocado pelos ventiladores.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

06.13. GARANTIA

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

A instaladora deverá enviar ao cliente, após o aceite final da instalação, uma

garantia pôr escrito declarando que efetuará, sem despesas para o cliente, todos os reparos que venham a ser necessários pôr imperfeição de materiais, equipamentos e mão de obra, constatados sob condições normais de uso.

Esta garantia deverá ser pelo prazo mínimo de um ano a contar da data de aceitação final das instalações cobrindo todos os serviços e equipamentos fornecidos pela instaladora, fabricantes e eventuais sub contratadas.

06.14. ENTREGA DA INSTALAÇÃO

A

instaladora deverá entregar a instalação, montada, testada, lubrificada, regulada

e

limpa, ao proprietário.

Essa entrega se concretizará com:

- A entrega e aprovação pôr parte do engenheiro fiscal, do relatório de medições.

- A entrega de um jogo de desenhos "as built”, conforme referido no item 6.4.

- A entrega de 3 jogos de manuais de operação e manutenção, conforme referido no item 6.4.

- A entrega de certificados de garantia.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

06.15. EXCLUSÕES DE FORNECIMENTO

Serão os seguintes serviços e ou obrigações que não farão parte do fornecimento:

- Todos referentes à construção civil, arquitetura e decoração (serviços de pedreiro, carpinteiro, marceneiro, encanador, eletricista) surgidos em conseqüência ou para possibilitar a execução das instalações.

- Tubulações elétricas (seca) embutidas entre os quadros elétricos, comando e controle.

- Fornecimento de pontos de drenagem e ralos dos equipamentos cabendo a instaladora a execução de toda a rede de drenagem de água condensada dos condicionadores.

- Todos os referentes à eletricidade de modo a fornecer junto aos pontos indicados a energia elétrica, conforme especificado. A partir desses pontos, todos os eletrodutos, enfiação e proteção estarão a cargo da instaladora.

- Todos os referentes à eletricidade de modo a fornecer junto aos quadros elétricos o ponto de força em 220 volts.

- Local

reservado

instaladora.

para

armazenamento

dos

equipamentos

e

materiais

da

- Providenciar seguro contra fogo dos equipamentos, componentes, materiais e ferramentas entregues na obra pela instaladora durante a execução.

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

07. LISTA DE DESENHOS E DETALHES TIPICOS

A presente especificação é complementada pelos seguintes desenhos:

DESENHO N. º

090-PRE-EX-001-PLA-TER

090-PRE-EX-002-PLA-TIP

090-PRE-EX-003-PLA-ATC

090-PRE-EX-004-DET-ESQ

DESCRIÇÃO.

PRESSURIZAÇÃO DA ESCADA EXAUSTÃO MECÂNICA PLANTA PAVIMENTO TERREO CORTE AA

PRESSURIZAÇÃO DA ESCADA EXAUSTÃO MECÂNICA PLANTA DO TIPO (18x)

PRESSURIZAÇÃO DA ESCADA PLANTA DO BARRILETE PLANTA DA C ÁGUA E C. DE MÁQUINAS. CORTE BB

PRESSURIZAÇÃO DA ESCADA EXAUSTÃO MECÂNICA ESQUEMA ELÉTRICO GERAL DETALHES TÍPICOS

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.

JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP

JMT Projetos

Ventilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda.

JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100
JMT Projetos V entilação, Exaustão e Ar Condicionado Ltda. R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100

R São Fidelis, 366 – CEP 05335-100 – Telefone / Fax (11) 3768 9857 Jaguaré São Paulo - SP.