Sei sulla pagina 1di 10

TITULOMETRIA

Determinação do título (concentração) de uma solução, através de reação com uma solução de título conhecido e determinação de volumes de ambas as soluções

HCl

NaOH

0,1 N

?

HCl 0,1 N NaOH HCl V NaOH

HCl 0,1 N

NaOH

HCl 0,1 N NaOH HCl V NaOH

HCl

HCl 0,1 N NaOH HCl V NaOH

V NaOH

CONCENTRAÇÃO DAS SOLUÇÕES: em titulometria, empregam-se com mais freqüência concentrações expressas em normalidade.

SOLUÇÃO 1 N: contém 1 equivalente-grama de soluto por litro de solução.

n o eq.g N =  V(L)

Em reações ácido-base, o equivalente-grama é calculado com base no mol e no número de
Em reações ácido-base, o equivalente-grama é
calculado com base no mol e no número de H + ou OH -
ionizáveis:
HCl
+
NaOH
→
NaCl
+
H 2 O
36,5
Mol HCl
Equivalente do HCl =  =  = 36,5 g
1
1
H 2 SO 4 + 2 NaOH → Na 2 SO 4 + 2 H
H 2 SO 4
+
2 NaOH
→
Na 2 SO 4
+
2 H 2 O
Mol H 2 SO 4
Equivalente do H 2 SO 4 = 
98
=  = 49 g
2
2

PREPARO DE 250 mL DE UMA SOLUÇÃO 0,1 N DE NaOH

Questão: qual a massa de NaOH que deverá ser dissolvida nos 250 mL?

Cálculo do equivalente-grama de NaOH:

Mol = 23 (Na) + 16 (0) + 1 (H) = 40

N o de OH - ionizáveis = 1

Equivalente-grama = 40 / 1 = 40 g

Massa de NaOH para 250 mL de solução 0,1 N: n o eq.g = 0,025
Massa de NaOH para 250 mL de solução 0,1 N:
n o eq.g = 0,025
n o eq.g
N = 
V(L)
massa
n o eq.g =

eq.g
massa
n o eq.g
0,1 = 
0,025 =

40
0,25
massa = 1 g de NaOH

PREPARO DE 250 mL DE UMA SOLUÇÃO 0,1 N DE HCl

Questão: qual a massa de HCl que deverá ser dissolvida nos 250 mL?

Cálculo do equivalente-grama de HCl:

Mol = 35,5 (Cl) + 1 (H) = 36,5

N o de H + ionizáveis = 1

Equivalente-grama = 36,5 / 1 = 36,5 g

Massa de HCl para 250 mL de solução 0,1 N: n o eq.g = 0,025
Massa de HCl para 250 mL de solução 0,1 N:
n o eq.g = 0,025
n o eq.g
N = 
V(L)
massa
n o eq.g =

eq.g
massa
n o eq.g
0,1 = 
0,025 =

36,5
0,25
massa = 0,9125 g de HCl

Problema: o HCl é disponível em solução aquosa concentrada, fumegante. Não se pesam soluções; medem-se volumes de soluções.

Devemos saber a concentração de HCl na solução concentrada do ácido.

A concentração nominal é 37% de HCl. Isso significa:

37 g de HCl em 100 g de solução.

Para calcular o volume da solução concentrada que contém 0,9125 g de HCl, precisamos saber a densidade da solução. A densidade é igual a 1,2 (i. e., 1,2 g por mL).

HCl conc.

37%

d = 1,2

massa (g) d =  V(mL)

Primeiro, precisamos calcular a massa de solução concentrada de HCl que contém 0,9125 g de HCl. Em seguida, calcularemos o volume da solução que contém essa massa.

37 g  100 g x = 2, 4662 g 0,9125 g  x g
37 g

100 g
x =
2, 4662 g
0,9125 g

x g
Massa de solução
de HCl que contém
0,9125 g de HCl
massa (g)
d = 
V(mL)
V = 2,05 mL
2,4662
1,2
= 
Volume de solução de HCl que contém
0,9125 g de HCl
V(mL)

OUTROS FATORES QUE DEVEM SER CONSIDERADOS:

1. NaOH é um reagente muito ativo. Absorve CO 2 e H 2 O avidamente.

2. Não se sabe exatamente qual a concentração de HCl nas soluções comerciais concentradas do produto.

PROCEDIMENTO PADRÃO NO PREPARO DE SOLUÇÕES:

1. Toma-se 10% a mais da massa necessária para o preparo da solução desejada.

2. Titula-se a solução com uma solução de título exatamente conhecido.

3. Dilui-se a solução para o título requerido.

COMO FAZER A DILUIÇÃO?

EXEMPLO: temos 230 mL de uma solução de NaOH 1,1134 N. Queremos diluí-la para 1,0000 N.

PROCEDIMENTO PARA CÁLCULO DE VOLUMES NAS DILUIÇÕES

C 1 V 1 = C 2 V 2

1,1134 x 230 = 1,0000 x V 2

V 2 = 256,08 mL

AOS 230 mL, DEVEM-SE ACRESCENTAR 26,08 mL (256,08 – 230) de ÁGUA. TEREMOS ENTÃO 256,08 mL DE SOLUÇÃO 1 N.

COMO SE OBTÉM COM PRECISÃO O TÍTULO DE UMA SOLUÇÃO?

Dificuldade: tanto NaOH quanto HCl não são disponíveis em condições que garantam precisão na medida de suas massas.

RECORRE-SE A SUBSTÂNCIAS QUE TENHAM CARACTERÍSTICAS DE PUREZA E ESTABILIDADE QUE SATISFAÇAM OS REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA SEU USO COMO PADRÕES PRIMÁRIOS.

Para fins titulométricos com reações ácido-base, usa-se o Na 2 CO 3 como padrão primário. Dizemos que soluções de Na 2 CO 3 são usadas para a padronização das soluções titulantes.

PROCEDIMENTO: prepara-se uma solução de Na 2 CO 3 com título precisamente conhecido. Para isso, a massa é medida em balança analítica e o volume é ajustado em balão volumétrico.

Usa-se essa solução para padronizar a solução de HCl desejada.

HCl Na 2 CO 3
HCl
Na 2 CO 3
NÃO É USUAL EMPREGAREM-SE NÚMEROS FRACIONÁRIOS PARA EXPRESSAR CONCENTRAÇÕES DE SOLUÇÕES (1,1134 N, POR EXEMPLO).
NÃO É USUAL EMPREGAREM-SE NÚMEROS FRACIONÁRIOS
PARA EXPRESSAR CONCENTRAÇÕES DE SOLUÇÕES (1,1134 N,
POR EXEMPLO).
CALCULA-SE UM FATOR DE CORREÇÃO (f c ).
MULTIPLICANDO-SE f
PELA NORMALIDADE
c
NOMINAL (EX. 0,1 N), OBTÉM-SE A NORMALI-
DADE REAL.
HCl
1 N
f c = 1,1134
CÁLCULO DE f c :
HCl
Exemplo: padronização de uma solução
0,5 N de HCl.
Volume de Na 2 CO 3 usado: 25 mL.
Volume de HCl consumido: 23,25 mL.
Na 2 CO 3
25
= 
f c
23,25
= 1,0753
f c
Vamos supor que numa titulação haja o consumo de
36,30 mL de uma sol. 0,5 N de HCl f c = 1,0753.
Esse volume contém a mesma quantidade de HCl
que 39,03 mL (36,30 . 1,0753) de uma sol. 0,5000 N
de HCl.
CÁLCULO DE CONCENTRAÇÕES EM TITULOMETRIA 1,0237 HCl 0,1 N V HCl f c N HCl
CÁLCULO DE CONCENTRAÇÕES
EM TITULOMETRIA
1,0237
HCl 0,1 N
V HCl
f c
N HCl .f c . V HCl =
N NaOH .V NaOH
26,25 mL
.f
c . V
N HCl
HCl
= ——————
N NaOH
V NaOH
0,1.1,0237.26,25
= ———————
N NaOH
25
NaOH
V NaOH
25 mL
N NaOH = 0,1075