Sei sulla pagina 1di 2
Jornal do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre - Ano XXV - Edição 347
Jornal do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre - Ano XXV - Edição 347

Primeira rodada da campanha acontece nesta quinta

Nesta quinta-feira (6/10), acontece a primeira rodada de

negociação da Campanha Salarial Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA). A reunião será realizada na sede do SNEA, no Rio de Janeiro, às 14 horas. Com o slogan “Se eu quero, eu luto”, aeronautas e aeroviários dão início às manifestações da campanha também no dia 6, em Porto Alegre, com distribuição de informativos e chamamento dos trabalhadores. Outros atos irão ocorrer nas demais bases do país, nos próximos dias. Ambas categorias defendem reajuste de 13% sobre os salários, ampliação da licença maternidade

e extensão de benefícios para

casais de mesmo sexo. O reajuste sobre os pisos defendido pelos

Táxi Aéreo (SNETA) a pauta de

da criação de dois novos pisos: para operadores de equipamentos de viatura e despachantes de check-in

e de aeroporto.

Também são defendidas diárias

de R$ 54,00 e cesta básica de R$ 300,00, independente da faixa salarial do trabalhador, o que amplia o benefício, e jornada semanal limitada

a 40 horas, entre outras reivindicações.

O Sindicato convoca

a categoria a mobilizar-

se para que a campanha tenha êxito, com a aprovação da pauta dos trabalhadores e

o aumento real dos salários.

SNETA - Os sindicatos cutistas já entregaram ao Sindicato Nacional das Empresas de

já entregaram ao Sindicato Nacional das Empresas de Os sindicatos de trabalhadores e a Fentac/CUT aguardam

Os sindicatos de trabalhadores e a Fentac/CUT aguardam uma nova agenda para dar início às negociações salariais.

reivindicações de aeronautas e aeroviários. A reunião agendada com o SNETA para 31 de agosto foi cancelada pelo sindicato patronal.

Sindicalistas reúnem-se com novo gerente da TAM

O Sindicato dos Aeroviários de

setembro, com o novo gerente de

Relações Sindicais da TAM, Julio Cesar Oliveira.

A reunião sucedeu uma série de

outras realizadas com a direção da empresa, onde foram denunciadas diversas irregularidades. Ela foi bastante longa e oportunizou aos sindicalistas listarem os problemas ao novo gerente. Agora, eles esperam que a troca resulte em melhorias nas condições de trabalho na TAM.

FORPONTO - Na reunião, a sempre cumpriu o pagamento

e o registro das horas extras

trabalhadas em domingos e feriados

como rege a Convenção Coletiva:

150% do valor da hora de trabalho.

A empresa pediu ao Sindicato que

repassasse informações sobre casos irregulares, para quitá-los, e

O Sindicato apurou, no entanto,

que o sistema ForPonto tem cadastrado o pagamento de horas extras equivalentes a 100% do valor.

Em nova conversa com a direção da empresa, a entidade foi informada que o sistema tem o percentual de 150% registrado, mas que esse item do ponto está bloqueado. Uma nova reunião está prevista, em outubro, para tratar do tema. O Sindicato vem há muito tempo questionando essa irregularidade no sistema e não entende como a empresa ainda não corrigiu o problema e alguns diretores acham que o ForPonto está correto. A entidade está levantando os casos para tomar as medidas cabíveis.

Transição do plano de saúde na TAP M&E gera problemas para trabalhadores

A migração do plano de saúde dos aeroviários da TAP M&E Brasil

trouxe inúmeros problemas para os trabalhadores, em especial para os que mais precisam do serviço. A empresa encaminhou a mudança de forma autoritária, sem consulta prévia aos funcionários, trocando a operadora Unimed pela Bradesco Saúde. A mudança foi anunciada em dois comunicados internos, após a decisão ter sido tomada de forma unilateral. No dia 9, a empresa encaminhou uma tabela com os valores das faixas salariais do novo plano. No estava errada e apresentou outra,

devem procurar o setor de

A rede de atendimento,

principalmente os especialistas e Afora o transtorno de ter de trocar de médico, em meio a tratamentos, pois a nova rede não é igual a anterior. Além disso, a migração não foi realizada corretamente e muitos

trabalhadores que precisam de serviços médicos estão sendo impossibilitados de utilizá-lo porque ainda não têm a carteirinha do plano, ou o registro formalizado, e estão sendo barrados nos serviços de saúde.

O Sindicato alerta que todos

que estão sendo prejudicados

mesmos no novo plano em relação aos da Unimed. Todavia, os valores mudaram

e muitos trabalhadores irão pagar

mais pelo novo contrato, devido à

mudança nas faixas de contribuição. Diversos trabalhadores chegaram

a calcular o valor que seria pago,

mas serão descontados a maior em relação à tabela do dia 9.

Recursos Humanos da empresa, especialmente os que precisam liberar com maior celeridade seu atendimento na rede credenciada, pois cabe à TAP M&E a gestão do contrato com a operadora. Os aeroviários também devem denunciar irregularidades para o Sindicato, para que a entidade possa tomar as medidas cabíveis.

Curtas

PESQUISA - O Sindicato reforça

aos trabalhadores do aeroporto Salgado Filho a importância de devolverem

o formulário da pesquisa de saúde

preenchido aos representantes sindicais

ou pesquisadores. O Sindicato e a equipe da UFRGS estarão no aeroporto durante

o mês de outubro aplicando a pesquisa e

recebendo os questionários. A pesquisa

é um projeto pioneiro, com o apoio da Fentac/CUT, e busca diagnosticar os

problemas que interferem na saúde dos aeroviários, visando futuras ações no RS

e demais estados do país.

HAPPY HOUR - O Espaço Cultural 14 Bis abrirá para happy hour da categoria no dia 21 de outubro, às 18 horas.

Aberta a temporada das bruxas

O Sindicato promove a festa

outubro. Serão disponibilizados 150

convites, à venda junto aos diretores

e na sede do Sindicato, pelo valor de R$ 5,00 para mulheres e R$ 10,00 para homens. Quem vier fantasiado concorre

a brindes, e todos devem doar um

kilo de alimento não perecível na entrada da festa. no Espaço Cultural 14 Bis (Augusto Essa é a segunda edição da festa, que foi um sucesso no ano passado. A expectativa para este ano é ainda melhor.

Luta contra a privatização dos aeroportos continua

A luta contra a privatização dos

aeroportos da Rede Infraero deve ser aprovada como um dos temas centrais do plano de lutas da CUT, 13ª Plenária Estatutária Nacional da Central. Os sindicalistas eleitos como delegado em todo o país participam do evento, de 4 a 7 de outubro, no Centro Cultural Adamastor, em Guarulhos (SP). Mais de 600 delegados estão no local, dentre eles vários dirigentes sindicais do setor aéreo, como o presidente do Sindicato e da Fentac/CUT, Celso Klafke.

Dorival Elze/CUT

do Sindicato e da Fentac/CUT, Celso Klafke. Dorival Elze/CUT Sindigru elege nova gestão esta semana O

Sindigru elege nova gestão esta semana

O Sindicato dos Aeroviários de

Guarulhos (Sindigru) realiza eleição

sindical nos dias 6 e 7 de outubro, para a escolha da nova gestão da entidade. Apenas uma chapa disputa o pleito, a “Avançar na luta”, que representa a continuidade do trabalho desenvolvido pela atual gestão, encabeçada pelo companheiro Orisson Melo.

O Sindicato dos Aeroviários de

Porto Alegre comemora a unidade dos aeroviários de Guarulhos, que vêm realizando um trabalho de mobilização e luta extremamente importante e combativo e expressa todo o apoio à nova gestão, com a certeza de que o pleito terá ampla participação da categoria, para garantir uma boa representatividade.

EXPEDIEN T E

Aerofolha é uma publicação do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre Rua Alegre - RS - CEP 51 3343-4302 www.aeroviarios.org.br - info@aeroviarios.org.br - Diretor de Imprensa: Henri Rupp (comunica@aeroviarios.org.br)

PautaNova (www.pautanova.com - redacao@pautanova.com - Tel.: 51 4063-7707). O conteúdo deste veículo é de inteira responsabilidade da direção do Sindicato. Editado em 05/10/2011. Tiragem: 1,3 mil exemplares.