Sei sulla pagina 1di 3
Capítulo 1 Eu não conseguia respirar. Tinha uma mão cobrindo minha boca e outra sacudindo

Capítulo 1

Eu não conseguia respirar. Tinha uma mão cobrindo minha boca e outra sacudindo meu ombro, me tirando de um sono pesado. Mil pensamentos frenéticos passaram pela minha mente no espaço de uma batida do coração. Isso estava acontecendo. Meu pior pesadelo estava se tornando realidade. Eles estão aqui! Eles vieram por minha causa! Meus olhos piscaram, olhando freneticamente pelo quarto escuro até o rosto do meu pai entrar em foco. Parei de me debater, completamente confusa. Ele me soltou e recuou me olhando friamente. Me sentei na cama, meu coração ainda acelerado. "Pai?" "Sydney. Você não queria acordar." Naturalmente, esse era seu único pedido de desculpas por quase me matar de susto. "Você precisa se vestir e ficar apresentável," ele continou. "Rápido e em silêncio. Me encontre lá embaixo no escritório." Senti meus olhos se arregalarem, mas não hesitei na resposta. Só tinha uma resposta aceitável. "Sim, senhor. Com certeza." "Vou acordar sua irmã." Ele virou para a porta e eu pulei da cama. "Zoe?" exclamei. " Pra que você precisa dela?" "Shh," ele criticou. "Ande logo e fique pronta. E lembre-se, fique quieta. Não acorde sua mãe." Ele fechou a porta sem nenhuma palavra, me deixando paralisada. O pânico que tinha somente começado a acalmar surgiu dentro de mim novamente. Pra que ele precisava da Zoe? Ser acordada de madrugada significava assuntos Alquimistas, e ela não tinha nada a ver com isso. Tecnicamente, eu também não desde que recebi uma suspensão por tempo indeterminado por meu mau comportamento naquele verão. É disso que se tratava? E se eu estava sendo levada para um centro de reeducação e Zoe estava me substituindo ? Por um momento, o mundo rodou a minha volta. E me surpreendi segurando na minha cama para me equilibrar. Centros de reeducação. Eles foram os pesadelos de jovens alquimistas como eu, lugares misteriosos onde aqueles que cresceram próximos aos vampiros eram arrastados para aprenderem os erros da maneira deles. O que exatamente ocorreu lá era um segredo, um

1

que eu nunca quis descobrir. Tinha quase certeza que "reeducação" era uma forma bacana de dizer "lavagem cerebral". Só tinha visto uma pessoa retornar, e honestamente, ele se parecia mais como metade de uma pessoa depois disso. Lá ele tinha uma vida quase de zumbi e não queria pensar sobre o que eles fizeram para deixa-lo daquele jeito. Meu pai pedindo para me apressar ecoou em minha mente, e tentei mandar para longe os meus medos. Relembrando sua outra advertência, também tive a certeza de me mover silenciosamente. Minha mãe tinha um sono leve. Normamente isso não teria importância se ela nos pegasse saindo para fazer serviços de Alquimista na rua, mas ultimamente ela não se sentia tão gentil em relação aos empregadores de seu marido (e filhas) desde que Alquimistas furiosos me colocaram nos degraus da porta dos meus pais no mês passado, essa casa tinha toda a

simpatia de um campo de prisioneiros. Meus pais tiveram discussões terríveis, e minha irmã e eu frequentemente nos encontravamos andando nas pontas dos pés. Zoe. Por que ele precisa da Zoe ? Essa pergunta queimava através de mim enquanto corria para ficar pronta. Eu sabia o que "apresentável" significava. Jeans e camiseta estavam fora de questão. Ao invés disso, puxei uma calça cinza e uma camisa branca de abotoar. Coloquei um cardigan cinza mais escuro por cima, e o ajustei a minha cintura com um cinto preto. Uma pequena corrente de ouro, a único que sempre esteve em meu pescoço, era o único ornamento com que nunca me preocupei. Meu cabelo era ligeiramente meu maior problema. Mesmo depois de apenas duas horas de sono, ele ainda ia em todas as direçoes. O alisei da melhor forma que pude, e então o cubri com uma camada espessa de spray para cabelo na esperança que isso me levasse através de qualquer coisa que estava por vir. A única maquiagem que usei foi um pouco de pó. Não tinha tempo para mais nada. Todo o processo levou seis minutos, que pode ter sido um novo recorde para mim. Corri escada abaixo em perfeito silêncio, cuidadosa, novamente para evitar acordar minha mãe. A sala estava escura, mas luz passou pela porta entre aberta do escritório do meu pai. Tomando isso como convite puxei a porta e escorreguei para dentro. Uma conversa silenciosa parou com minha entrada. Meu pai me olhou da cabeça aos pés e mostrou sua aprovação sobre minha aparência do jeito que ele sabia melhor: pela simples retenção da crítica. "Sydney", ele disse bruscamente. "Acredito que conheça Donna Stanton."

A

formidável Alquimista estava em pé próxima a janela, braços cruzados, parecendo mais forte

e

magra do que me lembrava. Eu passei muito tempo com Stanton recentemente, pensando

que dificilmente poderia dizer que éramos amigas, especialmente desde que certas ações por minha parte, terminaram colocando dois de nós a própria sorte em "prisão domiciliar de vampiro". Se ela nutriu algum recentimento por mim, ela não demonstrava, de qualquer forma. Ela me fez um aceno formal com a cabeça, seu rosto totalmente sério. Três outros alquimistas estavam lá também, todos homens. Ele me foram apresentados como Barnes, Michaelson e Horowitz. Barnes e Michaelson tinha a idade de meu pai e de Stanton. Horowitz era mais jovem, entre os vinte, e estava ajustando as ferramentas de tatuagem. Todos estavam vestidos como eu. Roupas casuais de negócios em cores sem descrição. Nosso objetivo era sempre ter uma boa aparência mas sem atrair a atenção. Os alquimistas devem ter atuado como Homens de Preto por séculos, muito antes dos humanos sonharem com vida em outros mundos. Quando a luz bateu do jeito certo em seus rostos, cada Alquimista mostrava a tatuagem de lírio idêntica a minha. Mais uma vez meu mal estar aumentou. Isso seria algum tipo de interrogatório ? Uma avaliação

2

para ver se minha decisão em ajudar uma renegada garota meio-vampira significava que minha lealdade tinha mudado ? Cruzei meus braçoes na frente do peito e doutrinei meu rosto para a

neutralidade, esperando parecer tranquila e confiante. Se eu ainda tivesse a chance de pleitear meu caso, pretendia apresentar de uma forma sólida. Antes que alguém pudesse proferir outra palavra, Zoe entrou. Ela fechou a porta atrás de si e olhou ao redor com terror, seu olhos arregalados. O escritório de nosso pai era enorme, ele construiu um adicional em nossa casa para isso, e poderia manter facilmente todos os ocupantes, mas como vi minha irmã tomar a cena, eu sabia que ela se sentiu sufocada e presa. Encontrei seus olhos e tentei mandar uma mensagem silenciosa de simpatia. Isso deve ter funcionado porque ela correu para meu lado, parecendo um pouco menos assustada. "Zoe", disse meu pai. Ele deixou seu nome pairar no ar, dessa forma ele tinha deixado claro para nós duas que estava desapontado. Eu pude imediatamente adivinhar porque. Ela usava jeans e uma camiseta velha, e tinha em seus cabelos castanhos duas bonitinhas tranças mal feitas. Para os padrões de outras pessoas, ela poderia estar apresentável, mas não para ele. Senti ela se encolhendo contra mim, e tentei me tornar mais alta e protetora. Depois de ter certeza que sua condenação foi feita, nosso pai apresentou Zoe para os outros. Stanton deu a ela o mesmo aceno formal com a cabeça e virou em direção ao meu pai. "Eu não entendo Jared", disse Stanton. "Qual das duas você vai usar ?"

"Bem, esse é o problema", disse meu pai. "Zoe foi solicitada

mas nao tenho certeza se ela está

pronta. Na verdade sei que ela não está. Ela teve somente o treinamento básico. Mas considerando a recente experiência de Sydney " Minha mente imediatemente começou a juntar as peças. Primeiro, e mais importante, parecia que eu não seria levada para o centro de reeducação. Ainda não, pelo menos. Isso era sobre outra coisa. Minha suspeita anterior estava correta. Tinha alguma missão ou tarefa em andamento e alguém queria Zoe porque ela, ao contrário de certos membros de sua família, não tinha um histórico de traição aos Alquimistas. Meu pai estava certo que ela tinha recebido somente as instruções básicas. Nossos trabalhos eram hereditários, e eu tinha sido escolhida anos atrás como uma próximo alquimista da família Sage.

trabalhos eram hereditários, e eu tinha sido escolhida anos atrás como uma próximo alquimista da família

3