Sei sulla pagina 1di 7

BIORESUMO  Metabolismo;

COMPONENTES QUÍMICOS DA CÉLULA

1-Componentes Inorgânicos
1.1 - Água
É a substância que está em maior
proporção nas células.

Nos organismos varia segundo:


 Espécie;

O ter de água em células que trabalham mais


(são mais ativas) é maior, então o neurônio é
uma célula com grande teor de água.

Possui várias funções, algumas delas são:


 Transporte de substâncias;
 Participa das reações de hidrólise;
 Controle da temperatura corpórea;
 Reagente em processos vitais para o
organismo;
 Produto em processos vitais para o
organismo;
As medusas podem apresentar mais 95% de  Capacidade de Solvente (Solvente
água em sua estrutura, enquanto os seres Universal);
humanos o ter de água pode variar de 65% a
75%, ou seja, cerca de 2/3 a ¾ de sua massa 1.2 - Os Sais Minerais
corporal. Possuem papel fundamental para o
metabolismo celular, são encontrados em
 Idade; duas formas: Como componentes de
estruturas esqueléticas ou dissolvidos na
água.Possui várias funções, algumas delas
são:
 Componente estrutural, como o cálcio
encontrado em carapaças, esqueletos,
casca de ovos etc.
 Regulação da quantidade de água na
célula;
 Equilíbrio elétrico da célula;
O teor de água em indivíduos de uma mesma  Equilíbrio ácido-base;
espécie varia com a idade, quanto mais novo  Funcionamento das enzimas;
for o indivíduo maior a quantidade de água em A seguir algumas funções específicas
seu corpo, levando em conta sua massa dos Sais minerais:
corporal.
Sal Mineral Função 2.1) Carboidratos (Açúcares; Hidratos de
Na+ e K+ São os principais responsáveis Carbono; Glicídios)
(Sódio e pelas alterações elétricas nos Os carboidratos geralmente possuem
Potássio) neurônios. em sua estrutura C,H,O.
Ca++ (Cálcio) Participa da contração dos Ex: C6H12O6 (Glicose)
músculos e da coagulação O OH H OH OH H
sangüínea. Figura:
Componente da molécula da H – C – C – C – C – C – C – OH
hemoglobina (substância
Fe++ (Ferro) transportadora de oxigênio), H OH H H H glicose
presente nas hemácias é
encontrado também em
moléculas chamadas de
citocromos (Participam da
respiração celular).
Mg++ Faz parte da molécula de
(Magnésio) clorofila, pigmento que
participa da fotossíntese.
Indispensável para os
processos de transferência de
energia, e para síntese
PO4--- (fabricação) dos ácidos
(Fosfato) nucléicos. Faz parte da
molécula de ATP, importante Os carboidratos simples são o açúcar branco,
fonte de energia para as farinha branca, arroz branco e os alimentos
atividades celulares. feitos com estes, como o pão branco, massas.
Componente do esqueleto dos Classificação dos carboidratos
vertebrados.
F- (Flúor) Componente dos dentes e a) Monossacarídeos: São os menores
ossos. açúcares. Geralmente, têm a fórmula Cn(H2O)n,
Faz parte dos hormônios onde o valor de n varia de 3 a 7.
I- (Iodo) produzidos pela glândula
tireóide Tiroxina (T3 e T4), que OBS: O nome genérico dos monossacarídeos
controla o metabolismo dos é dado pelo valor de n.
vertebrados. Ex.
n=3 (C3H6O3) Trioses /
n=5 (C5H10O5) Pentoses
2-Componentes Orgânicos
n=6 (C6H12O6) Hexose
As moléculas orgânicas podem
desempenhar várias funções como:
NOTA1: Os monossacarídeos mais abundantes
são as Hexoses como a Glicose, Frutose e
 Estrutural: compõem a arquitetura das
Galactose * ,O principal papel desses açúcares
células e dos tecidos, temos como exemplo
é energético e estes são unidades de
o colágeno, componente dos ossos e de
formação de açúcares mais complexos.
outros tecidos animais, e a celulose,
encontrada nos tecidos vegetais.
NOTA2: As Pentoses (C5H10O5 – Desoxirribose
 Energética: Fornecem energia para o
e Ribose) também são monossacarídeos
trabalho celular, temos como exemplo a
freqüentes. Compõem as moléculas dos
Glicose que é um “combustível” de uso
ácidos nucléicos (DNA e RNA).
imediato das células.
 Informacional: Controla as atividades
b) Oligossacarídeos: São carboidratos
celulares, como a possuidora das
formados pela união de 2 ou 10 unidades de
informações. O DNA, RNA e as Proteínas
monossacarídeos.
são importantes moléculas informacionais.
OBS: Os Oligossacarídeos mais abundantes Existem lipídios que possuem papel estrutural
na natureza são os dissacarídeos, estes são como os fosfolipídios, presente nas
formados pela união de dois monossacarídeos. membranas celulares.
Ex. Glicose + Glicose  Maltose + Água.
Glicose + Frutose Sacarose + Água. NOTA1: Comparadas com açúcares, às
Glicose + Galactose  Lactose + Água. gorduras possuem maior quantidade de
ligações ricas em energia.
NOTA3: A ligação que unem dois
monossacarídeos é chamada de ligação NOTA2: A degradação das gorduras libera
glicosídica. Cetonas, substâncias bastante tóxicas quando
acumuladas no organismo.
c) Polissacarídeos: São os açúcares mais
abundantes da natureza, moléculas grandes, NOTA3: Algumas plantas armazenam energia
formados por centenas de moléculas de em molécula de gorduras. São os óleos
monossacarídeos. De acordo com suas vegetais, encontrados em frutos (azeitona,
funções biologias, os polissacarídeos são andiroba etc.) e em sementes (amendoim,
classificados em energéticos de reserva ou soja, girassol, castanhas, nozes, mamona etc.)
estrutural.
Ex. Energéticos de Reserva NOTA4: Algumas membranas têm colesterol.
Amido: Reserva vegetal Ele pertence a um grupo de lipídios chamados
Glicogênio: Reserva animal esteróides, que inclui os sais biliares e
Ex. Estruturais hormônios sexuais (Testosterona e Estradiol).
Quitina: Presente na carapaça dos Fig.
artrópodes.
Celulose: Presente na parede celular dos
vegetais.

2.2) Lipídios
São moléculas orgânicas que têm como
característica a insolubilidade em água.
As gorduras são formadas a partir de Classificação dos principais grupos de
ácidos graxos e estes geralmente estão lipídios.
ligados ao glicerol (álcool).
Figura5: Tipo Características Exemplos
Ésteres
H O Glicerídeos (Formados pela Gorduras e
Glicerol
reação entre um Óleos
H – C– OH + HO– C – ÁCIDO GRAXO
Ácido graxo e
O
Glicerol)
H – C– OH + HO– C – ÁCIDO GRAXO Ésteres
O (Formados pela
Cerídeos reação entre um Ceras
H – C– OH + HO– C – ÁCIDO GRAXO
Ácido graxo e
álcool de cadeia
mais longa que
H Triacilgicerol
As gorduras, além de Armazenar o glicerol)
energia, são isolantes térmicos, ou seja, Colesterol
conduzem mal o calor, outras vezes protegem São formados a (precursor dos
órgãos, como ocorre com os rins dos Esteróides partir de álcoois hormônios
mamíferos, envolvidos por uma cápsula de policíclicos testosterona e
gordura que atua como amortecedor de denominado progesterona)
choques. esteróis.
2.3) Proteínas NOTA4: As proteínas podem ser definidas
Proporcionalmente são as substâncias como Polipeptídeos de cadeia longa.
Orgânicas mais abundantes nos seres vivos –
macromoléculas constituídas por unidades ESTRUTURA DAS PROTEÍNAS
menores denominadas aminoácidos. Estrutura Característica
Estrutura Seqüência linear de uma
NOTA1: Os aminoácidos são substâncias Primária Proteína.
orgânicas que contêm sempre um grupo Estrutura Estrutura em alfa-hélice, suas
amina (– NH2 ) e um radical ácido Secundária voltas são mantidas por
O pontes de hidrogênio.
, com a seguinte fórmula geral: Estrutura Proteína
– C – OH Terciária estabelece outros
H O
tipos de ligação
entre suas partes.
– C – C – OH
Com isso,
dobram-se sobre
NH2 si mesmas em numerosas
contorções, adquirindo certa
conformação espacial*
NOTA1: O Radical R é variável em Estrutura Proteínas que são
aminoácidos diferentes. Quaternária formadas pela
associação de
NOTA2 : A ligação que se estabelece entre duas ou mais
dois Aminoácidos é chamada de ligação cadeias
peptídica. polipeptídicas.
* A conformação espacial pode ser Globular,
H H quando a molécula se dobra até torna-se
H O H O bastante compacta, como um corpúsculo
O O esférico, ou Fibrosa, quando forma filamentos
R–C–C R–C–C + H2O
X–C–C + OH Y–C–C OH
longos.
OH N N
NH2 NH2 OBS: Chama-se de DESNATURAÇÃO a
H H H
ocorrência de modificações na conformação
das proteínas, sem que tenha ocorrido quebra
de ligações peptídicas – portanto sem
NOTA3: Existem os chamados aminoácidos alteração na estrutura primária, alterando as
essenciais (aminoácidos que os animais não propriedades e atividades de uma proteína.
conseguem sintetizar) aminoácidos não
essenciais (aqueles que podem ser produzidos PAPEL BIOLÓGICO DAS PROTEÍNAS
a partir de outros aminoácidos e de outras São várias as funções das proteínas a seguir
moléculas orgânicas) algumas delas:
Figura7: Classe Exemplo
Am in oácidos Enzima Tripsina, amilase, lípase etc.
e sse nciais De Reserva Albumina, caseína etc.
Metionina
T riptofano
De Hemoglobina, mioglobina etc.
Transporte
Leucina Contráteis Actina, miosina etc.
Fenilalanina
T reolina
Protetoras Anticorpos, fibrinogênio etc.
Valina Hormônios Insulina, prolactina, LH, FSH
etc.
Lisina
Isoleucina
Receptoras Proteínas da membrana etc.
Histidina Estruturais Colágeno, queratina etc.
OBS: As ENZIMAS são Proteínas que 4) Vitaminas
catalisam ou aceleram as Reações Biológicas. As vitaminas atuam como coenzimas, ativando
Pode, portanto, ser definida como enzimas fundamentais no metabolismo dos
biocatalizador cuja natureza protéica determina seres vivos, são exigidas pelo organismo em
a existência de certas propriedades. doses mínimas.
As vitaminas podem ser classificadas em
Especificidade de substratos: Lipossolúveis (A,D,E,K) e Hidrossolúveis (C e
Fig: complexo B).
ENZIMA Tipo de Vitamina Principais Carência no
Substrato Fontes Organismo
Vitamina A Leite e Hemeralopia
(Retinol) derivados, Xeroftalmia
ovos,
Sítios ativos
fígado,
cenoura
etc.
Vitamina D Óleo de Raquitismo
(Calciferol) fígado de
Complexo enzima- Bacalhau,
leite e
derivados,
Fatores que modificam a ação enzimática: gema do
ovo etc.
Vitamina E Verduras Esterilidade
CONCENTRAÇÃO DO SUBSTRATO (Tocoferol) em geral, e aborto em
leite e alguns
seus animais
derivados,
Enzim a ovos,
Saturada aveia,
milho,
feijão,
amendoim
Concentração do substrato Vitamina K Fígado e Coagulação
(Anti- folhas sanguínea;
TEMPERATURA Hemorrágica) vegetais hemorragias
(alface, .
couve,
repolho
etc.)
Vitamina C Frutas Escorbuto
(Ac. Ascóbico) cítricas
0 20 40 60 80 100 (laranja,
limão,
acerola
etc.)
PH
Vitamina B1 Levedura Beribéri
(Tiamina) de cerveja,
fígado,
ovos, trigo
e arroz
0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 integral,
peixe etc.
Vitamina B2 Levedura Queilose T = timina U= uracila A= adenina
(Riboflavina) de cerveja, Estomatite C= citosina G= Guanina
fígado, Fotofobia
ovos, D = desoxirribose R= ribose
amendoim,
leite e NOTA3: As bases nitrogenadas são
seus classificadas em Púricas (A,G) e Pirimídicas
derivados (T.,C,U).
etc.
Vitamina B12 Leveduras, Anemia NOTA4: Uma base nitrogenada ligada a uma
(Cianocabalamina leite e perniciosa pentose constitui um nucleosídeo.
) seus
derivados, a) Molécula de DNA
peixe etc.
Vitamina PP Leveduras, Pelagra Erwin Chargaff percebeu que os nucleotídeos
(Niacina) leite e na molécula de DNA se apresentavam
seus segundo a seguinte relação: A=T e C=G.
derivados, Rosalind Franklin e Maurice Wilkins
Fígado demonstraram através de experimentos que a
etc. molécula de DNA deveria ser uma grande linha
Helicoidal ou Hélice.
5) Ácidos Nucléicos Com base nestas constatações surgiu o
modelo proposto por James Watson e Francis
São estruturas responsáveis pelo controle dos Crick, em 1953, para o DNA (que lhes valeu o
processos vitais básicos em todos os seres Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina de
vivos. São conhecidos dois tipos de Ac. 1962), a molécula é constituída por dois
Nucléicos DNA (ácido desoxirribonucléico) e filamentos (cadeias de nucleotídeos)
RNA (ácido ribonucléico). enrolados, um ao redor do outro, na forma de
uma hélice dupla.
NOTA1: Os Ac. Nucléicos são grandes
moléculas constituídas por unidades menores Fig:
denominadas de nucleotídeos.

Fig:
pentose
base nitrogenada radical
fosfato

NOTA2: Existem diferenças entre os


nucleotídeos de DNA e RNA essa diferença
estão mostradas abaixo:

Nucleotídeo de DNA Nucleotídeo de RNA


Fig11:

D R

D R

D R

D R OBS1: É
bastante
comum chamar os filamentos de fitas e estas Tipo de Função
duas estão ligadas por meio de pontes de RNA
hidrogênio. RNAm Carregar a mensagem “copiada” do
OBS2: Uma das mais importantes DNA para ser levada aos
características do DNA é sua capacidade de ribossomos.
autoduplicação (ou replicação). RNAt Carrega os aminoácidos para
OBS3: Esse tipo de replicação é do tipo formar os polipeptídios.
semiconservativa, pois cada uma das duas RNAr Associa-se a proteínas formando os
novas moléculas “filhas” de DNA possuem ribossomos
uma fita que era pertencente a molécula
“mãe”. Fig:
Fig:

b) Molécula de RNA

Constituído de apenas uma fita (Simples


Hélice),o RNA reescreve as mensagens do
DNA em seu filamentos e, a partir delas,
coordena a produção das enzimas e de outras
proteínas que mantêm a estrutura da célula.
No núcleo das células, o RNA é encontrado
livre, associado ao DNA ou constituídos os
nucléolos. No citoplasma, o RNA pode está
livre, como constituinte dos Ribossomos ou
associados a ele.

Nas células, há três tipos de RNA: O


mensageiro (RNAm) e, o de
transferência(RNAt) e o ribossômico(RNAr).

Funções dos RNAs:

Assim como O DNA os RNAs, possuem papel


fundamental para o processo de síntese
protéica.