Sei sulla pagina 1di 4

RP 90 221/01.

02
substitui: 05.93

Fluidos hidráulicos ecológicos HEES, HEPG, HETG para unidades de pistões axiais
Vide VDMA 24 568 „Fluidos hidráulicos rapidamente biodegradáveis“ - Exigências técnicas mínimas
Atualmente são oferecidos 3 diferentes tipos de fluidos hidráulicos ecológicos:
1. Fluidos hidráulicos sintéticos à base de ésteres, HEES
2. Fluidos hidráulicos sintéticos à base de poliglicóis, HEPG (p. ex. glicol de polietileno PEG)
3. Fluidos hidráulicos à base de óleos vegetais , HETG (p. ex. óleo de colza)

Instruções gerais
O fluido hidráulico no circuito hidrostático, conforme as diretrizes a Sem limitação dos valores de pressão é necessário um
seguir, precisa ser selecionado cuidadosamente no dimensionamento
Nível de intensidade de danos ⱖ 10
da instalação, para garantir uma operação econômica e sem falhas.
Todas as exigências, por exemplo por motivos de custos, não podem no teste FZG (DIN 51354).
ser bem atendidas por igual, portanto para o usuário é necessário Para garantir uma elevada durabilidade da instalação, é necessária
efetuar uma avaliação bem direcionada. uma boa e confiável filtração.
A viscosidade ou a relação temperatura / viscosidade são de impor- Medidas primárias, tais como limpeza de peças, filtro de preenchi-
tância primordial, na qual deve-se observar também a densidade e o mento e de aeração, não impedem a presença de sujeira, sendo que
ponto de solidificação (pourpoint). por desgaste abrasivo em conseqüência de atrito nas folgas, erosão
Recomendamos selecionar a viscosidade operacional (à temperatura e fadiga de rolamento, surgem novas partículas de impureza.
operacional) na faixa otimizada para o grau de rendimento e a vida A contaminação do fluido hidráulico por partículas sólidas não deve
útil de ser maior do que a respectiva classe de pureza
νotim. = viscosidade operacional 16...36 mm2/s 19/16/13 conforme ISO 4406.
referente à temperatura do circuito (circuito fechado). Em temperaturas muito elevadas do fluido hidráulico (90°C até máx.
Para condições extremas valem os seguintes valores: 115°C) é necessário no mínimo a seguinte classe de pureza
νmín. = 5 mm2/s 18/15/12 conforme ISO 4406.
por curto período à temperatura máxima permitida tmáx. = 115°C. Estes fluidos hidráulicos possuem muito boas propriedades deter-
Deve-se observar que a temperatura máxima do fluido hidráulico de gentes (alta capacidade de desprender sujeira). Para alcançar a
115°C, mesmo localmente (p. ex. em mancais), não deve ser ultra- classe de pureza exigida em instalações que operam sob condições
passada. normais, recomenda-se por isso o emprego de filtros com um grau
de retenção de » β10 ⱖ 100 «.
νmáx. = 1600 mm2/s
No circuito aberto, para todos os 3 tipos de fluidos (HEES, HEPG, HETG)
por curto período na partida a frio (n ⱕ 1000 min-1, tmín = -40°C). devem ser empregados somente filtros de alta pressão e/ou de retorno.
Em temperaturas de -25°C até -40°C são necessárias providências No circuito fechado devem ser utilizados filtros de sucção ou filtros
especiais; pedimos nos consultar. (vide também RE 90300-03-B) de alimentação.
Em fluidos sintéticos a base de poliglicóis deve-se observar que,
Para o ajuste da viscosidade às diferentes condições de temperatura, dada à densidade mais alta com relação aos óleos minerais, a pres-
existem diferentes classes de viscosidade que, conforme o tipo de são de sucção na entrada da bomba não fique abaixo da pressão
fluido, situam-se entre 22 e 68 mm2/s, com referência a uma tempe- de sucção mínima permitida.
ratura de 40°C. Isto é particularmente importante em filtros de sucção.
Óleos hidráulicos HLP normais possuem um índice de viscosidade de
aproximadamente 100.
Óleos hidráulicos HVLP ou óleos de motor multifaixa possuem um
índice de viscosidade >140 e portanto são mais bem apropriados
para faixas de temperatura mais altas (aplicação móbil).
Observação:
A maioria dos fluidos hidráulicos ecológicos atualmente co-
nhecidos possuem um índice de viscosidade de >130, onde Todos os fluidos hidráulicos ecológicos, como os fluidos
são alcançados valores até 220. hidráulicos normais a base de óleo mineral, estão sujeitos a
uma obrigatoriedade especial de descarte.
Para a análise das propriedades protetoras ao desgaste do fluido Além disso devem ser observadas as diretrizes e as instruções
hidráulico e com isto da faixa de pressão permitida, é utilizado o dos fabricantes de fluidos hidráulicos assim com as respectivas
Teste normal FZG A/8, 3/90 determinações legais.

Fluidos ecológicos 1/4 RP 90 221/01.02


1. Fluidos HEES

Tratam-se de fluidos hidráulicos sintéticos à base de ésteres. Estes Instruções para a mudança de óleo
fluidos são divididos em dois tipos: Muito freqüentemente máquinas, que são operadas p. ex. com óleo
• Ésteres sintéticos não saturados (Nº de iodo > 10) mineral, são mudadas posteriormente para fluidos HEES. Nestes casos
Estes apresentam propriedades melhores e mais estáveis do que a freqüência de erros é muito grande.
os fluidos HETG naturais, mas mesmo assim só podem ser reco- As seguintes instruções devem ser impreterivelmente observadas:
mendados para cargas baixas e médias. - Observar urgente as diretrizes de mudança VDMA 24 569
• Ésteres sintéticos saturados (Nº de iodo < 10) - Examinar qualidade das vedações, exige-se FKM
Estes fluidos são melhor apropriados para as mais - Examinar o revestimento interno do tanque quanto à
altas cargas hidráulicas compatibilidade
(p.ex. para máquinas de construção civil). - Embora os fluidos HEES são misturáveis com óleo mineral,
dever-se-ia efetuar processos de lavagem.
- excelente comportamento de temperatura, mesmo a
baixas temperaturas manter quota de óleo residual < 2% (análise de óleo)
(com óleos de motor < 1%)
- boas propriedades lubrificantes Atenção:
- boa proteção contra corrosão No emprego de implementos acopláveis (escavadeiras,
- solúvel em óleo mineral garras, bate estacas, etc.) o perigo de uma mistura inad-
missível dos fluidos é muito grande. As conseqüências
- altíssima estabilidade ao envelhecimento
são excessivo desgaste prematuro, formação de espu-
- boa compatibilidade com vedações FKM ma e cavitação.
- boa compatibilidade com filtros apropriados - Evitar também mistura de diferentes fluidos de éster
O custo mais alto, com correto manuseio, é compensado através de - Examinar admissão de filtros e renovar os mesmos antes
intervalos de troca de óleo mais longos e com isto, através de da mudança.
compatibilidade ambiental mais eficiente.
Atenção:
Dados admissíveis Decantações provenientes da operação com óleo mine-
Pode-se operar com os mesmos dados elevados como com ral são desprendidas e mantidas em suspensão. Por
óleo mineral HLP. Se importantes princípios básicos forem motivos de segurança trocar filtros após a mudança
observados, longos períodos operacionais são alcançados: com maior freqüência (p.ex. a cada 50 horas.)
- Todos os tipos de fluidos hidráulicos ecológicos requerem
- Utilizar vedações Viton FKM cuidados e manutenção especiais
- De modo nenhum, o teor de água deve ultrapassar 0,1%
(hidrólise, formação de ácidos nocivos)
Tendências
- As construções de tanques não podem permitir a entrada de água
no sistema Para instalações hidráulicas submetidas a elevadas
cargas, tais como máquinas de construção civil, dada
- Filtros de fibra de vidro ou trama metálica suas propriedades positivas, os ésteres saturados
- Utilizar filtros que possam absorver umidade HEES vêm sendo empregados com maior intensidade.
- Limites de temperatura: Havendo controle regular dos fluidos como análise de
-20°C até + 80°C (tanque), local < 100°C na instalação tendência, a compatibilidade para com o meio
- Examinar projeto de refrigeração, temperaturas mais altas como ambiente aumenta através de nítido prolongamento
em operação com óleos minerais comparáveis dos intervalos da troca de óleo.
- Longos períodos operacionais obtém-se com análises de óleo
regulares em forma de análises tendenciais comparáveis.
Importantes critérios são:
+ partículas de desgaste
+ aditivos
+ teor de água
+ viscosidade e índice de viscosidade
+ classe de pureza
+ número de netralisação TAN
+ etc.
Intervalos de troca de óleo são determinados através do estado
atual do óleo, dependendo das condições operacionais.
- A utilização de fluidos hidráulicos ecológicos deve ser observada
já no estado do projeto.

RP 90 221/01.02 2/4 Fluidos ecológicos


Diagrama de seleção para fluidos hidráulicos sintéticos
à base de ésteres com um índice de viscosidade VI de aprox. 150...160.

2500
1600
1000
600
400
200
viscosidade ν em mm2/s

100
60
40 36
νopt
20
16

10 N68
N46
N32
5
-40 -20 0 20 40 60 80 100 115
-25
Faixa de temperatura do fluido hidráulico em °C

Exemplo:
Viscosidade ν (mm2/s) Viscosidade ν (mm2/s)
com 40°C com 100°C
Avia-Syntofluid N32 32 6,5
N46 46 8
N68 68 12

Panolin-HLP Synth N32 32 6


N46 46 8
N68 68 11,3

Fluidos ecológicos 3/4 RP 90 221/01.02


2. Fluidos HEPG 3. Fluidos HETG

Tratam-se de fluidos hidráulicos sintéticos à base de poliglicóis. Tratam-se de fluidos hidráulicos com base natural, como por ex. óleo de
Diretrizes para mudança vide VDMA 24 569. colza.
Diretrizes para mudança vide VDMA 24 569
Pontos fracos
- Incompatível com óleo mineral Pontos fracos
percentual de óleo residual admissível < 1% - Incompatível com óleo mineral
(com óleos de motor < 0,5%) quota parte de óleo residual < 2% permissível
- Incompatível com vedações de poliuretano (com óleos de motor < 1%)
- Incompatível com as pinturas convencionais - Comportamento a baixas temperaturas
- Ataca plexiglas - Capacidade de carga térmica
- Elevada densidade - Comportamento ao envelhecimento
(>1g/ml, atenção com bombas em operação de autosucção) - Sensível à hidrólise (evitar absolutamente entrada de água)
- Água penetrada só pode ser eliminada mediante evaporação. - Perigo de resinação
- Comportamento espumante
Faixa de temperatura possível
Vantagens - -10°C até +60°C (máx. +70°C)
- Boa resistência a envelhecimento
Compatibilidade com materiais de vedações
- Boas propriedades lubrificantes
- Fluidos a base de óleo de colza, isto é, éster natural, são compa-
- Vazamentos são facilmente laváveis e invisíveis na água tíveis com NBR
Faixa de temperatura possível Solubilidade em água
- -30°C até +90°C - Fluidos HETG não são solúveis em água, vazamentos bóiam na
superfície
Áreas de aplicação
- Instalações à beira ou sobre água como eclusas, barragens, Áreas de aplicação
embarcações de dragagem etc. - recomendamos o emprego de fluidos HETG somente em insta-
- Instalações misturadoras de concreto lações com poucas exigências, como p. ex. na hidráulica de tra-
- Esporádico na indústria farmacéutica e alimentícia balho em máquinas agrícolas
- Para o emprego em máquinas de construção civil não - para o acionamento em máquinas de construção não são
recomendamos os fluidos hidráulicos HEPG apropriados

Anotação Anotação
O emprego de fluidos HEPG vem diminuindo. Mesmo em A aplicação de fluidos HETG vem diminuindo, sendo que as
eclusas a tendência é para fluidos do tipo HEES. exigências na prática muitas vezes não são atendidas.

Bosch Rexroth Ltda. Os dados indicados servem somente como descrição


Av. Tégula, 888 do produto. Uma declaração sobre determinadas características
12952-820 Atibaia SP ou a sua aptidão para determinado uso, não podem ser
Tel.: +55 11 4414 5826 concluídos através dos dados. Os dados não eximem o
Fax: +55 11 4414 5791 usuário de suas próprias análises e testes. Deve ser observado,
industrialhydraulics@boschrexroth.com.br que os nossos produtos estão sujeitos a um processo natural de
www.boschrexroth.com.br desgaste e envelhecimento.

RP 90 221/01.02 4/4 Fluidos ecológicos