Sei sulla pagina 1di 4

_________ Dis

Centro de Educação
Bácsia Maria
Peer ira Brna dão

cipl
ina

Centro de Educação Básica


Maria Pereira Brandão
eS
abe
r

__________________________________
Disciplina e Saber
200

Edição 2008
0

_______
Quadrilha: Índio - O descobridor do Brasil.
Destaques
Editorial - Pág 2
Confecção de murais - Pág. 2
Quadrilha: Índio...
O descobridor do Brasil
Pág. 2
Entrevistas - Pág. 3

Paródia - Pág. 3
O Centro de Educação Básica Maria Pereira Brandão
Charge - Pág. 3 promoveu dia 06 de Junho sua quadrilha homenageando os
indígenas, os primeiros habitantes e verdadeiros descobridores
Campeonato - Pág. 3 do Brasil. Participaram desse evento 42 alunos, que foi apresentado
na quadra da escola e assistido pela comunidade em geral. Na
Poesia - Pág. 4 ocasião foi feita a interatividade da poesia: Índio o descobridor
do Brasil, de Martônio Brandão Pessoa, advogado, filho de nossa
Planejamento - Pág. 4 terra, que compôs a poesia especialmente para a ocasião. Sendo
feita a divulgação em público pela primeira vez de seus escritos.
(Página 02).

Entrevistas realizadas
sobre a cultura do
bairro Brasília.
Foram feitas várias pesquisas relacionadas
aos diversos temas culturais do Selo
Unicef 2008. Os grupos de trabalho visitaram
diversas residências para contar um pouco da história
dessa comunidade. (Página 03)
01
Editorial Quadrilha: Índio... O
Fala leitor Descobridor do Brasil!
O Selo Unicef é muito
importante. Esse órgão
existe para proteger as
crianças e adolescentes
e garantir que os seus
direitos estejam seguros.
Foram estudadas diversas
temáticas, a do Esporte e
C i d a d a n i a t r o u x e
brincadeiras da época
de nossos avós. O legal de
tudo isso é que não há
competição entre os temas,
pelo contrário, o trabalho
é feito em equipe e é também
uma forma que o adolescente
tem de evitar pensamentos
negativos, ajudando assim,
a comunidade, tendo a
recompensa de ver o resultado O centro de Educação Básica Maria Pereira Brandão, realizou
de seus esforços. Já o item no período de Março à Junho do ano em pauta, os ensaios para a quadrilha
cultura e identidade que aconteceu no dia 06/06/08. Os ensaios aconteciam nos intervalos
afro-brasileira e indígena que das aulas da tarde e noite, sempre por volta das 17h. .
estava um pouco esquecida, Os ensaios eram regidos por voluntários Amigos da Escola que
foi relembrada durante as ministravam os passos da quadrilha. .
pesquisas de campo. É bom
que se saiba que a maioria dos
O evento aconteceu na quadra da escola. A decoração foi realizada
Olha osão
brasileiros queafrodescendente por professores, Amigos da Escola, pais, funcionários, alunos e Núcleo
sim! há
Pois tem em todas as suas Gestor. A Barraca Mani trouxe muitas comidas típicas para a degustação
de bom... para o povo público presente. Na oportunidade, foi feito o lançamento da
ações essa riquíssima cultura. Na
Participação Política, houve Poesia Índio: O descobridor do Brasil de Martônio Brandão Pessoa, ele,
um grande avanço para o Brasil, filho da terra, advogado e parente de Maria Pereira Brandão. .
fazer com que vários asdolescentes Foi grande a participação da comunidade que veio prestigiar o evento
participem daquele negócio assim como autoridades políticas, secretariado do governo municipal e
chato que segundo eles a política é.. núcleo gestor das escolas do município. .
Aprendemos muito com o estudo Fica a certeza de que o índio, de fato, merece uma homenagem
das temáticas do Selo Unicef. reflexiva, o que foi feito o longo dos trabalhos da quadrilha.
José Nilce Vasconcelos Filho - 7º Ano A

Confecção de Murais
Os grupos de trabalhos envolvidos com as
temáticas do Selo Unicef, construiram murais
para a divulgação dos temas: .
=>Cultura e identidade Afro-brasileira e indígena;
=>E s p o r t e e C i d a d a n i a ; .
=>Participação política de adolescente e orçamento público;
Os murais foram expostos de maneira que todos os alunos
e funcionários em geral tivessem acesso as informações neles
contidas.
02
02
PARÓDIA
Entrevistas Paródia sobre o tema participação
política de adolescentes e planejamento
O mapeamento das expressões culturais no bairro público. Feito pela aluna Débora
de Brasília foi realizado através de entrevistas. Foram Mendes dos Santos, do 9º Ano C
entrevistados os seguintes itens: MUDANÇAS
-->Lendas, superstições e curiosidades; . Música: A festa
Entrevistado: Pedro Alves da Silva .. Cantora: Ivete Sangalo
-->Figuras populares;
O voto é certo, pode crer, pode chegar
Entrevistados: Baltar Carneiro da Silva e Brígida de Oliveira
Vereador e prefeito, vamos ver o que
Moura. Que dar.
-->Ofícios e modos de fazer Tem gente de juventude
Entrevistado: Maria Zenilda Rios. Vamos lá
-->Lugares, prédios e construções; Somos todos cidadãos,
Entrevistada: Maria de Fátima Silveira Muniz. Temos direitos, podemos cobrar
-->Manifestações culturais e eventos Pra ver.
Entrevistada: Vastí Eveline Capistrano Silva Sousa; Se as atitudes vão mudar
-->Expressões e vocábulos locais e regionais; Se a cidade vai crescer
Entrevistados: Maria Araújo da Silva Silveira, Maria Cândida da Se vamos nos orgulhar
Costa e Oderlândia Pessoa Moreira. Refrão:
Com o objetivo maior de resgatar a cultura dessa (Repete 3 vezes)
Já votou
comunidade e transmití-las aos novos descendentes.
Se vai rolar mudanças, vai rolar
Somos o futuro, vamos chegar lá
Com a nossa juventude em ação
Juntos venceremos
Temos opinião.

Charge

CAMPEONATO
Aconteceu nesta Unidade Escolar, um campeonato esportivo,
envolvendo as modalidades: Futsal, handball, dominó e dama, na
semana de 16 à 20/06/08 de 16h às 18h, na quadra da escola.
O movimento foi organizado pelo grupo de trabalho dos esportes,
monitores de esportes, professores, alunos e núcleo gestor. Participaram
dos jogos 70 alunos na faixa etária entre 11 à 15 anos. Todos os alunos
e professores e funcionários em geral do período vespertino assistiram
aos jogos, que ocorreram no intervalo das aulas da tarde e noite. Os times
e participantes vencedores foram premiados com medalhas e taças. 03
Poesia Planejamentos
Índio: O descobridor do Brasil.

A nossa história conta e encanta...


Diz o que quer e o que não quer.
Mas o passado é exato e desencanta...
Voltando em 1500,
só não percebe a verdade quem não quer.

As caravelas de Cabral à deriva no Atlântico,


Aportaram sem querer numa terra tão tão distante.
Eles buscavam a Índia nas paragens do Índico.
E encontraram o índio em traje deslumbrante.
Declamação da Poesia Kequeô
Pelo desvio equivocado do navegador português,
O índio perdeu sua nobre terra de uma só vez,
Pois Cabral achou a riqueza através de uma avulsão.
E o índio, desde logo,
acabou sem a propriedade do seu chão.

E o pau-brasil fez a terra do índio virar Brasil. Dança indígena no pátio da escola.
Assim, conclui-se que a verdadeira história deve
ser posta com furor:
Quem descobriu o Brasil
não foi o português Cabral explorador,
Mas, sim, o índio brasileiro, o verdadeiro descobridor!

Martonio B. Pessoa

Nesta Unidade Escola acontece mensalmente uma escala de planejamento


dentre os quais temos o Planejamento Geral,que é o momento onde se encontram
todos os professores para estudos, informes e planejamento das ações mensais da
escola. No último planejamento discutimos sobre os temas do Selo Unicef, os
professores fizeram a socialização dos trabalhos realizados em sala de aula, houve
também dramatização de poesia sobre os indígenas, feita por alunos e Amigos da
Escola caracterizados. O encerramento do planejamento foi feito com um lanche,
onde os professores degustaram bolos, tapiocas, cuscuz e bebidas, inspirados na
culinária típica.
EXPEDIENTE

Informativo do Centro de Educação Básica Maria Pereira Brandão


Rua Vereador Mundico Martins,370 - Fone: (88)36601562
Bairro - Centro - Cruz-CE E-mail: cebmpb@cruz.ce.gov.br
Edição Redação
Maria Cleonice Andrade José Nilce Vasconcelos Filho - Cultura.
Jeane Glei Lopes Rocha Vasconcelos Wine Derly Dutra Praciano - Esporte.
Diagramação e Projeto Gráfico
Leonardo Everton Alves - Política.
Maria Cleonice Andrade
04