Sei sulla pagina 1di 16
Literatura na sala de Aula: uma nova abordagem Workshop docentes LP 2.º e 3.º CEB
Literatura na sala de Aula: uma nova abordagem Workshop docentes LP 2.º e 3.º CEB
Literatura na sala de Aula: uma nova abordagem Workshop docentes LP 2.º e 3.º CEB

Literatura na sala de Aula: uma

nova abordagem

Workshop docentes LP 2.º e 3.º CEB

EB23 António Feijó

21/09/2010

Lúcia Barros e Margarida Luciano

Literatura na Sala de Aula: uma nova abordagem

Os alunos já sabem ler…

de Aula: uma nova abordagem • Os alunos já sabem ler… • O que é ler?

O que é ler?

O 2.º e o 3.º ciclo são momentos privilegiados na

ler… • O que é ler? • O 2.º e o 3.º ciclo são momentos privilegiados

FORMAÇÃO DE LEITORES COMPETENTES

Formar leitores

Formar leitores Ensinar a gostar de Ler Gostar de Ler Saber ler bem Como se aprende

Ensinar a gostar de Ler

Gostar de Ler

Formar leitores Ensinar a gostar de Ler Gostar de Ler Saber ler bem Como se aprende

Saber ler bem

Como se aprende a ler bem?
Como se
aprende a ler
bem?

Contacto

sistemático com textos literários de qualidade

Contacto sistemático com textos literários de qualidade Leitor competente  Assumir-se sujeito activo, construtor

Leitor competente

com textos literários de qualidade Leitor competente  Assumir-se sujeito activo, construtor de significados

Assumir-se sujeito activo, construtor de significados

Interagir com o texto

Construir conhecimento

Realizar aprendizagens significativas

conhecimento  Realizar aprendizagens significativas Leitura: Descodificação Compreensão Fruição

Leitura:

Descodificação

Compreensão

Fruição

 Realizar aprendizagens significativas Leitura: Descodificação Compreensão Fruição LITERATURA MEDIADORES

LITERATURA

MEDIADORES

Literatura na Sala de Aula: uma nova abordagem

Factores decisivos:

MOTIVAÇÃO

na Sala de Aula: uma nova abordagem • Factores decisivos: • MOTIVAÇÃO • CONTEXTOS FAVORÁVEIS DE

CONTEXTOS FAVORÁVEIS DE

LEITURA

Literatura na Sala de Aula: uma nova abordagem

Projectos de Leitura, que contemplem:

- Leitura Orientada (sala de aula)

- Leitura “Gratuita” (“Todos a Ler” na sala de aula)

- Leitura em Família (“Entre Uivos e Miados Emolduramos Leituras” – 2.º ciclo)

- Leitura Fruição (Animação à Leitura)

- Leitura Autónoma (Biblioteca Escolar)

LEITURA ORIENTADA

Professor: responsável pela formação do

leitor competente

Favorece o contacto com

literatura de

qualidade.

competente Favorece o contacto com literatura de qualidade. Plano Nacional de Leitura Planifica cuidadosa e

Plano Nacional de

Leitura

Planifica cuidadosa e

criteriosamente

actividades de leitura.

de Leitura Planifica cuidadosa e criteriosamente actividades de leitura. Programa de Leitura fundamentado na Literatura

Programa de Leitura

fundamentado na

Literatura

Leitura Orientada Programa de leitura fundamentado na literatura valoriza o aluno / leitor, o seu

Leitura Orientada

Programa de leitura fundamentado na literatura

valoriza o aluno / leitor, o seu conhecimento, as suas

experiências e vivências, como contributos para a

construção de sentidos, para a interpretação de um texto, defendendo a aprendizagem a partir desses mesmos conhecimentos e experiências (perspectiva cognitivo-

construtivista), e dando especial importância ao trabalho de

grupo, à partilha, à promoção da interacção (perspectiva sociocultural).

(Yopp & Yopp: 2006)

PROGRAMA DE LEITURA FUNDAMENTADO NA

LITERATURA

ACTIVIDADES

Pré-leitura

Durante a leitura

Após a leitura

LEITURA FUNDAMENTADO NA LITERATURA ACTIVIDADES • Pré-leitura • Durante a leitura • Após a leitura

PRÉ-LEITURA - OBJECTIVOS

- Activar a competência enciclopédica do

aluno;

- Activar a competência enciclopédica do aluno; - Encorajar o aluno a expressar as suas ideias

- Encorajar o aluno a expressar as suas ideias

e a partilhar as suas experiências;

- Favorecer a participação oral /

desenvolvimento da linguagem;

- Estabelecer objectivos de leitura;

- Despertar a curiosidade dos alunos e

motivá-los para a leitura;

da linguagem ; - Estabelecer objectivos de leitura; - Despertar a curiosidade dos alunos e motivá-los

DURANTE A LEITURA - OBJECTIVOS

- Preparar o aluno para usar estratégias

compreensão;

de

- Preparar o aluno para usar estratégias compreensão; de - Familiarizar o aluno com a estrutura

- Familiarizar o aluno com a estrutura do texto;

- Focar a atenção na linguagem;

- Facilitar a reflexão sobre personagens, acontecimentos, temas e ideias chave;

sobre personagens, acontecimentos, temas e ideias chave; - Colaborar na construção de sentidos / interpretações

- Colaborar na construção de sentidos / interpretações (“preencher os espaços em branco” – Eco:);

- Possibilitar respostas pessoais;

APÓS A LEITURA - OBJECTIVOS

- Encorajar respostas pessoais;

- Promover a reflexão sobre o texto;

- Facilitar a organização, a análise e a síntese de informação e ideias;

- Proporcionar oportunidades de partilha e construção de

significados com os colegas;

- Proporcionar experiências de escrita;

- Consolidar uma comunidade de leitores;

Roteiro de Leitura Orientada

elaborado com base no programa de leitura

fundamentado na literatura

de Leitura Orientada elaborado com base no programa de leitura fundamentado na literatura O Registo em
de Leitura Orientada elaborado com base no programa de leitura fundamentado na literatura O Registo em
de Leitura Orientada elaborado com base no programa de leitura fundamentado na literatura O Registo em
de Leitura Orientada elaborado com base no programa de leitura fundamentado na literatura O Registo em

Literatura na Sala de Aula: uma nova abordagem

A

par

do

ensino

da

língua,

alimentar o gosto de LER.

é

fundamental

Literatura na Sala de Aula: uma nova abordagem A par do ensino da língua, alimentar o

A literatura alimenta o gosto…

Quer se trate de mitos, de contos e de outros

textos do nosso património cultural, ou de textos mais contemporâneos, os livros são histórias de

seres humanos, contadas por seres humanos para

outros seres humanos; abordam temas e preocupações universais; propõem uma visão do

mundo e transmitem valores. Destinam-se à pessoa

humana, ao ser metafísico que há em cada um, ao seu imaginário, à sua sensibilidade, à sua ética, à sua

inteligência.

Literatura na Sala de Aula: uma nova abordagem

Como Alimentar o Gosto de Ler?

Não instrumentalizando o texto literário, através do uso sistemático de fichas;

Investindo largamente na Leitura Gratuita;

Envolvendo a família neste processo;

uso sistemático de fichas; • Investindo largamente na Leitura Gratuita; • Envolvendo a família neste processo;

Literatura na Sala de Aula: uma nova abordagem

Onde encontrar recursos?

Na disciplina BE do agrupamento

No site da Casa da Leitura

No site do PNL

Em bibliografia especializada:

Revista Malasartes

Poslaniec, Christian, (2006). Incentivar o prazer de Ler, Asa.

Marina e Valgoma (2008). A Magia de Ler,

Azevedo, F. (2007) Formar leitores: das teorias às práticas. Lidel