Sei sulla pagina 1di 11

DO LADO DE FORA DA CASA – UMA DESBOTADA CAMINHONETE, CIRCA

1960, PÁRA.

CENA 11 – EXTERNA - CASA DO CHARLIE – DIA

Bella sai para encontrar Charlie cumprimentando o


motorista, JACOB BLACK, 16 anos, índio Quiluette, meigo com
seu longo cabelo preto, e leves toques de seu infantil
rosto de forma arredondada. Os dois ajudam o pai de Jacob,
BILLY BLACK (das fotos), numa cadeira de rodas.

CHARLIE
Bella, você lembra de Billy Black.

BILLY
Feliz de ver você finalmente aqui.
Charlie não parou de falar nisso desde que
você falou que viria.

CHARLIE
Continue exagerando, e eu empurro
você ladeira abaixo.

BILLY
Depois que bater em seus tornozelos.

Billy se aproxima de Charlie, que se esquiva. Jacob balança


a cabeça para os dois pais enquanto ele timidamente se
próxima de Bella.

JACOB
Eu sou Jacob. Fizemos tortas de lama
quando éramos pequenos.

BELLA
Sim...Eu me lembro...
(olha para os pais)
Eles sempre são assim?

JACOB
Está ficando pior com a idade avançada.

Charlie dá um tapinha no capô da caminhonete, dirigindo-se


a Bella –

CHARLIE
Então o que você acha do seu presente
de boas vindas?

BELLA
Não. A caminhonete é para mim?

CHARLIE
Comprei do Billy, aqui.

JACOB
Eu remontei o motor e –

BELLA
É perfeita!

Ela sorri. É o primeiro sorriso genuíno que vemos nela. Ela


corre para a caminhonete. Jacob avidamente se junta a ela.

JACOB
O.K., você deve pisar duas vezes na embreagem
quando mudar de marcha, mas –-

BELLA
Talvez eu possa lhe dar carona para escola.

JACOB
Eu vou para a escola na reserva.

BELLA
Que pena. Seria muito bom conhecer pelo
menos uma pessoa.

Enquanto ela dá a partida na caminhonete cortamos –

CENA 12 – EXTERNA - FORKS HIGH SCHOOL – CAMINHONETE DE


BELLA – DIA

Altas cabeças virando e espiando enquanto Bella estaciona,


apavorada. Todos os olhares estão nela enquanto ela sai da
caminhonete e pisa numa poça e ensopa seus Tênis. Ela anda
de forma envergonhada em direção à escola, enquanto
começamos –-

CENA 13 – INTERNA - COLEGIAL – SEQÜÊNCIA DE CENAS – DIA


--Bella (nunca sem seu IPOD) passa em meio aos garotos que
encaram abertamente.

Alguns dizem olá. Todos eles estão falando sobre ela. Este
é o seu inferno.

--Bella vagueia pelos corredores procurando os números das


salas, perdida.

--Constantes olhares fixos na direção da Bella, a intrusa.

SEQÜÊNCIA TERMINA quando um doce, atraente nerd, garoto


falante, ERIC, aparece no caminho dela.

ERIC
Você é Isabella Swan a garota nova. Oi.
Eu Eric. Os olhos e ouvidos deste lugar.
Tudo que precisar. Guia turístico,
companheiro de almoço, um ombro para chorar.

Bella apenas olha para ele. Ele é real?

BELLA
Eu sou do tipo “sofrer em silêncio”.

ERIC
Boa manchete para o seu artigo – Eu estou
no jornal, e você é notícia querida,
primeira página.

BELLA
Eu -- não, eu não sou notícia -- Eu, de
verdade não sou –

ERIC

UOU, relaxe. Nada de artigo.

BELLA
(aliviada)
Você se importa em apenas me apontar a
direção para a sala do Sr. Varner?

Ele a conduz, apreciando os olhares atentos, enquanto ela


morre de vergonha deles.

ERIC
Você perdeu muito do semestre, mas eu
posso lhe ajudar – professor particular,
anotações, desculpas médicas...

CENA 14 – INTERNA - GINÁSIO DE ESPORTES – DIA

O time de basquetebol masculino se exercita numa corrida na


metade da quadra de basquete. Um jogo de vôlei feminino
ocupa a outra metade.

Bella em roupas de ginástica, evita o vôlei como se ele


fosse radioativo. Uma animada, e atlética capitã do time,
JESSICA, motiva as jogadoras.

JESSICA
Bloqueia Chloe! Isso! Ótimo ataque!

Infelizmente, a bola de vôlei ruma em direção da Bella.


Ela fecha os olhos e balança os braços dando um tapa na
bola. Ela voa para fora da quadra-

-- e acerta um jogador de basquete na cabeça. Ele é MIKE


NEWTON, um atraente, afável, com um cabelo loiro pontudo.

MIKE
Ai!

BELLA
(corre até ele envergonhada)
Você está bem? Eu avisei para
elas não de fazerem jogar.

MIKE
É só um pequeno machucado.

Mike ri e ela sorri aliviada. UMA CAMPAINHA TOCA, fim da


aula.

MIKE
Você é Isabella, certo?

BELLA
Apenas Bella.

MIKE
Eu sou Mike. Newton.
Ele olha para ela um pouco mais do que devia, claramente
interessado nela—De repente, aparece Jéssica, se colocando
entre eles. Sutil, mas possessiva enquanto ela acotovela
Mike.

JESSICA
Ela tem um ótimo ataque, não tem?
(para Bella)
Então, você é do Arizona, certo?
As pessoas não costumam serem
bronzeadas lá?

BELLA
Foi por isso que me expulsaram.

Mike ri, e porque ele o faz Jéssica também ri. Bella apenas
fica inconfortável com a atenção...

CENA 15 - INT. CAFETERIA – DIA

SEGUIR Bella, Mike e Jéssica enquanto eles carregam suas


bandejas para uma mesa.

Eric aparece, e se espreme em um assento perto da Bella.

ERIC
Mike, você conheceu minha camarada
Bella.

MIKE
Sua camarada?

JESSICA
(para Bella)
É a primeira série outra vez, e você
é o novo brinquedo brilhante.

Bella sorri embaraçada. Repentinamente, um flash cega Bella.

Ela olha para o fotógrafo, ANGELA, a doce, insegura e


retraída amiga da Jéssica.

ANGELA
Desculpe, precisava de uma foto
informal para o artigo --
ERIC
O artigo já era, Ângela. Não fale mais nisso.
(para Bella)
Eu lhe protejo, baby.

ANGELA
(desapontada)
Acho que nós publicaremos outro
editorial sobre bebida na
adolescência.

BELLA
Desculpe. Sempre vai existir
distúrbios alimentares ou enchimento de
sunga do time de natação –

ANGELA
-- espera essa é boa...

Mas a atenção de Bella se volta para –

PERSPECTIVA DA BELLA – AS PORTAS DUPLAS DO REFEITÓRIO

Elas balanças abertas enquanto as quatro mais belas pessoas


que ela viu entram (EM CÂMERA LENTA): OS CULLENS. Dois
rapazes, duas garotas e todos pálidos como giz, com sombras
arroxeadas em seus olhos... e todos devastadoramente lindos.

Eles se movem através do ambiente sem esforço e


graciosamente, e sentam-se à mesa mais distante da mesa da
Bella. Bella inclina-se na direção de Jéssica e Ângela.

BELLA
Quem são eles?

ANGELA
Os Cullen.

Jéssica se inclina mais, mudando para o modo fofoca.


JESSICA
São os filhos adotivos do médico e sua
esposa. Eles todos se mudaram juntos do
Alaska para cá há dois anos atrás.

ANGELA
Eles se mantêm com eles mesmos.

JESSICA
Porque eles estão juntos. Como junto,
juntos mesmo. A garota loira, Rosalie, e o
moreno enorme, Emmett...

EM ROSALIE, 18, longo cabelo loiro, beleza de modelo. Ao


lado dela está EMMETT, 17, grande, moreno, como um
levantador de peso, mas um olhar divertido em seus olhos.

JESSICA
...Eles são uma coisa. Eu nem sei ao certo
se isso é legal.

ANGELA
Jess, eles não são realmente parentes.

JESSICA
Mas eles vivem juntos. E a garota
pequena de cabelo preto, Alice, é
realmente estranha...

Em Alice, 17, bonita, muito magra, com andar leve, cabelo


preto apontando em toda direção. Ela paira sobre JASPER,
18, com cabelo loiro cor de mel, alto, magro, levemente
atormentado.

JESSICA
...ela está com o Jasper, o loiro que
parece estar com dor. Digo, o Dr. Cullen
gosta de adotar e formar casais.

ANGELA
Talvez ele me adote.

Bella ri, gostando dela... Então vê o ultimo Cullen


entrando—

EDWARD, 17, magricela, com o cabelo desarrumado cor bronze.


Ele parece estar com uma crise interna, misterioso. Mais
novo que os outros. Mas, o mais deslumbrante de todos.
Bella não consegue tirar os olhos dele.

BELLA
Quem é ele?

JESSICA
Ele é Edward Cullen.
De repente, Edward olha superficialmente, como se ele
tivesse escutado Jéssica, através do refeitório. Seus olhos
encontram os da Bella. Mas ele parece...Confuso. Bella
rapidamente olha para o lado.

JESSICA
Ele é totalmente maravilhoso, claro.
Mas aparentemente ninguém é boa o
suficiente para ele. Como se eu ligasse.
(ela claramente se importa)
De qualquer maneira, não perca seu tempo.

BELLA
Eu não estava planejando isso.

Mas Bella não podia deixar de dar mais uma olhadinha em


Edward. Ele está encarando-a completamente agora, com uma
pequena expressão de frustração que incomoda Bella. Ela se
esconde atrás do cabelo.

CENA 16 – INTERNA – AULA DE BIOLOGIA – DIA

Uma sala com mesas de laboratório com a tampa preta. Duas


pessoas por mesa. Bella e Mike entram.

Mike senta no seu lugar e aponta ela em direção do Sr.


Molina, usando sandálias Birkenstock, professor
entusiástico de ciências na frente da sala. Enquanto Bella
vai até o professor com a sua folha de presença, ela nota –

EDWARD – as costas dele para ela, sentando numa mesa da


frente. Mas quando ela passa pela mesa de Edward...

CÂMERA LENTA – a brisa que ela cria quando passa levanta


uma folha de papel próximo a Edward. Nós ainda estamos nas
costas dele quando ele inala – e abruptamente enrijece. Ele
agarra a borda da mesa, esmigalhando-a ligeiramente.
Ninguém nota.

Sr. Molina pega a folha de presença de Bella.

SR. MOLINA
Bem-vinda, Srta. Swan. Siga junto do
melhor jeito que puder até você
conseguir acompanhar.
Sr. Molina faz um gesto para o único lugar vazio...ao lado
de Edward. Mas quando Bella se aproxima, ela fica chocada
quando –

NO ROSTO DE EDWARD – ele lentamente levanta os olhos para


ela, seus olhos negros como carvão com repulsão, fúria. Se
um olhar pudesse realmente matar...

Bella derruba a mochila de livros de alguém de cima da


cadeira. Coloca no lugar, murmurando um pedido de
desculpas. Então, senta-se furtiva e relutantemente no seu
lugar. Edward se afasta para longe dela para o outro
extremo da sua cadeira.

SR. MOLINA
(para a turma, animado)
Hoje nós estaremos observando o
comportamento da planária, também
conhecida como vermes chatos.

Enquanto o Sr. Molina distribui duas placas de Petri por


mas –

SR. MOLINA
Nós vamos cortar elas ao meio, e
então observá-las se regenerar em dois
vermes separados...

Bella olha de relance para Edward, que evita seu rosto,


segurando uma mão sobre o nariz como se cheirasse algo
horrível.

Bella, se encolhendo, sutilmente cheira o ar, não sente


nada. Então, ela cheira seu cabelo. Está tudo bem. Ela está
perplexa. Sr. Molina entrega para Edward duas Placas de
Petri.

SR. MOLINA
...Sim, companheiros, vermes zumbis!
Eles simplesmente não morrem.

Edward pega uma Placa de Petri, e escorrega a outra pela


mesa até Bella como se ela tivesse Ebola. Ela pega a sua
Placa de Petri, e faz uma cortina escura com seu cabelo
entre os dois.
Ela consegue ver AS MÃOS DE EDWARD por baixo da mesa.
Apertadas em punhos. Sentimentos de Bella: completamente
confusa e profundamente insegura...

CENA 17 – INTERNA – CORREDOR DO COLÉGIO – DIA

-- quando o SINAL TOCA, Edward sai em disparada pela porta.


Os outros alunos e Bella saem alguns momentos depois. Bella
olha pelo corredor; ele foi embora.

CENA 18 – SALA DA ADMINISTRAÇÃO – DIA

Bella entra, mas quase se vira e vai embora quando vê –

EDWARD falando docemente com a encantadora mulher


ADMINISTRADORA, 40 anos. Ele não vê Bella entrar.

EDWARD
Tem que haver algum sexto período
Aberto. Física? Bioquímica?

ADMINISTRADORA
Não, todas as classes estão cheias.
Eu creio que você vai ter que ficar
na de Biologia. Sinto muito.

Bella embranquece. A Administradora a vê e faz um gesto


para que espere um minuto. Mas Edward repentinamente
endurece como se pressentisse Bella. Ele vagarosamente se
vira para olhar de relance para ela, com olhos penetrantes
e cheios de ódio. Ela encosta-se à parede, se abraçando,
repentinamente com arrepios...com medo.

EDWARD
(para a Administradora)
Eu vou apenas...agüentar.

Ele dá passos largos para fora. Para longe de Bella...

CENA 19 – EXTERNA – COLÉGIO – DIA

Edward entra no seu novo e brilhante Volvo prateado com os


Cullens, enquanto Bella, chateada, corre para sua
caminhonete. Os muitos olhos ainda a observam pioram a
situação. ...Finalmente, ela alcança –

CENA 20 – INTERNA – CAMINHONETE DE BELLA (CONTINUA DA


ANTERIOR)

-- e fecha a porta. Os seus olhos bem...mas ela luta


contra, ficando braba.

BELLA
Cretino.

Enquanto ela tenta ligar o carro, afogando o motor, nós


começamos a ouvir a RESPIRAÇÃO IRREGULAR E APAVORADA DE UM
HOMEM –