Sei sulla pagina 1di 1

DICAS DO PROTEGILDO

COMPORTAMENTO SEGURO NO

Dentro de uma indústria de vidros, boa parte do processo de trabalho já é

A REPRODUÇÃO DESTA PÁGINA DA REVISTA PROTEÇÃO ESTÁ AUTORIZADA PARA USO INTERNO DAS EMPRESAS
automatizada. No entanto, o manuseio ainda se faz necessário em algumas
etapas colocando em risco a segurança dos trabalhadores. É fundamental
adotar um comportamento seguro em suas diversas fases de produção:

lu va e o
vão entre a
Não deixar pu nho não
s: óculos , para q ue o
EPIs básico mango te ,
Utilizar os de aço, ável a cort
es.
m biqueira fiq ue vuln er
calçados co , lu vas,
ricular
protetor au de couro.
e aventa is da
mangotes misa de ntro
Manter a ca qu e se
evitar
es sórios ca lça par a s.
demai s ac pa rtes móvei
Relógios e ntes de pr enda em
retira dos a
devem ser
tarefas
iniciar as
io o uso do
É obrigatór
la pidação
e se gura nça na
Du rante a deve ca pacete de s de
al ha do r ção de pe ça
fura ção, o
trab
rte, e m ovimen ta
za r av en tal para co vidro.
utili aç o
alha de
lu vas de m ve l.
perm eá
sobre a im
ato
tes ao cont
rm eá ve is e resi sten EP Is
Luvas impe ic as são
m su bs tâ ncias quím ra fia .
dire to co o de se rig
en sá ve is ao trabalh
indisp
ras
tempe ratu
do vi dr o so b altas de
o luvas
O m anusei oteção de
ito com a pr ra facial,
deve ser fe m ás ca
ca rb on o, ca pacete, ado
fibra de gote tricot
ão at oa lhado e man
roup grafatex).
(kevlar ou
respin go
ibilitem o
at iv id ad es qu e poss ss ária a
E m é ne ce
químicos,
de produtos lh os .
de lava-o
pres ença

Fonte: Revista O Vidroplano

JANEIRO / 2010 REVISTA PROTEÇÃO 103