Sei sulla pagina 1di 6

Cloretos (Cl-), brometos (Br-) e iodetos (I-):

• Cloretos (Cl-):
1. Ácido sulfúrico concentrado:

Ocorre decomposição considerável do cloreto a frio, e completa a


quente, com desprendimento de cloreto de hidrogênio:

Cl- + H2SO4 HCl(v) + HSO4-

O produto é reconhecido por: (a) seu odor picante e a produção de


fumaças brancas, que são gotículas de ácido clorídrico, formadas
quando se sopra a boca do tubo; (b) desenvolver nuvens brancas
de cloreto de amônio, quando um bastão de vidro umedecido com
solução de amônia é mantido perto da boca do tubo; (c) tornar
vermelho o papel de tornassol.

Procedimento:

Adicione a uma pequena quantidade de NaCl sólido algumas gotas


de H2SO4 concentrado. Verifique o desprendimento de vapores
esbranquiçados de HCl.

2. Solução de nitrato de prata/ solubilidade em NH4OH e em


(NH4)2CO3:

Precipitado branco, floculento, de cloreto de prata, AgCl,


insolúvel em água e em ácido nítrico diluído, mas solúvel
em solução diluída de amônia:

Cl- + Ag+ AgCl(s)

AgCl(s) + 2NH3 [Ag(NH3)2]+ + Cl-

[Ag(NH3)2]+ + Cl- + 2H+ AgCl(s) + 2NH4+

Procedimento:

Adicione a uma solução de NaCl algumas gotas de solução de


AgNO3. Verifique a formação de um ppt branco floculento, de AgCl.
Teste a solubilidade do ppt com solução de amônia (é solúvel
nesse meio). O ppt também é solúvel em (NH4)2CO3.
• Brometos (Br-):
1. Ácido sulfúrico concentrado:

Quando o ácido sulfúrico concentrado é derramado sobre brometo


de potássio sólido, forma-se, primeiro, uma solução marrom
avermelhada e, posteriormente, desprendem-se vapores de bromo
da mesma cor que acompanham o brometo de hidrogênio (fumaça
em ar úmido):

KBr + H2SO4 HBr(v) + HSO4- + K+

2KBr + 2H2SO4 Br2(g) + SO2(g) + SO42- + 2K+ + 2H2O

Essas reações são aceleradas por aquecimento.

Procedimento:

Adicione a uma pequena quantidade de KBr sólido algumas gotas


de H2SO4 concentrado. Verifique o desprendimento de vapores
castanho-alaranjadas de Br2, fortemente irritantes, que
acompanham o HBr.

2. Solução de nitrato de prata/ solubilidade em NH4OH e em


(NH4)2CO3:

Precipitado floculento, amarelo-pálido, de brometo de prata, AgBr,


escassamente solúvel em solução de amônia diluída, mas
prontamente solúvel em solução de amônia concentrada. O ppt é
insolúvel em ácido nítrico diluído:

Br- + Ag+ AgBr(s)

AgBr(s) + 2NH3 [Ag(NH3)2]+ + Br-

[Ag(NH3)2]+ + Br- + 2H+ AgBr(s) + 2NH4+

Procedimento:

Adicione a uma solução de KBr algumas gotas de solução de


AgNO3. Verifique a formação de um ppt floculento amarelo-pálido,
de brometo de prata. Teste a solubilidade do ppt com solução
diluída de amônia (é solúvel nesse meio). Adicione agora algumas
gotas de ácido nítrico diluído e verifique que o ppt de AgBr volta a
se formar. O ppt não é solúvel em (NH4)2CO3.

3. Solução de hipoclorito de sódio:

A adição gota a gota deste reagente a uma solução de um


brometo libera bromo livre, que colore a solução de vermelho-
laranja; se adicionarmos tetracloreto de carbono (2mL) e
agitarmos o líquido, o bromo dissolve-se no solvente e, após um
período de repouso, forma-se uma solução marrom avermelhada
abaixo da camada aquosa incolor. Com excesso de hipoclorito, o
bromo converte-se em monocloreto de bromo amarelo ou em
ácido hipobromoso ou ácido brômico incolores, resultando numa
solução amarelo-pálida ou incolor (distinguir do I-).

2Br- + Cl2(g) Br2(g) + 2Cl-

Br2(g) + Cl2(g) 2BrCl

Br2(g) + Cl2(g) + 2H2O 2OBr- + 2Cl- + 4H+

Br2(g) + 5Cl2(g) + 6H2O 2BrO3- + 10Cl- + 12H+

Procedimento:

Colocar 3 a 4 gotas de uma solução de KBr em um tubo de ensaio,


adicionar 1 a 2 gotas de H2SO4 diluído (até o meio ficar ácido) e
mais 5 a 6 gotas de tetracloreto de carbono. Juntar hipoclorito de
sódio, gota a gota, agitando-se após a adição de cada gota. A fase
orgânica deverá tornar-se amarelo-alaranjada na presença de íons
brometo. Continuando-se a adição de hipoclorito de sódio deverá
haver um descoramento da fase orgânica.

• Iodetos (I-):
1. Ácido sulfúrico concentrado:

Com o iodeto sólido, o iodo é liberado; aquecendo, desprende-se


vapores de cor violeta que tornam azul o papel de goma de amido.
Forma-se iodeto de hidrogênio – que pode ser observado,
soprando a boca do tubo, quando se produzem fumaças brancas –
mas a maior parte reduz o ácido sulfúrico a dióxido de enxofre,
sulfeto de hidrogênio e enxofre, cujas porções relativas dependem
das concentrações dos reagente:

2I- + H2SO4 I2(g) + SO42- + H2O

I- + H2SO4 HI(v) + HSO4-

6I- + 4H2SO4 3I2(g) + S(s) + 3SO42- + 4H2O

8I- + 5H2SO4 4I2(g) + H2S(v) + 4SO42- + H2O

Procedimento:

Adicione a uma pequena quantidade de KI sólido algumas gotas de


H2SO4 concentrado. Verifique o desprendimento de vapores de cor
violeta de I2, fortemente irritantes, que acompanham uma
pequena quantidade de HI.

2. Solução de nitrato de prata/ solubilidade em NH4OH e em


(NH4)2CO3:

Precipitado amarelo, floculento, de iodeto de prata, AgI, insolúvel


em solução de amônia e em ácido nítrico diluído:

I- + Ag+ AgI(s)

Procedimento:

Adicione a uma solução de KI algumas gotas de solução de


AgNO3. Verifique a formação de um ppt floculento
amarelo, de iodeto de prata. Teste a solubilidade do ppt com solução
diluída de amônia (é insolúvel nesse meio). O ppt também é
insolúvel em (NH4)2CO3.

3. Solução de hipoclorito de sódio:

Adicionando este reagente gota a gota à solução de um iodeto,


libera-se iodo, que colore de marrom a solução; agitando com 1-2
mL de tetracloreto de carbono, ele se dissolve, formando uma
solução violeta, que se separa debaixo da camada aquosa. Se um
excesso de hipoclorito de sódio for adicionado, o iodo se oxida a
ácido iódico incolor:
2I- + Cl2(g) I2 + 2Cl-

I2 + 5Cl2(g) + 6H2O 2IO3- + 10Cl- + 12H+

Procedimento:

Colocar de 3 a 4 gotas de uma solução de KI em um tubo de


ensaio, adicionar de 1 a 2 gotas de H 2SO4 diluído (até o meio ficar
ácido) e mais 5 gotas de tetracloreto de carbono. Juntar hipoclorito
de sódio, gota a gota, agitando constantemente. A fase orgânica
deverá tingir-se de violeta. Continuando-se a adicionar hipoclorito
de sódio, a coloração violeta deverá desaparecer devido a
formação do ácido iódico.

4. Solução de sulfato de cobre:

Precipitado marrom, consistindo em uma mistura de iodeto de


cobre I, CuI, e iodo. O iodo pode ser eliminado pela adição de
solução de tiossulfato de sódio ou ácido sulfuroso, obtendo-se um
ppt quase branco de iodeto de cobre I:

4I- + 2Cu2+ 2CuI(s) + I2

I2 + 2S2O32- 2I- + S4O62-

Procedimento: