Sei sulla pagina 1di 4

Arquitetura e Organização de Computadores I

Aula 14 CPU (Unidade Central de Processamento)

Basicamente, podemos dizer que a CPU executa transformações sobre dados especificados pelas instruções de um programa. Na Figura 1 podemos visualizar uma representação simplificada da CPU e suas conexões com o meio externo. Os principais componentes da CPU, ilustrados na Figura 2, são:

1.

unidade lógica aritmética –ULA: realiza as operações lógicas e aritméticas.

2.

unidade de controle – UC: controla tanto a transferência das informações (dados e instruções) para dentro e para fora da CPU quanto as operações da ULA.

3.

registradores de uso geral: memória interna.

4.

registradores de uso específico: memória interna

5.

barramentos: caminhos de transferência de dados, sinais de controle e endereços entre os componentes da CPU.

sinais de controle e endereços entre os componentes da CPU. Figura 2. CPU e suas conexões

Figura 2. CPU e suas conexões com o resto do sistema.

Prof. Msc. Jean M. Laine

1

Arquitetura e Organização de Computadores I

Arquitetura e Organização de Computadores I Figura 1. Organização da CPU. Para entender o funcionamento da

Figura 1. Organização da CPU.

Para entender o funcionamento da CPU devemos considerar as ações que ela executa:

1. busca de instrução: uma nova instrução é lida da memória.

2. interpretação da instrução: a instrução é decodificada para determinar a ação requerida.

3. busca de dados: a instrução que está sendo executada requer a leitura de dados da memória ou de um módulo de E/S.

4. processamento de dados: a instrução pode requerer a execução de uma operação lógica ou aritmética sobre os dados.

5. escrita de dados: instrução pode requerer que o resultado da execução seja escrito em memória ou em um módulo de E/S.

Organização dos Registradores

Os registradores da CPU exercem duas funções:

Prof. Msc. Jean M. Laine

2

Arquitetura e Organização de Computadores I

1. registradores visíveis para o usuário: utilizado pelos programadores de linguagem de montagem para otimizar o código.

2. registradores de controle e de estado: utilizados pela UC para controlar as operações da CPU.

Os registradores visíveis para o usuário podem ser classificados em:

1. registradores de propósito geral: podem ser utilizados pelos programadores para uma variedade de funções, por exemplo armazenar um operando para qualquer operação.

2. registradores de dados: são utilizados apenas para armazenar dados e não podem ser empregados no cálculo de endereços de operandos.

3. registradores de endereço: utilizados para um determinado modo de endereçamento (imediato, direto, indireto, etc).

4. registradores de código de condição (conhecidos como flags): armazenam bits que indicam o resultado de uma operação. Por exemplo, em uma operação aritmética este bit pode indicar se o resultado é positivo, negativo, zero ou overflow.

Os registradores de controle e de estados são empregados para controlar as operações da CPU. Os seguintes registradores são essenciais para a execução das instruções:

1. contador de programa –PC: armazena o endereço da instrução a ser buscada.

2. registrador de instrução –IR: armazena a última instrução buscada.

3. registrador de endereçamento à memória – MAR: armazena o endereço de uma posição de memória.

4. registrador de armazenamento temporário de dados - MBR: armazena uma palavra de dados a ser escrita na memória ou a palavra lida mais recentemente.

A Figura 3 mostra alguns exemplos de como é organizado os registradores de alguns

microprocessadores de arquiteturas diferentes.

Prof. Msc. Jean M. Laine

3

Arquitetura e Organização de Computadores I

Arquitetura e Organização de Computadores I Figura 3. Exemplos de Organização de registradores. O microprocessador

Figura 3. Exemplos de Organização de registradores.

O microprocessador Motorola MC68000 divide seus registradores de 32 bits em 8 de dados e 9 de endereços. Já o Intel 8086 contém 4 registradores de dados de 16 bits, 4 registradores de 16 bits usados para apontadores e registradores de índice, 4 registradores de segmentos de 16 bits também. O microprocessador Intel 80386 usa registradores de 32 bits.

Bibliografia

[1] STALLINGS, W. Arquitetura e Organização de Computadores, 5ª Edição, Prentice Hall, São Paulo, 2002.

Prof. Msc. Jean M. Laine

4