Sei sulla pagina 1di 8

1 – (FMU) A temperatura durante a mudança de estado, para uma dada substância,

a) é sempre maior que zero

b) é sempre menor que zero

c) varia conforme o estado de agregação da substância

d) é sempre constante à mesma pressão

e) varia independentemente do estado de agregação da substância

2 – (UFRN) Um copo de água está à temperatura ambiente de 30°C. Joana coloca cubos de gelo
dentro da água.

A análise dessa situação permite afirmar que a temperatura da água irá diminuir por que

a) o gelo irá transferir frio para a água.

b) a água irá transferir calor para o gelo.

c) o gelo irá transferir frio para o meio ambiente.

d) a água irá transferir calor para o meio ambiente.

3 – (PUC-PR) Um menino inglês mediu sua temperatura com um termômetro graduado na escala
Fahrenheit e encontrou 96,8°F. Esse menino está:

a) com febre alta, mais de 39°C.

b) com temperatura menor que 36°C.

c) com a temperatura normal de 36°C.

d) com temperatura de 38°C.

e) com temperatura de 34,6°C.

4 – (PUC-PR) Um calorímetro contém 500 g de água a uma temperatura de 20°C. Despreze o


calor recebido pelo calorímetro. Fornecendo-se à água uma quantidade de calor de 20000 cal,
obtêm-se no calorímetro:

Dados: cH2O = 1 cal/g°C LH2O = 540 cal/g

a) 400 g de água a 100°C e 100 g de vapor de água a 100°C.

b) 300 g de água a 100°C e 200 g de vapor de água a 120°C.

c) 500 g de água a 40°C.

d) 500 g de água a 60°C.

e) 500 g de água a 80°C.

5 – (PUC-RS) Podemos caracterizar uma escala absoluta de temperatura quando


a) dividimos a escala em 100 partes iguais.

b) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética mínima das partículas de um


sistema.

c) associamos o zero da escala ao estado de energia cinética máxima das partículas de um


sistema.

d) associamos o zero da escala ao ponto de fusão do gelo.

e) associamos o valor 100 da escala ao ponto de ebulição da água.

6 – (PUC-RS) Uma piscina contém 20.000 litros de água. Sua variação de temperatura durante a
noite é de – 5° C. Sabendo que o calor específico da água é de 1cal/g ° C, a energia, em kcal,
perdida pela água ao longo da noite, em módulo, é

a) 1.104

b) 1.105

c) 2.103

d) 9.103

e) 9.107

7 – (PUC-MG) Considere dois corpos A e B de mesma massa de substâncias diferentes. Cedendo


a mesma quantidade de calor para os dois corpos, a variação de temperatura será maior no
corpo:

a) de menor densidade.

b) cuja temperatura inicial é maior.

c) de menor temperatura inicial.

d) de maior capacidade térmica.

e) de menor calor específico.

8 – (PUC-MG) O gráfico abaixo mostra o aquecimento de um recipiente de alumínio ( c = 0,20


cal/g°C), de massa 600 g, que contém um determinado líquido em equilíbrio térmico. Nesse caso,
é CORRETO dizer que a capacidade térmica do líquido, em cal/ °C é igual a:

a) 60
b) 70

c) 80

d) 90

e) 100

9 – (PUC-MG) O equivalente em água de um corpo é definido como a quantidade de água que,


recebendo ou cedendo a mesma quantidade de calor, apresenta a mesma variação de
temperatura. Desse modo, o equivalente em água, de 1000 g de ferro ( c = 0,12 cal/g°C ) é igual
a 120 g de água ( c = 1,0 cal/g°C ). Visto isso, é correto dizer que o equivalente em alumínio ( c
= 0,20 cal /g°C ) de 1000 g de ferro vale, em gramas:

a) 200

b) 400

c) 600

d) 800

e) 1000

10 – (UERJ) Uma bolinha de aço a 120º C é colocada sobre um pequeno cubo de gelo a 0º C.

Em escala linear, o gráfico que melhor representa a variação, no tempo, das temperaturas da
bolinha de aço e do cubo de gelo, até alcançarem um estado de equilíbrio, é:
Gabarito:

1-d 2-b 3-c 4-d 5-b 6-b 7-e 8-c 9-c 10-d
01. (FUVEST) Um ser humano adulto e saudável consome, em média, uma potência de 120J/s. Uma “caloria alimentar” (1kcal)
corresponde, aproximadamente, a 4,0 x 103J. Para nos mantermos saudáveis, quantas “calorias alimentares” devemos utilizar, por
dia, a partir dos alimentos que ingerimos?
a) 33
b) 120
c) 2,6x103
d) 4,0 x103
e) 4,8 x105

02. (MACKENZIE) Uma fonte calorífica fornece calor continuamente, à razão de 150 cal/s, a uma determinada massa de água. Se
a temperatura da água aumenta de 20ºC para 60ºC em 4 minutos, sendo o calor especifico sensível da água 1,0 cal/gºC, pode-se
concluir que a massa de água aquecida, em gramas, é:

a) 500
b) 600
c) 700
d) 800
e) 900

03. (UFPR) Durante o eclipse, em uma das cidades na zona de totalidade, Criciúma-SC, ocorreu uma queda de temperatura
de 8,0ºC. (Zero Horas – 04/11/1994) Sabendo que o calor específico sensível da água é 1,0 cal/gºC, a quantidade de calor liberada
por 1000g de água, ao reduzir sua temperatura de 8,0ºC, em cal, é:

a) 8,0
b) 125
c) 4000
d) 8000
e) 64000

04. (UFSE) A tabela abaixo apresenta a massa m de cinco objetos de metal, com seus respectivos calores específicos sensíveis c.

METAL c(cal/gºC) m(g)


Alumínio 0,217 100
Ferro 0,113 200
Cobre 0,093 300
Prata 0,056 400
Chumbo 0,031 500

O objeto que tem maior capacidade térmica é o de:

a) alumínio
b) ferro
c) chumbo
d) prata
e) cobre

05. (MACKENZIE) Um bloco de cobre (c = 0,094 cal/gºC) de 1,2kg é colocado num forno até atingir o equilíbrio térmico. Nessa
situação, o bloco recebeu 12 972 cal. A variação da temperatura sofrida, na escala Fahrenheit, é de:

a) 60ºF
b) 115ºF
c) 207ºF
d) 239ºF
e) 347ºF

06. (MACKENZIE) Quando misturamos 1,0kg de água de água (calor específico sensível = 1,0cal/g°C) a 70° com 2,0kg de água a
10°C, obtemos 3,0kg de água a:
a) 10°C
b) 20°C
c) 30°C
d) 40°C
e) 50°C

07. (UFSM - RS) Um corpo de 400g e calor específico sensível de 0,20cal/g°C, a uma temperatura de 10°C, é colocado em contato
térmico com outro corpo de 200g e calor específico sensível de 0,10cal/g°C, a uma temperatura de 60°C. A temperatura final, uma
vez estabelecido o equilíbrio térmico entre os dois corpos, será de:
a) 14°C
b) 15°C
c) 20°C
d) 30°C
e) 40°C

08. (FUVEST) Num calorímetro contendo 200g de água a 20°C coloca-se uma amostra de 50g de um metal a 125°C. Verifica-se
que a temperatura de equilíbrio é de 25°C. Desprezando o calor absorvido pelo calorímetro, o calor específico sensível desse metal,
em cal/g°C, vale:
a) 0,10
b) 0,20
c) 0,50
d) 0,80
e) 1,0

09. (VEST - RIO - RJ) Um confeiteiro, preparando um certo tipo de massa, precisa de água a 40°C para obter melhor fermentação.
Seu ajudante pegou água da torneira a 25°C e colocou-a para aquecer num recipiente graduado de capacidade térmica desprezível.
Quando percebeu, a água fervia e atingia o nível 8 do recipiente. Para obter a água na temperatura de que precisa, deve acrescentar,
no recipiente, água da torneira até o seguinte nível:
a) 18
b) 25
c) 32
d) 40
e) 56

10. (PUCCAMP) Uma barra de cobre de massa 200g é retirada do interior de um forno, onde estava em equilíbrio térmico, e
colocada dentro de um recipiente de capacidade térmica 46cal/°C que contém 200g de água a 20°C. A temperatura final de
equilíbrio é de 25°C. A temperatura do forno, em °C, é aproximadamente igual a: Dado: CCu = 0,03 cal/g°C
a) 140
b) 180
c) 230
d) 280
e) 300

Resolução:

01 - C 02 - E 03 - D 04 - E 05 - D
06 - C 07 - C 08 - B 09 - D 10 - C