Sei sulla pagina 1di 4

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA


FUNDAÇÃO DE APOIO À ESCOLA TÉCNICA - FAETEC
INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO – ISERJ

APOSTILA DE MATEMÁTICA - NÍVEL: ENSINO MÉDIO - PROFª: TELMA CASTRO SILVA


CURSO: ________________________ SÉRIE: 1ª TURMA: _______ DATA: ___/___/2011
ALUNO(A):________________________________________ Nº:_____

Trigonometria no Triângulo Retângulo

GABARITO

1) Determine o seno, cosseno e a tangente dos ângulos agudos  e  na figura. (Use duas casas
decimais).

Solução. Como os ângulos  e  são complementares, o seno de um tem o mesmo valor do


cosseno do outro. No caso da tangente, o valor da tangente de um é o inverso da tangente do
outro. Ou a cotangente.

cat .oposto 15
i ) sen    0,88  cos   0,88
hipotenusa 17
cat .adjacente 8 .
ii ) cos     0,47  sen  0,47
hipotenusa 17
cat .oposto 15 1 8
iii ) tg    1,88  tg    0,53
cat .adjacente 8 15 15
8

2) Observando o triângulo retângulo mostrado na figura, calcule:

a) O seno, cosseno e tangente do ângulo agudo indicado.


b) O valor da altura relativa à hipotenusa.
c) A área do triângulo.

Solução. Utilizando as relações métricas e trigonométricas


temos:

cat .oposto 3
i ) sen    0,75
hipotenusa 4
cat .adjacente 7
ii ) BC  4 2  3 2  16  9  7  cos     0,66
a) hipotenusa 4 .
2
3 9 7 7
2º mod o : sen 2   cos 2   1  cos 2   1     cos   1     0,66
4 16 16 4
cat .oposto 3 3 7 3 7
iii ) tg    .   1,13
cat .adjacente 7 7 7 7

1
b) Utilizando a fórmula que associa catetos, hipotenusa e altura no triângulo retângulo, temos:

(altura )  (hipotenusa )  (cateto 1)  (cateto 2)


.
h  4  (3)   7   h  3 47

c) A área do triângulo retângulo vale a metade do produto dos catetos:

A
(cateto 1)  (cateto 2) (3)  7

 
 A
3 7.
2 2 2

3) Num triângulo retângulo um cateto mede 15cm e a hipotenusa 17cm. Calcule o seno, o cosseno
e a tangente do maior ângulo agudo desse triângulo.

Solução. O maior ângulo agudo está oposto ao maior cateto. Calculando o outro cateto temos:

(17) 2  (15) 2  (cat ) 2  cat  289  225  64  8cm  15cm . (situação do exercício 1 acima).

Logo, os valores pedidos se referem ao ângulo oposto e adjacente ao cateto de 15cm.


Considerando esse ângulo como  , temos:

cat .oposto 15 cat .oposto 15


i ) sen    0,88 iii ) tg    1,88
hipotenusa 17 cat .adjacente 8
.
cat .adjacente 8
ii ) cos     0,47
hipotenusa 17

4) Observe a tabela com os valores aproximados (duas casas decimais) do seno, cosseno e
tangente de alguns ângulos.
Utilizando propriedades dos ângulos complementares, calcule os valores das expressões.

a) M  2. cos15º  3. cos 28º  tg34º

b) N  cos 6º  5.sen56º  cot g 75º

Solução. Utilizando o fato do seno de um ângulo possuir o mesmo valor do cosseno de seu
complementar e a tangente desse ângulo valer o inverso da tangente do complementar, pela
tabela observa-se:

i) 15° + 75° = 90° ii) 28° + 62° = 90° iii) 34° + 56° iv) 6° + 84° = 90°

Realizando as substituições adequadas nas expressões, temos:

M  2. cos 15º  3. cos 28º  tg 34º N  cos 6º  5.sen56º  cot g 75º


a) b)
M  2.(0,97)  3.(0,88)  0,67  3,91 N  (0,99)  5.(0,83)  (0,27)  2,89

2
5) Um avião levanta vôo em B e sobe fazendo um ângulo
constante de 15° com a horizontal. A que altura está e
qual distância percorrida, quando alcançar a vertical que
passa por um prédio A situado a 2 km do ponto de
partida?
(Dados: sen 15° = 0,26, cos 15° = 0,97 e tg 15° = 0,27).

Solução. A figura mostrada representa um triângulo retângulo com catetos x e 2000m com
hipotenusa y. Utilizando as relações trigonométricas, temos:
cat .oposto x
i) altura : tg15º   0,27   x  (0,27).(2000)  540m
cat .adjacente 2000
cat .adjacent 2000 2000
ii ) distância : cos 15º   0,97  y  2062m
hipotenusa y 0,97

6) Qual a área do triangulo ABC indicado na figura?


Solução. O triângulo possui base (x + y) e altura h. Calculando cada segmento pelas razões
trigonométricas, temos:

i ) sen45º 
h 2

h
h
22 2   2 cm
2 2 2 2 2 2
ii ) x  h  2 cm  (triângulo retângulo isósceles )
h 3 2 6 6 3
iii ) tg 30º    y  .  2 3cm
y 3 y 3 3 3

iv ) A 

bh 2  2 3 2

 
 2  2 3 cm 2 
2 2

7) Calcule o perímetro do triângulo retângulo ABC da figura, sabendo


que cos   3 e o segmento BC é igual a 10 m.
5
Solução. Encontra-se CA e AB através das razões trigonométricas e
da relação fundamental.

2
3 9 16 4
i ) sen 2  cos 2   1  sen 2  1     sen  1   
5 25 25 5
CA 3 CA (3).(10) .
ii ) cos      CA   6m
BC 5 10 5
AB 4 AB (4).(10)
iii ) sen     AB   8m
BC 5 10 5
iv ) Perímetro  AB  BC  CA  8m  10m  6m  24m

8) Calcule x indicado na figura.

Solução. Identificando os ângulos do triângulo, observamos que y


= 100, pois o triângulo 30°, 30° e 120° é isósceles. No triângulo
retângulo x está oposto ao ângulo de 60°. Aplicando a razão
trigonométrica do seno, temos:

x  3
sen60º   x  100.   50 3

100  2 

3
9) As raízes da equação x² - 14x + 48 = 0 expressam em centímetros as medidas dos catetos de um
triângulo retângulo. Determine a medida da altura relativa à hipotenusa, o perímetro desse
triângulo e o seno do maior ângulo agudo.

Solução. Resolvendo a equação do 2° grau, temos:

 14  2 16
 (14)  (14) 2  4(1)(48) 14  196  192 14  4 14  2  x1  2  2  8cm
x    
2(1) 2 2 2  x  14  2  12  6cm

2
2 2

i) A hipotenusa é calculada pela relação de Pitágoras:


hip 2  (6) 2  (8) 2  hip  36  64  100  10cm .

(altura )  (hipotenusa )  (cateto 1)  (cateto 2)


ii) A altura vale: .
 
h  10  (6)  8  h 
48
10
 4,8cm

iii) Perímetro: 6cm + 8cm + 10cm = 24cm.

iv) O maior ângulo está oposto ao maior cateto: 8


sen   0,8 .
10

10) Calcule a área do triângulo ABC, sabendo que h  2 cm ,   30º e   45º .

Solução. A base do triângulo é a soma dos segmentos AH e HB. Calculando cada


medida pelas razões trigonométricas, temos:

AH 3 AH 6
i ) tg 30º     AH  cm
h 3 2 3
HB HB
ii )tg 45º  1  HB  2 cm
h 2
 6 
  2 36
 3  2  2
12 2 3
iv ) A 
bh 


 3
2
 3
2
 3 
2 3 3

   3 3cm 2
2 2 2 2 2 6 3

Fonte: http://www.professorwaltertadeu.mat.br