Sei sulla pagina 1di 4

Osasco, 14 de março de 2011.

Aula Ciência Política e Teoria Geral do Estado prof. Hygino

TEORIA POLÍTICA:

Linha do tempo:

1- Antiguidade

Platão: Estado “Ideal”, composto por indivíduos divididos em categorias:

1ª Filósofos: Direção (Razão)


2ª Defesa: Guerras (Defesa)
3ª Economia (Comerciantes)
4ª Escravos (Trabalho)

Aristóteles: Governo Ideal “Melhor Governo”

Monarquia: Um Só
Aristocracia: Um Grupo
Democracia: Da Maioria

2- Roma

Poder Político Força física

Exercito

Direito Romano denominado LEX.


“Urbi et Orbi” de Roma para Roma
“Status” Cidadãos Patrícios Nobres
Plebeus
3- Idade Media: Séc. V D.C.

Queda do império Romano, domínio da Igreja Católica.


Poder Político Igreja Católica (Uma Instituição Centralizada)
Feudalismo poder centralizado numa porção de terra.
Cada feudo deve obedecer ao senhor feudal que devera obedecer ao clero (Igreja Católica).
Teoria Política da Igreja Católica: Deus – Papa- Estado e Sociedade.
4- Renascimento: Séc. XII, XIII, XIV e XV

Humanismo: Homem no centro do Universo.


Época das ciências e das grandes navegações. Descoberta do Oriente, Ocidente (expansão
territorial)
Séc. XVI – Reforma Luterana (Martin Lutero,) Protestantismo

5- Iluminismo Séc. XVII e XVIII

Separação do pensamento Religioso e Cientifico RAZÃO

6- Idade Moderna:

Revolução Industrial – Séc. XVII


Revolução Inglesa – Séc. XVII

Limitação do Poder Real Parlamento

Revolução Americana – 1776


Séc. XVIII. Fim do Poder Absoluto
Revolução Francesa – 1789

Séc. XIX - a)Movimento das classes trabalhadora em oposição à classe burguesa. Que ascende
ao poder a partir da Revolução Francesa.

b) Descolonização da America Latina, África e Oriente Médio.

7- Idade Contemporânea:

1ª Guerra Mundial (1914 a 1918)


Revolução Mexicana (1916)
Revolução Bolchevique (Rússia 1917)
2ª Guerra Mundial (1938 a 1945)
Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948)
Revolução Cultural da China (1956)
República

1- Platão - Atenas: 428 A.C. a 348 A.C.

A justificativa da sociedade e do Estado, segundo Platão, esta na própria natureza humana,


uma vez que cada homem precisa do auxilio material e moral dos outros. As necessidades
humanas dão origem à divisão do trabalho e esta à divisão da sociedade em castas/ classes
no âmbito do Estado. O Estado está composto por uma serie de indivíduos que não são
iguais.
O Estado ideal seria divido nas seguintes categorias: filósofos, guerreiros, produtores
(agricultores, comerciantes e artesãos). A escravidão é uma instituição necessária, pois o
Estado necessita de indivíduos que executem os trabalhos. Os filósofos devem dirigir a
república, pois conhecem a realidade de todas as coisas. Os guerreiros defendem o Estado,
interna e externamente (representam a força a serviço do direito). Os produtores são
responsáveis pela conservação econômica do Estado.

2- Aristóteles - Estágira 384 A.C. a 322 A.C.

Ao Estado cabe a formação moral dos cidadãos. O Estado é, portanto um organismo moral.
A política é a doutrina da MORAL.
O Estado é superior aos indivíduos uma vez que a coletividade é superior ao individual e o
interesse coletivo é superior ao individual.
Somente o estado pode satisfazer as necessidades humanas. Porem o Estado só pode ser
compreendido por uma existência anterior.

TEORIA DA SOCIEDADE

1- CONCEITO DE SOCIEDADE

A) Talcott Parsons: “(...) Todo complexo de relações do homem com seus semelhantes”
B) Aristóteles: “O homem é um animal social”
C) Contratualistas: “A sociedade é o resultado de um contrato hipotético realizado entre
os homens”
D) Del Vecchio: “(...) Complexo de relações pelo qual, vários indivíduos vivem e operam
conjuntamente de modo a formarem uma nova e superior unidade”

2- TEORIAS SOBRE OS FUNDAMENTOS DA SOCIEDADE.

2.1- Organicistas:
A) “Considera a sociedade como um corpo dotado de órgãos a desempenhar sua função
específica em prol de todos” PLT

2.2- Mecanicistas

2.3- Eclética