Sei sulla pagina 1di 24

Língua Portuguesa

Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Chape, chape

No Inverno, os meninos levam grandes botas pretas, de borracha, para


chegarem com os pés enxutos à escola. Isso é o que julgam os pais, que
recomendam sempre ;
- Não metam os pés dentro das poças de água.
E eles respondem, muito sérios :
- Não, senhor.
E vão direitinhos ao ribeiro e por ele seguem, chape, chape, até à curva
para a mata. Procuram enguias, procuram cágados, brincam uns com os
outros e chegam à escola com os pés molhados, claro, porque brincar no
ribeiro, apesar das botas, é o que faz. Maria Cecília Correia
Escreve as respostas.

1 – O que levam os meninos nos pés ? Para quê ?

2 – O que lhes recomendam os pais ?

3 – E os meninos o que fazem ?

4 – Os meninos chegam à escola com os pés molhados. Porquê ?

Leio. Escrevo o nome de outros peixes nos lugares respectivos.

• Os meninos procuram, no ribeiro, enguias…

PESCADA RAIA CARAPAU LINGUADO

SARDINHA FANECA TRUTA SALMÃO


Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Os teimosos

Era uma vez dois sempre-em-pé, muito bem arrumadinhos, numa prateleira
da loja. Parece que deviam ser bons amigos, não é verdade ? Mas não eram.
Porquê ? Ora, porque cada um se julgava mais bonito e mais habilidoso que o
outro ! E passavam os dias a discutir. Palavra puxa palavra, mais encontrão
daqui, mais encontrão dali, catrapus ! Caíram da prateleira ao mesmo tempo,
de cabeça para baixo. Mas logo se endireitaram muito depressa, e ficaram um
bom bocado a tremer, a tremer…
Primeiro puseram-se a rir. Depois, olharam com atenção.
- Afinal, somos iguais! – disse um sempre-em-pé. – Ambos temos chapéu
alto…
- E colete! – acrescentou o outro.
- E fazemos a mesma habilidade : endireitamo-nos muito depressa, quando
nos põem de cabeça para baixo.
- Por isso é que nos chamam sempre-em-pé.
- Pois se até somos amigos!
- Está visto! Somos amigos! Maria Lúcia Namorado
Leio. Escrevo as respostas.

1 – Os dois teimosos deviam ser amigos. Porquê ?

2 – Os dois teimosos não eram amigos. Porquê ?

3 – Estavam sempre a discutir. O que aconteceu um dia ?

4 – O que aconteceu quando caíram ao chão ?

5 – Depois olharam-se com atenção. A que conclusão chegaram ?

6 – Já viste um sempre-em-pé ? Qual é a razão por que se chama assim ?

7 – “Os teimosos não eram amigos.”


Escreve esta frase no(a) :

Singular → _________________________________________________

Afirmativa → ________________________________________________

8 – Separa na frase, o grupo nominal e o grupo verbal.

“O sempre-em-pé baloiça.”

GN : _____________________ Nome principal : __________________


GV : _____________________ Verbo : __________________________
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Eu! Só Eu!
Eu bem dizia. Sou feiticeiro
capaz de transformar o mundo inteiro.

Varinha de condão? Não é preciso.


O meu feitiço está nas mãos,
no olhar e no sorriso…

Tenho tesouros como um rei.


Coisas que eu faço, coisas que eu sei…

Mas o segredo, vês?, não é só meu:


tu podes ser como eu…

Faço florir as roseiras,


faço correr as torneiras.

Posso ser carro e guiá-lo


ser cavaleiro e cavalo…

E o que eu faço – podes crer –


também tu sabes fazer.

E pra fazer coisas tais,


não é preciso nada mais
do que o bem que Deus me deu:
Eu! Só Eu!
Ester de Lemos

Leio. Escrevo as respostas.

1 – Não precisamos de uma varinha de condão para conseguirmos um


mundo melhor. Onde está o feitiço com que conseguimos isso ?
2 – Todos temos muitos tesouros. Quais são ?

Escrevo, duas a duas, as palavras que rimam.

• feiticeiro • crer

• fazer • roseira

• inteiro • sei
• sorriso • torneira

• rei • preciso

Eu posso ser feiticeiro


• Observo o desenho e leio as palavras. Converso e digo o que
posso fazer para conseguir um mundo melhor.

ensinar trabalhar
aprender amar
estudar limpar
casa ajudar
escola sorrir
jardim companheiros
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Que avestruz gulosa!


Como todas as avestruz, a desta história tinha pernas altas, penas bonitas,
pescoço comprido, uma cabeça pequenina com dois olhos que pareciam rir,
um bico forte. E tinha sempre fome.
Um certo dia começou aos gritos:
- Ai minha mãezinha! Ai! Ai! Ai!
Aflita, a mãe avestruz foi chamar o Mocho dos Cem Anos que era o melhor
médico da selva. Com os seus grandes óculos ele olhou, espreitou de todos
os lados e disse que tinha de a operar!

E podem imaginar o que o doutor Mocho encontrou no estômago da gulosa?


Vejam só: vinte e sete parafusos, cem laranjas, um prato, uma roda de
bicicleta, um sapato velho, nove pedras, quatro esferográficas, um gravador,
um vídeo e uma formiguinha que entrara por engano. Como queria sair para a
luz do sol, começou a fazer-lhe cócegas no estômago e com tanto salto que
deu, a avestruz misturou tudo o que engolia e pronto, foi essa a doença…
Maria Rosa Colaço
Desabrochar
Escrevo os nomes de tudo o que a avestruz tinha no estômago.

Copio do texto palavras de acordo com as etiquetas.

Palavras com Ç Palavras com Ce ou Ci


• ___________ • ___________ • ___________ • ___________
• ___________ • ___________ • ___________ • ___________

A avestruz gulosa

• Continuo o texto para contar a


história da avestruz gulosa.

Era uma vez uma avestruz que


era muito gulosa. Um dia comeu
tanto que…
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

 Ler o texto.
Na sala de aula, os alunos desenham,
recortam, pintam e colam.
Um grupo recorta as máscaras para a
festa de Carnaval. Outro grupo pinta. Se
vissem que caras tão engraçadas !
- Nesta máscara falta o nariz. Vamos já
colá-lo para vocês pintarem.
E os trabalhos continuam animados. Vão
surgindo máscaras para todos : de palhaço,
de urso, de porquinho, de macaco…
Há narizes tortos e narizes que parecem
abóboras.
É Carnaval. A festa começou na sala de
aula. E que animada foi!

Completar as frases com a expressão certa.

• Os alunos trabalham com vontade na sala de aula


no pátio do recreio
_______________________________. a caminho de casa

• As crianças recortam e pintam paisagens


máscaras
_______________________________. jogos divertidos

• Este trabalho é feito na Primavera


no final do ano
_______________________________. por alturas do Carnaval
Responder.

1 – Que animais as máscaras imitavam ?

2 – Como se chama o fruto com que se parecem alguns narizes ?

Fazer a correspondência.

O Carnaval é uma festa animada ! frase interrogativa


Gostas de brincar ao Carnaval ? frase informativa
O Luís não pintou a sua máscara. frase exclamativa

Escrever o sinónimo de cada palavra no sítio certo.

animados ► aparecendo
surgindo ► iniciou
entusiasmados
começou ►

Do texto copiar duas palavras que indiquem :

só um mais que um
(singular) (plural)

EXPRESSÃO ESCRITA
Em frases curtas e completas, descrever
a maneira como te divertes no Carnaval.
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

 Lê o texto com atenção.

O Palhaço
Vou falar-lhes de um Palhaço. Ilustra 
Tinha um nariz muito grande e uns olhos
que brilhavam como estrelas. E no peito um
coração de oiro – os olhos brilhavam como
estrelas porque ele tinha um coração de oiro.
E as mãos, quando estavam fora das luvas
grandes, eram grandes, isso eram, mas
meigas e bonitas.
O Palhaço era bom. Sonhava muito. Sonhava
que no mundo todos deviam ser bons,
alegres, bem-dispostos.
O Palhaço não tinha pai nem mãe. Vivia
sozinho desde criança.
Sozinho com o seu coração de oiro.
Matilde Rosa Araújo

 Lê atentamente o texto e responde.

1. De que nos fala o texto ?

2. Como eram as mãos do Palhaço ?

2.1. E os olhos ?

3. Com que sonhava o Palhaço ?


4. E tu ? O que pensas dos palhaços ?

Funcionamento da Língua

1. Completa com as palavras : vivia, tinha e brilhavam.


O palhaço ____________ um nariz grande.
Os olhos do palhaço ______________ como estrelas.
O palhaço ____________ sozinho desde criança.

2. Completa conforme os exemplos.

O palhaço riu. O cão ladra.


Os palhaços riram. _____________ ladram.

O menino estuda. O menino brinca.


Os meninos ______________. _____________ brincam.

O galo come milho. Eu estudo.


Os galos ____________ milho. Tu ______________.
As galinhas ___________ milho. Vós _____________.
A galinha ___________ milho. Eles _____________.

O macaco salta. O bebé toma leite.


__________________________ __________________________
A boneca é bonita.
__________________________

Conta-nos, num pequeno texto escrito, de que te mascaraste e


Como era a roupa que usaste na última festa de Carnaval.
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Atchim… Senhor Caracol


andou pela horta;
passeio para aqui
passeio para ali
pauzinhos no ar
cabecinha ao sol.

Não teve cuidado


e depois…
atchim!
Senhor Caracol
ficou constipado.

Hoje de manhã
não saiu da casca;
não foi para a horta
nem para o jardim;
então
lamentou-se :
-Que grande arrelia!
Coitado de mim!

Ao saber do caso
a Dona Lagarta
logo resolveu
mandar-lhe uma carta.

(Carta que transcrevo


e dizia assim:)

Senhor Caracol:
Siga o meu conselho
não torne para aí de cabeça ao léu:
quando andar ao sol
ponha o seu chapéu!

Soledade Martinho Costa


Publicações Europa-América
Colecção “Quatro Estações”
Leio as perguntas. Escrevo as respostas

1 – O que foi fazer ? O que lhe aconteceu ?

O caracol
saiu de casa 2 – Como se sentia o caracol ?

3 – O que fez ? O que dizia a carta ?

Dona Lagarta
soube do caso

Descubro seis palavras dos versos. Circundo essas palavras.


Copio as palavras.

S A J A R D I M T A D
• •
T R O V B A H O R T A
E A C A B E Ç A P L A
• I T R C A R A C O L T •
L S T A I B S O L I A
L A G A R T A P A O R
• •
P Q A C H A P É U R L

Leio e completo

pau pauzinho horta jardim

cabeça chapéu casca


Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Pintas e cores
Fiz uma pinta
com tinta
Pintei o sol
pintei o mar
e todas as coisas
que possas pensar.
Uma pinta amarela – o sol.
Uma pinta verde – o mar.
Uma pinta vermelha – o morango
que te dei para merendar.
Agora é a tua vez,
tens de ser tu a pintar.
Uma pinta roxa – a violeta.
Uma pinta escura – o gavião.
Com pintas de muitas cores
tu pintas um coração.
Raquel Delgado
Observo as figuras. Escrevo o nome de cada uma.
Pinto os desenhos com as cores indicadas nos versos.

O que gostaria de pintar ?

Imagino p que gostaria de pintar e as cores que iria utilizar.


Ilustro, legendo e pinto.

Escrevo as palavras que rimam com as indicadas.

• pinta • merendar • merendar • pinta

• pensar • coração • •
• pintar • mar
• • gavião
• gavião • tinta
• •
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Recompensa
Voou
por engano
uma flor.
Não sei se voou
um ano,
mas seja como for
voou uma vez,
duas, três,
uma flor.

Entrou
na escola
e descansou
na sacola
preta
preta
do menino branco
que estava no banco
e lhe chamou
borboleta.

E a borboleta
para agradecer
abriu a sacola
e ajudou o menino a fazer
os exercícios da escola.
Sidónio Muralha
Leio e escrevo as respostas.

1 – Uma flor voou por engano. Porquê ?

2 – O que fez a flor ?

3 – O que chamou o menino à flor ? Porquê ?

4 – O que fez a borboleta para agradecer ao menino ?

Observo. Copio dos versos as palavras pedidas.

palavras palavras palavras


com
• com
• com

tr • fl • br •

A flor borboleta
• Escrevo um texto a contar a
história que li. “Era uma vez uma linda flor.
Um dia…”
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

 Lê o texto com atenção.


Ilustra 
Era uma vez…

Era
uma vez um menino
chamado Luisinho.

Um dia,
Luisinho,
ao voltar da escola,
viu que a Primavera
havia chegado.
Agora,
Longo, um grande sol radioso
longo cobria
fora o Inverno, campos, casas, caminhos,
dias sombrios, abria-se,
frio, neve, chuva rosa de lume e alegria,
vento bufando a toda a roda
vuu vuuuuuuu. do horizonte.
Papiniano Carlos em Luisinho e as andorinhas

 Lê atentamente o texto e responde.

1. Que viu o Luisinho ao voltar da escola ?

2. Como tinha sido o último Inverno ?

3. Qual é a estação do ano de que mais gostas ?

Porquê ?
Funcionamento da Língua
1. Observa bem e completa com nomes comuns ou próprios.

O ____________ ladra. O ____________ vinha da escola.


As ___________ brincavam. O ______________ deu um coice.
A ____________ dá peras. Os ____________ voam alto.

2. Faz corresponder as palavras :

• com o mesmo significado • com significado contrário

lindo preto alegre claro


luta guerra alto triste
negro contente abrir fechar
alegre bonito escuro baixo

3. Escreve o nome das estações do ano e uma frase sobre cada


uma delas.

Primavera •

É Primavera!
Conta-nos, num pequeno texto escrito, como está o dia de hoje.
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Oriana e o peixe
Oriana foi pela floresta fora, correndo, dançando e voando, até
chegar ao pé do rio. Era um rio pequenino e transparente, quase
um regato e nas suas margens cresciam trevos, papoilas e
margaridas. Oriana sentou-se entre as ervas e as flores a ver correr
a água. E ouviu uma voz que a chamava :
– Oriana, Oriana.
A fada voltou-se e viu um peixe a saltar na areia.
– Salva-me, Oriana – gritava o peixe. – Dei um salto atrás de uma
mosca e caí para fora do rio.
Oriana agarrou no peixe e tornou a pô-lo na água.
Sophia de Melo Breyner
Leio e escrevo as respostas.

1 – Quem chegou ao pé do rio ?

2 – Assinala, com um , as frases que estão correctas de acordo com o


texto.

Era um rio muito grande.

Nas suas margens cresciam trevos, papoilas e margaridas.

Oriana sentou-se à beira do regato.

Era um rio pequenino e transparente.

Oriana sentou-se entre as ervas e as flores.

3 – Quem chamava pela Oriana ?

4 – O que tinha acontecido ao peixe ?

COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA

5 – Inventa grupos para completares as frases.

A Oriana

A Oriana

O peixe

brinca na escola.

foi ao futebol.

estuda.
Língua Portuguesa
Nome : ______________________________________
Data : ___________ Informação : _________________

Pinguim

Pin… guim!
Pin… guim!
Vai devagar
marca o compasso.

Pin… guim!
Pata aqui
pata ali
acerta o passo.

Veste sempre de cerimónia.


camisa branca
casaca preta
sem uma prega
no colarinho.

Pinguim!
Pinguim!
Parece um homenzinho…
Alice Gomes
Leio e escrevo as respostas.

1 – De que animal nos fala o texto ?

2 – Faz a descrição deste animal.

3 – Porque parece o pinguim um homenzinho ?

4 – Quem á a autora do texto ?

COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA

5 – Observa a frase.

O pinguim acerta.

1º grupo 2º grupo

De acordo com a frase, responde.

Quem acerta ?.

Que faz o pinguim ?.

6 – Inventa outros grupos e forma frases.

O pinguim

O pinguim

O pinguim