Sei sulla pagina 1di 3

1º Ano – Filosofia – Teste 1º Bimestre

Questão 1)

Reflexão significa movimento de volta sobre si mesmo ou movimento de retorno a si mesmo. A


reflexão é o movimento pelo qual o pensamento volta-se para si mesmo, interrogando a si
mesmo. A reflexão filosófica: 

a) é radical porque é um movimento de volta do pensamento. Sobre si mesmo para conhecer-


se a si mesmo, para indagar como é possível o próprio pensamento. 
b) é parcial porque é um movimento de volta do pensamento. Sobre si mesmo para conhecer-
se a si mesmo, para indagar como é possível o próprio pensamento. 
c) é radical porque não contempla movimento de volta do pensamento. Nem sobre si mesmo
para conhecer-se a si mesmo, nem para indagar como é possível o próprio pensamento. 
d) é Funcional porque não contempla movimento de volta do pensamento. Nem sobre si
mesmo para conhecer-se a si mesmo, nem para indagar como é possível o próprio
pensamento.

Questão 2)

A palavra mito vem do grego, mythos, e deriva de dois verbos: do verbo mytheyo (contar,
narrar, falar alguma coisa para outros) e do verbo mytheo (conversar, contar, anunciar,
nomear, designar). Para os gregos, mito é:

a) um discurso dogmático para ouvintes que recebem como verdadeira a narrativa, porque
confiam naquele que narra; é uma narrativa feita em público, baseada, portanto, na
autoridade e confiabilidade da pessoa do receptor.

b) um discurso pronunciado ou proferido para ouvintes que recebem como verdadeira a


narrativa, porque confiam naquele que narra; é uma narrativa feita em público, baseada,
portanto, na autoridade e confiabilidade da pessoa do narrador.

c) um discurso pensado e não pronunciado como verdadeiro, esta narrativa é baseada na


desconfiança naquele que narra; é uma narrativa, portanto, na autoridade ficcional.

d) um discurso pronunciado ou proferido para a elite que recebe como norma ética a
narrativa, porque confiam naquele que narra; é uma narrativa feita para poucos, baseada,
portanto, na autoridade e confiabilidade da pessoa do narrador.
Questão 3)

Heródoto é considerado um grande cosmogônico grego, pois busca explicar miticamente o


surgimento do cosmos, baseando-se nos fenômenos divinos e recorrendo a ações de forças
sobrenaturais. Em contra partida, os Physiólogos gregos ( Pré-Socráticos), como Tales de
Mileto, inauguram um novo tipo de explicação: o modelo cosmológico. É característica
principal da cosmologia:

a) a aceitação de todas as informações provenientes da tradição cultural na tentativa de


justificar as regras sociais.

b) O estudo a respeito das posições dos astros e a influência deles sobre a vida humana,
realizado sem bases científicas.

c) a busca de uma explicação racional sobre a ordem presente do mundo, sua origem, ou
causas, sua forma, suas transformações e repetições, seu término.

d) a simples reprodução racional dos conteúdos criacionistas contidos na tradição mitológica


oriental.

e) a explicação sobre a origem de mundo a partir das ações combinadas dos deuses cultuados
pela religiosidade popular.

Questão 4)

(Ueg 2013) O ser humano, desde sua origem, em sua existência cotidiana, faz afirmações,
nega, deseja, recusa e aprova coisas e pessoas, elaborando juízos de fato e de valor por meio
dos quais procura orientar seu comportamento teórico e prático. Entretanto, houve um
momento em sua evolução histórico-social em que o ser humano começa a conferir um
caráter filosófico às suas indagações e perplexidades, questionando racionalmente suas
crenças, valores e escolhas. Nesse sentido, pode-se afirmar que a filosofia

a) é algo inerente ao ser humano desde sua origem e que, por meio da elaboração dos
sentimentos, das percepções e dos anseios humanos, procura consolidar nossas crenças e
opiniões.

b) existe desde que existe o ser humano, não havendo um local ou uma época específica para
seu nascimento, o que nos autoriza a afirmar que mesmo a mentalidade mítica é também
filosófica e exige o trabalho da razão.

c) inicia sua investigação quando aceitamos os dogmas e as certezas cotidianas que nos são
impostos pela tradição e pela sociedade, visando educar o ser humano como cidadão.
d) surge quando o ser humano começa a exigir provas e justificações racionais que validam ou
invalidam suas crenças, seus valores e suas práticas, em detrimento da verdade revelada pela
codificação mítica.

Respostas:

1) A
2) B
3) C
4) D