Sei sulla pagina 1di 7

Instituto Politécnico de Leiria Hidráulica Geral

Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Engenharia Civil – 2º Ano – Ano lectivo 2010/ 2011 Aulas Práticas: Folha 2

ASSUNTO: HIDRODINÂMICA/ TEOREMA DE BERNOULLI

1. Um tubo transportando um óleo de densidade 0,88 muda de diâmetro 150 mm na secção A,


para 450 mm na secção B. A secção A está situada 3,6 m abaixo de B e as pressões são de 1
Kgf/cm2 e 0,6 Kgf/cm2 respectivamente. Se o caudal for de 150 l/s, qual será a perda de carga
e o sentido do escoamento?

3.6 m
Z=0.0

2. Dada a seguinte instalação, constituída por um tubo Venturi e um manómetro diferencial,


calcular as velocidades da água em A e B, considerando desprezáveis as perdas de carga entre
A e B e sabendo que:
d = 0,08 m γ' = 13600 N/m3 φA = 0,07 m φB = 0,03 m

C
D d

γ'
Z= 0.0
A B

3. Deseja-se determinar o caudal que circula numa canalização de diâmetro Ø = 0,125 m por
intermédio de um medidor Venturi. A secção estrangulada do Venturi tem 0,0726 m de
diâmetro. O desnível medido no manómetro diferencial de mercúrio é d = 0,12 m. Supondo
que não há perdas de carga, determine o caudal.

1
Instituto Politécnico de Leiria Hidráulica Geral

Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Engenharia Civil – 2º Ano – Ano lectivo 2010/ 2011 Aulas Práticas: Folha 2

B
h' D
d C

4. Um reservatório de grandes dimensões alimenta um recipiente fechado D que contém um


gás à pressão constante (relativa) de 1,15 atmosferas, através de uma conduta AB, cilíndrica,
com eixo horizontal à cota 1,0 m. Na extremidade de jusante da conduta AB existe um
estreitamento cónico através do qual o caudal de água de 50 l/s é lançado no recipiente D;
para este caudal a perda de pressão entre as secções A e B é de 49 000 N/m2. As áreas das
secções transversais da conduta e do orifício são de 0,05 e 0,01 m2 respectivamente,
admitindo-se ser uniforme a distribuição de velocidades em qualquer secção. Supondo que as
perdas de carga só ocorrem entre A e B, determine:
a) A pressão no eixo da secção B;
b) A cota da superfície livre da água no reservatório R.

Z=?

água
Gás
Z=1.0 m
A B
C

R
água D

2
Instituto Politécnico de Leiria Hidráulica Geral

Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Engenharia Civil – 2º Ano – Ano lectivo 2010/ 2011 Aulas Práticas: Folha 2

5. Sabendo que na turbina da figura se escoa um caudal de 0,21 m3/s e que as pressões em A e
B são de 1,5 Kgf/cm2 e -0,35 Kgf/cm2 respectivamente, determinar a potência fornecida à
turbina pela água sabendo que o rendimento é de 75%.

φ =0.3 m A
Turbina
1.0 Z=0.0 m
B

φ =0.6 m

6. Determinar o caudal que circula na tubagem representada na figura. A bomba B produz um


aumento de carga de 8,8 m.c.a. Desprezar as perdas de carga localizadas e considerar uma
perda de carga unitária igual a 4,5/1000 m/m; a tubagem tem 10 mm de diâmetro.

5 95
C
B

8
Z=0.0
A

3
Instituto Politécnico de Leiria Hidráulica Geral

Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Engenharia Civil – 2º Ano – Ano lectivo 2010/ 2011 Aulas Práticas: Folha 2

7. Na instalação representada na figura, a água depois de chegar ao reservatório B é elevada


para o reservatório C por intermédio de uma bomba localizada no ponto E. Os reservatórios
A, B e C são de nível constante e de grandes dimensões. Se o caudal bombado for de 100 l/s:
a) Determinar os níveis da superfície livre dos reservatórios B e C;
b) Efectuar um esquema cotado das linhas piezométrica e de energia.

Dados:
Perdas de carga unitárias J1 = 5 m/km
J2 = 2 m/km

Perdas de carga localizadas ∆H-V = 4 m.c.a.


KA1 = KC1 = 0,5
KB1 = KD1 = 1,0

+
Energia fornecida pela bomba ∆H Bomba = 12 m.c.a.

Comprimento das condutas LA1V = LVB1 = 1000 m


LC1E = 200 m
LED1 = 500 m

4
Instituto Politécnico de Leiria Hidráulica Geral

Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Engenharia Civil – 2º Ano – Ano lectivo 2010/ 2011 Aulas Práticas: Folha 2

8. Tendo em atenção os elementos apresentados na figura e considerando ainda que os


reservatórios são de grandes dimensões e de nível constante, determine:
a) O caudal debitado pelo reservatório A;
b) A altura atingida pelo jacto;
c) A perda de carga unitária na conduta DE;
d) O caudal que chega ao reservatório E.

Considere:
LAB = LBC = 200 m JAC = 0,01 m/m
+
LCD = 100 m ∆H Bomba = 48 m.c.a.

LDE = 2 000 m H-C = 1,2 m.c.a.

φAB = φBC = φCD = φDE = 200 mm


SC (jacto) = φ 60 mm

9. Considere o circuito representado na figura. Supondo que a perda de carga localizada na


secção de estreitamento C é de 0,5 m, que a perda de carga total na conduta CD é dada por
HCD = 1,5 V2 / 2g, que a perda de carga localizada no cruzamento D é de 3,0 m, que a perda
de carga na válvula é de 13,0 m, que a perda de carga no cruzamento J é de 2,0 m e ainda que
a velocidade na conduta JG é igual à velocidade na conduta JD, determine:
a) Qual o sentido do escoamento;
b) Qual a perda de carga unitária na conduta DE;

5
Instituto Politécnico de Leiria Hidráulica Geral

Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Engenharia Civil – 2º Ano – Ano lectivo 2010/ 2011 Aulas Práticas: Folha 2

c) Qual a altura de água atingida no jacto;


d) Qual o caudal que aflui ao reservatório 2;
e) Qual o valor da perda de carga unitária na conduta DJ e qual o diâmetro dessa conduta.
f) Efectue ainda um esboço cotado do andamento das linhas piezométrica e de energia ao
longo da conduta ADF.

Considere ainda que:


1) O tubo de Pitot está a 100 m do reservatório 1;
2) Os reservatórios são de grandes dimensões;
3) São desprezáveis as perdas de carga localizadas não indicadas;

JJG = 0,01 m/m JJI = 0,015 m/m


LBC = 60 m LDE = 100 m LEF = 550 m
LHG = LHJ = 100 m LJI = 150 m LJD = 400 m

6
Instituto Politécnico de Leiria Hidráulica Geral

Escola Superior de Tecnologia e Gestão

Engenharia Civil – 2º Ano – Ano lectivo 2010/ 2011 Aulas Práticas: Folha 2

10. Considere o esquema hidráulico representado na figura onde circula o fluido água.
Despreze as perdas de carga localizadas não indicadas.
Dados:
LAB = LCE = LEF = 100 m; LBD = LGH = 150 m;
LBC = 50 m; LHI = LIL= 250 m

φAB = φBC = 300mm; φCD = 200mm; φCE = φEF = 15 mm;


φGH = φHI = φIJ = φIL = 100 mm;

KA = KG = 0 KF = KL = 0.8
JAB = JBC =0,010 m/m JCD = 0,012 m/m
JCF = 0,015 m/m JHI = 0,0016 m/m

HB = 2,3 m HC = 1,5 m HI = 1,8 m


HBOMBA = 18,9 m
SC1 = SC2 = 100 mm

a) Determine a altura h atingida pelo jacto 1.


b) Determine o caudal que sai do reservatório R1.
c) Determine a cota da superfície livre da água no reservatório R2.
d) Determine as perdas de carga unitárias nos troços GH e IL.
e) Trace em esboço cotado, as linhas piezométrica e de energia.

84.45 m
80.0 m

67.45 m 0.44 m
p = 0.9 Kgf/cm2
67.2 m Z=?
h Sc2
66 m R3
D Sc1
L
R2 I
R1 V B

A B C E F G H