Sei sulla pagina 1di 6

Enciclopédia da Conscienciologia 1

PARAPERCEPÇÃO MENTALSOMÁTICA
(MENTALSOMATOLOGIA)

I. Conformática

Definologia. A parapercepção mentalsomática é o ato ou efeito parafisiológico de cap-


tar ou apreender, por meio de atributos e capacidades paraperceptivas, fenômenos relacionados ao
mentalsoma da conscin, homem ou mulher, desencadeados pela soltura ou descoincidência parci-
al ou total de tal veículo de manifestação.
Tematologia. Tema central homeostático.
Etimologia. O elemento de composição para deriva do idioma Grego, pará, “por inter-
médio de; para além de”. O vocábulo percepção procede do idioma Latim, perceptio, “compreen-
são; faculdade de perceber; ação de colher; colheita”. Surgiu no Século XVII. O termo mental
vem do idioma Latim Tardio, mentalis, “do espírito; mental”, e este de mens, mentis, “atividade
do espírito; intenção; pensamento; inteligência”. Apareceu no Século XV. A palavra somática
provém do idioma Francês, somatique, e esta do idioma Grego, somatikós, “do corpo; material;
corporal”. Surgiu no Século XIX.
Sinonimologia: 1. Paracaptação mentalsomática. 2. Parapreensão mentalsomática.
3. Parassensação mentalsomática. 4. Parassintonização mentalsomática. 5. Perceptibilidade
mentalsomática. 6. Parapsiquismo mentalsomático.
Neologia. As 4 expressões compostas parapercepção mentalsomática, parapercepção
mentalsomática primária, parapercepção mentalsomática intermediária e parapercepção men-
talsomática avançada são neologismos técnicos da Mentalsomatologia.
Antonimologia: 1. Percepção somática. 2. Parapercepção energossomática. 3. Paraper-
cepção psicossomática. 4. Dedução mentalsomática. 5. Insensibilidade mentalsomática. 6. Hi-
poacuidade mentalsomática.
Estrangeirismologia: o breakthrough paraperceptivo; as incursões autexperimentológi-
cas em direção ao radix intraconsciencial; o sobressaimento do core consciencial; as aproxima-
ções do innermost pessoal; os parafenômenos reveladores da pneuma; o nec plus ultra parapsíqui-
co; a ultima ratio parapercepciológica; o apex da autoparaperceptibilidade; a máxima in eo quod
plus est semper inest et minus.
Atributologia: predomínio das faculdades mentais, notadamente do autodiscernimento
quanto à autoparaperceptibilidade mentalsomática.
Megapensenologia. Eis megapensene trivocabular sintetizando o tema: – Paracosmovi-
siologia: plataforma pró-mentalsomática.

II. Fatuística

Pensenologia: o holopensene pessoal da Mentalsomatologia; o holopensene pessoal su-


persaturado no pen; o holopensene pessoal dos Serenões; o holopensene pessoal da Serenologia;
a autoortopensenização; os ortopensenes; a ortopensenidade; os cosmoeticopensenes; a cosmoeti-
copensenidade; os evoluciopensenes; a evoluciopensenidade; os cosmopensenes; a cosmopense-
nidade; os megapensenes; a megapensenidade; as saturações pensênicas cosmovisiológicas em
geral; a fôrma materpensênica proprícia à soltura do mentalsoma; o holopensene carregado com
energias homeostáticas.

Fatologia: os atos mentaissomáticos; os avanços mentaissomáticos; as rotinas mentais-


somáticas; a atenção diuturna à mentalsomaticidade; a impossibilidade de as palavras descreve-
rem suficientemente os fenômenos mentaissomáticos; a mentalsomaticidade enquanto razão de
ser de múltiplas posturas, teorias e técnicas avançadas conscienciológicas.
2 Enciclopédia da Conscienciologia

Parafatologia: a parapercepção mentalsomática; a vivência de estado vibracional (EV)


potente podendo desencadear a cosmoconsciência; os paraatos mentaissomáticos; os pareventos
mentaissomáticos; a experiência na prática com o paracorpo do discernimento; a pulsação intensa
do coronochacra indicando trabalhos parapsíquicos de base mentalsomática; a potência do ballo-
nement enquanto determinante à descoincidência do mentalsoma isolado; a presença quase invari-
ável de amparadores extrafísicos nos parafenômenos avançados; as equipexes parapreceptoras es-
pecializadas na Mentalsomatologia; as projeções de mentalsoma de intermissivistas superintendi-
das por evoluciólogos; a Mentalsomatologia Projeciológica enquanto especialidade de interesse
interplanetário; o intermédio de consciexes especialistas na descoincidência mentalsomática; a sa-
turação de energias homeostáticas viabilizando a parafenomenalidade mentalsomática; o irrompi-
mento do mentalsoma a partir dos trabalhos intelectuais intensos; a predisposição à projeção do
mentalsoma pela produção de verbetes com temas cosmovisiológicos e abordagem exaustiva;
o macrossoma pessoal engendrado para facilitar as parapercepções mentaissomáticas; as proje-
ções de psicossoma extremamente lúcidas, prepatórias e anteriores à projeção de mentalsoma;
o encaminhamento de megassediadores durante projeções de mentalsoma; a imprescindibilidade
da parafenomenalidade mentalsomática às assistências de amplo espectro; o poder altamente reci-
clogênico da cosmoconsciência; as paravivências mentaissomáticas redesignadoras de destino;
o inimaginável alcance interassistencial da parafenomenalidade mentalsomática; o choque de rea-
lidade com a dimensão mentalsomática; o parapsiquismo aplicado às pesquisas das voragens in-
traconscienciais; o rompimento sem igual das fronteiras multidimensionais.

III. Detalhismo

Sinergismologia: o sinergismo Cosmovisiologia-Extraterrestriologia; o sinergismo


Pensenologia-Mentalsomatologia; o sinergismo Paradireitologia-Cosmoconscienciologia; o si-
nergismo Comunicologia-Evoluciologia; o sinergismo Sincronologia-Cosmoeticologia; o siner-
gismo Macrossomatologia-Parapercepciologia; o sinergismo Homeostaticologia-Lucidologia.
Principiologia: os princípios parafisiológicos do mentalsoma; os princípios parafisioló-
gicos da Holossomática; os princípios da Parafisiologia Evolutiva; os princípios cosmoéticos da
ortopensenidade; os princípios do autodesassédio mentalsomático; o princípio de ser necessário
ter o instrumento à captação do respectivo fenômeno; o princípio “quem pode o mais pode
o menos”.
Codigologia: a qualidade do código pessoal de Cosmoética (CPC) determinando a vi-
vência ou não de parafenômenos mentaissomáticos.
Teoriologia: a teoria da eudemonia cosmoética.
Tecnologia: a técnica da acrobacia mentalsomática; a técnica do ritmo mentalsomático;
a técnica da expansão exponencial da lucidez; a técnica da autoidentificação consciencial; a téc-
nica da pulsação voluntária do coronochacra; a técnica do rompimento das clausuras conscien-
ciais; as técnicas voltadas à saturação pensênica cosmovisiológica.
Laboratoriologia: o laboratório conscienciológico da Automentalsomatologia; o labo-
ratório conscienciológico da Autopensenologia; o laboratório conscienciológico da Paradireito-
logia; o laboratório conscienciológico da Autocosmoeticologia; o laboratório conscienciológico
da Tenepessologia favorecendo a soltura do paracorpo do discernimento; o laboratório conscien-
ciológico da Grafopensenologia voltado à escrita de verbetes; o laboratório conscienciológico da
Comunicologia.
Efeitologia: os efeitos do microuniverso consciencial no macrouniverso cósmico.
Neossinapsologia: a criação inevitável de neossinapses decorrentes do autaproveita-
mento das experiências mentaissomáticas.
Ciclologia: os rápidos vislumbres sobre o ciclo mentalsomático.
Enumerologia: os paraperceptos mentaissomáticos; os parapensenes mentaissomáticos;
as paraimagens mentaissomáticas; os paraconteúdos mentaissomáticos; os paraconstructos men-
taissomáticos; os paraengramas mentaissomáticos; as estruturas parafisiológicas mentaissomá-
ticas.
Enciclopédia da Conscienciologia 3

Binomiologia: o binômio energia-consciência.


Interaciologia: a interação ser-tempo; a interação cérebro-paracérebro-mentalsoma;
a interação atenção-concentração-foco; a interação lucidez-memória; a interação autocosmoeti-
cidade-autoparafenomenalidade; a interação energias imanentes (EIs)–energias mentaissomáti-
cas; a interação sexochacra-mentalsoma.
Crescendologia: o crescendo mentalês-cienciês-conscienciês; o crescendo linguagem
subjetiva–linguagem objetiva–linguagem amorfa; o crescendo descoincidência energossomática–
–descoincidência psicossomática–descoincidência mentalsomática.
Trinomiologia: o trinômio cordão umbilical–cordão de prata–cordão de ouro.
Antagonismologia: o antagonismo soma / mentalsoma; o antagonismo teoria / teática;
o antagonismo vivência imaginada / vivência mentalsomática; o antagonismo mente intelectiva
/ mente intuitiva; o antagonismo parafenômeno de efeito físico / parafenômeno de causa mental-
somática; o antagonismo macro-PK destrutiva / Cosmoética Destrutiva; o antagonismo mediuni-
dade mecânica / paraperceptibilidade mentalsomática.
Paradoxologia: o paradoxo de se viver o presente, mas não se conseguir captá-lo; o pa-
radoxo de a autopesquisa da consciência em si ser sempre indireta; o paradoxo do turbilhão pen-
sênico equilibrado; o paradoxo de a pensenização ser a unidade básica de manifestação da cons-
ciência, mas ser ato extremamente complexo; o paradoxo de se tentar explicar parafenômenos
amorfos por meio de formas e palavras; o paradoxo de a cosmoconsciência estar disponível para
todos, mas pouquíssimos a experimentarem; o paradoxo de as vivências parapsíquicas menos os-
tensivas eventualmente serem as mais impactantes; o paradoxo de a dimensão mentalsomática
e o mentalsoma em si serem ultra sutis, mas extremamente poderosos energeticamente.
Politicologia: o senso de paracidadania cósmica embasando as parapolíticas das comu-
nexes avançadas evolutivamente.
Filiologia: a neofilia; a autoconscienciofilia; a cogniciofilia; a parafenomenofilia; a para-
psicofilia; a mentalsomatofilia; a extrafisicofilia.
Holotecologia: a consciencioteca; a cosmoconsciencioteca; a comunicoteca; a paracons-
ciencioteca; a parapsicoteca; a parapercepcioteca; a experimentoteca.
Interdisciplinologia: a Mentalsomatologia; a Intraconscienciologia; a Parapercepciolo-
gia; a Multidimensionologia; a Experimentologia; a Autexperimentologia; a Cosmoconsciencio-
logia; a Cosmovisiologia; a Paracosmovisiologia; a Pensenologia.

IV. Perfilologia

Elencologia: o ser interassistencial; a conscin fraterna; a conscin lúcida; a isca humana


lúcida; o ser desperto.

Masculinologia: o acoplamentista; o agente retrocognitor; o amparador intrafísico;


o atacadista consciencial; o autodecisor; o intermissivista; o cognopolita; o compassageiro evolu-
tivo; o completista; o comunicólogo; o conscienciólogo; o conscienciômetra; o conscienciotera-
peuta; o macrossômata; o conviviólogo; o duplista; o duplólogo; o proexista; o proexólogo; o ree-
ducador; o epicon lúcido; o escritor; o evoluciente; o exemplarista; o intelectual; o reciclante exis-
tencial; o inversor existencial; o maxidissidente ideológico; o tenepessista; o ofiexista; o paraper-
cepciologista; o pesquisador; o projetor consciente; o sistemata; o tertuliano; o teletertuliano;
o verbetólogo; o voluntário; o tocador de obra; o homem de ação.

Femininologia: a acoplamentista; a agente retrocognitora; a amparadora intrafísica;


a atacadista consciencial; a autodecisora; a intermissivista; a cognopolita; a compassageira evolu-
tiva; a completista; a comunicóloga; a consciencióloga; a conscienciômetra; a consciencioterapeu-
ta; a macrossômata; a convivióloga; a duplista; a duplóloga; a proexista; a proexóloga; a reedu-
cadora; a epicon lúcida; a escritora; a evoluciente; a exemplarista; a intelectual; a reciclante
existencial; a inversora existencial; a maxidissidente ideológica; a tenepessista; a ofiexista; a pa-
4 Enciclopédia da Conscienciologia

rapercepciologista; a pesquisadora; a projetora consciente; a sistemata; a tertuliana; a teletertulia-


na; a verbetóloga; a voluntária; a tocadora de obra; a mulher de ação.

Hominologia: o Homo sapiens mentalsomaticus; o Homo sapiens autoperquisitor;


o Homo sapiens autoparapsychicus; o Homo sapiens epicentricus; o Homo sapiens tenepessista;
o Homo sapiens projectius; o Homo sapiens multidimensionalis; o Homo sapiens multiexistenti-
alis.

V. Argumentologia

Exemplologia: parapercepção mentalsomática primária = a vivência lúcida da captação


extrafísica de ideias em bloco decorrente de pequena expansão do mentalsoma; parapercepção
mentalsomática intermediária = a vivência lúcida da projeção do mentalsoma extrafisicamente;
parapercepção mentalsomática avançada = a vivência lúcida da cosmoconsciência.

Culturologia: a cultura do desenvolvimento mentalsomático contínuo.

Aproveitamento. A vivência de fenômenos parapsíquicos mentaissomáticos, por si mes-


ma, é capaz de trazer benefícios práticos à conscin, mas pode ser ainda mais proveitosa quando
o experimentador sabe interpretá-los, depreender os respectivos aprendizados e realizar as associ-
ações ideativas em relação à própria evolução consciencial.
Desvelamentos. Dentre os aproveitamentos possíveis de serem extraídos pela conscin
lúcida das próprias autexperimentações mentaissomáticas, destacam-se, pelo menos, 5 desvela-
mentos, listados em ordem lógica:
1. Natureza consciencial: em razão de o mentalsoma estar bastante próximo da essên-
cia consciencial, desvela-se a oportunidade de sabermos melhor quem realmente somos, livres das
amarras, máscaras, imagens ou personas restringentes e ocultadoras, próprias da intrafisicalidade.
2. Tendência evolutiva: ao sabermos melhor quem somos em essência, temos melhores
condições de inferirmos quais são as tendências evolutivas e o modus operandi do mecanismo
evolutivo das consciências, haja vista a melhor compreensão sobre o ciclo mentalsomático.
3. Diretriz autevolutiva: com a percepção do modo pelo qual a evolução está estrutura-
da e estabelecida, adquirimos melhores parâmetros para sabermos portar evolutivamente, em es-
pecial pelo entendimento teático de priorizarmos o mentalsoma e tudo a ele relacionado, colocan-
do-o no centro das automanifestações.
4. Prospectiva evolutiva: além de podermos inferir o processo evolutivo das consciên-
cias e de termos diretrizes mais claras para nos direcionarmos autevolutivamente, também se tor-
na mais fácil discernir o fato de a evolução, efetivamente, conduzir as consciências para patama-
res cada vez melhores, de maior homeostase, equilíbrio, bem-estar e cognição sobre a realidade
consciencial multidimensional.
5. Reperspectivação evolutiva: a partir da melhor compreensão do arcabouço evoluti-
vo, abrimos a oportunidade de a consciência estabelecer nova visão de mundo, ampla, inédita,
cosmovisiológica, sobre si, a evolução em geral e a autevolução, ampliando o potencial de pro-
movermos mais e melhores reciclagens existenciais e intraconscienciais.

Tabelologia. Sob a ótica da Taxologia, com o intuito de diferenciar as parapercepções


mentaissomáticas avançadas das paraperpercepções comuns, a partir dos respectivos aspectos ca-
racterizadores e dos possíveis efeitos de serem vivenciados pelo experimentador, eis tabela con-
frontativa organizada segundo 15 critérios dispostos em ordem alfabética:
Enciclopédia da Conscienciologia 5

Tabela – Confronto Paraperceptibilidade Comum / Paraperceptibilidade


Mentalsomática Avançada

Paraperceptibilidade Paraperceptibilidade
Nos Critério
Comum Mentalsomática Avançada
Vivência não necessária de Vivência necessária de sen-
01. Afetivológico
sentimentos elevados timentos elevados
Parapercepções menos ou
Parapercepções mais poluí-
quase nada poluídas por
02. Associativo das por comparações e / ou
comparações e / ou associa-
associação de ideias
ção de ideias
Experimentação relativa
Deduções sobre a não-duali-
03. Autexperimentológico ou total da não-dualidade
dade consciência-Cosmos
consciência-Cosmos
Cognição paraperceptiva Cognição paraperceptiva
04. Cognitivo
fragmentada em bloco
Comunicação por formas Comunicação amorfa (uti-
05. Comunicativo (pensenes, pensamentos, sen- lização mais ou menos maior
sações, imagens) do conscienciês)
Conexão predominante com
Conexão predominante
06. Conectivo o futuro e o passado tem-
com o presente atemporal
poral
Juízos críticos sobre a reali- Juízos críticos sobre a rea-
07. Críticológico dade enviesam a vivência lidade não enviesam a vi-
e as percepções vência e as percepções
Percepções menos ou qua-
Percepções enviesadas pela
08. Cronêmico se nada enviesadas pela
cronemia
cronemia
Não predominância da per- Predominância da perda
09. Cronológico
da da noção de tempo da noção de tempo
Sensação não necessaria-
mente predominante de Sensação predominante de
10. Homeostaticológico
maior paz e / ou bem-estar paz e bem-estar íntimo
íntimo
Maior enviesamento das Menor enviesamento das
11. Idiossincrático percepções pelos filtros percepções pelos filtros
e idiossincrasias pessoais e idiossincrasias pessoais
Ampliação da intelecção pa- Ampliação da cognição
12. Intelectivo
rapsíquica cósmica (cosmocognição)
Descoincidência do mental- Descoincidência do mental-
13. Mentalsomático
soma não necessária soma necessária
Teorização sobre a sensação Vivência da sensação de
14. Paraperceptivo
de pertencimento ao todo pertencimento ao todo
Teorização sobre a paraci- Vivência da paracidadania
15. Parapoliticológico
dadania cósmica cósmica

VI. Acabativa

Remissiologia. Pelos critérios da Mentalsomatologia, eis, por exemplo, na ordem alfabé-


tica, 15 verbetes da Enciclopédia da Conscienciologia, e respectivas especialidades e temas cen-
trais, evidenciando relação estreita com a parapercepção mentalsomática, indicados para a expan-
são das abordagens detalhistas, mais exaustivas, dos pesquisadores, mulheres e homens interes-
sados:
6 Enciclopédia da Conscienciologia

01. Autoparapsiquismo avançado: Autoparapercepciologia; Homeostático.


02. Ciclo mentalsomático: Mentalsomatologia; Homeostático.
03. Conscienciês: Paracomunicologia; Homeostático.
04. Conteúdo da consciência: Intraconscienciologia; Homeostático.
05. Cosmoconsciência: Comunicologia; Homeostático.
06. Evento mentalsomático: Mentalsomatologia; Neutro.
07. Intraconscienciologia: Mentalsomatologia; Neutro.
08. Irrompimento do paracérebro: Paracerebrologia; Homeostático.
09. Multidimensiologia: Parapercepciologia; Homeostático.
10. Parapercepto: Parapercepciologia; Neutro.
11. Parapsiquismo intelectual: Parapercepciologia; Homeostático.
12. Parextrapolacionismo: Extrafisicologia; Neutro.
13. Realidade intraconsciencial: Intraconscienciologia; Homeostático.
14. Soltura mentalsomática: Experimentologia; Homeostático.
15. Teto parapsíquico: Autoparapercepciologia; Neutro.

AS PARAPERCEPÇÕES MENTAISSOMÁTICAS TÊM


O POTENCIAL DE PROPORCIONAR CONHECIMENTOS
SOBRE ASSUNTOS ATUALMENTE ENCONTRADOS NAS
FRONTEIRAS DAS CIÊNCIAS CONSCIENCIOLÓGICAS.
Questionologia. Você, leitor ou leitora, já vivenciou parapercepções mentaissomáticas?
Em caso afirmativo, quais proveitos extraiu delas?

R. M.