Sei sulla pagina 1di 6

PROCEDIMENTO

BRASIL
NUMERO 2.CAL.PR.002 DATA DE CRIAÇÃO 27.04.2017

NOME Descarte de Mercadoria DATA DE MODIFICAÇÃO dd.mm.aaaa

ÍNDICE

1 OBJETIVO .............................................................................................................................. 2

2 ALCANCE ............................................................................................................................... 2

3 DEFINIÇÕES ........................................................................................................................... 2

4 REFERÊNCIAS ....................................................................................................................... 2

5 DISPOSIÇÕES ........................................................................................................................ 2

6 RESPONSABILIDADES.......................................................................................................... 4

7 PROCEDIMENTO.................................................................................................................... 4

7.1.1 Mercadorias perecíveis líquidas e pastosas ......................................................................................... 4


7.1.2 Mercadorias perecíveis sólidas ............................................................................................................ 5
7.1.3 Mercadorias não-perecíveis ................................................................................................................. 6

8 FLUXOGRAMA ....................................................................................................................... 6

9 ANEXOS ................................................................................................................................. 6

10 HISTÓRICO DE REVISÕES .................................................................................................... 6

Versão 01 Gerência de Processos Página 1 de 6


Código de Ética – Linha Ética
PROCEDIMENTO

BRASIL
NUMERO 2.CAL.PR.002 DATA DE CRIAÇÃO 27.04.2017

NOME Descarte de Mercadoria DATA DE MODIFICAÇÃO dd.mm.aaaa

1 OBJETIVO

Definir critérios e controles para o processo de descarte de mercadorias impróprias para consumo, de forma
que impossibilite o uso após a retirada da loja.

2 ALCANCE

País: Brasil

Unidades de negócio: Gbarbosa, Bretas, Prezunic e Mercantil Rodrigues

3 DEFINIÇÕES

Aplicação de Sistemas e Produtos (SAP): é uma aplicação que integra em um único sistema todos os
processos de negócios de uma empresa. Além disso, possibilita que todos os dados estejam disponíveis para
todos na empresa, de acordo com os perfis definidos.

Coletor: são terminais portáteis desenhados para tarefas especificas em unidades de negócios, seja em chão
de loja, no depósito ou no processo de movimentação de mercadorias (Recebimento/Expedição).

Equipamento de Proteção Individual (EPI): é todo dispositivo ou produto, de uso individual por parte do
funcionário, utilizado para proteção contra riscos à segurança e à saúde do mesmo.

Quebra Identificada (QID): trata-se de mercadorias que perderam seu valor comercial (exemplo:
mercadorias danificadas que não serão reutilizadas e/ou vencidas) e que seguirão para descarte.

Requisição Interna (RI): solicitação de mercadorias para uso e/ou consumo interno da loja. Esse processo
deverá ser efetuado quando da necessidade de utilização tanto para mercadorias de revenda e de não
revenda.

4 REFERÊNCIAS

2.GIN.PR.001 Ajuste de Estoque

2.LOL.PR.002 Devolução de Mercadoria ao Fornecedor

5 DISPOSIÇÕES
Todas as mercadorias que não possuam acordo de devolução para o Fornecedor, deverão ser destinadas
para descarte na lixeira e lançadas como QID conforme descrito no procedimento 2.GIN.PR.001 Ajuste de
Estoque, quando identificadas as seguintes situações:

- Tipos de lançamento realizados através da transação Z21:

1. Cliente: mercadorias que foram acidentalmente danificadas por algum cliente;


Versão 01 Gerência de Processos Página 2 de 6
Código de Ética – Linha Ética
PROCEDIMENTO

BRASIL
NUMERO 2.CAL.PR.002 DATA DE CRIAÇÃO 27.04.2017

NOME Descarte de Mercadoria DATA DE MODIFICAÇÃO dd.mm.aaaa

2. Operacional: mercadorias acidentalmente danificadas por colaboradores, prestadores de serviços


e/ou promotores, durante sua jornada de trabalho;
3. Qualidade: mercadorias que perderam suas condições de venda devido à perda do vácuo ou à
deterioração mesmo dentro do prazo de validade e que não possuem troca;
4. Vencimento: mercadorias cujo prazo de validade expirou, encontrando-se vencida;
5. Equipamento: mercadorias que perderam suas condições de venda devido à pane de equipamento.

- Tipo de lançamento realizado através da transação Z23:

1. Consumo/furto: mercadorias encontradas com o conteúdo da embalagem incompleto ou vazio no


salão de vendas e/ou depósito.

O descarte de mercadorias que possuem acordo de devolução ao fornecedor, conforme descrito no


procedimento 2.LOL.PR.002 Devolução de Mercadoria ao Fornecedor, só deverá ser realizado mediante
apresentação da nota fiscal de devolução impressa e devidamente assinada, onde a Prevenção de Perdas
deverá confrontá-la com as mercadorias antes de descartá-las.

Toda a mercadoria identificada e lançada como QID deverá ser encaminhada para descarte no lixo
imediatamente. Para isso ela deverá ser destruída previamente, como também deverão ser executadas ações
para garantir a inutilização das mesmas.

A solução (água sanitária) utilizada no descarte de alimentos a fim de inutilizá-los deverá ser armazenada em
local específico para produtos de zeladoria. Quando o Zelador (próprio ou terceirizado) for manipulá-la, o
mesmo deverá utilizar EPIs (máscara e luvas) para garantir a própria saúde e segurança.

A lixeira ou compactadora não deverá aberta se a mercadoria não estiver destruída da forma correta. Os
colaboradores do setor de Perecíveis não poderão entrar na lixeira.

Não é permitido jogar óleo, ceras, papel ou qualquer outro tipo de produto nos ralos, a fim de evitar
contaminação do meio ambiente.

Todos os sacos de lixos deverão ser de cor clara com exceção dos sacos oriundo de banheiro para clientes
(leitoso).

O Gerente Geral da loja deverá garantir a disposição através de uma placa na PR, os nomes dos fornecedores
com acordo devolução, com objetivo de não descarta itens que possuam troca (comercial).

Nota: Onde se lê Encarregado de Setor leia-se, também, Gerenciador de Setor.

Versão 01 Gerência de Processos Página 3 de 6


Código de Ética – Linha Ética
PROCEDIMENTO

BRASIL
NUMERO 2.CAL.PR.002 DATA DE CRIAÇÃO 27.04.2017

NOME Descarte de Mercadoria DATA DE MODIFICAÇÃO dd.mm.aaaa

6 RESPONSABILIDADES

Colaborador de Operações: (i) encaminhar para a lixeira as mercadorias sem condição de venda (QID); (ii)
inutilizar embalagem das mercadorias a serem descartadas; (iii) despejar as mercadorias perecíveis líquidas
e pastosas em um recipiente.

Prevenção de Perdas: (i) acompanhar o descarte de mercadorias na lixeira; (v) assinar as documentações
e arquivá-las para fins de auditoria.

Zelador: (ii) preparar solução química (água sanitária), e fazer uso da mesma para inutilizar mercadorias
perecíveis secas/sólidas e não-perecíveis; (ii) despejar as mercadorias perecíveis secas/ sólidas e não-
perecíveis na lixeira.

7 PROCEDIMENTO
7.1.1 Mercadorias perecíveis líquidas e pastosas
Quando o colaborador de Operações identificar alimentos líquidos e pastosos (como por exemplo: iogurte,
leite, sucos, requeijão cremoso) sem condições de vendas, ele deverá retirá-los do salão de vendas, separá-
los e em seguida realizar a coleta via coletor de dados.

Ao concluir a coleta de itens, o colaborador de Operações deverá se dirigir a um Prevenção de Perdas para
conferência e finalização do lançamento. O Prevenção de Perdas lançará as informações no SAP e gerará
um Relatório de Conferência Física.

Com o Relatório de Conferência Física em mãos, o Prevenção de Perdas, acompanhado do Gerente da Loja
ou Encarregado de Setor, deverá realizar a conferência física dos itens destinados a Lixeira. Após a
conferência, o Prevenção e Perdas assinará o relatório e recolherá a assinatura do Gerente da Loja ou
Encarregado de Setor. Em seguida, ele voltará ao computador, e acessará novamente o SAP para realização
de ajustes caso necessário, e fechamento do lançamento de QID.

O Relatório Final de Quebras será emitido, e o Relatório de Conferência Física deverá ser anexado ao mesmo,
devidamente assinado.

Para descartar os alimentos líquidos e pastosos (iogurte, leite, sucos, requeijão cremoso, dentre outras)
impróprios para consumo, o colaborador de Operações, na presença de um Prevenção de Perdas, deverá:

 Encaminhar a mercadoria até porta da lixeira;

 Furar/inutilizar as embalagens;

 Despejar o conteúdo em um recipiente (balde, por exemplo);

 Colocá-las no tonel/compactador.

Notas:

a. As mercadorias líquidas ou pastosas jamais deverão ser jogadas nos ralos e grelhas.

Versão 01 Gerência de Processos Página 4 de 6


Código de Ética – Linha Ética
PROCEDIMENTO

BRASIL
NUMERO 2.CAL.PR.002 DATA DE CRIAÇÃO 27.04.2017

NOME Descarte de Mercadoria DATA DE MODIFICAÇÃO dd.mm.aaaa

b. Quando se tratar de mercadorias que possuam contrato de devolução, o processo deverá ser
executado na presença do Promotor de Vendas da referida mercadoria, após conferência da nota
fiscal de devolução para o fornecedor impressa e devidamente assinada.

7.1.2 Mercadorias perecíveis sólidas

Quando o colaborador de Operações identificar alimentos secos e sólidos sem condições de vendas, ele
deverá retirá-los do salão de vendas, separá-las e em seguida realizar a coleta via coletor de dados.

Ao concluir a coleta de itens, o colaborador de Operações deverá se dirigir a um Prevenção de Perdas para
conferência e finalização do lançamento. O Prevenção de Perdas lançará as informações no SAP e gerará
um Relatório de Conferência Física.

Com o Relatório de Conferência Física em mãos, o Prevenção de Perdas, acompanhado do Gerente da Loja
ou Encarregado de Setor, deverá realizar a conferência física dos itens que serão destinados a lixeira. Após
a conferência, o Prevenção e Perdas assinará o relatório e recolherá a assinatura do Gerente da Loja ou
Encarregado de Setor. Em seguida, ele voltará ao computador, e acessará novamente o SAP para realização
de ajustes caso necessário, e fechamento do lançamento de QID.

Finalizado o processo, o Relatório Final de Quebras deverá ser emitido, onde este deverá ser anexado ao
Relatório de Conferência Física, devidamente assinado.

Para descartar os alimentos secos e sólidos impróprios para consumo, o colaborador de Operações, na
presença de um Prevenção de Perdas deverá:

 Rasgar as embalagens e retirar o conteúdo para ser fracionado;

 Após serem fracionadas as mercadorias deverão ser colocadas em sacos plásticos e encaminhadas
para a porta da lixeira;

 Solicitar a presença de um Zelador para que o mesmo jogue a mercadoria na lixeira.

Previamente ao descarte, o Zelador deverá inutilizar as mercadorias, adicionando no interior dos sacos
plásticos uma determinada quantidade de água sanitária e em seguida colocar no tonel/compactador.

Notas:

a. O processo de descarte deverá ser realizado também para sobras de produção como, por exemplo:
muxibas, resto de massas, resíduos de frios, salgados e mercadorias congeladas.

b. O Prevenção de Perdas deverá arquivar os relatórios por um período de 180 dias, para fins de
auditoria.

c. Quando se tratar de mercadorias que possuam contrato de devolução, o processo deverá ser
executado na presença do Promotor de Vendas da referida mercadoria, após conferência da nota
fiscal de devolução para o fornecedor impressa e devidamente assinada.

Versão 01 Gerência de Processos Página 5 de 6


Código de Ética – Linha Ética
PROCEDIMENTO

BRASIL
NUMERO 2.CAL.PR.002 DATA DE CRIAÇÃO 27.04.2017

NOME Descarte de Mercadoria DATA DE MODIFICAÇÃO dd.mm.aaaa

7.1.3 Mercadorias não-perecíveis

Quando o colaborador de Operações identificar mercadorias não-perecíveis sem condições de vendas, ele
deverá seguir o mesmo procedimento de descarte das mercadorias perecíveis secos e sólidos.

Nota: o processo de descarte de mercadorias não-perecíveis não deverá ser executado para as mercadorias
que têm troca e/ou devolução, salvo com autorização formal do fornecedor, após a emissão da nota fiscal de
devolução entrega da mercadoria proveniente da troca.

8 FLUXOGRAMA

N/A

9 ANEXOS

N/A

10 HISTÓRICO DE REVISÕES

Revisão Data Descrição Páginas

01 27.04.2017 Exclusão do uso de creolina 04

Versão 01 Gerência de Processos Página 6 de 6


Código de Ética – Linha Ética