Sei sulla pagina 1di 2

54. Acerca de domicílio, segundo o direito civil, assinale a opção correta.

A. Na hipótese de João e Pedro celebrarem contrato

escrito,

exercitem e cumpram os direitos e obrigações dele resultante.

se

eles

poderão

especificar

domicílio

onde

B. O domicílio necessário do presoéo lugar em que for preso.

C. Se determinada pessoa for servidora pública, ela não terá domicílio necessário.

D. Quando determinada pessoa tiver diversas residências, ela não terá domicílio.

E. Residênciaéo local onde a pessoa vive com ânimo definitivo.

56. Com relação às obrigações, segundo o direito civil, assinale a opção correta.

não abrange os

acessórios, ainda que resulte do título ou das circunstâncias do caso.

B. Enquanto não ocorrer a tradição, a coisa pertencerá ao devedor, mas os melhoramentos e acrescidos pertencerão ao credor.

A. A

obrigação

de

dar

coisa

certa

C. Se determinada coisa restituível se deteriorar, o credor terá direito a indenização, mesmo sem a culpa do devedor.

D. Nas obrigações de dar coisa incerta, determinada pelo gênero e pela qualidade, a escolha pertence ao credor.

E. Se determinada coisa se perder por culpa do devedor, este responderá pelo equivalente, mais perdas e danos.

PREF. DE BOA VISTA/PROCURADOR/2010

Com relação ao direito civil, julgue os itens que se seguem.

52 - A destruição de coisa alheia a fim de remover perigo

iminente não constitui ato ilícito civil, sobretudo se as circunstâncias a tornarem absolutamente necessária,eo agente não exceder os limites do indispensável para a remoção do perigo.

53 - Os direitos da personalidade caracterizam-se pela

extrapatrimonialidadeea eles atribuem-se, entre outras características, a oponibilidade erga omnes, a vitaliciedade

e a relativa disponibilidade. Diz-se, portanto, que a personalidade goza de relativa disponibilidade porque alguns dos direitos da personalidade não admitem qualquer limitação, apesar de, em alguns casos, não haver óbice legal à limitação voluntária.

09/11/2010

55. Assinale a opção correta a respeito da responsabilidade

civil.

A. Se determinada pessoa for incapaz, ela não responderá pelos prejuízos que causar, ainda que as pessoas por ela responsáveis não disponham de meios suficientes para reparar o dano causado.

B. Quando um animal causar dano a alguém, o seu dono ressarcirá o prejuízo, exceto se provar motivo de força maior.

C. Os pais são responsáveis pelos filhos menores que estiverem sob sua autoridade e em sua companhia.

D. O direito de exigir reparaçãoea obrigação de prestá-la são intransmissíveis com a herança.

E. Para que os empresários individuais e as empresas sejam responsabilizados pelos danos causados pelos produtos postos em circulação, a culpa por esses danos deverá ser comprovada.

57. A respeito da aquisição de propriedade, assinale a opção correta.

A. A propriedade das coisas móveis é transferida por negócios jurídicos antes da tradição.

B. Ainda que a ocupação seja defesa em lei, se alguém se assenhorear de coisa sem dono, adquirir-lhe-á a propriedade.

C. A tradição transfere a propriedade, ainda que tenha por título um negócio jurídico nulo.

D. Se determinada pessoa possuir coisa móvel como sua por dois anos, com justo título e boa-fé, adquirir-lhe-á a propriedade.

E. Se determinada pessoa possuir coisa móvel como sua por cinco anos, produzirá usucapião, independentemente de título e boa-fé.mais perdas e danos.

54 - Segundo a jurisprudência sumulada do Supremo

Tribunal Federal (STF), a empresa locadora de veículo não responde, nem civil nem solidariamente com o locatário, pelos danos por este causados a terceiro, no uso do carro

locado.

Em cada um dos itens subsequentes, é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada.

55 - Romero comprometeu-se a restituir coisa certa a

Mateus, em data previamente definida, mas, antes de efetivada a tradição, a coisa se perdeu, sem culpa do Romero. Nessa situação, Romero deve assumir integralmente o ônus da perda, devendo restituir a Mateus um objeto com as mesmas características ou pagar-lhe, a título de perdas e danos, valor equivalente.

56 - Aroldo, pessoa afortunada, resolveu assumir uma

dívida que seu cunhado, Batista, possuía junto a Carlos, sem que este tivesse anuído à assunção da dívida. Nessa situação, Batista será exonerado da obrigação e Carlos

somente poderá exigir de Aroldo o cumprimento da

obrigação

A respeito dos negócios jurídicos, julgue os itens a seguir.

88 - Quando há uma manifestação de vontade submetida

a uma condição suspensiva, essa vontade só produz os

seus efeitos com o implemento da condição suspensiva.

Todavia, legítimos são apenas os atos que não se revelarem incompatíveis com a realização da condição suspensiva.

89 - Se, no negócio jurídico, o dolo tiver sido praticado pelo representante legal de uma das partes, a responsabilidade pelas perdas e danos será solidária do representante e do representado, e o negócio será anulado independentemente de o representado ter conhecimento do dolo.

09/11/2010

STF/ANAL. JUD ÁREA JUD/2008 Acerca do direito das obrigações, julgue os itens subseqüentes. 86 -
STF/ANAL. JUD ÁREA JUD/2008
Acerca
do
direito
das
obrigações,
julgue
os
itens
subseqüentes.
86 - Em regra, na cessão de crédito ocorre a substituição
subjetiva no pólo ativo ou passivo da obrigação, com a
conservação do vínculo obrigacional com todos os seus
acessórios, a qual opera efeitos legais, com expressa
anuência do devedor originário.
87 - Havendo pluralidade de devedores solidariamente
responsáveis pelo pagamento da dívida, o credor pode
exigir de qualquer um dos co-devedores o cumprimento
integral da obrigação, mas, ao optar por cobrar a
integralidade da dívida, extingue-se a solidariedade,
perdendo o credor o direito de exigi-la dos demais
devedores.