Sei sulla pagina 1di 5

c 



Y
YYYYY A P   do ar é a relação entre a pressão de vapor do ar e a
pressão de vapor do ar obtida em condições de equilíbrio ou saturação sobre
uma superfície de água líquida ou gelo. Em outras palavras pode se dizer que
umidade relativa do ar é a relação entre a qu antidade de água existente no ar
(umidade absoluta) e a quantidade máxima que poderia haver na mesma
temperatura (ponto de saturação). Ela é um dos indicadores usados na
meteorologia para se saber como o tempo se comportará (fazer previsões).
Essa umidade presente no ar é decorrente de uma das fases do ciclo
hidrológico, o processo de evaporação da água. O vapor de água sobe para a
atmosfera e se acumula em forma de nuvens, mas uma parte passa a compor
o ar que circula na atmosfera.
Humanos são sensíveis à humidade do ar porque o corpo humano usa
evaporação do suor como o mecanismo mais importante para regular sua
temperatura. Sob condições húmidas, a proporção em que a transpiração
evapora na pele é menor do que seria em condições secas. Dado que o corpo
humano percebe a proporção de transferência de calor para o ar, ao invés da
temperatura do corpo mesma, sentimo -nos mais quentes quando a umidade
relativa é maior.
Naquelas tardes quentes de verão, quando o ar está pesado e abafado,
muitas pessoas sentem-se mal. Isto se dá porque o ar está praticamente
P
 
 P e para nos refrescarmos, para baixar nossa
temperatura corporal, nosso corpo transpira. A p erda de água para a atmosfera
com o suor é um importante mecanismo de controle de temperatura. Mas e se
o ar já está cheio, saturado de vapor d¶água, o que acontece? Nosso suor não
evapora e com isso não perdemos calor para o meio, ficamos com uma
sensação ruim de calor. Embora incômodo, este grau de umidade não causa
tanto mal a saúde, bastando tomar medidas simples como resfriar e ventilar o
ambiente.

No outro extremo, no inverno, quando a umidade relativa está baixa


sofremos com a  P

    


. A
baixa umidade do ar agride as mucosas que revestem as fossas nasais e o
trato respiratório como um todo, tornando mais propensas crises de asma e
bronquite e infecções virais e bacterianas. Mesmo em invernos com
temperaturas altas a pouca umidade é bastante nociva. Até porque apesar de
transpirarmos, a água que sai do nosso corpo é absorvida pelo ambiente
deixando, por exemplo, a pele ressecada.

Além disso, a poluição do ar aumenta com o ar seco, assim como


fenômenos como a inversão térmica.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta que os valores ideais de


umidade relativa do ar encontram -se na faixa de 40% a 70%. A seguir temos
algumas medidas a serem tomadas para minimizar a influência nociva em caso
de baixa umidade:

[ À 


[ Consumir muita água
[ Entre as 11h e 15h deve-se evitar exercícios físicos ao ar
livre
[ Proteger-se do sol em locais sombreados e áreas com
vegetação
[ Com o intuito de umidificar o ambiente, utilizar toalhas
molhadas, recipientes com água (bacias, por exemplo),
vaporizadores, regador de jardim
[ À 

[ Seguir as mesmas recomendações do estado de atenção
[ No período das 10h às 16h não fazer exercícios físicos ao ar
livre
[ Umedecer os olhos com soro fisiológico
[ Evitar aglomerações em locais fechados
[ À 
  

[ Além das recomendações anteriores
[ E no período das 10h às 16h, os ambientes internos devem
ser umedecidos
[ Nesse período, aulas, cinemas ou qual quer atividade que
exijam aglomerações devem ser suspensas
[ Interromper qualquer atividade ao ar livre como ginástica,
aulas de educação física, serviços externos como coleta de
lixo e de correios.

Bibliografia: http://ciencia.hsw.uol.com.br/umidade -do-ar3.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Umidade_relativa
Conclusão
Posso concluir, diante desse trabalho, que a influência relativa do ar afeta a
vida de todos nós em diversas situações. É um problema bastante simples,
mas que pode ser agravado se não forem tomadas medidas como: beber muita
água, proteger-se do sol, etc.

Aluno: Renan

Conclusão

Diante desse trabalho, posso concluir que a umidade relativa do ar pode trazer
algumas complicações, principalmente no inverno, quando a umidade relativa
está baixa, trazendo problemas como a diminuição da hidratação das vias
aéreas e dos olhos. Os jogadores, nessa Copa do Mundo, estão sofrendo
muito com esse problema, afinal, a Copa está sendo realizada na época de
inverno.
SESI Alvimar Carneiro de Rezende
Professora: Lúcia
Disciplina: Ed. Física

c 
 






Alunos: Marcelo e Renan
Série/Turma: 1º EM B