Sei sulla pagina 1di 9

Escola Básica e Secundária de Povoação

História e Geografia de Portugal

Ficha de avaliação Data: 28 /01/08

Nome: ________________________________________________________ Nº ____ Ano/Tª – 6ºB/6ºC

Lê a ficha com atenção e responde correctamente às questões que se seguem.

1- Observa a seguinte figura.

1.1 – Com base na figura, assinala com um V (verdadeiro) ou F (falso) as seguintes afirmações
que e relacionam com o funcionamento de um engenho.

1. A matéria-prima do engenho era a cana-de-açúcar. _____

2. A principal mão-de-obra do engenho era escrava. _____

3. Os escravos não tinham ninguém a vigiar o seu trabalho. _____

4. Os escravos viviam no canavial. _____

5. Aqueles que não obedeciam às ordens dos capatazes eram chicoteados. _____

6. Os escravos vinham de África. _____


2 – Completa o texto, preenchendo os espaços em branco com as palavras ou expressões
seguintes.

absoluto – leis – julgar – Brasil – poderoso – cortes – luxo – tapetes – azulejos – móveis –
rapé – café – chocolate – banquetes – teatrais – poesia – bailes – inquisição – ensino –
nobreza – ideias – morte – alta burguesia – comerciantes – camponeses – nobreza –
biblioteca – curvas – Aqueduto das Águas Livres – Mafra – barroco – decoração – talha
dourada

Graças às riquezas do _________________, D. João V tornou – se um rei muito

_____________. No seu reinado nunca se convocaram ____________. O rei que detinha todos

os poderes: fazer e aplicar as _______________ e ______________os que não cumpriam

essas leis. Por isso se diz que foi um rei ________________.

Na sua corte vivia-se com grande_______________ e riqueza. No Paço __________

existiam ______________ muito caros, painéis de ______________, tapeçarias e dezenas de

pratos. As grandes novidades da época de D. João V foram o _______________, o

_______________ e o ________________ . Damas e cavaleiros participavam em

_______________ e assistiam a sessões de ________________ e representações

_______________.

A sociedade portuguesa continuava a ser constituída pela _________________, que

tentava imitar a vida da corte; pelo clero que era responsável, para além do serviço religioso,

pelo _____________ e pelo Tribunal da _______________ , o qual perseguia, prendia,

torturava e podia condenar à ______________ todos os que fossem suspeitos de não seguir a

religião católica ou que defendessem novas _____________________; o povo englobava a

_______________, que se dedicava ao comércio e tentava imitar o modo de vida da

_______________, pequenos ________________artesões e ___________________ que

viviam com grandes dificuldades.

No reinado de D. João V construíram-se grandes monumentos: o Palácio e Convento de

________________, o ___________________, em Lisboa, a ___________________da

Universidade de Coimbra. O estilo de construção foi o ______________________. Este

apresenta como principais características ______________ abundante, o uso de linhas

________________ e ainda a _________________ , ou seja, madeira coberta por uma fina

folha de ouro.
3. Faz a legenda das imagens que se seguem, seleccionando a legenda correcta.

• Palácio e Convento de Mafra

• Torre dos Clérigos

• Biblioteca da Universidade de Coimbra

• Aquedutos das Águas Livres

________________________ _________________________

_________________________________ _________________________________
4– Lê, com atenção, o documento que se segue e responde às questões.

(…) Ao olhar para a cidade, vi que os prédios


mais altos rachavam e desmoronavam-se com grande
ruído, arrasados com três abalos seguidos,
intermitentes e violentos.

Quase todos os palácios e igrejas grandes foram


então rachados ou abateram em parte e poucas casas
ficaram em estado de continuarem a ser habitadas.

Todas as pessoas que não foram esmagadas


mortalmente pela queda dos edifícios correram para os largos e para as maiores praças e aquelas que
estavam mais perto do rio procuravam salvar-se em botes ou qualquer coisa em que fosse possível
flutuar.

(…) Enquanto a multidão se juntava à beira do rio, a água elevou-se a uma tal altura que invadiu
e inundou a parte mais baixa da cidade, aterrorizando tanto os já horrorizados habitantes que mesmo
aqui de bordo podíamos ouvir os seus gritos terríveis e via-se a multidão correndo de um lado para o
outro completamente desorientada, convencida de que tinha chegado o fim do mundo (…) e gritando:
“O que será de nós! Nem a água nem a terra nos protegem, e o fogo parece agora ameaçar a nossa total
destruição!” como, com efeito, aconteceu.

Excerto do relato de um inglês de passagem por Portugal, Lisboa, 19 de Novembro de 1755

4.1 – Que acontecimento é referido no texto?

_______________________________________________________________________

4.2 – Em que data ocorreu este acontecimento?

_______________________________________________________________________

4.3 – Retira do texto uma frase que prove que houve destruição.

_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

4.5 – Explica por que razão as pessoas correram para os largos e praças.

_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
4.6 – Retira do texto uma expressão que justifique que as pessoas estavam com medo.

_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

5 – Observa a imagem e completa o quadro.

Ordens do Marquês de Pombal após o terramoto Características da Nova Lisboa

• •

• •


6 – Completa o esquema com as seguintes expressões.

• Sociais • Ensino

• Fundação do Real Colégio dos Nobres • Criação de Laboratórios na


Universidade de Coimbra
• Criação de novas indústrias e apoio às
já existentes • Criação de companhias de comércio
monopolistas
• Reformas do Marquês de Pombal
• Expulsão dos Jesuítas de Portugal

____________________________________________________________

Económicas _____________________ ____________________


_

• • Criação de escolas de • Perseguição a elementos


ensino primário. da Nobreza.

• •

BOM TRABALHO!

Apreciação_______________________________________________________________________________

A professora: Elsa Gouveia Enc de Educação_______________________________________


Escola _______________________________________

Correcção da Ficha de Avaliação

1.1 – V - V- F- F – V - V

2 – Brasil – poderoso – cortes – leis – julgar – absoluto – luxo – móveis – azulejos – tapetes –

banquetes – café – rapé chocolate – bailes – poesia – teatrais – nobreza – ensino – Inquisição

– morte – ideias – alta burguesia – nobreza – comerciantes – camponeses – Mafra – Aqueduto

das Águas Livres – biblioteca – barroco – decoração – curvas – talha dourada.

3 -

Torre dos Clérigos

Palácio e Convento de Mafra

Biblioteca da Universidade de Coimbra


Aqueduto das Águas Livres

4.1 – O acontecimento referido no texto é o terramoto que destruiu a cidade de Lisboa.

4.2 – Este acontecimento ocorreu a 1 de Novembro de 1755.

4.3 – Uma das frases que mostra que houve destruição é : “… os prédios mais altos rachavam e

desmoronavam-se com grande ruído”.

4.4 – As pessoas correram para os largos e praças para se protegerem das pedras dos edifícios

que podiam se abater.

4.5 – Uma das expressões que justifica que as pessoas estavam com medo é a seguinte: “…

aterrorizando tanto os já aterrorizados habitantes que mesmo aqui de bordo podíamos ouvir os

seus gritos terríveis.


5 -

Ordens do Marquês de Pombal após o terramoto Características da Nova Lisboa

• Enterrar os mortos e socorrer os feridos; • Ruas largas com passeios calcetados;

• Policiar as ruas e os edifícios mais • Surgiu uma nova praça: a Praça do


importantes. Comércio;

• Rede de esgotos.

6 -

Reformas do Marquês de Pombal

Económicas Ensino Sociais

• Criação de novas • Criação de escolas de • Perseguição a elementos


indústrias e apoio às já ensino primário; da Nobreza;
existentes;
• Fundação do Real • Expulsão dos Jesuítas
• Criação de companhias Colégio dos Nobres; de Portugal.
monopolistas.
• Criação de
laboratórios na
Universidade de
Coimbra.

Elsa Gouveia