Sei sulla pagina 1di 5

FUNDAMENTOS DA

FRENTE: MATEMÁTICA MATEMÁTICA


PROFESSOR: FILIPE SERPA AULA 22
ASSUNTO: TRIGONOMETRIA NO TRIÂNGULO QUALQUER

LEI DOS SENOS 02. Uma desenhista projetista deverá desenhar uma tampa de
Dado um triângulo ABC: panela em forma circular. Para realizar esse desenho, ela
dispõe, no momento, de apenas um compasso, cujo
comprimento das hastes é de 10 cm, um transferidor e uma
folha de papel com um plano cartesiano. Para esboçar o
desenho dessa tampa, ela afastou as hastes do compasso de
forma que o ângulo formado por elas fosse de 120°. A ponta
seca está representada pelo ponto C, a ponta do grafite está
representada pelo ponto B e a cabeça do compasso está
representada pelo ponto A conforme a figura.

𝑎𝑎2 = 𝑏𝑏 2 + 𝑐𝑐 2 − 2𝑏𝑏𝑏𝑏 ⋅ 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 Â


𝑏𝑏 2 = 𝑎𝑎2 + 𝑐𝑐 2 − 2𝑎𝑎𝑎𝑎 ∙ 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝐵𝐵�
𝑐𝑐 2 = 𝑎𝑎2 + 𝑏𝑏 2 − 2𝑎𝑎𝑎𝑎 ⋅ 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝐶𝐶̂

LEI DOS COSSENOS

Após concluir o desenho, ela o encaminha para o setor de


produção. Ao receber o desenho com a indicação do raio da
tampa, verificará em qual intervalo este se encontra e
decidirá o tipo de material a ser utilizado na sua fabricação,
de acordo com os dados.

Tipo de
Intervalo de valores de raio (cm)
𝑎𝑎 𝑏𝑏 𝑐𝑐 material
= = = 2𝑟𝑟 I 0<R ≤5
𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠Â 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝐵𝐵 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝐶𝐶̂

II 5 < R ≤ 10
III 10 < R ≤ 15
IV 15 < R ≤ 21
EXERCÍCIOS
V 21 < R ≤ 40

01. Se as medidas de dois dos lados de um triângulo são


Considere 1,7 como aproximação para 3.
respectivamente 7 m e 5 2 m, e se a medida do ângulo
entre esses lados é 135 graus, então, a medida, em metros, O tipo de material a ser utilizado pelo setor de produção será
do terceiro lado é a) I.
a) 12. b) II.
b) 15. c) III.
c) 13. d) IV.
d) 14. e) V.
MÓDULO DE ESTUDO

03. Um topógrafo deseja medir a distância x de um ponto Q na Sendo a área do triângulo BCE igual a 10,5 cm2, a medida,
margem de um rio até um ponto inacessível P na outra em cm, do lado DE é
margem, conforme a figura. Sabendo-se que ele visualiza o
a) 18.
ponto P segundo um ângulo β e, em seguida, ele se desloca
b) 20.
uma distância b até o ponto R e observa o ponto P segundo
o ângulo θ, a expressão que calcula a distância x é c) 22.
d) 24.

06. Partindo de um ponto A, um avião deslocava-se, em linha


reta, com velocidade v km/h. Após duas horas, quando se
encontrava no ponto B, o avião desviou α graus de sua rota
original, conforme indica a figura, devido às condições
climáticas. Mantendo uma trajetória reta, o avião voou mais
uma hora com a mesma velocidade v km/h, até atingir o
ponto C.

b sen θ
a) x =
cos(β + θ)
b cos θ
b) x =
cos(β + θ)
b sen θ
c) x =
sen(β + θ)
btg θ
d) x = A distância entre os pontos A e C, em quilômetros, é igual a
tg(β + θ)
a) 2v.
b sen β
e) x = b) v 5.
sen(β + θ)
c) v 6.
04. João está procurando cercar um terreno triangular que ele d) v 7.
comprou no campo. Ele sabe que dois lados desse terreno e) 2v 2.
medem, respectivamente, 10 m e 6 m e formam entre si um
ângulo de 120°. O terreno será cercado com três voltas de 07. Os drones 1 e 2 (veículos aéreos não tripulados) saem em
arame farpado. Se o preço do metro do arame custa R$ 5,00, missão de um mesmo ponto geográfico P às 20h. Conforme
qual será o valor gasto por João com a compra do arame? a figura abaixo, o drone 1 tem sua rota dada na direção 60°
3 1 nordeste, enquanto o drone 2 tem sua rota dada na direção
Dados: sen de 120° = e cos de 120° = − 15° sudeste. Após 1 minuto, o drone 1 percorreu 1,8 km e o
2 2
drone 2 percorreu 1 km, ambos em linha reta.
a) R$ 300,00.
b) R$ 420,00
c) R$ 450,00.
d) R$ 500,00.
e) R$ 520,00.

05. No pentágono ABCDE da figura, o lado AB mede 3 cm, o


lado AE mede 8 cm, o lado CD mede 4 cm e os ângulos

BEC,  e D
A,  medem 30°, 60° e 90°, respectivamente.

A distância aproximada, considerando 2 e 3


aproximadamente 1,4 e 1,7, respectivamente, em
quilômetros, entre os dois drones, após 1 minuto, é igual a:
a) 1,8 km.
b) 2,2 km.
c) 2,6 km.
d) 3,4 km.
e) 4,7 km.

2
MÓDULO DE ESTUDO

08. A caminhada é uma das atividades físicas que, quando Com essas informações, os alunos determinaram que a
realizada com frequência, torna-se eficaz na prevenção de distância em linha reta entre os pontos que representam as
doenças crônicas e na melhora da qualidade de vida. cidades de Guaratinguetá e Sorocaba, em km, é próxima de
Para a prática de uma caminhada, uma pessoa sai do ponto
A, passa pelos pontos B e C e retorna ao ponto A, conforme a) 80 ⋅ 2 + 5 ⋅ 3
trajeto indicado na figura. b) 80 ⋅ 5 + 2 ⋅ 3
c) 80 ⋅ 6
d) 80 ⋅ 5 + 3 ⋅ 2
e) 80 ⋅ 7 ⋅ 3

Quantos quilômetros ela terá caminhado, se percorrer todo o


trajeto?
a) 2,29. b) 2,33.
c) 3,16. d) 3,50.
e) 4,80.

09. Na figura abaixo, ABC e BDE são triângulos isósceles


semelhantes de bases 2a e a, respectivamente, e o ângulo
 = 30°. Portanto, o comprimento do segmento CE é:
CAB

5 8
a) a . b) a .
3 3
7
c) a . d) a 2.
3

10. Um professor de geografia forneceu a seus alunos um mapa


do estado de São Paulo, que informava que as distâncias
aproximadas em linha reta entre os pontos que representam
as cidades de São Paulo e Campinas e entre os pontos que
representam as cidades de São Paulo e Guaratinguetá eram,
respectivamente, 80 km e 160 km. Um dos alunos observou,
então, que as distâncias em linha reta entre os pontos que
representam as cidades de São Paulo, Campinas e Sorocaba
formavam um triângulo equilátero. Já um outro aluno notou
que as distâncias em linha reta entre os pontos que
representam as cidades de São Paulo, Guaratinguetá e
Campinas formavam um triângulo retângulo, conforme
mostra o mapa.

3
MÓDULO DE ESTUDO

05:
RESOLUÇÕES Aplicando a Lei dos Cossenos no triângulo ABE, temos
2 2 1
BE = 32 + 82 − 2 ⋅ 3 ⋅ 8 ⋅ cos 60° ⇔ BE = 9 + 64 − 2 ⋅ 24 ⋅
GABARITO 2
01 02 03 04 05 ⇒ BE =
7 cm.
C D C C B
06 07 08 09 10 Desse modo, como a área do triângulo BCE é igual a 10,5 cm2,
vem
E A D C B
1
⋅ 7 ⋅ CE ⋅ sen 30
= ° 10,5 ⇔ CE
= 6 cm.
2
01:
Seja x a medida do terceiro lado. Logo, pela Lei dos Cossenos, Por conseguinte, pelo Teorema de Pitágoras, encontramos
encontramos 2
2 2 2
DE = 62 − 42 ⇒ DE = 20 cm.
x = 7 + (5 2) − 2 ⋅ 7 ⋅ 5 2 ⋅ cos135° ⇒
 2
x 2 = 49 + 50 − 2 ⋅ 35 2 ⋅  − ⇒ Resposta: B
 2 
2
x= 169 ⇒ 06:
x = 13. Distância percorrida de A até B: AB = 2v
Distância percorrida de B até C: BC = v
Resposta: C
Aplicando o teorema dos cossenos no triângulo ABC, temos a
distância d entre os pontos A e B.
02:
O compasso forma, com a superfície do papel, um triângulo
isóscele de lados 10, 10 e R (raio), e ângulos 120, 30 e 30 graus.
Sabendo-se disto, pode-se calcular o raio R:
R 10 1 3
= ⇒ R ⋅ = 10 ⋅ ⇒ R = 10 3 ≈ 17 cm ⇒
sen 120° sen 30° 2 2
⇒ 15 < R ≤ 21

d 2 (2v)2 + v 2 − 2 ⋅ 2v ⋅ v ⋅ cos(180° − α )
=
Resposta: D
2  3
d= 4v 2 + v 2 + −4v 2 ⋅  − 
 4
03:
d 2 = 8v 2
Calculando:
d = 2v 2
QPR = 180 − (β + θ)
x b b ⋅ senθ
= ⇒x Resposta: E
senθ sen 180 − (β + θ)  sen (β + θ)

07:
Resposta: C O ângulo entre as direções das duas rotas é de 60° + 15°= 75°.

Logo, desde que


04:
cos=
75° cos(30° + 45°)
Pela lei dos cossenos:
= cos 30° cos 45° − sen 30° sen 45°
2 2 2 2  1
a= 10 + 6 − 2 ⋅10 ⋅ 6 ⋅ cos 120° ⇒ a= 136 − 120 ⋅  −  ⇒ 3 2 1 2
 2 = ⋅ − ⋅
2 2 2 2
⇒ a 2= 196 → a= 14
2
Perímetro = 10 + 6 + 14 = 30 m = ⋅ ( 3 − 1)
4
3 voltas =90 m ⇒ custo =5 ⋅ 90 =450 reais 1, 4
≅ ⋅ (1, 7 − 1)
4
Resposta: C ≅ 0, 245,

4
MÓDULO DE ESTUDO

e sendo d a distância pedida, pela Lei dos Cossenos, obtemos 10:


2 2 2
d = 1 + 1,8 − 2 ⋅1 ⋅1,8 ⋅ cos 75° Sejam S, P, G e C, respectivamente, os pontos que representam
as cidades de Sorocaba, São Paulo, Guaratinguetá e Campinas.
1 3, 24 − 3, 6 ⋅ 0, 245
=+
= 3,358, Sabendo que SPC = 60° e CPG = 90°, vem SPG= 150°. Logo,
aplicando a Lei dos Cossenos no triângulo SPG, encontramos
em d
implicando= 3,358 ≅ 1,8 km.
2 2 2 
SG = SP + PG − 2 ⋅ SP ⋅ PG ⋅ cosSPG
Resposta: A
= 802 + 1602 − 2 ⋅ 80 ⋅160 ⋅ cos150°
08:  3
Pela Lei dos Cossenos, obtemos: = 6400 + 25600 − 2 ⋅12800 ⋅  − 
 2 
 
2 2 2  = 6400 ⋅ (5 + 2 ⋅ 3)
BC= AC + AB − 2 ⋅ AC ⋅ AB ⋅ cos BAC
= (0,8) 2 + 12 − 2 ⋅ 0,8 ⋅1 ⋅ cos150°
Portanto, SG = 80 ⋅ 5 + 2 ⋅ 3 km.
 3
= 0, 64 + 1 − 2 ⋅ 0,8 ⋅  − 
 2  Resposta: B
≅ 1, 64 + 0,8 ⋅1, 7
≅ 3.

Logo, BC ≅ 1, 7 e, portanto, o resultado é 1 + 0,8 + 1, 7 =


3,5.

Resposta: D

09:

a 3 a 2a
No ΔCMB : cos30° = ⇒ = ⇒x=
x 2 x 3
a
3 a a
No ΔENB : cos30° = 2 ⇒ = ⇒y=
y 2 2y 3
ˆ = 180° − 30° − 30=
CBE ° 120°
Aplicando o teorema dos cossenos no triângulo CBE, temos:

CE 2 = x 2 + y 2 − 2.x.y.cos120°

4a 2 a 2 2a a  1 
CE 2 = + − 2⋅ ⋅ ⋅ − 
3 3 3 3  2

5a 2 2a 2
CE 2 = +
3 3

7a 2
CE 2 =
3
7
CE = a.
3

Resposta: C