Sei sulla pagina 1di 2

Álgebra Linear — Recuperação —Soluções

1.1.Defina um subespaço do espaço vetorial V sobre R.


Um subconjunto S ⊂ V tal que para todos os elementos t, u ∈ U e para todo
número k ∈ R vale t + u ∈ U e ku ∈ U .

1.2. Use o sı́mbolo de Kronecker para definir uma base ortonormal [e1 e2 e3 ] em R3 .
Para 1 6 i, j 6 3 temos hei , ej i = δij .

1.3. O que é uma transformação linear entre espaços vetoriais U e V ?


Uma função T : U −→ V que satisfaz duas condições: para todos os elementos
u, w ∈ U e para todo número k ∈ R vale T (u+w) = T u+T w e T (ku) = kT (u).

1.4. O que é o núcleo de transformação linear?


a) (resposta algébrica) Para T : U −→ V definimos Ker T = {u ∈ U : T u = OV }.
b) (resposta geométrica) Imagem inversa de vetor zero.

1.5. O que significa que matrizes A, B são conjugadas? Para que tipo de matrizes
o adjetivo tem sentido?
Sobre matrizes quadradas A, B de L(n; R) dizemos que são conjugadas se existe
C ∈ GL(n; R) tal que B = C −1 AC.

1.6. O que é o traço de uma matriz? Para que tipo de matrizes a noção é definida?
Para matriz quadrada A = (aij ) ∈ L(n; R) definimos Tr(a) = ni=1 aii .
P

2.1. Qual é o ângulo entre os planos em R3 descritos pelas equações x−3y+2z+8 = 0


e −x + 4y − 2z − 3 = 0 ?
É o mesmo ângulo α que formam os vetores a, b √ perpendiculares
√ aos planos.
T T
Temos a = (1, −3, 2), b = (−1,√
4, −2), portanto |a| = 14, |b| = 21, ha, bi = −17
−17 6
e o resultado é α = arccos 42 .

2.2. Qual é a distância em R3 entre o plano com equação 2x − y + 2x = 7 e o ponto


com coordenadas (2, 1, −3)?

|2 · 2 + (−1) · 1 + 2 · (−3) + (−7)| 10


dist = p = .
22 + (−1)2 + 22 3

2.3. Qual pode ser o valor de hu, vi se ||u|| = 3 e hv, vi = 5?


√ √
−|u| · |v| 6 hu, vi 6 |u| · |v|, portanto −3 5 6 hu, vi 6 3 5 .
2.4. Dê um exemplo de matriz não-diagonal 2 × 2 que tem autovalores 1 e -7.
Exemplos simples são obtidos modificando matriz diagonal com esses autovalores, do
modo que nem traço, nem determinante seja mudado – por exemplo acrescentando
em uma das posições fora da diagonal algum número diferente de zero.
 
1 −92 −123
2.5. Sabemos que matriz 5
expressa rotação do plano de ângulo α
75 100
em certa base. Qual é cos α?
Já
 que esta matriz expressa uma rotação, ela é conjugada com uma matriz da forma
cos α − sen α
e as matrizes conjugadas têm traços iguais. A comparação dos
sen α cos α
traços resulta em equação cos α = 54 .

2.6. Dê um exemplo de duas matrizes 2 × 2 com mesmo polinômio caracterı́stico


que não são conjugadas.
Matriz idêntica I2 
é conjugada
 só com ela mas tem o mesmo polinômio carac-
1 1
terı́stico que a matriz .
0 1

Formule as seguintes afirmações separando claramente hipóteses e teses.

3.1. Desigualdade de Cauchy-Schwartz.


H u, v ∈ U são vetores do espaço vetorial.
T hu, vi2 6 hu, ui · hv, vi .

3.2. Teorema de Cauchy sobre determinante.


H A, B ∈ L(n; R) .
T det(AB) = (det A) · (det B) .

3.3. Conexão entre o núcleo e a imagem de uma TL.


H T é uma transformação linear com domı́nio de dimensão n, Ker T
é o seu núcleo e Im T é a sua imagem.
T n = dim(Ker T ) + dim(Im T )

3.4. Caracterização de matrizes que definem um produto interno.


H Matriz F define produto interno no espaço vetorial U de dimensão n , a ∈ U .
T F ∈ L(n; R), F T = F , se a 6= O ∈ U então aT F a > 0 .