Sei sulla pagina 1di 2

Modelo de procuração judicial e extrajudicial

16/12/1999
 
Jaison Maurício Espíndola
Advogado em Blumenau - SC

INSTRUMENTO DE MANDATO
(procuratório judicial e extrajudicial)

OUTORGANTE(S): FULANO DE TAL, brasileiro(a), casado(a), Professor, inscrito(a)


no CPF/MF sob n° XXXXX, residente e domiciliado(a) em Blumenau - SC., à rua
XXXXX, n° XXXXX, apto XXXXX - bloco A1, bairro XXXXX.

OUTORGADO: Nomeia(m) e constitui(em) como bastante procurador para defender


seus direitos fundamentais e interesses jurídicos, o Dr. JAISON MAURÍCIO
ESPÍNDOLA, brasileiro, casado, Advogado, inscrito na OAB/SC sob n° 12.175 e no
CPF/MF sob n° 811.879.129-72, residente e domiciliado em Blumenau - SC.,
recebendo a comunicação de quaisquer atos processuais no Escritório de Advocacia sito
à Rua Nilo Peçanha, n° 53, Edifício Professora. Madalena, Loja 03, Vila Nova, CEP
89.035-260, fone/fax: (0**47) 323-1476 ou 9980-7415 e E-mail: jme@zaz.com.br.

PODERES: Amplos e gerais poderes de representação para o exercício do procuratório


judicial e extrajudicial, atinentes a cláusula ad judicia et extra, especialmente visando
defender direitos do(a)(s) outorgante(s) na AÇÃO DE
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX, junto a COMARCA DE BLUMENAU – SC.,
contra FULANO DE TAL, brasileiro, casado, agricultor, podendo ainda, requerer
justiça gratuita, variar de ações, receber intimações, desistir, transigir, confessar,
renunciar ao direito sobre que se funda a ação, receber e dar quitação, firmar
compromisso, produzir provas ou justificações, requerer, concordar com cálculos e
avaliações, ratificar desistências e praticar, enfim, todos os atos necessários que visem a
boa e fiel desincumbência dos deveres e prerrogativas advocatícias de defesa dos
direitos subjetivos e interesses jurídicos do(a) outorgante, para o que são conferidos
todos os poderes, ainda que aqui não declarados expressamente, inclusive substabelecer,
com ou sem reserva de poderes.

BASE LEGAL: Art. 133, da Constituição da República, Arts. 1.288 a 1.330, do Código
Civil Brasileiro, Art. 38, do Código de Processo Civil e Arts. 1º, inciso I, 2º, 5º, 7º e 44,
inciso I, do Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil.

Blumenau, SC., em XX de XXXXXXXXX de 2000.


FULANO DE TAL
Outorgante