Sei sulla pagina 1di 5

Aqui será descrito a narração dos eventos ocorridos em Lichrain para melhor imersão dos

jogadores dentro do mundo. Há informações que foram deixadas em mantos de mistérios e aqui
serão amplamente explicadas para um entendimento melhor de Lichrain.

"Devo agradecer à Rafael e Douglas primeiramente, por me concederem backgrounds mais bem
feitos, adicionando culturas e vínculos de terras para com terras, de reinos com reinos e de povos
com povos. Depois, devo agradecer à Caio pela jornada em busca de um objetivo sólido pelos
confins do abismo, Pedro e Alex por apimentar e relaxar as sessões com coisas inusitadas. Isso foi o
trabalho em grupo de mais de um ano e espero que isso que escrevo possa dar frutos. Este mundo
não é somente meu, mas de todos aqueles que particaparam até aqui das sessões. Obrigado!"

É de importância geral dizer que o mundo na qual escrevo uma rápida cronologia tem, por conta
de seus váriados povos de culturas tão extremas umas da outra, calendários diferentes com base
em acontecimentos grandiosos e diferentes. O calendário em que Lando, Levand, Ned, Johnson e
Ezuri viveram tem como primeiro ano, o aprisionar dos Mefatius por Éolor, o iluminado, de acordo
com a religião do Visgo Sagrado. Foi uma religião difundida em grandes cidades como Sigil,
Fortaleza do Sabugueiro, Euhk, Buraco pro Inferno entre outras cidades do centro de Kivior (o
continente). Há outro calendário importante que foi difundido entre os povos remanescentes do
norte extremo, chamado calendário Nofasirindeliano. Ele tem como matriz o nascimento do rei
Triunaht I, o portador original da Thronak, o genocida de Mirians. Por conta de que os PJs
vivenciaram aventuras quase plenamente focadas nos Nofasirindelianos, usarei como base o
calendário Nofasirindeliano para uma melhor situação.

Cronologia

- 10.000: Guerra dos Ignari contra as Serpentes. Os Ignaris eram forças brutas da
natureza, mistos de elemento puro e orgânico, eles moldavam o mundo na base da selvageria.
Quando avançaram para o oriente, encontraram as grandes Serpentes, criaturas quase divinas,
feitas após comer pedaços brutos do resto das criações. Os Ignaris e as Serpentes práticamente se
extinguiram, com os Ignaris deixando proles de dragões e as Serpentes sumindo do mundo. Aqui
nasce Wumorgarden, o ser vivente mais antigo do mundo. Ele perdurou crescendo sem parar,
hibernando por milhares de anos e sendo confundido com montanhas. Devido ao poder imenso
das batalhas destas criaturas, a realidade foi rompido e rasgos planares foram feitos (os rasgos
planares são causados devido explosões ou golpes muito fortes, conectando um plano com outro
lugar de energias parecidas). Os rasgos planares são a teoria de Yeskrozel para a entreda dos Elfos
da Neve/Mirians, Elfos das florestas, Anões, Genasi e raças divergentes.

- 1000: Nascimento de Monazmir, o Fogo Inextínguivel.

- 500: Nascimento dos Gêmeos Bolim e Iorlim durante um alinhamento planetar.

- 200: Nascimento de Ponos, o arque-sacerdote do Deus Profeta (o cavalo de oita patas


com rosto de corvo).
 1: Triunaht nasce, filho primogênito de Driunar, rei de Nofasirindel.

 36: Uma mensagem do rei Mirian Felgur-hriel é ouvida por Driunar, e amplamente
ignorada. Ponos se apaixona pela mensageira, uma Mirian chamada Nim. Ponos começa a
estudar arcanismo com Bolim.

 37: Com a tutela do sacerdote Ponos sobre Triunaht quebrada, e o abandonamento sacro
de Ponos para com a religião, Triunaht passa a ser o sacerdote dO Profeta.

 41: Morte de Driunar, rei de Nofasirindel, por envenenamento. Triunaht vira o rei de
Nofasirindel e ataca em linha de frente as cavalarias de Felgur-hriel. Bolim começa a
estudar a Magia Proibida.

 45: Exílio de Triunaht, indo sozinho para o extremo norte.

 48: Nim volta para o castelo de Nofasirindel, casando com Ponos em um elo de verdadeiro
amor puro. As tropas de Nofasirindel começam a sofrer para os soldados Mirians. As
outras cidades do império são invadidas e destruídas. Iorlim entra em meditação profunda
com Wumorgarden.

 51: Ano de Alinhamento Planar. Nofasirindel sofre um cerco de mêses. Triunaht retorna
para a cidade por meio de um túnel para caso ocorresse o cerco. Bolim sacrifica todos os
nobres presentes de Nofasirindel e também Nim como oferenda para seus três desejos.
Ponos enlouquece. Bolim desaparece. Triunaht encontra Thronak e extingue os exércitos
de Felgur-hriel, sozinho, depois caçando os restantes de tropas com seu cavalo, Nuvem.
Iorlim morre ao tentar despertar Wumorgarden, que destrói a ilha de Windoor, palco da
guerra dos nofasirindelianos. Os restantes do povo foge em embarcações para o sul, para
Kivior. Ponos viaja para o oriente, (conhecido posteriormente como Mura) e lá tem um
acesso de raiva, devastando terras de conexão arcana forte (aqui ficava o Santuário de
Bolim, naonde ele treinava a si e seus alunos). Mais tarde, as fendas planares conectaram
com o Plano Elemental do Fogo, fazendo Djinns entrarem pelo lugar e escravizarem os
orientais por 325 anos.

 80: Os Djinns de Mura constroem seus primeiros Zigurates, em uma guerra com as proles
do Ignari Tatomunti, os agora chamados "Dragões Azuis", capazes de zarpar relâmpagos
de suas bocas. Os Bárbaros dos desertos do oriente, assumem o lugar conhecido como
"Terra de Ninguém" e passam a se clamar como Numbelianos, caçando outras tribos e
tendo como saque sua forma principal.

 100: No centro de Kivior, as antigas cidades de Sigil e Euhk suportam ataques Orquicos do
clã milenar Agiacus. Nascimento do Colégio de Arcanismo, Varelef, localizado no oeste de
Kivior. Ponos era o seu diretor e ensinou aos alunos o importante do arcanismo, moldando
os primeiros magos de Kivior. Mais tarde, ele formou cruzadas com os melhores alunos,
para pregar o culto de sua nova obsessão desde Nim - Ketorin, Deus da Morte. Ponos
começa a estudar a magia proibida e durante os anos na escola, ele faz o ritual para se
tornar um lich, temendo a morte por Bolim.

 120: Os Genasi de Fogo, filhos de estupro de Djinns e humanas, nascem e se proliferam,


assumindo o manto materno e tendo uma educação monástica forte. Os Dragões Azuis
são derrotados por Tecnologias capazes de transpassar a couraça deles. Em Sigil, uma
ordem de cavaleiros é feita e clamada como Os Caçadores de Prata (Sigil tinha inúmeras
minas de prata ao torno de si, o que fez as armaduras destes cavaleiros, assim como as
armas, serem feitas do mesmo material). Os Caçadores de Prata fundaram cruzadas contra
os Orcs.

 125: Os Numbelianos, ao ver os Djinn fracos devido a guerra contra os Dragões Azuis,
miram seus saques nos Zigurates, matando a maioria dos líderes tirânicos. Com esse
evento, os Genasi revoltam-se contra seus pais e fazem uma revolução, extinguindo os
Djinn de Kivior. Os Zigurates foram tomados pelos Genasi de Fogo.

 150: As cruzadas dos Cavaleiros de Prata chega ao fim com a devastação da pérola de
Kivior - a cidade de Ágata. Os Orcs devastaram completamente o lugar, salgando as
terras e destruindo todas as formas de vida do lugar. Ali virou um posto militar Orquico
durante 140 anos. A ordem dos Cavaleiros de Prata foi quase que completamente
Extinguinda.

 170: John Blaze morre, o maior mestre dos Monge Genasi. Com o peso da morte do
amigo, Bolim entrelaça o espírito dele com o mundo, fazendo ele eventualmente ressurgir,
até o fim dos tempos. A gema que John Blaze carregava - A Jóia de Shevarash - foi
carregada por Bolim para longe dali, para tentar ser a matriz de energia de seu próprio
plano. Mas, logo com os estudos de Bolim em progresso, ele não conseguiu fazer a Jóia ser
a fonte de força de seu plano, então ela havia perdido o valor que havia para ele. Ele
vendeu-a para os anões de Augaraj, em troca de quilos de Adamantina.

 200: Monazmir ataca os zigurates de Mura, procurando ensandecido pelos tesouros Djinn.
Quando descobre que a Jóia de Shevarash não está lá, ele fica ensandecido, e se depara
com Bolim. Este, diz que a jóia está em Varelef, o colégio arcano de Ponos. Criação de
Fegaria.

 201: Monazmir destrói o colégio de Ponos, buscando a Jóia de Shevarash. Ele descobre
dela estar em Augaraj, sendo utilizado pelos anões como um "Sol" nas cidades
subterraneas do lugar, tamanho era o brilho dela. Monazmir, após destruir o lugar, vai
atrás da jóia, e destrói com ela a cidade subterranea de Augaraj. Ele tenta roubar a jóia
para si, mas Ponos, caçando o dragão com sua cruzada de cultistas de Ketorin, aprisiona
Monazmir nas sombras do lugar. Ponos então obtém a jóia para si, pensando em utilizá-la
como arma contra Bolim. Imediatamente após o ocorrido, Ponos zarpa para as ruínas de
Varelef, apenas para encontrar Bolim. Os dois se enfrentam e Ponos rompe a jóia ao meio,
fazendo uma explosão massiva de energia consumir tudo em meio a centenas de
quilômetros do lugar. A camada de Ozônio fica finíssima e dali, se torna um deserto
extremamente quente. Ao sul, por conta da explosão, fendas para o abismo se abrem, e os
Gnolls adentraram Kivior, fazendo saques às terras tropicais. Na explosão, porém, Bolim
sobreviveu, tão poderoso era. Ghoghun foi um dos únicos remanescentes em Augaraj.

 240: A Fortaleza de Areia é criada, visando proteger os povos do oeste dos Gnolls. Os
clérigos do Sol ajudam na batalha, expulsando os Gnolls e fechando as Fendas Planares.

 250: Bolim se exila, criando o próprio plano - um misto de sonhos no mundo astral. Com a
falta de ameaça de Bolim, Ponos ascende como senhor de Kivior, manipulando Sigil.

 370: John Blaze derrota em batalha aberta, Ponos. Destruição de Fegaria por algo
desconhecido.

 500: Criação de Vila Aurora.

 Nascimento de Ned.

 550: Os Genasi fazem uma migração para um vulcão, por conta de ideais monásticos.

 570: Os Winchester se entrelaçam com a realeza de Sigil, ao serem tratados como seres
divinos.

 600: Nascimento de Krusk, o Orc que iria reerguer as tribos de novo. Os reinos prosperam.
Os anões começam a temer uma profecia, e começam as primeiras expedições para voltar
para seu plano natal.

 621: Nascimento de Lando Winchester XII.

 650: Mercenários acham pedaços de filactéria de Ponos, reerguendo o mago, mesmo sem
saber.

 651: Lando Winchester XII vira rei de Fortaleza do Sabugueiro, ao defender o lugar e
diversos outros reinos do clã Agiacus. Lis-Elcantos faz caravanas para recuperar a cidade
perdida de Fegaria, e, com a ajuda de Ponos, consegue.

 654: Euhk se transforma na cidade Interplanar de Sagev. Ponos põe seu plano de
destruimento em massa em prática, culminando no alinhamento de planetas. Selitos salva
Toshiro, tido como um dos últimos, ou o último Genasi, e envia-o para uma vila sem
nome, como forma de o esconder. Selitos aumenta a fé de diversos vilarejos, mesmo com
93 anos, e por conta disso, um milagre ocorre e Orvala nasce, fruto da esperança. Aquiles
Stucker mata o dragão verde que se erguia nas ruínas de Fegaria. Krusk arrepende-se, e
vira um pacifista, largando para sempre a vida de guerras.

 655: Ponos derrota exércitos do abismo, enviados por Orcus. Orvala destrói 2 terços dos
exércitos de Sagev, mas é presa em uma realidade naonde não existe movimento.
 664: Fegaria queima, e seu rei é morto, injustamente, em combate. Monazmir é solto de
sua prisão.

 666: Alinhamento de planetas.