Sei sulla pagina 1di 7

COLÉGIO ESTADUAL JOÃO AFONSO DE CAMARGO

ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PLANO DE TRABALHO DOCENTE / 1º TRIMESTRE


DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA

PROFESSOR(A): ADRIELLY OLIVEIRA DE SOUZA ANO: 8.º ANOS TURMA: A e B

CONTEÚDOS ESTRUTURANTES Discurso como prática social;

CONTEÚDOS BÁSICOS CONTEÚDOS ESPECÍFICOS

- Prática da oralidade; GÊNEROS


- Prática da leitura;  Narrativa (crônica narrativa);
- Prática da escrita.  Narrativa mítica;
- Prática de análise linguística.  Texto expositivo;
 Texto informativo;
 Linguagem verbal e não verbal;

Prática da Oralidade
 Apresentação de temas variados através de filmes, livros, recortes de jornais e revistas,
reportagens e outros;
 Análise oral dos temas apresentados;
 Debate;
 Dramatização de texto;

Prática da leitura
 Crônica narrativa;
COLÉGIO ESTADUAL JOÃO AFONSO DE CAMARGO
ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

 Narrativa mítica;
 Texto expositivo;
 Texto informativo;
 Linguagem verbal e não verbal;

Prática da escrita
 Produção de crônica narrativa;
 Produção de texto expositivo;

Análise linguística
 Pontuação;
 Classes gramaticais;
 Sujeito e predicado;
 Tipos de sujeito;
 Verbo;
 Tipos de predicado;
 Frase, oração e período;
 Acentuação;

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM / LEITURA


OBJETIVOS:
55. Efetue leitura compreensiva, global, crítica e analítica de textos verbais e não verbais. 56.
Caderno de expectativa de aprendizagem Identifique o tema/tese do texto.
57. Identifique as informações principais e secundárias no texto.
58. Localize informações explícitas no texto.
59. Realize inferência de informações implícitas no texto.
60. Reconheça os efeitos de sentido decorrentes do uso das classes gramaticais no texto.
COLÉGIO ESTADUAL JOÃO AFONSO DE CAMARGO
ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

62. Realize inferência do sentido de palavras ou expressões no gênero trabalhado.


63. Identifique as condições de produção do gênero trabalhado (enunciador, interlocutor,
finalidade, época, suporte, esfera de circulação etc.).
64. Reconheça o grau de formalidade e informalidade da linguagem em diferentes textos,
considerando as variantes linguísticas.
65. Compreenda o efeito de sentido proveniente do uso de elementos gráficos (não verbais),
recursos gráficos (aspas, negrito, travessão) e linguísticos no texto.
66. Identifique os elementos constitutivos do gênero (tema, estilo e forma composicional). 67.
Reconheça as relações estabelecidas entre as partes do texto.
69. Estabeleça as relações existentes entre dois ou mais textos.
71. Identifique as vozes sociais presentes no texto.
72. Reconheça os efeitos de sentido decorrentes do tratamento estético do texto literário.

ESCRITA
73. Atenda à situação de produção proposta (condições de produção, elementos composicionais
do gênero, tema, estilo).
74. Organize o texto, considerando aspectos estruturais (apresentação do texto, paragrafação).
75. Utilize recursos textuais de informatividade e intertextualidade.
76. Utilize de forma pertinente elementos linguístico-discursivos (coesão, coerência,
concordância etc.).
77. Empregue palavras e/ou expressões no sentido conotativo.
78. Utilize recursos linguísticos como pontuação, uso e função das classes gramaticais. 79. Utilize
as normas ortográficas e de acentuação.
80. Utilize adequadamente a linguagem formal ou informal, de acordo com a situação de
produção.

ORALIDADE
81. Realize a adequação do discurso à situação de produção (formal/informal).
COLÉGIO ESTADUAL JOÃO AFONSO DE CAMARGO
ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

83. Leia com fluência, entonação e ritmo, observando os sinais de pontuação.


84. Expresse suas ideias com clareza, coerência e fluência.
85. Utilize recursos extralinguísticos em favor do discurso (gestos, expressões faciais, postura
etc.).
86. Respeite os turnos de fala.

ENCAMINHAMENTOS • Práticas de leituras de textos de diferentes gêneros;


METODOLÓGICOS • Considerações dos conhecimentos prévios dos alunos;
• Leitura das informações explícitas e implícitas nos textos;
• Apresentação de textos produzidos pelos alunos;
• Análise dos recursos próprios dos gêneros orais;
• Dramatização a partir de textos;
• Produção de textos;
• Reestruturação e reescrita de textos;
• Compreensão das semelhanças e diferenças, dependendo do gênero, do contexto de uso e
da situação de interação dos textos orais e escritos;
• Análise da produção textual, se está coerente e coesa, se há continuidade temática, se atende
à finalidade e se a linguagem está adequada ao contexto.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO / - Espera-se do estudante que ele seja capaz de ler textos de forma individual e coletiva, com
JUSTIFICATIVA postura, entonação e clareza, observando os sinais de pontuação; que seja capaz de ler as
informações explícitas e implícitas nos textos; que expresse suas ideias com clareza, coerência
Base Diretrizes Curriculares e fluência; que utilize recursos extralinguísticos em favor do discurso (gestos, expressões
faciais, postura etc.); que produza textos atendendo às propostas; que elabore argumentos
consistentes; que reestruture e reescreva textos, utilizando adequadamente os recursos
linguísticos em suas produções.
COLÉGIO ESTADUAL JOÃO AFONSO DE CAMARGO
ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

3. AVALIAÇAO 1º AVALIAÇÃO - Conteúdos a serem avaliados no valor 10,0 pontos:


- Textos narrativos, informativos e expositivos;
- Interpretação de textos de gêneros diversos abrangendo conteúdo temático, elementos
composicionais e marcas linguísticas (análise linguística);
- Leitura dramatizada;

Instrumentos de avaliação
- As avaliações têm caráter formativo e cumulativo, assim organizadas:
- Produção de continuidade de texto e leitura em voz alta, no valor de 2,0 pontos.
- Avaliação de interpretação de textos de diferentes gêneros, no valor de 3,0 pontos.
- Produções de textos curtos, com peso de 40% (4,0 pontos), envolvendo os seguintes
gêneros: Crônica narrativa e texto expositivo.
- Leitura dramatizada de um texto em grupo, no valor de 1,0 ponto.

2ª AVALIAÇÃO - Conteúdos a serem avaliados no valor 10,0 pontos:


- Interpretação de textos de gêneros diversos abrangendo conteúdo temático, elementos
composicionais e marcas linguísticas (análise linguística);

Instrumento de avaliação
- Simulado a ser aplicado na semana de provas: 29 de abril a 10 maio;

3.1 – RECUPERAÇAO DOS Reavaliação do Valor 10,0 pontos;


CONTEÚDOS E REAVALIAÇÃO
COLÉGIO ESTADUAL JOÃO AFONSO DE CAMARGO
ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

- A recuperação de estudos será concomitante aos conteúdos trabalhados. Será realizada


sempre que não houver domínio necessário sobre o conteúdo avaliado. Acontecerá
paralelamente após a avaliação, tendo o objetivo de um caminhar na aprendizagem com os
demais.
- Formas de recuperação: Testes escritos, pesquisas, trabalhos complementar extraclasse,
atendimento aos alunos.
- Também, se houver necessidade, ao final do trimestre, serão retomados os conteúdos e
utilizados novos instrumentos de avaliação.

Reavaliação do valor 10,0 pontos:


- Simulado de questões de interpretação de texto de gêneros diversos.

RECURSOS UTILIZADOS - Uso do caderno e quadro de giz;


- Álbuns com fotos, imagens, desenhos, charges, HQs, músicas, cartas, cartum, gráficos,
reportagem de jornais, livros, revistas;
- Fotocópias;
- Livros;
- Agenda;
- TV;
- Vídeo;
- Pen drive;
- CDs;
- Internet;
- Classroom;
- Passeio extraclasse. (Viagem para Curitiba, assistir uma peça teatral ou filme, no final do
trimestre – recurso cultural)
COLÉGIO ESTADUAL JOÃO AFONSO DE CAMARGO
ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

4. REFERÊNCIAS PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares Estaduais de Língua


Portuguesa para a Educação Básica. Curitiba: SEED, 2007.
SOARES, Magda. Português - uma proposta para o letramento. 1. ed. São Paulo: Moderna,
2002.
BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e Filosofia da Linguagem. ANTUNES, O. Aula de Português:
Encontro e Interação

Observações:

Serão contemplados, no decorrer do ano letivo, por meio de leitura de textos de diferentes gêneros e sempre que houver necessidade dentro do
conteúdo programático:

- A História da Cultura Afro-Brasileira (Lei nº 10.639/03);

- Cultura Indígena (Lei nº 11.645/08). - (Meio Ambiente Lei nº 9.795/99);

- Direito da criança e do adolescente (Lei nº 11525/07);

- Estatuto do Idoso, assim como as orientações dos Programas Socioeducacionais: Enfrentamento à Violência na Escola, Prevenção ao uso
indevido de Drogas, Educação Sexual, incluindo Gênero e Diversidade Sexual.