Sei sulla pagina 1di 13

JOHN W.

SHALLENBERGER -
GRAVESIDE 11.4.19
Hoje nos reunimos para lamentar a perda e também para celebrar a vida de John
W. Shallenberger.
Fazemos isso com as palavras de Paulo em nossa cabeça, ele disse que não queria
que lamentássemos como o resto dos homens que não têm esperança. Hoje
afirmamos a esperança de que aqueles que depositam sua fé em Cristo viverão
mesmo que morram.
Eu chamaria John Shallenberger de um enigma salgado. Ele poderia encontrar
pessoas infelizes ou até mal-humoradas. Ele disse o que pensava e não tinha muito
espaço em sua vida para conversar. Ele não viu razão para “bater em um arbusto”
quando você podia simplesmente agarrá-lo e sacudi-lo! Na maioria das fotos que
eu vi de John, ele olha para você como se estivesse avaliando você.
Pelo que entendi, John foi um daqueles caras que lhe causaria pesar, mas se você
devolvesse a ele, então você estava bem e seu relacionamento mudou para um
nível diferente. Você se tornou amigo.
John tinha esse tipo de relacionamento com sua esposa Betty. O estranho pode
pensar que eles não gostam um do outro. . . mas eles fizeram. Quando Betty morreu
em 2002, John ficou com um vazio profundo.
Shallenberger tinha uma forte ética de trabalho. Ele se orgulhava de seu trabalho
como trabalhador sindical e outros confiavam nele para fazer seu trabalho. Ele
adorava mexer e você costumava encontrá-lo na garagem trabalhando em alguma
coisa.
John era um tipo de cara ao ar livre. Ele adorava caçar e pescar. Ele gostava de
caçar cogumelos. Ele era ferozmente independente. Às vezes, ele era
irritantemente independente. Ele não era um bom paciente. Ele resistiu ao uso de
QUALQUER COISA para deficientes. Ele estava determinado a não ceder à
decadência de um corpo enfraquecido.
John amava sua família. Ele apoiou seus filhos e netos. Eu amo as fotos dele
brincando com seus filhos, netos e bisnetos. John adorava brincar com as
crianças. Muitas vezes eles jogavam um jogo antes de irem para a escola. Ele pode
não ter gostado de tudo o que fizeram, mas, na maioria das vezes, ele os deixou
viver suas vidas. Ele tentou nunca perder um jogo ou atividade em que as crianças
participavam. Acho que ele se orgulhava de sua família (embora eu tenha a
sensação de que você pode esperar muito tempo para ouvir essas palavras
realmente saírem de sua boca.)
John era um homem orgulhoso. Não quero dizer que, no sentido de que ele era
arrogante, quero dizer que ele queria ser independente. Ele não queria ter que
depender dos outros. Ele não gostava de esperar no hospital, não queria esperar
que alguém fizesse algo que sabia que poderia fazer, não gostava muito de
médicos, enfermeiras ou qualquer outra pessoa que o tratasse como um
paciente. Envelhecer era difícil para John.
John gostava de trabalhar de acordo com um cronograma. Ele comia todas as
refeições no mesmo horário todos os dias. Ele não acreditava em conseguir lugares
tarde. De fato, quando Michelle era pequena, ele adiantou todos os relógios por 10
minutos para garantir que ela chegasse na hora. Ele acreditava que era rude chegar
tarde.
John Shallenberger era um homem um tanto despretensioso. Mas uma coisa eu sei,
só porque alguém não é uma pessoa real e extrovertida não significa que não tem
um coração carinhoso e terno.
John sabia como era sentir mágoa. Três crianças morreram na infância e depois
houve a devastação de perder seu parceiro de vida após uma longa batalha contra
o câncer. É devastadoramente doloroso ver alguém morrer uma polegada de cada
vez.
Por tudo isso, é difícil saber o que John Shallenberger acreditava sobre Deus. Ele foi
à igreja quando era mais jovem, mas a hipocrisia na igreja o afastou. É minha
esperança que não o desvie do próprio Deus. Ele sabia o que significava confiar em
Cristo. No entanto, sendo o tipo de homem que ele era, falar sobre seu
relacionamento com Deus não era algo que ele faria.
Pelo que sei, Deus é um juiz justo. Ele também é misericordioso. Ele enviou Jesus à
Terra para abrir caminho para que pessoas pecadoras fossem perdoadas e
renovadas. Jesus morreu como pagamento por nossas escolhas pecaminosas e
ações rebeldes.
Claro, qualquer um pode dizer que é isso que eles estão fazendo. O que destacou as
ações de Jesus foi o fato de Ele ter ressuscitado dos mortos! Sua ressurreição
mostra que Jesus era quem Ele disse que era. A maioria das pessoas está inclinada
a ouvir alguém que ressuscita dos mortos após o funeral já ter terminado.
A mensagem do evangelho é bem simples: quem abraçar Jesus como seu Salvador e
Senhor será perdoado e concederá vida além da sepultura.
Você sofre hoje porque uma poderosa influência em sua vida foi tirada. Você sofre
porque foi abençoado. É por essa bênção que devemos celebrar e agradecer a Deus.
Espero que João confie em Cristo, porque eu adoraria conhecê-lo. Eu acho que
gostaria de conhecer o John embaixo do exterior duro. Felizmente, eu teria toda a
eternidade para me familiarizar com Ele. . . e pelo que entendi, pode levar muito
tempo para isso.
Nossa esperança é capturada nas palavras do Salmo 23,
1 O Senhor é meu pastor;

Eu tenho tudo o que preciso.


2 Ele me deixa descansar em prados verdes;

ele me leva ao lado de riachos pacíficos.


3 Ele renova minha força.

Ele me guia pelos caminhos certos,


trazendo honra ao seu nome.
4 Mesmo quando eu ando

através do vale mais escuro,


Eu não terei medo,
pois você está perto de mim.
Sua vara e sua equipe
me proteja e conforte.
5 Você prepara um banquete para mim

na presença dos meus inimigos.


Você me honra ungindo minha cabeça com óleo.
Minha xícara transborda de bênçãos.
6 Certamente a tua bondade e amor infalível me perseguirão.

todos os dias da minha vida


e vou morar na casa do Senhor
para sempre.
Nosso desafio hoje é pegar as coisas boas que John Shallenberger investiu em
nossas vidas e trabalhar para garantir que essas coisas paguem dividendos.
Este é um bom momento para garantir que sabemos onde estamos com
Jesus. Porque quando tudo está dito e feito, essa é a diferença entre este ser um
lugar de desespero e um lugar de esperança. Minha oração é que você e sua família
não precisem sofrer como aqueles que não têm esperança.
Vamos rezar,
Pai, estamos cheios de uma mistura de emoção. Existe a tristeza de dizer adeus a
alguém que tenha sido uma parte tão significativa da nossa vida. Há um alívio que
John não sofra mais. Há gratidão pela maravilhosa bênção que João deu a nossa
vida. E há esperança de que este não seja o fim, mas apenas uma transição para
John.
Senhor, conforte essa família e esses amigos. Leve cada um aqui a uma consciência
clara de onde eles estão com você. Obrigado por enviar Jesus para nos resgatar.
Encha esta família com lembranças maravilhosas e uma sólida esperança. Eu
pergunto em nome de Jesus. Amém.
ELEANOR SHUTWELL
Eleanor Shutwell
21/09/19

Hoje nos reunimos para lamentar a perda e, mais importante, para celebrar a vida
de Eleanor Shutwell. Ao fazê-lo, ancoramos na esperança da vida eterna por Jesus
Cristo, nosso Senhor.
O apóstolo Paulo escreveu:
40 Há também corpos nos céus e corpos na terra. A glória dos corpos celestes é

diferente da glória dos corpos terrestres. 41 O sol tem um tipo de glória, enquanto a
lua e as estrelas têm outro tipo. E até as estrelas diferem uma da outra em sua
glória.
42 É o mesmo com a ressurreição dos mortos. Nossos corpos terrestres são

plantados no chão quando morremos, mas serão ressuscitados para viver para
sempre. 43 Nossos corpos estão enterrados em fragmentos, mas serão ressuscitados
em glória. Eles estão enterrados na fraqueza, mas serão elevados em força. 44 Eles
são enterrados como corpos humanos naturais, mas serão ressuscitados como
corpos espirituais. Pois assim como existem corpos naturais, também existem
corpos espirituais. (1 Coríntios 15: 40-44)
Foi Jesus quem disse:
"Eu sou a ressureição e a vida. Quem acredita em mim viverá, mesmo depois de
morrer. Todo mundo que vive em mim e acredita em mim nunca morrerá. (João
11: 25-26)
Este é o nosso conforto e a nossa esperança. Por favor, se curve comigo para orar.
Pai nosso, não escolhemos o momento de nosso nascimento ou o momento de
nossa morte. Alguns demoram, outros perecem rapidamente. Alguns morrem
jovens e outros vivem muitos anos. Não entendemos o porquê e como da vida e da
morte, mas sabemos que você trabalha tudo de acordo com o seu plano perfeito.
Somos gratos hoje pelos anos em que Eleanor Shutwell abençoou nossas
vidas. Hoje pedimos que você nos ajude a lembrar de seu espírito, fé e senso de
humor, enquanto tentamos entender o fato de que ela está agora com você. Agite
dentro de nós fé e esperança. Pedimos em nome de Jesus. Amém.
Eleanor Shutwell nasceu em 13 de dezembro de 1926 em La Harpe, filha de Estes e
Anna Berkshire Thompson. Ela se formou na La Harpe High School em 1944 e
frequentou a Jr. College em Burlington.
Ela namorou Dale Shutwell, mas ele foi chamado para servir na Segunda Guerra
Mundial. Foi nessa época que ela fez um teste de funcionário público e conseguiu
um emprego em Washington, DC, no Naval Records Office. Eleanor disse que um
dia ela e Dorothy McIntyre estavam caminhando para trabalhar na neve e Harry
Truman encostou e deu uma carona a eles.
Eleanor casou-se com Dale Shutwell em 9 de agosto de 1946. Isso significa que eles
comemoraram recentemente 73 anos de casamento. Eles foram abençoados com
três filhos. Linda morreu subitamente nos braços de seu pai aos apenas dois anos
de idade. Ken morreu há vários anos e Ted sobrevive.
Eleanor teve vários empregos ao longo dos anos. Ela trabalhou como cozinheira da
Escola Primária La Harpe e Durham Illinois. Trabalhou como compradora de
pedidos na Hamilton and Miller Grocery Store, que ficava na Main Street em La
Harpe. Ela trabalhou por mais tempo como secretária jurídica de Richard
Rasmussen.
Eleanor também era uma esposa ocupada na fazenda. Ela era uma mulher de calor,
espírito e inteligência. Ela morreu na terça-feira, 17 de setembro e deixa várias
pessoas que sentirão sua falta.
Eleanor era bem educada e adorava aprender. Ela trabalhou duro como esposa de
fazenda. Ela cuidou da ordenha das vacas. Os meninos que deveriam ajudá-la. Um
dia, os meninos passaram o dia brincando com uma cabra. Eleanor trabalhou para
colocar todas as vacas no lugar certo. Quando eles entraram onde as vacas estavam
espalhadas por causa do cheiro de cabra. Quando Eleanor determinou qual era o
problema, ela não ficou feliz. Quando ela começou a mastigar os meninos, seu prato
superior cedeu e ela o pegou antes que caísse na lixeira. Então . . . ela realmente
não estava feliz! (Eu me pergunto se estamos perdendo a parte da história em que
os meninos riram um pouco).
Eleanor era rigorosa como mãe. Ela esperava que os meninos estivessem em casa
quando lhes disse que estivessem em casa. Uma vez, ela instruiu seus meninos,
alguns dos McKinnon e alguns outros vizinhos e amigos, a não irem nadar no lago
porque ela acreditava que isso os deixaria doentes. Ela os ouviu gritando e veio
correndo apenas para encontrar todo o grupo deles brincando na lagoa! Eleanor
pegou um interruptor e usou-o para punir todas aquelas crianças. . . até os que não
eram dela!
Ela enfrentou uma série de desafios como mãe. Houve um tempo em que Ken abriu
um belo buraco no chão da sala. Depois, houve o momento em que o cachorro
deles, Gypsy, ficou assustado com uma tempestade e se aliviou por toda a cama de
Dale e Eleanor. Ninguém estava em casa na época. Os meninos chegaram em casa
primeiro e imaginaram que gostariam de ser responsabilizados por esse acidente,
então trocaram os lençóis da cama e fizeram com que parecesse intocada. No
entanto, a primeira coisa que Eleanor fez foi notar a mudança. Ela exigiu saber por
que tudo mudou. Eles disseram a verdade. Quando ela perguntou onde estava a
roupa de cama antiga, eles disseram que a enrolaram e a deixaram no canto do
porão! Eleanor não achou graça.
Na maioria das vezes, Eleanor era uma pessoa que tornava a vida muito mais
divertida. Ela tinha uma inteligência notavelmente rápida e via o humor da
vida. Como Dale também tem um raciocínio rápido, é melhor você conseguir
acompanhá-los. Se você não conseguir acompanhar o humor, talvez seja a peça
central do humor!
Eleanor adorava rir e sorrir. Lester Stout costumava adorar fazer piadas sobre
Eleanor. Uma vez, além de dar a Dale uma xícara de drible, ele colocou um
dispositivo embaixo do assento do vaso sanitário em seu banheiro. Todo mundo
estava jogando cartas e Eleanor precisava usar as instalações. Assim que se sentou,
ouviu: “Ei, quem apagou as luzes. . . Estou trabalhando aqui em baixo! Depois que
ela se recompôs, Eleanor adorou.
Ela adorava assar. Ela sempre mantinha o pote cheio de biscoitos para os netos.
Um de seus passatempos favoritos era jogar cartas. Jogava cartas com os netos,
Dale ou qualquer outra pessoa que quisesse jogar. Quando ela e Dale jogaram, eles
jogaram Poker ou Pitch. Com os netos, ela gostava de interpretar Go Fish, Old Maid
e Yahtzee.
Eleanor e Dale adoraram o café da manhã no restaurante Country Cafe. Eleanor
adorava flores e jardinagem. . . tipo de. Ela gostava de enlatar e usar o que saía do
jardim, mas não era muito fã de manter um jardim.
Eleanor manteve um diário durante toda a vida. Ela tinha volumes de registros. Se
você sempre quis saber quando algo aconteceu, ela poderia ler os diários dela e
encontrar as informações para você. Ela gostava de escrever. Eu acho que ela
achou catártico.
Eleanor fez questão de não ser pega em uma situação em que não tinha comida. Ela
sabia sobre a Depressão. Ela não queria que isso acontecesse com ela. Então, ela
mantinha bens suficientes no porão para levá-la a qualquer crise.
Eleanor gostava de dançar. Ela e Dale costumavam fazer jitterbug na casa. Ela
dançou com os netos. Uma vez, quando era muito mais jovem, estava dançando e
com uma grande lasca no pé. Isso não diminuiu seu entusiasmo.
Eleanor Shutwell amava a vida. Ela tinha muitos amigos. Ela adorava ler e
mantinha sua mente muito jovem. Ela era uma mulher que suportou muito. Ela
enterrou dois filhos, perdeu a visão em um olho e lutou com o quadril quebrado,
mas. . . ela nunca reclamou. Ela pegou o que a vida lhe deu e tentou ser fiel em
todas as circunstâncias. Ela era uma mulher piedosa que permaneceu fiel até o fim.
Todos sentiremos falta dela, mesmo quando agradecemos a Deus por ela.
PORQUE VIVE
No último livro da Bíblia, lemos estas palavras,
13 E ouvi uma voz do céu dizendo: “Escreva isto: Bem-aventurados os que morrem

no Senhor a partir de agora. Sim, diz o Espírito, eles são realmente abençoados,
pois descansarão do trabalho árduo; porque as boas obras os seguem! ”(Apocalipse
14:13)
Como seres humanos, temos medo da morte, adiamos o máximo
possível. Lamentamos quando alguém morre. No entanto, a Bíblia mostra uma
imagem muito diferente. A morte de acordo com a Bíblia é quando
 Nós obtemos um edifício construído por Deus
 Nós vamos morar na Casa do Pai
 Nos é dado um corpo incorruptível
 Estamos com jesus
 Somos finalmente e totalmente libertados do pecado
 Estamos reunidos com aqueles que vieram antes de nós
 Recebemos nossa recompensa celestial e nossa salvação se completa
 Finalmente vemos e entendemos completamente
Nós lemos do céu,
O lar de Deus está agora entre o seu povo! Ele viverá com eles, e eles serão o seu
povo. O próprio Deus estará com eles. 4 Ele enxugará toda lágrima dos seus olhos, e
não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor. Todas essas coisas se
foram para sempre. ”(Apocalipse 21: 3-4)
A Bíblia é clara, no entanto, nem todos estão indo para o céu quando morrem. Isso
vai contra a noção popular que parece acreditar: ou não há céu, todo mundo vai
para o céu ou apenas pessoas boas vão para o céu e a maioria de nós é gente
boa. Segundo a Bíblia, nenhuma dessas coisas é verdadeira.
Deus diz que há apenas uma maneira de chegar ao céu, e foi assim que Ele
estabeleceu: devemos confiar
somente na obra de Jesus.
A Bíblia explica: “todos pecaram e carecem da glória (ou padrão) de Deus”. Como
todos pecaram, ninguém é bom o suficiente para obter a salvação. Muitas das
coisas que chamamos de boas são realmente feitas por razões egoístas. E mesmo se
fizéssemos algo realmente bom, não haveria capacidade de cancelar as coisas
pecaminosas. Nesse caso, estaríamos simplesmente fazendo o que deveríamos
estar fazendo. A entrega da tarefa de casa não cancela os horários em que você não
entregou a tarefa. É o mesmo com o nosso pecado.
Visto que não podemos salvar a nós mesmos ou obter a salvação, Jesus veio nos
ajudar. Ele veio para dar Sua vida como pagamento pelos nossos pecados. Por Seu
sacrifício, encontramos perdão e podemos ser corrigidos com Deus. Quando Jesus
voltou dos mortos, ele provou, sem sombra de dúvida, que Ele era realmente quem
poderia nos salvar. Aqueles que abrem seus corações e vidas para a obra de Cristo,
fazem parte da família de Deus e viverão no Céu com Ele quando morrerem.
Infelizmente, nem todo mundo fará isso. Eles acreditam que não precisam de
Cristo. Eles podem até dizer “todos os meus amigos estarão no inferno, então é
onde eu quero estar”. O que eles não entendem é que a amizade é um presente de
Deus. O mesmo acontece com o amor, a alegria, a paz, o riso e todos os outros bons
presentes da vida. Nada disso está no inferno. Apenas me arrependo. . . para
sempre.
Acredito que Eleanor veio a Cristo no começo de sua vida. Seus pais eram crentes
fortes. Ela cresceu conhecendo a Bíblia. Sua fé era certa.
Por causa disso, hoje é triste porque não veremos Eleanor novamente até que
exercitemos fé na morte e ressurreição de Cristo e chegemos ao céu. No entanto,
para Eleanor, este dia é algo para comemorar. Ela está em casa. Ela se reúne com os
filhos dos quais há muito se separa. Ela está de volta com os irmãos, os pais e
muitas de suas amigas que foram antes dela. Acima de tudo, ela finalmente
encontrou Jesus pessoalmente. Ela conheceu Aquele que a amava antes mesmo de
nascer. Ela está em casa mais do que nunca. Ela está mais viva agora do que na
terra. É realmente um ótimo dia.
Portanto, este é um dia para lembrar o que realmente é o evangelho. Não é sobre
religião, é sobre Jesus e o grande amor de Deus que O levou a vir e nos resgatar. A
mensagem do evangelho aponta para o caminho da salvação e da vida além da
sepultura. Este é um dia para garantir nossa fé. É um lembrete da vida que está por
vir. Hoje deve nos provocar a nos preparar, porque percebemos mais uma vez que
esta vida é apenas temporária. O que está por vir é eterno.
Eu acredito que Eleanor Shutwell está agora com Jesus. O quadril está curado. Sua
energia é restaurada. E sua alegria e paz são aprofundadas de maneiras que ela não
poderia ter imaginado. Este é um dia bom e glorioso para ela. Com Timothy, ela
poderia dizer:
7 Lutei contra a boa luta, terminei a corrida e permaneci fiel. 8 E agora o prêmio me

espera - a coroa da justiça, que o Senhor, o justo juiz, me dará no dia do seu
retorno. E o prêmio não é apenas para mim, mas para todos os que esperam
ansiosamente que ele apareça. (2 Timóteo 4: 7-8)
Ted escreveu um poema sobre sua avó há muitos anos. . . agora, ao ler as palavras,
eles podem descrever igualmente sua mãe, Eleanor.
PARA VOCÊ SOZINHO
No alto da família
Como a primeira rosa na videira.
Ela cresce orgulhosamente em beleza
para todo o mundo encontrar.
E com o orvalho da manhã
ela floresce todos os dias.
Pois como a rosa, ela também ...
espalha seu amor dessa maneira.
Polvilhado em volta de sua videira
também são amados crescendo.
Mas rosas da sua espécie
são conhecidos apenas por poucos.
Claro, quero dizer minha avó (mãe),
pois ela é a melhor natureza.
Feito de amor duradouro
Tenho certeza que todos nós confessamos.
E então eu digo para todos nós
como rosas crescem a cada primavera.
Você é a rosa em cima da nossa videira.
Você é o nosso tudo ...
Agradecemos a Deus por Eleanor Shutwell. E minha oração é que lembremos o que
ela nos ensinou,
 A vida deve ser agradável. . . não leve tudo tão a sério
 Sempre leve a fé a sério
 Mantenha-se jovem, mantendo a mente afiada
 Tire um tempo para dançar
 Rir mais
 Concentre-se no positivo em vez de mergulhar no negativo
 O casamento deveria durar uma vida inteira
 Viva esta vida de maneira que você esteja se preparando para a vida que está
por vir.
Eleanor Shutwell foi um presente de Deus e agradecemos por ela.
Pai, existem pessoas na vida que nos ajudam a vê-lo mais claramente. Eleanor era
uma dessas pessoas. Agradecemos a vida dela. Nós a confiamos às tuas mãos
capazes. Ajude-nos a desenvolver as lições que ela nos ensinou.
Conceda seu conforto à família dela e especialmente a Dale. Agradecemos o
relacionamento especial que eles compartilharam por todos esses anos.
Senhor, ajude-nos hoje a crer nas Suas promessas e a consolar-se com a realidade
de que Cristo ressuscitou dos mortos e nos disse que nós também viveríamos
mesmo que morramos. Ajude-nos a abraçar a vida que você nos oferece; a vida que
continua, mesmo depois que essa vida passou.
Pedimos em nome de Jesus. Amém.
DELORIS WOODSIDE 20/07/19
Reunimo-nos esta tarde para lembrar, celebrar e agradecer a vida de Deloris
Woodside. Celebramos, por causa da esperança que é nossa por causa de
Jesus. Ouça estas palavras do apóstolo Paulo,
12 Mas diga-me isso: já que pregamos que Cristo ressuscitou dos mortos, por que

alguns de vocês estão dizendo que não haverá ressurreição dos mortos? 13 Porque,
se não há ressurreição dos mortos, Cristo também não ressuscitou. 14 E se Cristo
não ressuscitou, então toda a nossa pregação é inútil, e a sua fé é inútil. 15 E todos
nós apóstolos estaríamos mentindo sobre Deus - pois dissemos que Deus
ressuscitou Cristo da sepultura. Mas isso não pode ser verdade se não houver
ressurreição dos mortos. 16 E se não houver ressurreição dos mortos, então Cristo
não ressuscitou. 17 E se Cristo não ressuscitou, então sua fé é inútil e você ainda é
culpado de seus pecados. 18 Nesse caso, todos os que morreram crendo em Cristo
estão perdidos! 19 E se nossa esperança em Cristo é apenas para esta vida, devemos
ter mais pena do que qualquer pessoa no mundo.
20 Mas, de fato, Cristo ressuscitou dentre os mortos. Ele é o primeiro de uma grande

colheita de todos os que morreram. [1]


Celebramos hoje porque acreditamos (como Deloris) que ela agora faz parte dessa
grande colheita daqueles que morreram para viver eternamente.
Por favor, ore comigo.
Pai gracioso, pedimos seu conforto e sua graça novamente esta
tarde. Agradecemos a vida de Deloris Woodside. Sua influência e exemplo nos
abençoaram ricamente durante seus anos. Ajude-nos hoje enquanto prestamos
homenagem à sua vida. Conforte-nos com as promessas da sua Palavra e o fato da
ressurreição de Jesus. Agite nossa esperança como lembramos. Amém.
[Comentários de Dan]
MÚSICA
Deloris Burford Comstock Woodside era uma mulher forte e elegante. Ela nasceu
em 14 de novembro de 1932 de Cecil e Ruby Burford. Me disseram que ela tinha
muitos amigos na escola. Ela trabalhou em muitos empregos como escritora
quando era mais jovem. Ela se casou com Rodney Comstock no final da
adolescência e eles se casaram por 25 anos.
Eles trabalharam juntos na fazenda. A cada poucos anos que compravam,
compravam um novo Buick Electra 225. Eles tinham um filho, Steve, e também
ajudavam a criar a sobrinha Julie. Rodney e Deloris eram fiéis em sua fé e em seu
desejo de criar seus filhos para acreditar. No início dos anos 70, Deloris começou a
trabalhar na loja de flores ao lado de sua irmã Pattsy Powelson. Rodney morreu em
1975.
Quando o proprietário da loja de flores quis se aposentar, Deloris e sua irmã
compraram o negócio e o chamaram de My Sister's Place. Dessa forma, quando
alguém perguntava de quem era a loja, eles podiam dizer: "É o lugar da minha
irmã". A loja estava no mercado há mais de trinta anos, fechando apenas três anos
atrás.
Sobrinha de Deloris, Laura Pfeiffer se lembra da loja de flores como “uma terra
encantada, cheia de lindas flores e bugigangas divertidas”. Ela e Levi sempre
chamavam sua tia Dude e se lembravam com carinho dos chocolates Stover que
tinham 5 pedaços de chocolate em cada caixa. Laura gostava de aprender a
organizar arranjos de flores.
Deloris amou a comunidade La Harpe. Ela e Patsy não apenas promoveram seus
negócios. Eles promoveram todos os negócios em La Harpe, mesmo que eles
estivessem em concorrência com seus próprios negócios. Eles eram membros
ativos no Golden Rule Club. Deloris foi secretário por muitos anos. Ela era
apaixonada por unir os negócios de LaHarpe para restaurar a vitalidade do centro
da cidade. Ela trabalhou incansavelmente no Sesquicentenário.
Em 1983, Deloris foi abençoado por se reconectar com um amigo do ensino médio,
Jim Woodside, que também havia perdido sua esposa. Eles se apaixonaram e eu
tive a honra de realizar o casamento na Union Church em abril de 1984. Eles se
casaram 34 anos antes da morte de Jim no ano passado. Eles se divertiram muito
juntos e se apoiaram através de vários problemas de saúde. Houve muitas risadas
entre eles.
Me disseram que eles levaram a mãe de Jim para casa para cuidar dela. Deloris
disse à amiga que eles não dormiam muito porque a sogra continuava deitada na
cama com eles! Isso mostra o tipo de mulher que Deloris deveria suportar!
Deloris era um membro leal da Union Church e fornecia flores para a frente da
igreja a cada semana por muitos anos. Ela também me ligava todos os anos para
me lembrar de comprar flores para a Páscoa e o Natal para os nossos
encontros. Esse ministério foi profundamente apreciado por nossos desligados e
por mim. Visitei a loja de flores várias vezes para me basear na sabedoria de
Deloris. Meu aniversário e o aniversário dela foram no mesmo dia e sempre
trocamos cumprimentos.
Por causa dos negócios, Deloris tinha muitos amigos nas comunidades vizinhas por
causa da loja de flores. Ela era ativa no Clube das Mães e no Eastern Star. Ela
adorava tocar Bridge, gostava de ler todos os tipos de livros (era fã de Danielle
Steele). Ela adorava jóias. E ela gostava de assistir a voz. Seu juiz favorito era Blake
Shelton. Ela e Julie conversavam sobre o programa após cada episódio.
Deloris era uma mulher verdadeiramente cristã. Quando as pessoas investiam em
sua loja de flores, ela se certificava (mesmo que fosse para sua própria perda) que
não perdessem seu dinheiro. Ela tinha um sorriso rico, uma risada robusta e se
importava profundamente com os outros. Por mais doente que estivesse, ela
sempre perguntava sobre minha família. Ela se orgulhava de sua aparência e
sempre falava dos outros em termos positivos e honrosos.
Deloris sofreu muita dor e mágoa em sua vida. Ela enterrou dois maridos. Ela
sofreu com a doença de Wegener. É caracterizada por inflamação em vários
tecidos, incluindo vasos sanguíneos, mas principalmente partes do trato
respiratório e dos rins. Geralmente, a expectativa de vida da doença é de apenas 5-
6 anos. Deloris sobreviveu por 19 anos. Ela continuou a trabalhar a maior parte
desses anos, às vezes dependendo da ajuda de sua família.
Deloris era uma maravilhosa mulher cristã que não apenas era membro do Golden
Rule Club em La Harpe, como também vivia pela regra de ouro. É frustrante tentar
resumir sua vida com essas poucas palavras. Ela era um monte de pequenas coisas
que a tornavam única e especial. As palavras não conseguem descrevê-la. No
entanto, minha esperança é que o fato de você estar aqui hoje possa indicar que
você entende o que quero dizer.
Deloris voltou para casa para estar com o Senhor em 15 de julho. Os dois filhos
sobrevivem junto com os enteados, netos e seu irmão Dan Burford.
Ela é recebida em casa por uma série de familiares e amigos, além do Salvador que
serviu por toda a vida.
******
Essas palavras do apóstolo Paulo me vêm à mente quando penso em Deloris,
7 Lutei contra a boa luta, terminei a corrida e permaneci fiel. 8 E agora o prêmio me

espera - a coroa da justiça, que o Senhor, o justo juiz, me dará no dia do seu
retorno. E o prêmio não é apenas para mim, mas para todos os que esperam
ansiosamente que ele apareça. [2]
É lamentável que muitas pessoas entendam esses versículos: se você tiver uma
vida boa, irá para o céu. Não é isso que Paulo está dizendo, que fica claro desde a
primeira parte da carta a 2 Timóteo, a partir da qual essa citação é extraída.
A Bíblia é clara: ninguém pode ganhar o céu. Deus é Santo, então pessoas
pecadoras não podem fazer parte do Seu Reino. Somos TODOS pessoas
pecadoras. A resposta para o dilema (que Deus forneceu) era que o Filho de Deus
viesse à terra, cumprisse todos os requisitos da Lei e depois trocasse Sua vida
perfeita como pagamento pelos nossos pecados. A razão pela qual isso funciona é
porque Jesus era o Filho de Deus.
Gosto de explicar com uma ilustração que começa com uma pergunta: quantos
agentes do serviço secreto dariam a vida para proteger um presidente dos Estados
Unidos? Espero que todos eles o façam. De fato, a maioria dos militares e mulheres
militares faria o mesmo. Mas por que? Não é tanto que essa vida valha
milhares. . . é o escritório que faz valer o sacrifício de milhares de vidas. Se
invertermos isso, entenderemos melhor o propósito da cruz.
Jesus, como o Filho de Deus, ocupou uma posição de valor infinito. Ele trocou Sua
vida perfeita por todos e todos que confiariam nele. A vida eterna nos é dada, não
por causa de nossa bondade, mas por causa Dele.
Nem todos responderão a Cristo. Alguns se recusam a depender Dele. Mas aqueles
que confiam e seguem a Cristo como Senhor, têm a garantia de viver, mesmo que
morram. E a evidência disso é Jesus mais uma vez. Porque Ele ressuscitou dentre
os mortos, Ele tem credibilidade para declarar que Seu sacrifício foi suficiente para
sermos renovados.
Deloris entendeu isso. Ela adorava ouvir e ler Billy Graham. Ela também ouviu isso
repetidamente na Union Church. Deloris acreditava fortemente na oração. Ela
também rezou. Suspeito que muitos de nós nesta sala fomos beneficiados por suas
orações em nosso nome. Não tenho dúvida de que Deloris era um crente genuíno.
A passagem de 2 Timóteo está falando sobre nossa fidelidade COMO
CRENTES. Paulo estava dizendo, ao recordar sua vida, que acreditava ter seguido
fielmente o Senhor. E acredito que o mesmo possa ser dito de Deloris. Ela poderia
dizer: eu lutei contra a boa luta, sofri fielmente as provações, tentei tratar os outros
de maneira semelhante a Cristo. E agora eu terminei o curso e lá está me
esperando a herança e a reunião pela qual ansiava e preparava.
Entenda, nossa tristeza hoje não precisa ser para Deloris. Ela não perdeu nada e
ganhou tudo! Sua resistência provou e demonstrou sua fé. Nossa tristeza hoje é
pela NOSSA perda. Para Deloris, este é um dia de comemoração. É um momento de
libertação das limitações do corpo, reunião com quem ela ama e uma chance de
conhecer e desfrutar para sempre o Salvador que deu a vida por ela. As coisas são
ótimas para Deloris!
É minha esperança que nós, que aqui nos sentamos hoje, nos inspiremos em sua
vida. Oro para que todos possamos ter certeza de nossa fé, confiando no Senhor e
não em nós mesmos. Oro para que sejamos estimulados a uma maior
perseverança, fidelidade, bondade e serviço. E se é isso que acontece, ela ficará
orgulhosa e todo o céu sorrirá.
Portanto, minha oração é que Deus o conforte e o ajude a lembrar dessa mulher
única e maravilhosa.
 toda vez que você vê um arranjo floral, come cajus ou doces de Stover
 toda vez que você vê um livro de Danielle Steele ou assiste The Voice
 toda vez que você vê uma planta de lírio da Páscoa ou poinsétia
 toda vez que você é tentado a reclamar de alguém que anda com uma bengala e
se move muito devagar para você.
 quando você é tentado a sentir pena de si mesmo
 quando tentados a falar negativamente sobre outra pessoa em nossa
comunidade
 quando tentado a esconder um sorriso ou um ato de bondade de outra pessoa
Deus nos deu um presente maravilhoso em Deloris Woodside. Aqui a memória
deve nos estimular a viver. Devemos valorizar sua memória e ser muito gratos.
MÚSICA
Senhor, obrigado pela vida, ministério e serviço de Deloris Woodside. Ela nos
ensinou sobre fidelidade, consistência e bondade. Por isso, sentiremos sua
falta. Somos gratos por ela ter entrado no Teu Reino e no lugar que você preparou
para ela. Agora, Senhor, ajude-nos à medida que prosseguimos. Junte essa
família. Ajude-os a fazer o trabalho que aqueles que foram deixados para trás
devem fazer. Mais do que tudo, ajude a eles e a nós a lembrar. Nos atraia para si
mesmo, para que também vivamos nossas vidas pela fé em você. Pedimos tudo isso
em nome de Jesus. Amém.
[1] 1 Co 15: 12-20.

[2] 2 Timóteo 4: 6–8.