Sei sulla pagina 1di 22
CONHECIMENTOS BANCARIOS Prof. JUCA SIADE { JMP_ontine CONHECIMENTOS BANCARIOS Prof. JUCA SIADE CONTEUDO 1. 2. NOGGES DO MERCADO DE CAPITAIS 1.1. TIPOS DE COMPANHIAS. 1.2. AGOES— CARACTERISTICAS GERAIS 1.3. MERCADOS PRIMARIO E SECUNDARIO. 1.4, OPERAGOES DE UNDERWRITING - 41.5. FUNCIONAMENTO DO MERCADO A VISTADE AGOES. 4.6. DEBENTURES 4.7. COMMERCIAL PAPERS 4.8. OPERAGOES CoM OURO NOGOES DO MERCADO DE CAMBIO 2.4. TAXAS DE CAMBIO 2.2. OPERAGOES DO MERCADO DE CAMBIO 2.3. INSTITUIGOES AUTORIZADAS A OPERAR .. 2.4. CONTRATO DE CAMBIO 2.5. VALOR EFeTIVo TOTAL (VET) 2.6, REMESSAS DO BRASIL PARA O EXTERIOR EXERCICIOS - MERCADO DE CAPITAIS E DE CAMBIO ul 2 2 B 14 14 15 16 41. NOGOES DO MERCADO DE CAPITAIS (© mercado de capitais é um sistema de distribuic&o de valores mobilidrios, que tem 0 propésito de proporcionar liquidez os titulos de emissao de empresas e viabilizar seu processo de capitalizacao. Ele tem uma grande importancia no desenvolvimento do pais, pois estimula a poupanca eo investimento produtivo, o que ¢ essencial para o crescimento de qualquer sociedade econémice moderna. As operacdes que ocorrem no mercado de valores mobilidrios, bem como seus participantes, so regulados pela Comissao de Valores Mobiliarios (CVM). Nesse mercado temos 2 presenga marcante das companhias, dos intermediérios financeiros e dos investidores, As companhias abertas, por exemplo, necassitam de recursos financeiros para realizar investimentos produtivos, tais como: inovagao tecnolégica, expanséo da capacidade ou mesmo o alongamento do prazo de suas dividas. Os investidores, por outro lado, possuem recursos financeiros excedentes, que precisam ser aplicados de maneira rentavel e valorizer-se a0 longo do tempo. Os intermedidrios financeiros criam as condigSes para que tais objetivos, de ambas partes, sejam alcancados. PARTICIPANTES DO MERCADO Gas © os = + Abertas = BI’s + Pessoas + Fechadas + SCTVM's Fisicas + SDTYM's + Institucionals © agentes + Empresas auténomos de + Estrangeiros investimento. = Outros + Administrador es de carteiras, E o que so negociados nesse mercado? ‘S40 0s valores mobilarios, a saber. |- as ag6es, debéntures e bonus de subscrigéo: Il- 0s cupons, direitos, recibos de subscrigéo e certificados de desdobramento relativos eos valores ‘mobiliérios; 1Il- 0s certiicados de depésito de valores mobilidrios; IV- as cédulas de debéntures; V.- a8 cotas de fundos de investimento em valores mobiliérios ou de clubes de investimento em quaisquer ativos; VI- as notas comerciais; VII - 0s contratos futuros, de opgdes e outros derivatives, cujos ativos subjacentes sejam valores ‘mobiliénos; Vilt- outros contratos derivativos, independentemente dos ativos subjacentes; € 1X - quando ofertados publicamente, quaisquer outros titulos ou contratos de investimento coletivo, que gorem dirsito de participago, de parceria ou de remuneragéo, inclusive resultante de prestagdo de servigos, cujos rendimentos advém do esforco do empreendedor ou de terceiros. L e Nao sa0 valores mobiliérios, 1-08 titulos da divida publica federal, estadual ou municipal; 1-08 titulos cambiais de responsabilidade de instituigbo financeira, exceto as debéntures. Os valores mobiliérios podem ser negociados, a principio, em dois ambientes distintos: na bolsa de valores ou no mercado de balcéo. ‘A principal fungao dos mercados de bolsa e de balcéo & organizar, manter, controlar e garantir ambientes ou sistemas propicios para 0 encontro de ofertas e a realizaga0 de negécios com formacao, eficlente de pregos, transparéncia e divulgacéo de informagSes e seguranca na compensagdo e liquidacao dos negécios. Ambientes de negociagdes Pats} Cra cd eed Nos ambientes de bolsa, todas as informagées sobre os negécios, como os pregos, as quantidades e horérios, entre outras, devern ser publicadas continuamente, com no maximo 15 minutos de atraso. As entidades administradoras de mercados de bolsa devern manter sistemas de controle de riscos e, especialmente, manter mecanismo de ressarcimento de prejulzos, para assegurar aos investidores © ressarcimento de prejuizos decorrentes de erros ou omissdes das instituigdes intermediadoras ou seus administradores e empregados Nos mercados de balcdo organizado, as informagtes sobre os negécios, como os precos, as quantidades e os horarios podem ser ciferidas, nao sendo obrigatéria a divulgagao continua, dependendo das caracteristicas do mercado. Os mercados de balcdo no organizado so considerados aqueles em que as negociagées so realizadas com participagao de instituicées integrantes do sistema de distribuic&o, que nao seja realizada ‘em mercados de bolsa ou balc&o organizado, Fragmentagao do Mercado fee nec) Ele ately ‘ORGANIZADO NAO ORGANIZADO + Formalidade + Menos formalidade + Informalidade + Supervisionada pela + Supervisionado pela + Nao supervisionado cvm cv pela CVM a + Local fisico definido + Localfisicodefinido + Sem local fisico + Tem sistema + Pode ter sistema definido eletranico de eletronico de + Nao tem sistema negociagées negociacao eletronico de + Alta liquidez nas + Liquidez das negociacdo negociagdes negociagBes menor + Baia liquidez de que da Bolsa L ® 1.1. Tipos de Compan! ‘Companhia Aberta Companhias cujos valores mobiliérios estéo admitides & negociagao em mercados organizados de Bolsa ou Baloo, Para isso, devem ser obrigatoriamente registradasna CVM. Alt. 4° Para os efeitos desta Lei, a companhia 6 aberta ou fechade conforme os valores mobiliérios de sua emissdo estejam ou n&o admitidos 4 negociagao no mercado de valores mobiliérios. §1° Somente os valores mobiliérios de emisséo de companhia registrada na Comissao de Valores Mobiliérios podem ser negociados no mercado de valores mobiliarios. §2° Nenhuma distribuigéo publica de valores mobiliérios sera efetivade no mercado sem prévio registro na Comissao de Valores Mobiliérios. Companhia Fechada Por exclusdo, a companhia que n&o possui valores mobilidrios de sua emisséo negociadosem mercados organizados, sera considerada uma companhia fechada, oucompanhia de capital fechado. “ntuitos acionistas COMI Sree each ABERTO mercado de balcao organizado; gistrodas na CV, + Dever ser KGAA) “ost ceavesou rosmercnto FECHADO de baleao organizado; ‘N30 possuem registrona CVM 1.2. Agées — Caracteristicas Gerais ‘AgSes sao valores mobiliérics, emitidos pelas companhias ou sociedades anénimas, representalivos da menor parcela do capital da empresa emitente. O investidor em agoes € um co-proprietario da sociedade andnima da qual ¢ acionista, participando — dos seus resultados. As acdes so conversiveis em dinheiro, 2 qualquer tempo, pela negociagao em bolsas — 7 de valores ou no mercado de balcdo. No mercado de capitais so admissiveis negociagbes com agdes sem valor nominal ‘AS ag6es so predominantemente escriturais (sem emisso de certificado fisico), mantidas em contas de depésito, em nome dos titulares. As ages devem ser sempre nominativas, nao mais sendo permitida a emissao e a negociagao de acbes ao portador ou endossaveis, TIPOS DE AGOES + Agées Ordinarias: Proporcionam participagao nos resultados da empresa e conferem 20 acionista o direito de voto em assembleias gerais; + Ages Preferenciais: Garantem ao acionista a prioridade no recebimento de dividendos e no reembolso de capital, no caso de dissolugao da sociedade. Seu niimero ndo pode exceder 0 limite de 50% do total de ates emitidas pela companhia. Passam a ter direito de voto caso a companhia nao distribua os dividendos por tr€s anos consecutivos. Outras vantages podem ser conferidas aos titulares das ages preferenciais em troca da supressao do direito de voto, a saber: direito de receber dividendos pelo menos 10% maiores do que aquele oferecido as ordindiias e direito de serem incluidas na oferta publica em decorréncia de eventual alienacdo de controle. SAIBA MAIS. Vale destacar que aste direito de voto s6 6 concedido caso 0 estatuto determine como vantagem, \ para as agdes preferenciais, 0 pagamento prioritério de dlvidendos fixos ou minimos. Caso a vantagem atribuida as agdes preferenciais seja o reembolso de capital, como é permitido pela le, esses acionistas néo adquirem direito de voto, mesmo apés trés anos sem o pagamento de dividendos. CONVERSIBILIDADE DAS AGOES. As aces padem ser convertidas de um tipo para outro, nos termos do estatuto, como, por exemplo, de ordinarias em preferenciais, ou vice-versa, AGRUPAMENTO E DESDOBRAMENTO + Inplit (agrupamento)- condensago do capital em um menor numero de agses com consequente aumento do valor de mercado com o objetivo, entre outros, de valorizar sua imagem no mercado + Split (desdobramento): distribuigdo gratuita de novas agbes aos acionistas, pela diluigo do capital em um maior numero de agdes, com 0 objetivo de aumentar a liquidez detas. DIREITOS E PROVENTOS DAS AGOES + Dividendos: E a distribuigao de parte dos lucros de uma empresa, em moda, aos seus acionistas. Os acionistas so isentos do IR de 15% na fonte sobre 0 valor recebido. Ha dividendos obrigatorios, fixos e minimos. Y Obrigatérios: os acionistas tém direito a receber como dividendo uma parcela dos lucros obtidos pela sociedade em cada exercicio social; ¢ chamada de “Dividendo Obrigatorio” a menor porcentagem do lucro que deve ser distribuida como dividendos; como regra geral, 0 estatuto pode definir como dividendo obrigatério qualquer porcentagem do lucro, no entanto, se 0 estatuto for omisso sobre este assunto, o dividendo obrigatério sera considerado 50% do lucro liquide ajustado; se o estatuto for omisso e posteriormente a Assembleia Geral decidir altera-lo para estabelecer um valor, 0 dividendo obrigatério n&o poder ser inferior a 25% do lucro liquido ajustado. ¥ Fixos: destinados aos acionistas preferenciais, s8o aqueles cujo valor encontra-se devidamente quantificado no estatuto, seja em montante certo em moeda corrente, em percentual do capital, do valor nominal da ago ou, ainda, do valor do patriménio liquide da ago. Nesta hipétese, tem o acionista direito apenas a tal valor, ou seja, uma vez atingido 0 montante determinado no estatuto, as agdes preferenciais com direito ao dividendo fixo nao participam dos lucros remanescentes, que serdo distribuldos entre agdes ordinarias (& preferenciais de outras classes, se houver) Y Minimos: destinados aos acionistas preferenciais, séo aqueles também previamente quantificados no estatuto, seja com base em montante certo em moeda corrente, seja em percentual do capital, do valor nominal da ago ou, ainda, do valor do patriménio liquide da ‘ago. Porém, ao contrario das agées com dividendo fixo, as que fazem jus ao dividendo minimo participam dos lucros remanescentes, apos assegurado as ordinarias dividendo igual a0 minimo. Assim, ap6s a distribuigao do dividendo minimo as agdes preferenciais, as agées ordinarias caberd igual valor. Se ainda restarem valores a serem distribuidos, eles sero partilhados entre ambas espécies de agdes, em igualdade de condig6es. + Direitode Preferéncia para a Subscrigdo de Agdes: E 0 direito de aquisi¢ae de novo lote de agdes pelos acionistas - com preferéncia na subscri¢ao - em quantidade proporcional as possuidas; + Bonificagdo: Correspondem @ distribuigao de novas agées para os atuais acionistas, em funcéo do aumento do capital. Excepcionalmente pode ocorrer a distribuicao de bonificagao em dinheiro, + Direito de Voto: Todos os acionistas, independentemente da espécie ou classe de acdes de que sejam titulares, tém o direito de participar das assembleias, expressar sua opiniéo sobre as matérias objeto de discussdo e requerer esclarecimentos & mesa ou aos administradores presentes, todavia, somente os acionistas titulares de ages ordinarias tem, necessariamente, © direito de voto nas deliberagées da Assembleia Geral. Por este motivo © voto € considerado um direito fundamental dos titulares de agées ordinarias, tanto que a Lei das S.A. estabelece que cada ago ordinaria deve corresponder a um voto nas deliberagées da Assembleia Geral 1.3. Mercados Primario e Secundario OFERTAS PUBLICAS Quando a empresa esté realizando sua primeira oferta piblica ela esta abrindo seu capital. A oferta recebe o nome de Oferta Publica Inicial ou IPO (Initial Public Offer). Quando este no ¢ 0 caso, as emissées so conhecidas como ofertas subsequentes ou no termo ‘em inglés follow on. Tipos de Ofertas: ¥ Quando a empresa vende novos titulos € © valor desta venda vai para caixa da empresa, elas so classificadas como primarias. 7 ¥ Todavia quando nao envolvem a emissao de novos titulos, apenas a venda de acdes ja existentes (normalmente quando os sécios querem desinvestir ou reduzir sua participacao no negocio), esta oferta ¢ caracterizada como secundéria ou Block Trade. MERCADO PRIMARIO: as agbes e/ou debentures, por exemplo, so vendidas pela primeira vez 08 recursos finances ebtides séo direcionados pare a respectiva companhia, MERCADO SECUNDARIO: Os investidores que adquiriram os titulos ou valores mobiliarios podem revendé-los para outros investidores. Dro tsy Maat 1.4, Operagées de Underwriting Intermediagao para a colocagao (langamento) ou distribuigao no mercado de capitais: de agbes, debentures ou outro valor mobiliério qualquer. UNDERWRITERS: Bancos de Investimento, Bancos Miltiplos com carteira de Investimento ou Sociedade Distribuidora de Titulos e Valores Mobiliarios (SDTVM) € Corretoras de Titulos e Valores Mobilarios (CTVM). © prego de emissio é determinado previamente pela empresa emissora ou entéo através do procedimento de "book building", onde @ empresa, ao invés de fixar um prego, estabelece as condigdes basicas de lancamento ¢ os interessados na aquisigéo encaminham suas ofertas. TIPOS DE SUBSCRIGAO + Garantia firme (Straight): Colocag8o de um determinado lote de titulos a um determinado = preco previamente pactuado com a empresa emissora. A IF subscreve integralmente 2 ‘emisso para revendé-la posteriormente. + Melhores Esforcos (Best Efforts): Compromisso pela instituigao de desenvolver os meihores esforcos para revender 0 maximo de uma emisséo. Nao existe 0 compromisso formal de viabilizar a colocagao; + Residual (Stand-By), Compromisso assumido pela instituigao quanto ao fato de ela propria efetivar a subscrico, apos determinado prazo, dos titulos que se comprometeu a colocar no mercado mas que no encontraram interessados, 1.5. Funcionamento do Mercado a Vista de Agdes No mercado a vista, © comprador realize o pagamento e o vendedor entrega as ages objeto da transagao em D+3, ou seja, no terceiro dia util apés a realizacao do negécio, Nesse mercado, os pregos so formados em prego em negociagées realizadas no sistema eletronico de negociagéo PUMA Trading System da B™. As ordens dos investidores &s corretoras s80 processadas através do Home Broker, um sistema informatizado disponibilizado pelos intermedirios, Etapas da negociacao: “Compreendeas serviosde informagd0 ao mercado. as vendasdesinaisecotagees ‘tapas da compensseso, + Ocorre quando os ligadagao custoaia (guards Investigores,representados dos ates. | elas Corretorasou Distnbuidoras,enviamordens ecompra.evendaparae regio eletronico-sstemade | ewocag3o, { A transferéncia dos titulos € denominada “liquidagao fisica’ ea movimentagao dos recursos “iiquidagao financeira” Os emolumentos so cobrados pela Bolsa por pregao em que tenham acorride negécios por ordem do investidor, A taxa cobrada pela Bolsa € de 0,035% do valor financeiro da operacao. A tarifa de cust6dia para manutengo de conta € cobrada por algumas corretoras, que tambem cobram corretagem pelas operagdes executadas. 1.6. Debéntures Sao titulos emitidos por Sociedades Andnimas ndo-financeiras de capital aberto (as sociedades de arrendamento mercantile as companhias hipotecarias esto autorizadas a emiti-las), representativos de um ‘empréstimo, ou seja, so titulos de dividas da empresa, que rendem juros, © limite para emisso de debéntures definido em assembleia. Podem ter na escritura de emiss8o clausula de resgate antecipado, parcial ou totalmente. q 6 Na emissao de debéntures é obrigatéria a elaboragao de um documento chamado "Escritura de Emissao", onde sdo especificados os direitos e deveres dos debenturistas © da emissora. Nesse documento também € apresentado 0 "Agente Fiduciério" dos debenturistas — pessoa fisica ou juridica que representa os interesses dos debenturistas, verificando o cumprimento das condigdes pactuadas na Escritura, além de elaborar relatorios de acompanhamento, TIPOS DE DEBENTURES (QUANTO A CONVERSIBILIDADE) + Simples: o crador recebe juros e corregao monetaria; + Conversivel: © credor pode optar em transformar suas debéntures em agdes apés determinado prazo da emissao. DIREITOS E REMUNERACOES + Juros; + Participagao nos lucros; + Prémios de reembolso, DEBENTURES “COM” GARANTIAS + Garantia Real: ¢ fornecida pela emissora e pressupde 2 obrigagao de nao alienar ou onerar 0 bem registrado em garantia; tem preferéncia sobre outros credores, desde que averbada no registro; € uma garantia forte, + Garantia Flutuante: assegura a debénture privilégio geral sobre o ativo da companhia, mas nao impede a negociagdo dos bens que compdem esse ativo; oferece a precedéncia em relagdo aos credores apés as garantias reais, os encargos trabalhistas e os impostos; é uma garantia frace DEBENTURES “SEM GARANTIAS + Garantia Quirograféria (ou sem preferéncia): ndo oferece privilégio algum sobre 0 ativo da femissora, concorrendo em igualdade de condicbes com os demais credores quirografarios (sem preferéncia), em caso de faléncia da companhia. + Garantia Subordinada: na hipdtese de liquidacéo da companhia, oferece preferéncia de pagamento to somente sobre o crédito de seus acionistas, 4.7. Commercial Papers ‘Sao titulos (NP’s) de curto prazo que as empresas por sociedades anonimas (S.A) de capital aberto ou fechado emitem, visando captar recursos no mercado interno ou extemno para financiar suas necessidades de capital de giro. E uma altemativa as operagbes de empréstimos bancarios convencionais, permitindo geralmente uma redugdo nas taxas de juros, ‘Quem pode emit: sociedades anonimas nao financeiras. Nao podem emitir. instituigdes financeiras, sociedades corretoras e distribuidora de valores mobiliarios e sociedades de arrendamento mercantil (empresas de easing). RENTABILIDADE: —Pré-Fixada Pés-Fixada Nao pode ser remunerada por: + Indice de Pregos: Como 0 prazo maximo de uma NP de 360 dias, © a remuneragao de atives por indice de pregos exige prazo minimo de um ano, uma NP nao pode ser remunerada por indice de pregos + TBF: A NP € uma operagdo do mercado de valores mobildrios, enquanto a TBF, de acordo com’ a legislagéo, deve ser utlizada exclusivamente para remuneragdo de operacées realizadas no mercado financeiro. Outras caracteristicas: + Costumam ser negociados com descontos, sendo seu valor de face pago por ocasio do resgate; + S80 considerados valores mobilirios; + Aempresa emissora deveré possuir registro atualizada junto @ CVM. + Nao possuem garantia, O risco é do investidor (comprador do titulo); + Uma vantagem para o emissor em relagao a um empréstimo & que 2 operagao é isenta do OF e possibiita o levantamento de recursos fora do sistema financeiro, atingindo investidores Institucionais; +O prazo do papel nao pode ser inferior a 30 dias e nem superior a 180 dias (capital fechado) & 360 dias (capital aberto). No vencimento a emissora resgata COMPARATIVO: DEBENTURES X COMMERCIAL PAPERS Tua azo Maio Long Pras cure Pao inane le OBIETIO——_nancimentode Capel roe _fiancamentode can avant ooe em SA Aversa 5. Avera ouFechada QUEM NAO PODE ao Instituigées Financeiras* Instituigdes Financeiras PRAZO MINIMO PARA pe 360 dias 30dias PRAZO MAXIMO PARA sere S.A. Fechada: 180 dias, RESGATE S.A. Aberta: 360 dias 1.8. Operagées com Ouro © ouro € considerado um dos metais mais preciosos do mundo, tendo o seu valor sido empregue como padrao para multas moedas ao longo da histéria. Atualmente, seu uso ainda € muito amplo € abrange grande demanda por parte da fabricagao de joias, da indUstria e principalmente como reserva de valor. ‘A procura pelo investimento em ouro intensifica-se em momentos de crise econdmica, O valor deste metal esté mais relacionado com a aversao e tomada de risco do que com as dinamicas da oferta € da procura. L © Ouro no Mercado Futuro © Contrato Futuro de Ouro foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para a gest8o do fisco de oscilagao de prego. Diferentemente das bolsas estrangeiras, onde 0 contrato é negociado em relagéo a onga troy, a bolsa negocia ouro em reais por grama, No Brasil, a cotacdo de ouro reflete as expectativas do mercado internacional atreladas ao mercado interno e a variagao do délar. Ouro no Mercado de Opgées © Contrato de Opcao sobre Disponive! de Ouro foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para @ gestéo do risco de oscilagao de prego para um dia ‘Ouro no Mercado a Termo (© Termo de Ouro foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para a gestéo do risco de oscilagao de prego Ouro no Mercado a Vista ‘A negociagao do ouro como produto financeiro no Brasil é realizada na 83 sob forma de lingotes de ‘ouro fino, fundido por empresa refinadora e custodiado em institui¢So depositaria, ambas credenciadas pela 3. O ouro pode ser negociado em lote padréo de ouro fino, correspondente a um lingote de 250 gramas, lotes fracionarios e 10g € lotes fracionarios de 0,225g, com teor de pureza de 999,0 partes de ouro fino para cada 1.000 partes de metal, A liquidagao se dé em D+1, a partir da data de negociacao, VANTAGENS + Reserva de valor duravel + Liquidez internacional. + Aceito como garantia, com menor grau de deségio, para negociagao de outros ativos na B3 + Diversificagao de Investimentos. + Alternativa de investimento para épocas de crise financeira + Protege contra a oscilagao dos precos (hedge) no Mercado de Opgdes 2. NOGGES DO MERCADO DE CAMBIO (© mercado de cambio aquele que envoive a negociago de moedas estrangeiras e as pessoas interessadas em movimentar essas moedas. © mercado de cambio & regulamentado e fiscalizado pelo Banco Central e compreende as seguintes operagées, realizadas por meio de instituigdes autorizadas @ operar no mercado de cambio pelo Banco Central, diretamente ou por meio de seus correspondentes: + Compra e de venda de moeda estrangeira: + Operagées em moeda nacional entre residentes no Brasil e residentes no exterior; € + Operagbes com ouro-instrumento cambial, realizadas por intermédio das instituicdes. (© Banco Central executa a politica cambial definida pelo Conseiho Monetério Nacional. Para tanto, regulamenta o mercado de cambio e autoriza as instituicSes que nele operam. Além disso, o Banco Central \ a pode atuar ciretamente no mercado, comprando e vendendo moeda estrangeira de forma ocasional limitada, com o objetivo de conter movimentos desordenados da taxa de cambio. (© Brasil mantém, desde 1999, um regime de cémbio flexivel. Nesse regime, @ taxa de cambio flutua livremente, em resposta aos fluxos cambiais. Nao hé, pois, nivel maximo nem minimo estabelecido para a taxa de cambio. ‘Assim, 0 BC n&o intervém com o objetivo de regular as taxas de cambio, mas somente para garantir 0 adequado funcionamento desse mercado, especialmente para reduzir a volatilidade excessiva da taxa de c&mbio, evitar restrigdes de liquidez e garantir 0 provimento de mecanismos de prote¢ao 20 mercado. MERCADO PRIMARIO ‘A operagao de mercado primério implica entrada ou saida efetiva de moeda estrangeira do Pais. Esse ¢ 0 caso das operagdes realizadas com exportadores, importadores, viajantes, etc. MERCADO SECUNDARIO Ja no mercado secundario, também denominado mercado interbancério, a mosda estrangelra & negociada entre as instituig6es integrantes do sistema financeiro e simplesmente migra do ativo de uma instituigdo autorizada a operar no mercado de cambio para 0 de outra, igualmente autorizada 2.1. Taxas de Cambio + Definigao: € uma relacdo de valor entre duas moedas, ou seja, corresponde ao prego da moeda de um determinado pals em relagdo a outra de outro pais, No mercado de cambio brasileiro, a taxa cambial é uma taxa livre. + Tipos de Taxas: + Taxa PTAX - é a taxa media de compra ou venda do délar comercial ponderada em valor, apurada pelo BC ao final de cada dia nas liquidag6es do mercado interbancario de cambio. = Taxa de Cambio para Repasse (compra pelo BC) e Cobertura (venda pelo BC), + Taxa de Cambio InterbancarioPronta (Délar Pronto) ~ para as operagées de compra € venda entre os bancos no segmento comercial para entrega em 48 horas, 2.2. Operagdées do Mercado de Cambio OPERAGOES BASICAS + Compra: recebimento de moeda estrangeira contra entrega de moeda nacional; + Venda: entrega de moeda estrangeira contra o recebimento de moeda nacional + Arbitragem: entrega de moeda estrangeira contra o recebimento de outra moeda estrangeira, FORMAS DAS OPERAGOES + Cambio Manual: compra ea venda de moedas estrangeiras em espécie, + Cambio Sacado: ocorre quando, na troca, existem documentos ou titulos representativos da moeda DOCUMENTAGAO EXIGIDA NAS OPERAGOES DE CAMBIO (© Banco Central nao estabelece quais documentos devem ser exigidos em cada operagao de cAmbio. Isso é responsabilidade do agente autorizado. O BC estabelece apenas que a documentagao deve ser suficiente para identificar o cliente e respaldar @ pretendida operagao de cambio. Assim, a documentagdo exigida pode variar de acordo com a opera e de instituigo para instituicao. Nas operagbes com valor equivalente a até US$ 3.000,00 (trés mil délares), a regulamentagao cambial dispensa a apresentag3o de documentagdo referente aos negdcios juridicos subjacentes, mas mantém a obrigatoriedade de identificagdo dos clientes. No entanto, a instituiga0 autorizada pode, a seu criterio, solictar do cliente a documentagdo que julgar necesséria. 2.3. Instituigées autorizadas a operar + TODAS AS OPERAGOES (sem restrigbes): + Bancos comerciais; + Bancos de Investimento; + Bancos miltiplos; * Bancos de cambio; Caixa Econémica Federal. + SOMENTE OPERACOES ESPECIFICAS AUTORIZADAS PELO BACEN: * Bancos de Desenvolvimento; + Agéncias de Fomento; " Sociedades de Crédito, Financiamento e Investimento - CFI (Financeiras), + LIMITADOS AO VALOR DE US$ 100 MIL EM OPERAGOES DE CAMBIO RELATIVO A EXPORTACAO OU IMPORTAGAO: + Sociedades corretora de titulos e valores mobiliérios ~ SCTVM; + Sociedades distribuidoras de titulos e valores mobiliarios - SDTVM: + Sociedades corretoras de cambio. + INSTITUIGOES QUE PODEM OPERAR MEDIANTE CONVENIO COM INSTITUIGAO AUTORIZADA, + Pessoas juridicas em geral para negociar a realizagao de transferéncias unilaterais (por exemplo: manutencéo de residentes; doagSes; aposentadorias e pensdes; indenizagbes e multas; patriménio); + Pessoas juridicas cadastradas no Ministério do Turismo como prestadores de servigos turisticos remunerados, para realizagao de operagbes de compra e de venda de moeda estrangeira em espécie, cheques ou cheques de viagem; + InstituigSes financeires e demals insttuigSes autorizadas @ funcionar pelo Banco Central do Brasil, nao autorizadas a operar no mercado de cémbio, para realizaco de transferéncias unilaterais e compra e venda de moeda estrangeira em espécie cheques ou cheques de viagem, + Lotéricas através de convénio realizado com a CEF ‘A realizago desses convénios no depende de autorizagéo do Banco Central. A responsabilidade pelas operagbes de cambio perante o Banco Cental & das instituigoes autorizadas e o valor de cada operagao de cambio esta limitado a USS 3 mil ou seu equivalente em outras moedas. A Empresa Brasileira de Correios Telégrafos - ECT também é autorizada pelo Banco Central a realizar operagdes com vales postais internacionais, emissivos € receptives, destinadas a atender ‘compromissos relacionados a operacdes especificas definidas pelo Banco Central, observando o limite de USS 50 mil para recebimento de exportagées € importagdes. ‘Alem desses agentes, o Banco Central também concedia autorizagao para agéncias de turismo € meios de hospedagem de turismo para operarem no mercado de cémbio, Tais autorizagSes permaneceram validas até 31.12.2009 AUTORIZACAO PARA OPERAR NO MERCADO DE CAMBIO Para ser autorizada a operar no mercado de cambio, a instituigo financsira deve: | -indicar diretor responsavel pelas operagées relacionadas ao mercado de cambio; II - apresentar projeto, nos termos fixados pelo Banco Central do Brasil, indicando, no minimo, os objetivos operacionais basicos as aces desenvolvidas para assegurar a observéncia da regulamentagSo cambial @ prevenir ¢ coibir os crimes tipificados na Lei 9.613, de 3 de marco de 1998 (Dispée sobre os crimes de “lavagem de dinheiro"). 2.4. Contrato de Cambio + Definigao: € 0 documento que formaliza a operagao de compra ou de venda de moeda estrangeirajas operagdes de cambio so formalizadas por meio de contrato de cAmbio e seus dados devem ser registrados no Sistema Integrado de Registro de Operagées de Cambio (Sistema Cambio), E dispensavel sua utilizagao nas operagbes de compra ou de venda de moeda estrangeira de até USS 3 mil, cu Seu equivalente em outras moedas estrangeiras, mas o agente do mercado de cémbio deve identificar seu cliente e registrar a operagao. + Classificagao (quanto ao prazo): = Prontos: sdo aqueles cuja liquidagdo deve acorrer em até 2 dias Uteis (D+2); + Futuros: aqueles cuja liquidacao deva ser processada em prazo maior que 2 dias teis. 2.5. Valor Efetivo Total (VET) As instituig6es financeiras e demais instituigées autorizadas 2 operar no mercado de cambio devem, previamente @ realizagao de operag3o de cambio de liquidago pronta de até US$100.000,00 (cem mil délares Americanos), ou seu equivalente em outras moedas, com cliente ou usuério, informar o valor total da operaco, expresso em reais, por unidade de moeda estrangeira Valor Efetivo Total (VET): E calculado considerando a taxa de cémbio, os tributes incidentes © as tarifas eventualmente cobradas. XX 2.6. Remessas do Brasil para o exterior A remessa de dinheiro do Brasil para o exterior pode ser feita de forma pratica e segura, por meio de ordem de pagamento, por intermédio de instituigao autorizada pelo Banco Central do Brasil ¢ também Por meio dos Correios. Exterior Remetente procu Intute atone - 2 ‘pererno mercado de cémbio Beneficiro & notificado © ‘Su empresa contratada <_ recebe o dinheiro empresa faze —o remessa do inhelo Banco ou otra instituicde pore exterior transferidore de recursos Remessa por meio de ordem de pagamento As ordens de pagamento do Brasil para 0 exterior devem ser feitas exclusivamente em moeda estrangeira. A taxa de cémbio deve ser negociada entre o remetente e a instituigéo no Brasil E possivel fazer a remessa por meio de instituicao autorizada a operar no mercado de cambio ou, no caso de transferéncias até o equivalente a USS3 mil, por meio de empresas contratadas por instituigdes autorizadas a operar no mercado de cambio, Pode-se adquirir moeda estrangeira mediante @ entrega de reais em espécie ou em qualquer instrumento de pagamento em uso no mercado financeiro, até o limite de R10 mil. Acima desse valor, somente mediante débito em conta, transferéncia bancaria ou cheque Remessa pelos Correios Os Correios estéo autorizados a prestar servico de transferéncias financeiras internacionais. O envio € 0 recebimento de valores sao feltos eletronicamente entre 0 Brasil e os paises conveniados. Para conhecer os paises conveniados, os limites, as tarifas, os prazos e as outras condigdes das transferéncias postais, visite o endereco INFORMAGOES IMPORTANTES + Desde 2005, quando a Resolugao CMN 3.265 unificou o Mercado de Cambio de Taxas Livres (conhecido como "cambio comercial") e o Mercado de Cambio de Taxas Flutuantes (conhecido como "cémbio turismo"), existe um nico mercado de cambio legal no Pais; + Qualquer pessoa fisica ou juridica pode comprar ¢ vender moeda estrangeira, desde que a outa parle na operagdo de cAmbio seja agente autorizado pelo Banco Central a operar no mercado de cambio e que seja observada a regulamentago em vigor, incluindo a necessidade de identificago em todas as operagbes. E dispensado o respaldo documental para as operagdes de valor até 0 equivalente @ USS 3 mil; + As operagbes de cambio interbancarias podem ser contratadas para liquidagao em até 1.500 dias; + Qs bancos no so obrigados a vender moeda em espécie, As operagdes de cambio, em sua maioria, so liquidadas por meio de emisséo de ordem de pagamento. Apenas as operacées relativas as viagens internacionais ou as operagdes destinadas 4 compra de moeda para aquisi¢&o de medicamentos podem ser liquidadas em especie; + As operagbes até US$ 3 mil relativas @ viagens internacionais e a transferéncias unilaterais podem ser informadas ao Banco Central até o dia 10 do més posterior 2 sua realizagio ‘Também dispéem da prerrogativa de serem informadas apenas mensalmente ao Banco Central as operagoes realizadas pelos Correios @ aquelas relativas a cartdes de crédito; + As Instituigbes Autorizadas nao precisaréo registrar as operagdes no SISBACEN (estas serao informadas 20 BACEN por troca de mensagens); + Os valores oriundos de receitas de exportacao podem ficar retidos em sua integralidade no exterior, depositados em conta corrente titularizada pela propria empresa exportacora, Nao ha tempo marcado para o ingresso dessas divisas; + Nas operagtes de compra € de venda de moeda estrangeira até US$3.000,00 (trés mil délares dos Estados Unidos), ou do seu equivalente em outras moedas, € dispensada @ apresentacdo da documentago referente aos negécios juridicos subjacentes as operages de cambio, bem ‘como a guarda de cépia dos documentos de identificago do cliente; + Cobranca do IOF nas Operagbes de Cambio a partir de 3 de maio de 2016 V Para aquisigo de moeda estrangeira em espécie: aumento de 0,38% para 1,1% na aliquota do imposto; Y Para operagbes com cart de crédito, débito ou pré-pago: fica mantida a aliquota de 6.28%. EXERCICIOS - Mercado de Capitais e de Cambio 1. (PACI2014 - BANPARA) O mercado de capitais € um sistema de distribuicdo de valores mobiliérios | = Tem como objetivo de proporcionar liquidez aos titulos de emisséo de empresas e viabilizar seu processo de capitalizacao. Il = Cuida dos empréstimos bancarios, conferindo e controlando as taxas e juros a ser cobrado. lil E subdividido em Mercado Primario e Mercado Secundério. IV No Mercado Acionario tem a fungao de trazer beneficios para as partes envoividas proporcionando crescimento econémico. As afirmativas corretas sao: (A) |, lett (8) ety (C), Wet (D) hile (E) Todas estado corretas 2. (PAC/2014 - BANPARA) Séo valores mobilaios, representativo de crédito de médio € longo prazo que asseguram, aos seus detentores, direlto de erédto contra a companhia emissora (A) Letra Hipotecaria (B) Debentures (C) Aces (D) Notas Promissérias (©) Letra Financeira co Tesouro (CESGRANRIO/2014 - Banco do Brasil) Atualmente, as instituigdes financeiras oferecem aos seus Clientes diversos tipos de investimentos, dentre os quais esta o investimento em agbes de companhias abertas que podem ser negociadas na Bolsa de Valores. Acaracteristica mais atrativa do investimento em ages é a. (A) possibllidade de ganhos superiores aos oferecidos em fundos de investimento, (8) isengao de imposto sobre operacées financeiras no ato de negociago das acbes, (C) baixa probabilidade de perdas financeiras. (D) alta probabilidade de perdas financeiras. {E) isengdo de imposto de renda (CESPE/2014 ~ Caixa Economica Federal) No que diz respeito as caracteristicas das agbes ¢ das debéntures, bem como ao funcionamento do mercado de capitais, julgue os proximos tens. 1 As ages preferenciais, embora n&o deem direito a voto ou restrinjam 0 exercicio desse direito, conferem prioridades na distribuicao de dividendos aos seus ttulares. 2 Uma companhia é considerada fechada se menos de 50% dos valores mobiliarios de sua emissao, inclusive as debéntures, s40 admitides 4 negociag4o no mercado secundario, 3. Debéntures sao titulos de divida de médio e longo prazo, emitidos por sociedades por acdes, de capital aberto ou fechado, e utilizados para o financiamento de seus projetos. (CESPEI2014 ~ Caixa Economica Federal) Julgue os itens subsequentes, relativos as caracteristicas dos mercados primario e secundério de titulos e valores mobiliérios, 1 A emissdo de titulos piblicos pelo Tesouro Nacional é uma operacao de mercado primario; a ‘compra © venda desses titulos pelo BCB, como medida de politica monetaria, é realizada no mercado secundario. 2 Aoferta piblica de agSes para 0 aumento do capital social de uma companhia de capital aberto Classificada como uma operagao de mercado secundario, 3 Omercado primaiio € aquele em que os investidores, ap6s adquirrem tiulos ou valores mobiliérios diretamente do emissor, podem negociar e transferir entre si esses ativos, seja no ambiente de bolsa de valores, seja no mercado de balcdo organizado. (CESPE/2014 - Caixa Econémica Federal) Acerca das caracteristicas do mercado de cambio, das instituig6es autorizadas a operar nesse mercado e das operagées rele realizadas, julgue os itens a seguir. 1 As operac6es de compra e de venda de moeda estrangeira de até US$ 3.000,00 sao dispensadas da formalizago de contrato de cambio, mas devem ser registradas no Sistema Cambio, administrado pelo BCB. 2 A Secretaria de Comércio Exterior, a Receita Federal do Brasil e 0 Banco Central do Brasil sao 0s, 6rg30s gestores do Sistema Integrado de Comercio Exterior, que controla as exportagdes © importagdes realizadas no pais. 3 O mercado brasileiro de cémbio ¢ composto pelo mercado de cémbio de taxas flutuantes (turismo) € pelo mercado de cambio de taxas livres (comercial), cada um com atribuigGes especificas, definidas pelo BCB 4 0 BCB pode conceder autorizagao para a pratica de operagdes no mercado de cambio aos bancos de desenvolvimento, as sociedades corretoras de titulos e valores mobiliérios © as sociedades distribuidoras de titulos e valores mobilzrios, entre outras instituigdes. (CESGRANRIO/2015 - Banco do Brasil) Uma desvalorizagao cambial da moeda brasileira (real) frente & moeda norte-americana (dolar), implica a(0) (A) diminuigo do numero de reais necessarios para comprar um détar (8) ciminuigao do estogue de délares do Banco Central do Brasi (C) ciminuigao do prego em reais de um produto importado dos EUA (0) estimule as exportacdes brasileiras para os EUA (E) aumento das cotagtes das agdes das empresas importadoras na bolsa de valores 8. (PAC/2014 - BANPARA) O contrato de cambio € um documento que formaliza a operagao de compra ‘ou venda de moeda estrangeira que deve ser registrado no (A) SISCOMEX (B) Registro de Exportacao (©) Banco do Brasi (D) Banco Central (E) Sistema Integrado de Registro de Operacdes de Cambio 9. (PACI2014 - BANPARA) E @ cotacdo oficial das moedas estrangeiras, € € calculade diariamente através da média ponderada das negociagdes desta moeda (A) Taxa ~ PTAX (8) Taxa - SELIC (C) Taxa ~ DI (0) Taxa-TR () Taxa - SELIC OVER 10. (CESPE/2014 - Caixa Econdmica Federal) Com referencia as fungdes do BCB, julgue os itens subsequentes. 1 Nas operagées de mercado aberto, o BCB emit titulos no mercado primario com 0 proposito de regular a taxa basica de juros SELIC 11, (CEBRASPE/2016 — FUNPRESP) Julgue os itens a seguir, relatives ao Sistema Financeiro Nacional(SFN) e ao mercado de valores mobilidrios. 1. Bolsas de valores so instituigbes financeiras que representamo mercado secundario de agées, no qual corretoras de valorescriam a infraestrutura de negociacao de acées, 2. O Conselho Nacional de Previdéncia Complementar (CNPC)trata de planos de aposentadoria, de poupan¢a ou de pensdopara funcionarios de empresas, servidores publicos eintegrantes de associagées ou de entidades de classe. 3. Os érgées normativos asseguram que os integrantes do sistemafinanceiro sigam as regras definidas pelos orgdos de crédito, decapitais © de cambio, enguanto as enlidades supervisoresdeterminam regras para o bor funcionamento do SFN. 4, © Banco Central do Brasil e a Comisso de ValoresMobiliarios supervisionam as corretoras © as distribuidoras detitulos e valores mobilarios, as quais prestam, entre outrosservigos, consultoria financeira e custédia de titulos e valoresmobiliarios dos clientes. 5. Debéntures, titulos destinados @ obten¢do de recursos de médioou longo prazo, podem ser emitidas com garantia flutuantepara impedir a negociacdo dos bens que compéem o ativo dacompanhia. 6 O mercado de balco € denominado organizado quando seestrutura como um sistema de negociacao de titulos e valoresmobiliérios administrado por entidade autorizada pelaComissao de Valores Mobiliarios, 12. (CEBRASPE/2016 ~ FUNPRESP) Julgue os itens subsequentes, acerca de taxa de cambio e de regimescambiais. 1. A depreciagSo do peso argentino frente a0 real pode reduzir asexportagdes dos produtos brasileiros para a Argentina desconsiderados os efeitos da inflagao nos dois paises. 2. O Brasil adota limites de flutuago cambial fixados pelo BancoCentral do Brasil conforme o fluxo de capitais externos 13, (CASAN/2016 - INSTITUTO AOCP) Entre os principais agentes “intermedidrios” participantes do mercado de capitais brasileiro esto, EXCETO (A) corretoras de mercadorias, (8) administradores de carteiras. (C) corretoras de titulos e valores mobiliarios. (0) companhias abertas. (E) distribuidoras de titulos e valores mobiliarios. 44, (FCCI2019 - BANRISUL) © banco multiplo estatal “Popular” lidera um conglomerado que tem o controle acionario integral de diversas empresas financeiras e nao financeiras, dentre as quais uma dedicada ao setor de cartées, que tera realizada a sua abertura do capital por melo de distribuicao piblica secundaria de agdes. Nesse caso, 0s recursos Iiquidos captados provenientes da operagao de underwriting serao destinados (A) a0 acionista controlador do banco miiltipio. (B) aos acionistas minoritarios e ao acionista controlador da emissora, proporcionaimente (C) a instituigdo financeira detentora da parcela representativa do capital da controlada, (D) & companhia emissora das agdes (E) 20 banco miltiplo e & empresa do setor de cartées, em partes iguais. 18. (FGV/2018 ~ Banestes) O mercado de capitais é um sistema de distribuigao de valores mobilirios que visa proporcionar liquidez aos titulos de emissdo de empresas e viabilizar seu processo de capitalizagao E constituido pelas bolsas, corretoras e outras instituigdes financeiras autorizadas, e seus produtos principais incluer: {A) certificados de depésitos bancarios e letras financeiras; (B) titulos emitidos pelo Tesouro Nacional; (C) cartas de fianca e garantias, (0) empréstimos-ponte e financiamentos de projetos; (E) agdes e debentures. 16, (FADESP/2018 — BANPARA) As Sociedades Andnimas podem ser classificadas em abertas & fechadas, Pode-se dizer que so caracteristicas das Sociedades Anonimas Fechadas (A) negociagSo em bolsas de valores ou mercado de bale3o organizado e concentragao do capital na mao de poucos acionistas. (8) negociagao em bolsas de valores ou mercado de balcdo organizado e diviséo do capital entre muitos sécios. (C) negociagao no balcdo das empresas, sem garantia e divis8o do capital entre muitos sdcios. (D) negociagao no balcdo das empresas, sem garantia e cumprimento de varias normas exigidas pelo agente regulador. (E) concentracao do capital na mao de poucos acionistas e negociacao no balcdo das empresas, sem garantia, 17. (FADESP/2018 — BANPARA) O Mercado Secundario ¢ onde ocorre a negociagao continua dos papeis, (ages) emitidos no passado. Sendo assim, um investidor que queira operar nesse mercado deve (A) pedir autorizacao para Comissao de Valores Mobiliarios (CVM). (8) dingi-se a uma sociedade coretora membro de uma bolsa de valores, na qual recebera orientagbes e esclarecimentos na selego dos investimentos. (C) procurar um banco, uma corretora ou uma distribuidora de valores mobiliarios, que participem do lancamento das acBes pretendidas. (0) solictar autorizacao no Banco Central do Brasil, o qual é o responsavel pela gestdo financeira do mercado de capitais brasileiro (E) entrar em contato direto com a empresa da qual tenha interesse em adquirir agbes. 18. (FCC/2013 - Banco do Brasil) Em 2010 ocoreu, simultaneamente, a cistribuigso publica primaria & secundaria de ages de emisséo do Banco do Brasil, com registros na Comisséo de Valores Mobilirios. Neste caso, como em outras operagbes da mesma natureza e produto no mercado de capitais, a relago entre capital proprio e de terceiros da empresa (A) passou a ser influenciada pela cotago das agbes em bolsa de valores. (8) nao sofreu nenhuma influencia (C) softeu alteracao em fungdo da venda das agbes dos acionistas do grupo controlador (D) foi modificada peta captago integral dos recursos obtidos nas ofertas primatia e secundaria, (E) fo) alterada pela parcela de recursos originada com as novas agbes emitidas (— >) 19, (CESPEI2018 - Policia Federal) Uma companhia de capital aberto pode captar recursos por meio de debentures — titulos de longo prazo, conversiveis ou ndo em aces, que podem oferecer aos seus investidores as seguintes remuneracdes: juros, participaco nos lucros e prémios de reembolso. (Certo ( ) Errado 20. (CESPE/2016 ~ FUNPRESP-JUD) No que se refere aos investidores qualificados e no residentes 05 titulos corporativos, julgue o item subsequente. Debéntures podem ser emitidas por bancos miltiplos que tenham carteira de investimento (Certo (. ) Errado 21, (INSTITUTO AOCPI2016 - CASAN) Assinale a alternativa que apresenta ativos que se encontram expressamente excluidos do mercado de valores mobiliarios. (A) Agoes, debéntures e bonus de subscrigao. (8) Notas comerciais. (C) Titulos da divida publica federal, estadual ou municipal e os titulos cambiais de responsabilidade de instituigao financeira, exceto as debentures. (0) Cédulas de debentures. () Quando ofertados publicamente, quaisquer outros titulos ou contratos de investimento coletivo, que gerem direito de participago, de parceria ou de remuneracéo, inclusive resultante de prestag3o de Servigos, cujos rendimentos advém do esforgo do empreendedor ou de terceiros. 22, (FOCI2012 - BANESE) As debentures so instrumentos de captagao de recursos de longo prazo. (A) privativos de instituigSes financeiras de capital estrangeiro, (8) emitidos por banoos de desenvolvimento (C) que se destinam & aplicacao exclusiva de fundos de investimento. (0) emitidos no mercado interfinanceito (E) que atribuem ao investidor os direitos previstos na escritura de emissa0 23, (CESGRANRIO/2015 - Banco da Amaz6nia) A emisséo de debentures & uma forma de financiamento das sociedades anénimas de capital aberto ou fechado. Ha debéntures com caracteristicas diversas. Assim, uma debenture (A) permutavel da ao credor a opgdo de executar 0 banco mandatério, no caso de inadimpiéncia da ‘empresa emissora. (8) simples paga ao seu titular apenas rendimentos prefixados. (C) conversivel da ao credor @ opgio de receber rendimentos indexados em vez de prefixados, conforme pactuado, (D) conversivel da ao credor a op¢ao de transformé-la em agSes da empresa emissora, apos certo prazo (E) de garantia quirografaria da ao seu titular preferéncia sobre todos os demais credores da empresa emissora, no caso de inadimpléncia 24, (CESGRANRIO/2015 ~ Banco da Amazénia) No mercado de debéntures, underwriting €(s80) (A) um mecanismo utiizado pelas companhias emissoras de debentures — quando previsto na escritura de emissio — para adequar seus titulos, periodicamente, as condigées vigentes no mercado (8) operagdes de compra e venda de debentures pelos investidores nao identificados. (C) um mecanismo de consulta prévia ao mercado para definicdo da remuneragao das debentures ou do agiol desdgio no prego de subscrigao, tendo em vista a quantidade de debéntures, para diferentes niveis de taxa, que cada investidor tem disposigao de adquirr (0) 2 operagao de distribuigao primaria de debéntures, ou seja, a primeira venda dos titulos apos a sua emissao, (E) uma classificagso efetuada por empresa especializada independente (agéncia de rating) que reflete sua avaliagdo Sobre o grau de risco envolvido em determinado instrumento de divide, 25, (CESGRANRIOI2018 — Banco do Brasil) A reag3o dos mercados de cambio ontem deu uma boa sinalizag&o de qual pode ser 0 caminho caso Washington intensifique o tom em relagdo as relagoes comerciais dos Estados Unidos com o restante do mundo. As moedas emergentes recuaram a minimas em dez dias, segundo dados do Deutsche Bank, sob peso da queda de civisas correlacionadas as ‘matérias-primas — como 0 rand sul-africano e o real brasileiro (..). No Brasil, o délar fechou em alta de 090%, para RS3,290, no maior nivel desde o titimo 9 de fevereiro. Na maxima, a cotago beirou os R$3,30 ao tocar RS3,2966. CASTRO, J, Délar deve subir no curtoprazo, dizem analistas, Valor Econdmico, 15 mar. 2018, p.C2. Adaptado. Em paises que adotam o regime de cambio flutuante, 2s mudangas didrias observadas nas taxas de cAmbio esto relacionadas a diversos fatores. Considerando-se, no entanto, exclusivamente, a matéria jornalistica, o principal falor que explica a desvalorizacéo do real brasileiro no movimento diario do mercado de cambio descrito no texto foi a(0) (A) aumento da oferta de divisas no mercado de cambio (B) forte intervenga0 do Banco Central do Brasil no mercado de cambio (C) situagao politica corrente no Brasil (D) piora das condigbes macroecondmicas no Brasil (E) incerteza futura e maior percepgao de risco por parte dos investidores GABARITO OD O)CCES | 77) EcECEC | 7)E ze 02) 07) 12) CE 178 Ze 03)A 08)E 43) D 418) E 23)D oa)cEC [Osa 14) C 19) Cerio | 24) 0 O5)CEE | 10) Eada | 18) € 20)Errado | 25)