Sei sulla pagina 1di 6

Como Emagrecer Gastando Pouco

Manter uma dieta requer disciplina, e o alto índice de obesidade pode ser utilizado
para comprovar a grande dificuldade de encontrar alimentos saudáveis, baratos e
gostosos, que possam favorecer a nossa saúde e boa forma. Muitas pessoas
buscam uma dieta de pobre, nome que na verdade não quer ser pejorativo e sim
refletir o desejo de ter uma alimentação para emagrecer que não custe muito.
Vale lembrar que não é verdade que os alimentos mais nutritivos são os mais
caros. Muitas pessoas afirmam que não conseguem fazer dieta pois não podem
gastar muito com alimentos especiais. A boa notícia é que não é necessário gastar
muito. Quem não quer gastar muito pode adotar alimentos e estratégias que fazem
bem ao corpo e ao bolso.
Pode-se nomear essa busca por economia como uma dieta de pobre, mas o que
iremos expor são apenas dicas de como conseguir se manter bem nutrido e com
alimentos que podem ser acessíveis pela maioria das pessoas, independente do
valor financeiro disponível. Vamos compreender que para emagrecer não é
necessário um alto investimento, mas sim dedicação, disciplina e força de vontade
para manter a alimentação sempre correta e compatível com as metas
determinadas.

Saladas
Independente de seu objetivo, se você está procurando seguir uma dieta de pobre,
poderá comer e abusar das saladas. A maioria dos legumes e das verduras pode
ser facilmente adquirida e seus valores são acessíveis a qualquer classe social.
Você pode comprar esses alimentos em supermercados de grande porte e até em
pequenos mercados de bairro. O melhor benefício é que a variação de preço,
muitas vezes, pode ser reduzida. Esses alimentos estão presentes nas dietas não
só para manter você alimentado e nutrido, mas também para manter a
alimentação com menores valores calóricos.
Os seguintes alimentos você poderá adquirir em mercadinhos mais próximos de
sua casa. O uso de legumes e verduras pode possibilitar que você prepare sucos
naturais deliciosos e com investimentos de baixo valor. Essas compras perto de
casa podem te auxiliar a sempre manter os alimentos para consumo mais frescos,
pois são adquiridos em demandas menores, o que não pode ser garantido por
supermercados de maior porte.
 Alface
 Agrião
 Couve Flor
 Couve
 Tomate
 Pepino
 Pimentão
 Abobrinha
 Rúcula
 Cenoura
 Cebola
 Beterraba
 Repolho
 Chuchu

Frutas
Assim como as verduras e os legumes, as frutas possuem presença quase
confirmada nas dietas. Elas podem oferecer valores nutricionais singulares e
podem ser facilmente encontradas em supermercados e bem próximo do seu
bairro. As frutas podem ser consumidas nas refeições intermediárias entre as
principais refeições e ainda reduzem a ansiedade e desejo de comer em horários
incompatíveis com os reservados para as refeições.
As frutas podem ser as aliadas que você espera, principalmente quando o clima
está muito quente e você sente necessidade de uma refeição refrescante. Esses
alimentos podem te ajudar a preparar bebidas com combinações inusitadas e que
podem nutrir seu corpo de uma forma completa que você não imaginaria
conseguir. É importante lembrar que pretende-se economizar numa dieta de pobre,
então, usufrua ao máximo da fruta, não se esqueça de consumi-las junto com suas
cascas, pois elas também podem oferecer diversos nutrientes para uma melhor
saúde.
 Maçã
 Melancia
 Mamão
 Uvas
 Laranja
 Pêra
 Morango
 Tangerina
 Abacaxi
 Banana

Proteínas (laticínios, carnes e ovos)


Nesta categoria é que você precisa tomar mais cuidado. Isso porque a carne
vermelha tende a ser um item que foge à regra da dieta de pobre, pois pode deixar
tudo mais caro.
Entenda que para emagrecer você não precisa comer tanta proteína. Nutricionistas
consideram que 1g-1,5g de proteína por quilo corporal já é um ótimo valor. Dessa
forma, tenha em mente que você deve comer mais frango do que carne vermelha.
E pode balancear o consumo de leite, iogurtes naturais sem açúcar e ovos como
boas fontes de proteínas.

Fome – um grande problema


Saiba que você deve fazer uma dieta que não deixe você com fome. Para isso,
abuse das verduras e frutas menos calóricas, tenha proteínas nas refeições e não
tenha medo de ter um pouco de gordura nas refeições. Dessa forma você ficará
saciado por mais tempo e não pensará em atacar um chocolate, uma sobremesa,
um salgadinho ou outro produto “engordativo”.
Muitas pessoas acham que uma dieta de pobre consiste em comer pouco por
grande parte do dia. O problema disso é que, depois de um longo tempo de jejum,
você quer devorar tudo o que está na sua frente. E nesse desespero você come
muito pão, frituras, coxinha, cachorro quente e biscoitos. Muitas vezes um única
refeição passa a ter mais de 1500 calorias.
Ou seja, a quantidade de calorias que você deveria estar comendo no dia inteiro,
você acaba comendo em um única refeição!

Dicas de Planejamento
Aqui estão algumas dicas que lhe ajudarão a montar uma dieta eficaz sem gastar
muito.
 Não compre biscoitos, salgadinhos, amendoim salgado, chocolates e nenhuma
guloseima como essas que costumamos comer assistindo televisão. Você gasta
muito com elas e não ajudam em nada você a emagrecer. Se quiser uma
coisinha para comer vendo televisão, compre milho para pipoca.
 Beba muita água ao longo do dia. Em especial, beba 500ml antes das principais
refeições. Tente tomar ao menos 3 litros por dia. Água é grátis, ajuda a
emagrecer e diminui muito a fome.
 Arroz e feijão não é um vilão. Só não abuse!
 Cuidado para não abusar da manteiga e óleo na hora de cozinhar. Essas calorias
ocultas podem comprometer seus resultados.
 Leve suas refeições para o trabalho. Você irá comer de forma muito mais
nutritiva e gastando muito menos.
 Pense o que vai comer ao longo da semana e não deixe para decidir o que vai
comer apenas na hora da fome.

Valores calóricos
Um dos principais objetivos da dieta de pobre para aqueles que desejam
emagrecer é manter uma alimentação com valores calóricos baixos. É dito que uma
das maiores dificuldades é manter uma alimentação correta, saudável e barata,
mas podemos notar que opções não faltam, basta combinar os alimentos para
construir uma alimentação completa e rica de forma equilibrada, assim envolvendo
todos os nutrientes e de forma pouco calórica.

Exemplos de Cardápios
Abaixo você poderá ter algumas indicações para preparar suas refeições e assim
construir uma “dieta de pobre” de acordo com o seu gosto pessoal. Lembre-se que
são apenas exemplos e há uma infinidade de combinações possíveis com alimentos
baratos, sendo em sua maioria não-processados.
Café da manhã:
Opção 1:
 1 xícara de leite desnatado;
 3 biscoitos cream cracker;
 1 polengui;
 1 maçã.
Opção 2:
 1 copo (300ml) de suco natural de frutas;
 2 torradas light;
 1 colher (de sopa) de requeijão light.
Οpção 3:
 1 copo (300ml) de suco verde;
 Omelete com 2 ovos;
 2 fatias de pão de forma integral.
Opção 4:
 1 copo de chá mate;
 2 ovos mexidos;
 1 banana.
Lanche da manhã:
Opção 1:
 200 ml de chá verde;
 5 uvas.
Opção 2:
 1 fatia média de mamão.
Οpção 3:
 1 pote de iogurte desnatado ou grego.
Opção 4:
 1 fatia média de melancia.
Almoço:
Opção 1:
 Salada a vontade (Alface, tomate, pimentão, pepino, cenoura, etc);
 2 colheres (de sopa) de arroz – Verificar disponibilidade para versão integral;
 1 filé médio (100 gramas) de peito de frango.
Opção 2:
 Salada a vontade (Alface, tomate, pimentão, pepino, cenoura, etc);
 1 batata média cozida;
 3 colheres (de sopa) de carne moída.
Οpção 3:
 Salada a vontade (Alface, tomate, pimentão, pepino, cenoura, etc);
 1 concha (pequena) de feijão;
 2 colheres (de sopa) de arroz;
 1 filé médio de peixe assado.
Opção 4:
 Salada a vontade (Alface, tomate, pimentão, pepino, cenoura, etc);
 3 colheres (de sopa) de arroz;
 Omelete com 3 ovos.
Lanche da tarde:
Opção 1:
 1 fatia média de melancia.
Opção 2:
 2 fatias de abacaxi.
Οpção 3:
 200 ml de chá verde.
Opção 4:
 Mingau de aveia com banana, canela e leite desnatado.
Jantar:
Opção 1:
 Salada à vontade (Alface, tomate, pimentão, pepino, cenoura, etc);
 1 filé médio de peito de frango grelhado.
Opção 2:
 Salada à vontade (Alface, tomate, pimentão, pepino, cenoura, etc);
 1 filé médio de peixe grelhado.
Οpção 3:
 Salada à vontade (Alface, tomate, pimentão, pepino, cenoura, etc);
 3 colheres (de sopa) de carne moída.
Opção 4:
 Salada à vontade (Alface, tomate, pimentão, pepino, cenoura, etc);
 3 ovos mexidos.
Ceia:
Opção 1:
 1 taça de salada de frutas.
Opção 2:
 Gelatina diet.
Οpção 3:
 1 pote de iogurte grego ou desnatado.
Opção 4:
 200 ml de chá verde.

Exercícios físicos
Uma dieta é o primeiro passo para a perda de peso ou até ganho de massa magra,
mas se você deseja impulsionar os resultados, ou intensificar sua rotina, você pode
desfrutar dos benefícios que os exercícios físicos podem oferecer não só para sua
saúde, mas também para a boa forma.
Não pense que você gastará um alto investimento em suplementos e academias de
grande porte, você pode reservar um pequeno espaço para se exercitar em casa e
até fazer caminhadas ou cooper pelo seu bairro. Essas pequenas atitudes podem
ser o fator que impulsionará você para seus objetivos. Pessoas que convivem com
a dificuldade para perder peso podem dar uma turbinada no funcionamento do
metabolismo através das atividades físicas, pois isso garantirá que seu corpo
queime mais calorias não só durante os exercícios, mas posteriormente também.

Descanso
Reservar um tempo para seu corpo descansar é fundamental. Não pense que as
mudanças corporais acontecem enquanto você estiver na academia, ou enquanto
você come. As variações acontecem durante todo o tempo, mas é enquanto você
dorme que seu corpo se recuperará de todos os impactos das atividades diárias e
também terminará de absorver os nutrientes oferecidos a ele em todas as refeições
realizadas.
Dormir pelo menos 8 horas por noite pode ser o fator decisivo que você está
esperando. Comendo alimentos baratos e saudáveis, se exercitando com
acompanhamento médico para sua segurança, e descansando bem, sua “dieta de
pobre” pode contribuir com efeitos surpreendentes.