Sei sulla pagina 1di 4

Um átomo ou molécula torna-se altamente reativo agindo “compulsivamente”na busca de seu

equilíbrio ( pareamento ) o que é absolutamente normal e ocorre na natureza a todo momento


. Quando 2 radicais se encontram , os elétrons ficam pareados e o átomo se torna estável ,
decorrência de uma união covalente :

A* + A*  A - A

Um Radical Livre (RL) pode buscar seu pareamento em outro RL ou em outra


molécula que se encontre em estado de estabilidade físico-química . Quando isso ocorre, vai
haver uma cadeia de reações = um radical livre toma elétrons de um elemento, que se torna
radical, que toma elétron de outro elemento e assim sucessivamente ...

Os Radicais Livres naturalmente formados são neutralizados pelos antioxidantes


naturais que evitam que os RL causem danos aos demais tecidos e orgãos. Portanto, a
formação e neutralização de RL é contínua e absolutamente normal. Durante a neutralização
dos RL, ocorre um “escape”contínuio de pequena quantidade desses elementos. Esses RL que
escapam, de forma gradual e acumulativa vão causando lesões celulares e teciduais,
contribuindo para o desenvolvimento de várias doenças.

Repito : os Radicais só se tornam nocivos quando, num processo de “escape”ou de alta


produção, vão lesar tecidos sadios. Apesar de que esta definição possa nos fazer pensar em
estranhos produtos tóxicos industriais, os Radicais Livres mais comuns e perigosos são os
derivados do oxigênio, produzidos constantemente em nossas células. Portanto, o oxigênio, um
elemento imprescindível para a vida, pode converter-se em um poderoso veneno por um
simples intercâmbio de elétrons ao oxidar ( roubar elétrons ) importantes moléculas
biológicas. Desta forma se produzem alterações do D.N.A. ( portador da formação genética ).
Isso leva à formação de muitas e graves enfermidades chamadas degenerativas , e é também
importante causa de envelhecimento.

Equilíbrio oxidativo :
Estresse oxidativo : Sistemas de defesa :

Radicais livres Enzimas “scavenger” (enzima varredora)


Oxidação de proteínas e lipídios Regulação de metais
Degradação do DNA Reparação do DNA
Glicação Antioxidantes
Metais de transição

Observamos na figura acima o equilíbrio entre os RL e o sistema de defesa


“antirradicais” . Verifica-se que do lado esquerdo teremos as consequências danosas dos RL .
Deste lado da balança temos o estresse oxidativo enquanto do outro teremos o sistema de
defesa : as enzimas varredoras (“scavanger”) . Frequentemente quando a balança oscila para
o prato esquerdo ( formação aumentada de RL ) temos que aumentar a ingestão de
antioxidantes para promover o equilíbrio oxidativo .

Portanto , quando temos um desequilíbrio na balança e consequente formação


aumentada de RL , temos o que chamamos de estresse oxidativo .

Citarei a seguir os principais antioxidantes até agora conhecidos :

 Vitamina A - Destroem os carcinógenos ( substâncias que produzem câncer ) .

 Vitamina C - Aumenta a produção de Interferon . É um poderoso estimulante da


atividade das células-T ( defesa imunológica ) e poderosíssimo antioxidante .

 Vitamina E - Evita a gordura e a rancidêz da membrana celular e protege o


revestimento em volta de cada célula . Melhora a utilização de oxigênio e aumenta a
resposta imunológica . Há necessidade do Zinco para manter concentrações normais de
vitamina E no sangue .

 Ácido Gama-Linoléico ( GLA ) - Pode ser produzido a partir do ácido linoléico ,


que é encontrado em óleos vegetais , mas se houver deficiência de Zinco , Magnésio e das
vitaminas C , B6 , B3 e A , a conversão pode ser bloqueada .Óleos vegetais hidrogenados ,
margarina ou uma dieta com alto teor de gordura também podem inibir essa importante
conversão ao GLA . Óleo de prímula , óleo de semente de cassis e óleo de borragem são as
principais fontes de GLA pré-formado .

 L-Cisteína - Esse aminoácido que contém enxôfre é necessário para a produção de


Glutationa. É utilizado pelo fígado para desintoxicar o corpo de substâncias químicas e
germes . É um poderoso desintoxicante de álcool , tabaco e poluentes ambientais , todos
supressores da imunidade .

 L-Glutationa - Tira do organismo os Radicais Livres protegendo-o dos efeitos nocivos


de metais , medicamentos , fumaça de cigarro e álcool .

 Selênio - Atua em parceria e em forma sinérgica com a vitamina E . É essencial à


enzima-chave , a glutationa peroxidase . Estimula uma maior resposta dos anticorpos à
infecção por germes .

 Superóxido-dismutase ( SOD ) - É uma enzima . Um corpo saudável produz


diariamente cêrca de 5 milhões de unidades de SOD e da sua enzima parceira , a Catalase.
O SOD também ajuda a utilização de zinco , cobre e manganês . A produção de RL
aumenta com a idade , ao passo que os níveis de SOD diminuem .Atualmente está se
estudando o potencial do SOD retardar o processo de envelhecimento . O SOD ocorre
naturalmente no capim-cevada , brócolis , couve-de-bruxelas , repolho , capim-do-campo e
na maioria das plantas verdes .

Procurei neste capítulo passar um resumo sobre Radicais Livres para que possamos ao
menos saber o que são e quais são seus efeitos ao organismo . A pesquisa , identificação e
combate aos Radicais Livres é uma das propostas da Medicina Ortomolecular . Acreditamos
que a partir do momento que tenhamos meios e informações para combater e até, por que
não, evitá-los, estaremos dando um grande passo na melhoria da nossa qualidade de vida .

Não temos a audácia de rejuvenescer e nem darmos a


vida eterna às pessoas pois isso cabe ao Criador, porém,
batalhamos para que tenhamos uma qualidade de vida
satisfatória e que possamos envelhecer com saúde e dignidade .